Conteúdo político

Apoiamos a publicidade política responsável e esperamos que todos os anúncios e páginas de destino sobre política obedeçam aos requisitos legais locais, incluindo as leis eleitorais e de campanha, além dos "períodos de silêncio eleitoral" exigidos em todas as áreas geográficas segmentadas. O conteúdo político inclui anúncios de organizações e partidos políticos, campanhas de arrecadação ou defesa de questões políticas, além de candidatos e políticos individuais.

A não conformidade com nossas políticas de conteúdo político pode resultar na divulgação de informações sobre a conta e publicidade política para o público em geral ou para reguladores e agências governamentais.

Anúncios eleitorais

Os anúncios eleitorais podem ser exibidos, com restrições em alguns países. Veja abaixo como definimos esses anúncios em cada país ou região e os requisitos do anunciante aplicáveis.

Anúncios eleitorais na União Europeia

 

Na UE, os anúncios eleitorais incluem aqueles que apresentam:

  • um partido político, governante eleito ou candidato ao Parlamento da UE;
  • um partido político, governante eleito ou candidato a um cargo nacional eleito dentro de um estado-membro da UE. Os exemplos incluem membros de um parlamento nacional e presidentes eleitos de maneira direta; ou
  • uma pergunta relacionada a referendo, um grupo de campanhas de referendo ou uma convocação para votar em um referendo federal ou em um referendo nacional ou regional sobre soberania.

Não consideramos anúncios eleitorais aqueles que divulgam produtos ou serviços, incluindo material político promocional, como camisetas, ou anúncios exibidos por veículos de notícias para promover a cobertura de referendos, partidos políticos, campanhas da UE, candidatos ou governantes eleitos.

Veja abaixo os requisitos para a exibição de anúncios eleitorais na UE.


Requisito de verificação para quem quer exibir anúncios eleitorais na União Europeia

Permitido com restriçõesOs anúncios eleitorais na UE só poderão ser exibidos se o anunciante for verificado pelo Google.

Saiba como solicitar a verificação.

Solucionador de problemas
  1. Os anúncios eleitorais da UE só podem ser exibidos nessa região. Confira se seus anúncios atendem a esse requisito e se você passou pela verificação para exibir publicidade eleitoral na UE.Saiba mais sobre o processo de verificação.

  2. Entre em contato para que seu anúncio seja revisado novamente ou edite-o. Essa ação reenviará o anúncio e a página de destino para revisão. A maior parte dos anúncios é revisada em até um dia útil. No entanto, esse processo poderá demorar mais se for necessária uma análise mais complexa.

  3. Se você não conseguir concluir o processo de verificação, remova todo o conteúdo que viola a política de anúncios eleitorais.

Anúncios eleitorais na Índia

 

Em 15 de outubro de 2019, o Google começou a aplicar a política para anúncios eleitorais que incluem um partido ou candidato político ou um membro atual da Vidhan Sabha, ou anúncios exibidos por um partido, candidato ou membro atual da Vidhan Sabha. No momento, os anunciantes podem solicitar a verificação e enviar os certificados prévios.

A publicidade eleitoral na Índia abrange anúncios que citam um partido ou candidato político ou um membro atual da Lok Sabha ou da Vidhan Sabha, ou anúncios veiculados por um partido, candidato ou membro atual da Lok Sabha ou da Vidhan Sabha.

Os anúncios eleitorais não incluem aqueles exibidos por entidades fora da esfera política para divulgar material político, como camisetas, ou anúncios exibidos por veículos de notícias para promover a cobertura de partidos políticos, campanhas eleitorais da Lok Sabha ou da Vidhan Sabha, candidatos ou membros atuais da Lok Sabha ou da Vidhan Sabha.

Veja abaixo os requisitos para quem pretende exibir anúncios eleitorais na Índia.

Requisito de verificação para quem quer exibir anúncios eleitorais na Índia
Permitido com restriçõesOs anúncios eleitorais na Índia só poderão ser exibidos se o anunciante for verificado pelo Google. Os anunciantes que ainda não foram verificados precisam iniciar o processo antes de mostrar qualquer anúncio desse tipo.
Requisito de certificado prévio do anúncio para publicidade eleitoral na Índia

Permitido com restrições Para exibir publicidade eleitoral na Índia, os anunciantes precisam enviar um certificado prévio válido emitido pela Comissão Eleitoral da Índia (ECI, na sigla em inglês) ou qualquer pessoa autorizada por ela referente a cada anúncio eleitoral que quiserem veicular.

Observação: o anunciante precisa ser verificado pelo Google antes de enviar esse certificado prévio referente a cada anúncio.

Se você tem a verificação do Google, envie os certificados prévios referentes aos seus anúncios eleitorais.

Solucionador de problemas
  1. Os anúncios eleitorais da Índia só podem ser exibidos nessa região. Confira se seus anúncios atendem a esse requisito. Além disso, confirme se você passou pelo processo de verificação do Google e se enviou o certificado prévio referente a cada anúncio que gostaria de exibir. Saiba mais sobre esse procedimento.

  2. Entre em contato para que seu anúncio seja revisado novamente. A maior parte dos anúncios é revisada em até um dia útil. No entanto, esse processo poderá demorar mais se for necessária uma análise mais complexa.

  3. Se você não conseguir concluir o processo de verificação ou não tiver um certificado prévio, remova o conteúdo que viola a política de anúncios eleitorais.

Anúncios eleitorais em Taiwan

Em Taiwan, não será permitido exibir o conteúdo a seguir nas plataformas do Google de 15 de novembro de 2019 a 17 de janeiro de 2020:

Anúncios que apresentam um partido político, o governante eleito ou um candidato ao cargo de presidente, vice-presidente ou membro do Yuan Legislativo

Publicidade para as eleições federais dos Estados Unidos

Nos Estados Unidos, são considerados anúncios eleitorais aqueles que citam um governante ou candidato a um cargo eletivo federal, como o do presidente ou vice-presidente, membros da Câmara dos Representantes ou do Senado dos Estados Unidos.

Não são considerados anúncios eleitorais aqueles que divulgam produtos ou serviços, entre eles, material político promocional, como camisetas, ou anúncios exibidos por veículos de notícias para promover a cobertura de campanhas eleitorais federais, candidatos ou governantes federais eleitos.

Veja abaixo os requisitos que os anunciantes que pretendem exibir publicidade para as eleições federais dos Estados Unidos precisam atender.

Requisito de verificação para quem quer exibir anúncios eleitorais nos Estados Unidos 

Permitido com restrições Os anúncios eleitorais nos Estados Unidos só poderão ser exibidos se o anunciante for verificado pelo Google.

Saiba como solicitar a verificação

Solucionador de problemas
  1. Os anúncios eleitorais dos EUA só podem ser exibidos nessa região. Verifique se seus anúncios atendem a esse requisito e se você passou pela verificação necessária para exibir publicidade eleitoral nesse país. Saiba mais sobre o processo de verificação.
  2. Entre em contato para que seu anúncio seja revisado novamente ou edite-o. Essa ação reenviará o anúncio e a página de destino para revisão. A maior parte dos anúncios é revisada em até um dia útil. No entanto, esse processo poderá demorar mais se for necessária uma análise mais complexa.
  3. Se você não conseguir concluir o processo de verificação, remova todo o conteúdo que viola a política de anúncios eleitorais.

Publicidade para as eleições estaduais dos Estados Unidos

Além dos requisitos acima, existem outras restrições para publicidade eleitoral estadual e local em alguns estados dos EUA. Veja abaixo os detalhes por estado.

Restrições de Maryland
Não é permitido o seguinte:
Anúncios relacionados a medidas eleitorais e candidatos a eleições estaduais e locais
Restrições de Nova Jersey
Não é permitido o seguinte:
Anúncios relacionados a medidas eleitorais e candidatos a eleições estaduais e locais
Restrições de Nova York

Os comitês de despesas independentes do estado de Nova York precisam atender à seguinte condição para comprar anúncios políticos:  

Permitido com restrições Os comitês de despesas independentes que têm interesse em comprar anúncios relacionados a medidas eleitorais, bem como candidatos às eleições locais e do estado de Nova York, precisam informar ao Google que são comitês de despesas independentes e enviar uma cópia dos respectivos documentos de registro cadastrados no Conselho Eleitoral do Estado de Nova York.
Preencha este formulário para atender aos requisitos acima.
Se você estiver usando a plataforma do Display & Video 360 para publicidade, preencha este formulário para atender aos requisitos acima.
Restrições de Nevada
Não é permitido o seguinte:
Anúncios relacionados a medidas eleitorais e candidatos a eleições estaduais e locais
Restrições de Washington
Não é permitido o seguinte:
Anúncios relacionados a medidas eleitorais e candidatos a eleições estaduais e locais

Anúncios eleitorais no Canadá

No Canadá, não será permitido exibir o conteúdo a seguir nas plataformas do Google de 30 de junho a 21 de outubro de 2019:

 Anúncios que apresentam um partido político federal, um líder de um partido político federal, um membro atual ou um candidato a membro (incluindo candidatos a nomeação) do Parlamento do Canadá

Observação: esta política não se aplica a anúncios veiculados por organizações jornalísticas para promover a cobertura de notícias da eleição.

Anúncios sobre problemas políticos no Canadá

No Canadá, não será permitido exibir o conteúdo a seguir nas plataformas do Google de 27 de agosto a 21 de outubro de 2019:

 Anúncios sobre problemas associados a um partido político federal, um membro atual ou um candidato a membro do Parlamento do Canadá

Observação: esta política não se aplica a anúncios veiculados por organizações jornalísticas para promover a cobertura de notícias da eleição.

Requisitos de divulgação para publicidade eleitoral

O Google exige que todos os anúncios eleitorais na UE, na Índia e nos Estados Unidos exibam uma nota identificando quem pagou por eles e, para a maioria dos formatos, gera automaticamente uma declaração "Pago por", de acordo com as informações fornecidas durante o processo de verificação. 

Permitido com restriçõesPara os seguintes formatos de anúncio e recursos disponíveis no Google, o anunciante precisa incluir, diretamente no anúncio, a declaração "Pago por" seguida pelo nome da organização ou do indivíduo que pagou por ele. A declaração precisa ficar visível o tempo todo no anúncio.

Essa nota não substitui nenhuma outra declaração que, por lei, você tenha que incluir no seu anúncio.

Saiba como corrigir um anúncio reprovado.

 

Precisa de ajuda?

Se você tiver dúvidas sobre nossas políticas, entre em contato com o suporte do Google Ads
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?