Coleta e uso de dados

Queremos que os usuários confiem que as informações sobre eles serão respeitadas e tratadas com os devidos cuidados. Assim, nossos parceiros de publicidade não devem usar essas informações de modo inadequado nem coletá-las para fins pouco claros ou sem medidas de segurança apropriadas.

Veja a seguir alguns exemplos do que deve ser evitado nos seus anúncios. Saiba mais sobre o que acontece quando nossas políticas são violadas.

Há políticas diferentes para listas de remarketing e anúncios personalizados (antes conhecidos como anúncios com base em interesses). Ao usar os anúncios personalizados, não se esqueça de ler as políticas adicionais de coleta de dados que também se aplicam à maneira como você utiliza informações pessoais na publicidade.

Segurança de dados inadequada

Não é permitido:

Uso de medidas de segurança inapropriadas para o tipo de informação que está sendo coletada

Exemplos: coleta de números de cartões de crédito ou de débito, contas bancárias e de investimentos, transferências eletrônicas, identidade nacional, CPF/CNPJ, pensão, plano de saúde, carteira de habilitação ou números da Previdência Social em uma página insegura que não seja protegida por SSL e sem um certificado válido

Solucionador de problemas: segurança de dados inadequada
  1. Corrija o destino do anúncio. Pare de coletar informações pessoais dos usuários ou colete tais informações por meio de um servidor SSL seguro para mantê-las protegidas.
    • Opção 1: use um servidor seguro.
      Use um servidor de processamento seguro (chamado SSL) ao coletar informações pessoais. Com SSL, o URL da sua página da Web aparecerá com https:// em vez de http://. Saiba como configurar o SSL no seu site.
    • Opção 2: não colete dados dos usuários.
      Altere seu site ou aplicativo para que ele não solicite informações pessoais quando os usuários acessarem seu conteúdo.
  2. Edite o anúncio. Essa ação reenviará o anúncio e o destino para revisão.

    A maior parte dos anúncios é revisada em até um dia útil. No entanto, esse processo poderá demorar mais se for necessária uma revisão mais complexa.

Compartilhamento inaceitável de informações

Não é permitido:

Compartilhar informações de identificação pessoal (PII, na sigla em inglês) com o Google por meio de tags de remarketing ou de acompanhamento de conversões ou qualquer feed de dados do produto que possa estar associado a anúncios

Exemplo: compartilhar endereços de e-mail do usuário por meio de URLs que tenham tags de remarketing

Solucionador de problemas: compartilhamento inaceitável de informações
  1. Identifique a origem. Use o e-mail de aviso de violação enviado pelo Google para identificar quais URLs estão violando a política. Frequentemente, informações de identificação pessoal (PII, na sigla em inglês) são incluídas por engano nos URLs enviados ao Google por meio de formulários da Web, páginas de login e parâmetros de campanhas de marketing personalizadas por e-mail.
  2. Remova as PII dos dados compartilhados. Atualize seus sistemas para que as PII não sejam incluídas nos URLs. Confira abaixo os métodos mais comuns para a remoção dessas informações dos URLs.

    Formulários da Web: os formulários HTML devem ser enviados com o protocolo POST. Se o protocolo GET for usado, os parâmetros do formulário farão parte do URL na barra de endereço. Atualize o código-fonte da página ou o componente que gera o HTML. Dessa forma, a tag do formulário terá method="post" no atributo. Saiba mais sobre o método de formulário.

    Páginas de login: alguns sites, especialmente aqueles com perfis ou login de usuários, usam padrões de URL que incluem PII no design. Substitua as PII no URL por um identificador único específico para o site ou um código de usuário único (UUID, na sigla em inglês).

    Parâmetros de campanhas de marketing personalizadas por e-mail: analise os URLs gerados por uma campanha de marketing de teste por e-mail para identificar endereços de e-mail ou outras PII nos parâmetros de URL. Atribua um identificador único específico para o site ou um código de usuário único (UUID, na sigla em inglês) a cada usuário e acompanhe esse identificador usando parâmetros de URL.

    Você pode implementar um UUID para evitar o envio de PII ao Google. Por exemplo, site.com/my_settings/sample@email.com pode ser alterado para site.com/my_settings/43231. Nesse caso, 43231 é um número que identifica de forma exclusiva a conta com o endereço "sample@email.com".
  3. Preencha o formulário de resposta. Use o formulário para informar que você tomou algumas medidas para corrigir o problema. O formulário ajuda o Google a tomar conhecimento sobre onde você está no processo.
  4. Verifique se o problema foi corrigido. Depois que você responder pelo formulário, o Google validará se as alterações realizadas no seu site solucionaram o problema. Em até duas semanas, você receberá outro aviso para confirmar que o problema foi corrigido ou informar que as PII ainda estão sendo compartilhadas por meio de URLs associados à sua conta. Se as PII ainda forem detectadas, analise a lista atualizada de URLs que não obedecem à política para determinar a causa do problema.

    Você pode verificar se as alterações no código estão funcionando corretamente em um site de teste antes de enviá-las ao seu site ativo. Codifique seu site de teste com tags do mesmo ID de cliente do Google Ads usado para a publicidade personalizada. Quando seu site de teste aparecer na lista de URLs que contêm PII, você poderá fazer alterações de teste. Se não detectarmos mais PII no seu site de teste, essas informações deixarão de ser exibidas nos relatórios. Em seguida, será possível enviar as alterações ao seu site ativo.

As listas de remarketing e outras listas criadas com base nos mesmos dados (como as listas de combinações personalizadas ou os públicos-alvo semelhantes) serão desativadas se não estiverem em conformidade com essa política. Saiba mais sobre o que acontece quando nossas políticas são violadas.

Uso indevido de informações pessoais

Não é permitido:

Uso de informações pessoais de maneiras que os usuários não autorizaram

Exemplos: revenda dos dados de contato dos usuários, uso de imagens de usuários em anúncios sem o consentimento deles

Promoções que abordam diretamente o usuário fazendo uso de informações pessoais

Exemplos: anúncios que abordam o usuário por nome, título ou cargo

Exemplo específico: "Olá João Silva - compre flores aqui!"

Promoções que usam ou implicam o conhecimento das informações pessoais de um usuário

Exemplos: promoções que afirmam conhecer sua situação financeira ou filiação política

Exemplo específico: "Você está com muitas dívidas. Consiga ajuda hoje mesmo."

Consentimento de usuários da União Europeia

Não é permitido:

Promoções que violam nossa política de consentimento de usuários da UE para o uso de cookies

Exemplo: o uso de recursos do Google Ads, como remarketing ou acompanhamento de conversões, sem obter o consentimento apropriado de usuários da União Europeia para o uso de cookies

Cookies não autorizados nos domínios do Google

Não é permitido:

Definição de um cookie em um domínio do Google

Exemplo: Quando um terceiro recebe permissão para definir um cookie no doubleclick.net ou googlesyndication.com.

Precisa de ajuda?

Se você tiver dúvidas sobre nossas políticas, entre em contato com o suporte do Google Ads
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?