Principais tarefas para usuários do Search Console

Tópicos
  •  
  • Gerenciar propriedades e configurações
    • Gerenciar as configurações do site
    • Adicionar uma propriedade
    • Remover uma propriedade
    • Adicionar/remover associações
    • Migrar o site para outro host
  • Monitoramento
    • Uso básico do Search Console
    • Verificar a cobertura do índice (qual parte do meu site está no Google?)
    • Monitorar sua cobertura de AMP no Google
    • Monitorar sua cobertura de pesquisa aprimorada
    • Monitorar a cobertura do seu sitemap
    • Monitorar o tráfego do seu site com origem do Google
    • Monitorar a usabilidade da sua página
    • Monitorar a usabilidade em dispositivos móveis
    • Monitorar as estatísticas das Principais métricas da Web (LCP/FID/CLS)
  • Solução de problemas
    • Por que uma página ou um site não aparece no Google?
    • Por que uma pesquisa aprimorada não está visível no Google?
    • Depurar quedas de tráfego
    • Depurar quedas de classificação
    • Problemas com snippets de pesquisa
  • Teste
  • Rastreamento/indexação
    • Pedir ao Google para rastrear (ou rastrear novamente) sua página
    • Bloquear páginas ou imagens temporariamente do Google
    • Solicitar um rastreamento ou um novo rastreamento
    • Enviar/monitorar a cobertura do sitemap

Gerenciar propriedades e configurações

Gerenciar as configurações do site

Para acessar as configurações do site, clique no ícone de engrenagem de Configurações Configurações na parte inferior do painel de navegação. Vejas as configurações do seu site.

Para ver as configurações do usuário, clique no ícone na parte superior da página. As configurações do usuário afetam o comportamento do Search Console, independentemente da propriedade. Por exemplo, sobre quais mensagens você receberá e-mails. Veja suas configurações de usuário.

Adicionar uma propriedade

Veja como adicionar uma propriedade do site. Se você puder fazer a confirmação da propriedade no nível do domínio, geralmente recomendamos uma propriedade nesse nível, em vez de uma propriedade de prefixo de URL, quando apropriado, porque ela combina tráfego http e https, bem como tráfego para todos os subdomínios da sua propriedade.

Remover uma propriedade

Saiba como remover você ou outra pessoa da sua propriedade.

Adicionar/remover associações

As associações são gerenciadas na página Associações. Veja a documentação neste link.

Migrar o site para outro host

Ao migrar seu site para outro host de URL (por exemplo, de example.com para example.org ou example2.com), siga estas instruções de migração para evitar a perda de muito tráfego do Google durante o processo.

Monitoramento

Uso básico do Search Console

Leia este guia sobre uso básico do Search Console, caso não trabalhe com SEO em tempo integral.

Verificar a cobertura do índice (qual parte do meu site está no Google?)

O ideal é que o Google tenha todas as páginas canônicas (isto é, páginas não duplicadas) do site indexadas. Pode levar algum tempo para que as novas páginas apareçam, e você pode publicar um sitemap ou solicitar um rastreamento para ajudar o Google a encontrar páginas novas ou atualizadas.

Em sites menores (com até algumas centenas de páginas), ou se você quiser somente ver poucas páginas, basta pesquisar o URL no Google.

Outra dica útil é usar o operador de pesquisa "site:" para limitar os resultados a um host ou caminho específico e, opcionalmente, incluir termos de pesquisa nesse caminho para ver as páginas que o Google indexou. Exemplo:

  • O termo de pesquisa site:example.com retorna (quase) todos os resultados indexados em example.com.
  • O termo de pesquisa site:example.com/pets retorna somente páginas indexadas no caminho example.com/pets.
  • O termo de pesquisa site:example.com/pets food retorna somente páginas indexadas no caminho example.com/pets que correspondem ao termo "food".

Para ver a cobertura geral de sites maiores, use o Relatório de cobertura. O ideal é que o número de URLs no relatório seja aproximadamente o mesmo que o de URLs do seu site. Os URLs importantes devem ser marcados como válidos, alguns (se houver) URLs devem ser marcados como "Erro", e as páginas duplicadas ou não importantes podem ser marcadas como "Excluído". Leia a documentação do relatório para entender todos os detalhes.

Se não encontrar páginas importantes, consulte a seção de solução de problemas.

Não espere 100% de cobertura do seu site
Por vários motivos, o Google provavelmente não tem todas as páginas do seu site no índice. O importante é que o Google tenha indexado as versões canônicas (não duplicadas) das páginas relevantes.

Monitorar sua cobertura de AMP no Google

Use o relatório de status de AMP para ver quantas páginas AMP foram encontradas e indexadas e todos os problemas de indexação encontrados. Leia a documentação desse relatório para entender o que procurar e como interpretar os resultados.

Se uma página tiver problemas, clique no relatório e no ícone Inspecionar ao lado de um URL na tabela de exemplos para resolver o problema na Ferramenta de inspeção de URL. Confirme se a versão AMP está acessível pelo Google, indexável e vinculada corretamente e se o Google não tem problemas de análise.

Se muitas páginas estiverem faltando, inspecione algumas delas para ver o que está impedindo a indexação. Quando muitas páginas estão faltando, geralmente elas têm um problema comum de indexação.

Para monitorar seu tráfego de AMP no Google, use os relatórios de desempenho e filtre pelo aspecto da pesquisa do tipo de AMP adequado, ou veja a guia Aspecto da pesquisa ou Aspecto do Discover.

Monitorar sua cobertura de pesquisa aprimorada

O Search Console exibirá um relatório de pesquisa aprimorada para cada pesquisa aprimorada que o Google criar para seu site. Esses relatórios ficam na seção Melhorias da barra de navegação. Se o Google tiver encontrado dados estruturados que não puderam ser analisados, ele criará um relatório de dados estruturados não analisáveis.

Monitorar a cobertura do seu sitemap

Use o relatório de sitemaps para monitorar problemas de análise de sitemaps enviados usando esse relatório.

Além disso, é possível filtrar o relatório de cobertura para mostrar somente os URLs cobertos por um sitemap específico (limitado a sitemaps enviados usando o relatório de sitemaps).

Monitorar o tráfego do seu site com origem do Google

Os relatórios de desempenho mostram seu tráfego em várias plataformas do Google, incluindo a Pesquisa, o Discover e o Google Notícias. As versões "Discover" e "Notícias" desse relatório só estarão disponíveis se houver dados suficientes.

Esses relatórios permitem filtrar por URL, data, tipo de resultado da Pesquisa e muito mais. Leia a documentação para entender completamente o relatório.

Monitorar a usabilidade da sua página

O relatório de experiência na página mostra uma visão geral de quantas páginas no site o Google considera uma boa experiência na página. Use-a como regra geral para ver se problemas de grande escala estão afetando seu site.

Para testar a experiência na página de um URL específico, teste a usabilidade do URL em dispositivos móveis, as Principais métricas da Web e se ele usa HTTPS.

Monitorar a usabilidade em dispositivos móveis

O relatório de usabilidade em dispositivos móveis mostra estatísticas de todos os problemas de usabilidade do seu site em dispositivos móveis. Use-o para detectar e corrigir problemas em todo o site. Para depurar uma página específica, use a Ferramenta de inspeção de URL ou a Ferramenta de teste de compatibilidade com dispositivos móveis.

Observação: ao usar a Ferramenta de teste de compatibilidade com dispositivos móveis, você testa a versão ativa da página. A visualização padrão na Ferramenta de inspeção de URL é a versão indexada. Se a página tiver sido mudada desde o último rastreamento, o resultado da inspeção de URL padrão (indexado) será diferente do resultado da Ferramenta de teste de compatibilidade com dispositivos móveis (ativo).

Monitorar as estatísticas das Principais métricas da Web (LCP/FID/CLS)

Veja estatísticas sobre velocidade e capacidade de resposta em todo o site, com base nos dados reais do usuário para as principais métricas de Maior exibição de conteúdo, latência na primeira entrada e Mudança de layout cumulativa

Solução de problemas

Por que uma página ou um site não aparece no Google?

Por que uma pesquisa aprimorada não está visível no Google?

Se você tiver implementado dados estruturados, mas eles não aparecerem no Google, siga estas etapas de solução de problemas.

Depurar quedas de tráfego

Consulte esta página de ajuda para solucionar problemas de redução de tráfego do Google no seu site.

Depurar quedas de classificação

Consulte esta página de ajuda para resolver problemas de classificação na Pesquisa Google.

Problemas com snippets de pesquisa

Se um snippet de pesquisa do seu site for muito curto, muito longo ou não descrever sua página corretamente, clique aqui.

Teste

As seguintes ferramentas de teste de site estão disponíveis no Search Console:

  • Ferramenta de inspeção de URL: é uma ferramenta de teste abrangente que fornece informações de indexação, rastreamento, AMP, usabilidade em dispositivos móveis e dados estruturados sobre uma página. Para depuração complexa de todos os tipos de problemas na versão ativa ou indexada desta página, use essa ferramenta. Você precisa ser o proprietário para poder usar essa ferramenta.
  • Teste de AMP: teste se a página atende aos requisitos de AMP do Google. Só funciona na página ativa e não mostra informações sobre a versão indexada da página. Você não precisa ser proprietário nem estar conectado para usar essa ferramenta.
  • Ferramenta de teste de compatibilidade com dispositivos móveis: teste se o Google considera que uma página tem problemas de usabilidade em dispositivos móveis. Só funciona na página ativa e não mostra informações sobre a versão indexada da página. Você não precisa ser proprietário nem estar conectado para usar essa ferramenta.
  • Teste de pesquisa aprimorada: teste se o Google pode processar dados estruturados de pesquisa aprimorada em uma página. Só funciona na página ativa e não mostra informações sobre a versão indexada da página. Você não precisa ser proprietário nem estar conectado para usar essa ferramenta.
  • Ferramenta de teste de robots: teste a validade do seu arquivo robots.txt e veja se um URL específico corresponde a alguma regra no arquivo. Você precisa ser o proprietário para poder usar essa ferramenta.
Observação: a visualização padrão na Ferramenta de inspeção de URL é a versão indexada do URL. Todas as outras ferramentas testam apenas a versão ativa da página. Se a página tiver mudado desde o último rastreamento, o resultado indexado (inspeção do URL) será diferente do resultado do teste em tempo real. No entanto, se você clicar em Testar o URL publicado na Ferramenta de inspeção de URL, verá os mesmos resultados da outra ferramenta de teste em tempo real.

Rastreamento/indexação

Pedir ao Google para rastrear (ou rastrear novamente) sua página

Se tiver adicionado ou modificado uma página do seu site recentemente, você poderá pedir que o Google faça uma nova indexação da página usando qualquer um dos métodos listados aqui.

Bloquear páginas ou imagens temporariamente do Google

Para remover temporariamente (por seis meses) páginas ou imagens dos seus sites do Google, use a Ferramenta de remoção.

Solicitar um rastreamento ou um novo rastreamento

A maneira mais simples de solicitar um rastreamento para uma única página é usar a Ferramenta de inspeção de URL:

  1. Abra a ferramenta.
  2. Insira o URL completo da página e aperte "Enter".
  3. Clique em Solicitar indexação. A solicitação falhará imediatamente se houver um problema de acesso na página. A solicitação falhará sem aviso se você tiver excedido a cota de solicitações de indexação.

Para solicitar um rastreamento para várias páginas, use um sitemap.

Enviar um sitemap, monitorar os sitemaps enviados, monitorar a cobertura do índice dos URLs em um sitemap

Para enviar um sitemap ou monitorar se o Google consegue ler o sitemap enviado, use o relatório de sitemaps.

Veja informações apenas sobre os sitemaps enviados usando esse relatório. Os sitemaps encontrados de forma independente pelo Google não serão exibidos. No entanto, é possível enviar um sitemap pelo relatório mesmo que o Google já saiba sobre ele para monitorar as tentativas de rastreamento do Google.

A única maneira de impedir a leitura de um sitemap é excluí-lo ou bloqueá-lo usando o arquivo robots.txt.

Para monitorar URLs indexados por sitemap, escolha um sitemap no seletor suspenso no Relatório de cobertura do índice.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?