Utilização abusiva da rede de publicidade

A Google pretende que os anúncios na Rede Google sejam úteis, variados, relevantes e seguros para os utilizadores. A Google não permite que os anunciantes apresentem anúncios, conteúdo ou destinos que tentem ludibriar ou contornar os nossos processos de revisão de anúncios.

Abaixo encontra alguns exemplos do que deve evitar nos seus anúncios. Saiba o que acontece se violar as nossas políticas.

Software malicioso ou indesejado

Estes requisitos aplicam-se aos seus anúncios e a qualquer software que o seu site ou aplicação aloje ou para o qual contenha links, independentemente de o software ser promovido através da rede de publicidade da Google. A Google não permite o seguinte:

Software ou programas maliciosos que possam danificar ou obter acesso não autorizado a um computador, um dispositivo ou uma rede

Exemplos: vírus informáticos, ransomware, worms, cavalos de tróia, rootkits, keyloggers, programas de marcação, spyware, software de segurança fraudulento e outras aplicações ou programas maliciosos

Resolução de problemas: software malicioso
  1. Verifique o estado do seu site na Google Search Console. Se ainda não utilizou a Search Console, introduza o URL do seu Website e clique em "Adicionar uma propriedade" para ver o respetivo estado. Poderá ser necessário validar que é o proprietário do site.

    Mesmo no caso de a Search Console não comunicar quaisquer problemas, o site ainda pode ter problemas de segurança detetados pelo Google Ads. Consulte o seu webmaster ou o seu fornecedor de alojamento na Web e utilize ferramentas, como Stop Badware, para investigar com mais detalhe. Saiba mais acerca do modo como a Google identifica software malicioso ou indesejado.

  2. Remova todo o software malicioso ou indesejado.

    A Google fornece recursos e instruções para ajudar a corrigir o seu site através desta página de ajuda para Websites pirateados. Se não conseguir corrigir o destino do anúncio, atualize o anúncio com um novo destino que esteja em conformidade com esta política.

  3. Edite o anúncio.

    A edição do anúncio irá reenviar o anúncio e o respetivo destino para revisão. Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa.

Anúncios ou destinos que violem a Política de Software Indesejável da Google

Exemplos: falta de transparência acerca da funcionalidade que o software fornece ou de todas as implicações de instalação do software; não inclusão de Termos de Utilização ou de um Contrato de licença de utilizador final; integração de software ou aplicações sem o conhecimento do utilizador; efetuar alterações ao sistema sem a autorização do utilizador; dificultar a desativação ou a desinstalação do software por parte dos utilizadores; não utilização adequada das APIs do Google disponíveis para o público ao interagir com serviços ou produtos Google

Resolução de problemas: software indesejado
  1. Verifique o seu anúncio e destino para garantir que está em conformidade com a Política de Software Indesejável da Google.

  2. Edite o anúncio e/ou o destino.

    A edição do anúncio irá reenviar o anúncio e o respetivo destino para revisão. Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa.

Vantagem injusta

A Google não permite o seguinte:

Utilizar a Rede Google para obter uma vantagem de tráfego injusta sobre outros participantes no leilão

Exemplos: afiliados que anunciam no Google Ads contra as regras do programa de afiliados aplicáveis, promoção do mesmo conteúdo ou semelhante a partir de várias contas nas mesmas consultas ou semelhantes, tentativa de mostrar mais do que um anúncio de cada vez do seu site, aplicação ou empresa

Nota: as palavras-chave devem ir ao encontro da provável intenção do público-alvo quando efetua a pesquisa e cada Website ou aplicação que promova deve oferecer um valor diferenciado aos utilizadores. Por exemplo, evite promover produtos e preços semelhantes em destinos relacionados.

Levamos muito a sério as violações desta política e consideramo-las graves. Elas representam riscos para os nossos utilizadores ou para a propriedade dos mesmos (por exemplo, provenientes de atividade criminosa e/ou anúncios maliciosos). Ao determinarmos se um anunciante ou um destino estão a violar esta política, poderemos rever informação proveniente de diversas origens, incluindo o seu anúncio, Website, contas e terceiros. As contas que violem esta política podem ser suspensas e poderão não ser autorizadas a anunciar novamente com a Google. Se considerar que houve um erro e que não violou a nossa política, envie um recurso e explique o motivo. Apenas repomos contas em circunstâncias excecionais, pelo que é importante que dedique o tempo necessário para apresentar informações exaustivas, exatas e fidedignas. Saiba mais acerca das contas suspensas.

Contorno de sistemas

A Google não permite o seguinte:

Não permitido Utilizar práticas que procuram contornar ou interferir com os sistemas e os processos de publicidade da Google

Exemplo: o cloaking (apresentar conteúdo diferente a determinados utilizadores, incluindo o Google) que vise a interferência com os sistemas de revisão da Google ou resulte na mesma, ou que oculte ou tente ocultar a não conformidade com as Políticas do Google Ads (por exemplo, redirecionar para conteúdo que não esteja em conformidade, utilizar DNS dinâmico para trocar de página ou de conteúdo do anúncio, manipular o conteúdo do site ou restringir o acesso a um número tão elevado de páginas de destino que impossibilita uma revisão cuidadosa do anúncio, do site ou da conta).

Exemplo específico: um serviço pago de lista telefónica adiciona e remove repetidamente conteúdo de palavras-chave relacionado com empresas e/ou serviços governamentais não afiliados (o que viola a Política de Venda de Artigos Gratuitos) após a aprovação de um anúncio; um serviço pago de lista telefónica altera a respetiva página de destino para substituir um número sem valor acrescentado associado a um anúncio que foi aprovado por um número de valor acrescentado.   

Nota: o cloaking não inclui a personalização de conteúdo que adicione um valor genuíno para determinados utilizadores, como versões do mesmo conteúdo em idiomas diferentes, desde que a oferta continue a ser basicamente a mesma, a variação do conteúdo ainda esteja em conformidade com as Políticas do Google Ads e a Google consiga rever uma versão do conteúdo. 

Exemplo: violações de políticas repetidas em qualquer uma das suas contas, incluindo a criação de novos domínios ou contas para publicar anúncios semelhantes a anúncios que foram reprovados (no âmbito desta ou de qualquer outra regra das Políticas do Google Ads).

Levamos muito a sério as violações desta política e consideramo-las graves. Elas representam riscos para os nossos utilizadores ou para a propriedade dos mesmos (por exemplo, provenientes de atividade criminosa e/ou anúncios maliciosos). Ao determinarmos se um anunciante ou um destino estão a violar esta política, poderemos rever informação proveniente de diversas origens, incluindo o seu anúncio, Website, contas e terceiros. As contas que violem esta política podem ser suspensas e poderão não ser autorizadas a anunciar novamente com a Google. Se considerar que houve um erro e que não violou a nossa política, envie um recurso e explique o motivo. Apenas repomos contas em circunstâncias excecionais, pelo que é importante que dedique o tempo necessário para apresentar informações exaustivas, exatas e fidedignas. Saiba mais acerca das contas suspensas.

Not allowed Manipular o texto do anúncio para tentar contornar as verificações automáticas do sistema

Exemplos: escrever incorretamente palavras ou expressões proibidas para evitar a reprovação de anúncios; manipular termos de marcas comerciais no texto do anúncio para evitar as restrições associadas à utilização dessa marca comercial.

Se detetarmos o envolvimento repetido da sua conta na manipulação de texto do anúncio, conforme descrito acima, a conta pode ser suspensa.

Resolução de problemas: contorno de sistemas

É possível que um anúncio seja reprovado por violar esta política sem que isso implique a suspensão de toda a conta. Esta situação é mais comum quando uma palavra ou uma expressão no anúncio parece ser muito semelhante a uma palavra proibida ou a um termo de marca comercial que não está autorizado a publicitar. Neste caso, remova simplesmente essa palavra ou expressão do seu anúncio. Assim que editar e guardar o anúncio, este será automaticamente revisto e poderá ser aprovado para apresentação se considerarmos que já não viola esta política.

Diretrizes de Webmasters

A Google não permite o seguinte:

Utilizar práticas que violam as Diretrizes de Webmaster do Google

Exemplos: utilização excessiva de palavras-chave, cloaking, redirecionamentos dissimulados, páginas de entrada, envio de spam para sites de redes sociais

Precisa de ajuda?

Se tiver perguntas sobre esta política, informe-nos: entre em contacto com o apoio técnico do Google Ads
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?