Políticas de monetização para canais do YouTube

Atualizado em janeiro de 2020: esta atualização deste artigo não introduz nenhuma mudanças nas nossas políticas ou na aplicação delas
Nosso objetivo é apenas facilitar o entendimento e fornecer mais detalhes sobre nossas políticas de monetização para canais. Se você quiser participar ou permanecer no Programa de Parcerias do YouTube, é necessário seguir essas regras. 
 
As políticas neste artigo se aplicam ao canal como um todo, não apenas a vídeos específicos. Se você quiser saber quando ativar anúncios em vídeos individuais, confira nossas diretrizes de conteúdo adequado para publicidade. 

Se você gera receita no YouTube, é importante que seu canal siga as políticas de monetização da plataforma. Elas incluem nossas diretrizes da comunidade e nossos Termos de Serviço, além das políticas de direitos autorais e do programa Google AdSense. Essas regras se aplicam a todos que participam ou querem participar do Programa de Parcerias do YouTube. Saiba mais sobre por que aplicamos políticas de monetização nos canais.

Se você quiser gerar receita com anúncios nos seus vídeos, eles também precisarão estar em conformidade com nossas diretrizes de conteúdo adequado para publicidade.

Confira a seguir uma visão geral das políticas mais importantes. Elas são usadas para verificar se um canal está qualificado para gerar receita, então leia todas com atenção. Nossos revisores analisam os canais que geram receita regularmente para conferir se eles estão seguindo as regras. Saiba mais sobre como aplicamos nossas políticas.

O que verificamos ao analisar seu canal

Os revisores se concentram no conteúdo que melhor representa sua atividade em relação às nossas políticas. Como não é possível analisar todos os vídeos, verificamos os seguintes elementos do seu canal:

  • Tema principal
  • Vídeos mais assistidos
  • Vídeos mais recentes
  • Maior proporção de tempo de exibição
  • Metadados dos vídeos (incluindo títulos, miniaturas e descrições)

Os itens acima são apenas exemplos de conteúdo que pode ser analisado pelos revisores. Também é possível que eles verifiquem outras áreas do seu canal para conferir se você segue nossas políticas. 

Siga as diretrizes da comunidade do YouTube

Essas regras ajudam a manter o YouTube como uma ótima comunidade para espectadores, criadores e anunciantes. O conteúdo que viola as diretrizes da comunidade não se qualifica para a monetização e será removido da plataforma.
Todos os usuários do YouTube precisam seguir essas políticas, e os criadores de conteúdo que geram receita devem saber que elas não se aplicam apenas a vídeos específicos, mas ao canal como um todo. Confira abaixo as diretrizes da comunidade mais relevantes para os canais que geram receita ou que pretendem fazer isso: 

Não se esqueça de que todo conteúdo postado precisa seguir nossas diretrizes da comunidade.

Siga as políticas do programa Google AdSense
O Google AdSense possibilita o pagamento dos vídeos monetizados aos parceiros do YouTube. Siga as políticas do programa Google AdSense e os Termos de Serviço do YouTube. As Políticas de conteúdo do Google AdSense são abrangentes e incluem as diretrizes de qualidade das políticas para webmasters/Search Console. Destacamos abaixo algumas das regras mais relevantes para criadores de conteúdo do YouTube.

Conteúdo repetitivo

Isso se refere a canais em que o conteúdo é tão parecido que os espectadores não conseguem diferenciar os vídeos. Esta política tem como base a seção das políticas do programa Google AdSense sobre o Search Console. Neste caso, ela foi colocada em um contexto mais relevante para os criadores de conteúdo do YouTube.

Esta política se aplica ao seu canal como um todo. Ou seja, se você tiver vários vídeos que violam nossas diretrizes, a monetização poderá ser desativada em todo o seu conteúdo.

Quais vídeos podem gerar receita

Esta política garante que o conteúdo monetizado ofereça algo interessante para os espectadores assistirem. Ou seja, se um usuário conseguir notar claramente que o conteúdo do seu canal é diferente em cada vídeo, então você pode gerar receita normalmente. Sabemos que muitos canais postam vídeos que seguem um padrão.O importante é que o conteúdo de cada um deles seja relativamente variado.

Confira a seguir exemplos de casos em que a monetização é permitida (esta não é uma lista completa): 

  • A introdução e o encerramento dos vídeos são iguais, mas a maior parte do conteúdo é diferente.
  • O conteúdo é parecido, mas cada vídeo fala especificamente sobre as características do tema em questão.
  • Clipes curtos de objetos similares reunidos por meio de edição, em um vídeo em que você explica como eles estão relacionados.

Conteúdo que viola esta diretriz

Canais que têm conteúdo muito semelhante podem frustrar as espectativas dos espectadores que vêm ao YouTube para assistir vídeos interessantes. Por isso, a monetização não é permitida nos casos em que o conteúdo varia muito pouco a cada vídeo. Ou seja, seu canal não deve conter apenas conteúdo criado automaticamente ou produzido por meio de um modelo básico. 

Confira a seguir exemplos de conteúdo que não pode gerar receita (esta não é uma lista completa): 

  • Vídeos que mostram apenas a leitura de conteúdo não criado por você, como textos de sites ou feeds de notícias
  • Músicas com o tom ou velocidade alterados, mas idênticas à versão original em todos os outros aspectos
  • Conteúdo repetitivo ou sem propósito, que tem um baixo valor educativo, analítico ou narrativo
  • Conteúdo modelo, produzido em massa ou gerado por meio de programas
  • Apresentações de slides com imagens ou texto com pouco ou nenhum valor narrativo, analítico ou educativo

Conteúdo reutilizado

Isso se refere a canais que reutilizam o conteúdo de outra pessoa sem incluir comentários originais significativos ou que tenham valor educativo. Esta política tem como base a seção das políticas do programa Google AdSense sobre o Search Console. Neste caso, ela foi colocada em um contexto mais relevante para os criadores de conteúdo do YouTube.

Esta política se aplica ao seu canal como um todo. Ou seja, se você tiver vários vídeos que violam nossas diretrizes, a monetização poderá ser desativada em todo o seu conteúdo.

Quais vídeos podem gerar receita

O objetivo desta política é garantir que apenas conteúdo original e que agregue valor aos espectadores seja monetizado. Se você fez uma mudança engraçada ou criativa no conteúdo de outra pessoa, isso significa que houve um tipo de transformação. Geralmente não há problema em postar esse tipo de vídeo no seu canal, mas ele ainda estará sujeito a outras políticas, como a de direitos autorais. Ou seja, permitiremos esse tipo de conteúdo se os espectadores conseguirem notar uma diferença significativa entre seu vídeo e o original.

Observação: estes exemplos não violam nossas diretrizes de reutilização de conteúdo, mas outras políticas ainda se aplicam a eles, como a de direitos autorais

 
Exemplos de conteúdo que pode gerar receita (esta não é uma lista completa): 

  • Uso de clipes para fazer a análise crítica de uma obra.
  • Uma cena de um filme em que você reescreveu o diálogo e fez uma nova dublagem.
  • Filmagens de um torneio esportivo em que você explica por que as técnicas, jogadas ou estratégias de um competidor foram eficientes ou não.
  • Vídeos de reação em que você comenta o conteúdo original.
  • Filmagens editadas de outros criadores de conteúdo em que você adiciona uma narrativa ou comentários.

Conteúdo que viola esta diretriz

Fazer pequenas mudanças no conteúdo de alguém e postar como um vídeo original configura uma violação desta diretriz. Esta política é aplicável mesmo se você tiver a permissão do criador original. A reutilização de conteúdo é uma questão independente do gerenciamento de direitos autorais no YouTube. Isso significa não há exceções, como permissões, uso aceitável ou direitos autorais, para esses casos. De acordo com essa diretriz, mesmo que seu conteúdo não seja reivindicado, seu canal ainda poderá violar as regras de reutilização de conteúdo.

Veja a seguir mais exemplos de vídeos que não podem gerar receita (esta não é uma lista completa):

  • Clipes de momentos do seu programa favorito reunidos por meio de edição, sem nenhum comentário ou poucas adições significativas
  • Vídeos curtos de outras mídias sociais compilados
  • Coletâneas de músicas de vários artistas (mesmo com a permissão deles)
  • Conteúdo enviado várias vezes por outros criadores de conteúdo
  • Promoção do conteúdo de outra pessoa (mesmo com a permissão dela)

A influência do criador de conteúdo no YouTube

O sucesso do seu canal e do Programa de Parcerias depende do interesse dos anunciantes em associar as marcas ao conteúdo do YouTube. Quando eles perdem a confiança na plataforma, os ganhos de todos criadores de conteúdo são afetados negativamente. 
Não permitimos comportamento ofensivo que afete a comunidade negativamente e em grande escala. O objetivo dessa política é que você respeite seus espectadores, seus colegas criadores e nossos anunciantes, dentro e fora do YouTube.
As consequências da violação dessas políticas vão desde a desativação temporária da monetização no seu canal até o encerramento da sua conta.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?