Cuidados de saúde e medicamentos

A Google está empenhada em seguir os regulamentos de publicidade a cuidados de saúde e medicamentos, pelo que espera que os anúncios e os destinos cumpram as leis aplicáveis e as normas da indústria. Não é possível anunciar de todo determinados conteúdos relacionados com cuidados de saúde, enquanto outros apenas podem ser publicitados se o anunciante for certificado pela Google e segmentar apenas países aprovados. Verifique os regulamentos locais aplicáveis às áreas que pretende segmentar.

Seguem-se alguns exemplos de conteúdo relacionado com cuidados de saúde permitido em algumas circunstâncias. Algum conteúdo só está disponível em determinadas regiões. Assim, certifique-se de que consulta a lista de restrições específicas de cada um dos países onde tenciona anunciar. Saiba o que acontece se violar as nossas políticas.

Farmacêuticas

A Google apenas permite que as farmacêuticas anunciem em determinados países.

Medicamentos sujeitos a receita médica

As farmacêuticas apenas podem promover medicamentos sujeitos a receita médica nos seguintes países: Canadá, Estados Unidos, Nova Zelândia.

Medicamentos de venda livre

As farmacêuticas apenas podem promover medicamentos de venda livre nos seguintes países: Alemanha, Austrália, Áustria, Brasil, Canadá, China, Coreia do Sul, Eslováquia, Espanha, Estados Unidos, França, Hong Kong, Índia, Itália, Japão, México, Noruega, Nova Zelândia, Países Baixos, Polónia, Reino Unido, República Checa, Rússia, Suécia.

Outros fabricantes e fornecedores

Os grandes fabricantes de medicamentos, os fornecedores de produtos médicos e os fornecedores de compostos/anticorpos/peptídeos para laboratórios comerciais apenas podem anunciar nos seguintes países: Canadá, Estados Unidos.

Certificação

As farmacêuticas têm de estar certificadas pela Google para poderem publicar anúncios. Veja como candidatar-se abaixo.

Farmácias não autorizadas

As contas que promovam farmácias não autorizadas podem ser suspensas. Isso inclui, entre outros, a oferta de medicamentos sujeitos a receita médica sem a mesma ou a segmentação de localizações em que não tenha licença para promover tal conteúdo.

Levamos muito a sério as violações desta política e consideramo-las graves. Elas representam riscos para os nossos utilizadores ou para a propriedade dos mesmos (por exemplo, provenientes de atividade criminosa e/ou anúncios maliciosos). Ao determinarmos se um anunciante ou um destino estão a violar esta política, poderemos rever informação proveniente de diversas origens, incluindo o seu anúncio, Website, contas e terceiros. As contas que violem esta política podem ser suspensas e poderão não ser autorizadas a anunciar novamente com a Google. Se considerar que houve um erro e que não violou a nossa política, envie um recurso e explique o motivo. Apenas repomos contas em circunstâncias excecionais, pelo que é importante que dedique o tempo necessário para apresentar informações exaustivas, exatas e fidedignas. Saiba mais acerca das contas suspensas.

Venda de medicamentos sujeitos a receita médica

A Google restringe a promoção de farmácias online. Para determinar se um anunciante está a promover uma farmácia online, consideramos vários fatores, como o conteúdo dos seus anúncios e do site ou da aplicação, bem como os produtos ou serviços oferecidos. Para segurança dos utilizadores e por outras razões, aplicamos esta política com a máxima cautela, especialmente em relação a páginas de destino que tenham links ou se refiram a conteúdo que possa assemelhar-se a venda online de medicamentos, quer se trate de medicamentos sujeitos a receita médica ou de venda livre.

Países

A Google apenas permite a promoção de farmácias online nestes países: Alemanha, Austrália, Áustria, Brasil, Canadá, China, Dinamarca, Eslováquia, Estados Unidos, Hong Kong, Japão, México, Noruega, Nova Zelândia, Países Baixos, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia, Taiwan.

A Google não permite a promoção de farmácias online noutros países.

Palavras-chave

A Google apenas permite que os anunciantes de farmácias online licitem palavras-chave com termos de medicamentos sujeitos a receita médica nos seguintes países: Alemanha, Austrália, Áustria, Canadá, Dinamarca, Eslováquia, Estados Unidos, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Países Baixos, Portugal, Reino Unido e República Checa.

Certificação

As farmácias online têm de estar certificadas pela Google para poderem publicar anúncios. Veja como candidatar-se abaixo. Para obter a certificação da Google, é necessário que as farmácias online estejam registadas nas autoridades farmacêuticas relevantes dos países segmentados pela respetiva campanha de publicidade.

Termos de medicamentos restritos

Em quase todo o mundo, a Google não permite a utilização de termos de medicamentos sujeitos a receita médica no texto do anúncio, em páginas de destino nem em palavras-chave.

  • Em campanhas que segmentem o Canadá, a Nova Zelândia ou os Estados Unidos, algumas empresas, como farmácias online e farmacêuticas, poderão utilizar termos de medicamentos sujeitos a receita médica no texto do anúncio e nas páginas de destino. Estas empresas têm de estar certificadas pela Google para poderem publicar anúncios. Veja como candidatar-se abaixo.
  • Se as suas campanhas não segmentarem o Canadá, a Nova Zelândia ou os Estados Unidos, não poderá utilizar termos de medicamentos sujeitos a receita médica no texto do anúncio nem em páginas de destino.
  • Em casos específicos, e onde for permitido pela lei local, a Google autoriza exceções a esta política para campanhas sobre saúde e segurança pública levadas a cabo por órgãos governamentais ou organizações sem fins lucrativos bem estabelecidas que promovem a saúde. Se pretender aplicar esta exceção para poder utilizar os seus termos de medicamentos sujeitos a receita médica no texto do anúncio, nas páginas de destino ou nas palavras-chave, contacte-nos.

Consulte uma lista não exaustiva de medicamentos sujeitos a receita médica ou ingredientes ativos abrangidos por esta política.

Resolução de problemas: termos de medicamentos restritos

O anúncio, o Website ou a aplicação está a promover medicamentos sujeitos a receita médica, o que não é permitido para pelo menos um dos países segmentados pela sua campanha.

Remova todas as referências a medicamentos sujeitos a receita médica e a esteroides do anúncio e do Website ou da aplicação. Em alternativa, pode alterar a segmentação por localização para que as suas campanhas segmentem apenas países que permitam este serviço. Consulte a secção acima para obter mais detalhes sobre as restrições específicas de cada um dos países que está a segmentar.

Substâncias não aprovadas

A Google não permite a promoção do seguinte conteúdo, independentemente de quaisquer reivindicações de legalidade:

  • Todos os artigos desta lista não exaustiva de fármacos e suplementos proibidos
  • Produtos que contenham éfedra
  • Produtos que contenham gonadotrofina coriónica humana (hCG) relacionados com perda ou controlo de peso ou quando promovidos em conjunto com esteroides anabolizantes
  • Suplementos fitoterápicos e dietéticos com ingredientes ativos farmacêuticos ou perigosos
  • Afirmações falsas ou enganadoras sobre saúde, incluindo a afirmação de que um produto é tão eficaz como medicamentos sujeitos a receita médica ou substâncias regulamentadas
  • Produtos não aprovados pelas entidades oficiais comercializados de uma forma que insinue que são seguros ou eficazes para utilização na prevenção, na cura ou no tratamento de determinada doença ou determinado problema de saúde
  • Produtos que tenham sido sujeitos a qualquer ação ou notificação governamental ou regulamentar
  • Produtos com nomes que possam causar confusão por serem demasiado semelhantes a um fármaco, a uma substância regulamentada ou a um suplemento não aprovado

A Google não permite a promoção de produtos de DHEA exceto nos Estados Unidos e não permite a promoção de melatonina exceto no Canadá e nos Estados Unidos.

Para obter informações adicionais sobre fármacos e suplementos não aprovados ou enganadores monitorizados pela Google, visite www.legitscript.com.

Resolução de problemas: substâncias não aprovadas
  1. Corrija o destino do anúncio. Remova todas as referências às substâncias proibidas por esta política. Se não conseguir corrigir o destino do anúncio, atualize o anúncio com um novo destino que esteja em conformidade com esta política.
  2. Edite o anúncio. Remova todo o conteúdo não permitido. Se o anúncio já está em conformidade com a política, mas alterou o respetivo destino, edite o anúncio e guarde-o. Esta ação irá reenviar o anúncio e o respetivo destino para revisão.

    Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa.

Resolução de problemas: DHEA ou melatonina
Segmente uma localização diferente. Se o seu anúncio cumprir os requisitos básicos da política, mas não os estipulados para os países segmentados pela campanha, pode optar por editar a sua segmentação regional de modo a apresentar os anúncios noutros locais onde cumpram os nossos requisitos. Assim que segmentar a sua campanha apenas para localizações aceitáveis, solicite uma revisão dos anúncios reprovados e verificaremos se os mesmos podem começar a ser apresentados:
Pedir uma revisão

Se for importante manter a segmentação das localizações existentes, siga os passos abaixo para alterar o anúncio e o destino de forma a ficarem em conformidade.

  1. Corrija o destino do anúncio. Remova todas as referências às substâncias proibidas por esta política. Se não conseguir corrigir o destino do anúncio, atualize o anúncio com um novo destino que esteja em conformidade com esta política.
  2. Edite o anúncio. Remova todo o conteúdo não permitido. Se o anúncio já está em conformidade com a política, mas alterou o respetivo destino, edite o anúncio e guarde-o. Esta ação irá reenviar o anúncio e o respetivo destino para revisão.

    Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa.

Recrutamento para ensaios clínicos

A Google não permite a promoção de recrutamento para ensaios clínicos, com as seguintes exceções: Alemanha, Austrália, Bélgica, Canadá, China, Coreia, Estados Unidos, Filipinas, França, Indonésia, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Malásia, Nova Zelândia, Países Baixos, Reino Unido, Singapura, Tailândia, Taiwan e Vietname.

As promoções de recrutamento para ensaios clínicos não podem promover medicamentos sujeitos a receita médica nem criar expetativas ou efeitos enganosos de um produto que esteja a ser testado ou insinuar que o mesmo é seguro.

Resolução de problemas: recrutamento para ensaios clínicos
Segmente uma localização diferente. Se o seu anúncio cumprir os requisitos básicos da política, mas não os estipulados para os países segmentados pela campanha, pode optar por editar a sua segmentação regional de modo a apresentar os anúncios noutros locais onde cumpram os nossos requisitos. Assim que segmentar a sua campanha apenas para localizações aceitáveis, solicite uma revisão dos anúncios reprovados e verificaremos se os mesmos podem começar a ser apresentados:
Pedir uma revisão

Se for importante manter a segmentação das localizações existentes, siga os passos abaixo para alterar o anúncio, o site ou a aplicação de forma a ficarem em conformidade.

  1. Corrija o destino do anúncio. Remova todas as referências às substâncias proibidas por esta política. Se não conseguir corrigir o destino do anúncio, atualize o anúncio com um novo destino que esteja em conformidade com esta política.
  2. Edite o anúncio. Remova todo o conteúdo não permitido. Se o anúncio já está em conformidade com a política, mas alterou o respetivo destino, edite o anúncio e guarde-o. Esta ação irá reenviar o anúncio e o respetivo destino para revisão.

    Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa.

Testes domésticos ao VIH

A Google proíbe a promoção de testes domésticos ao VIH em qualquer parte do mundo, com exceção dos Estados Unidos, França, Países Baixos e Reino Unido. Nos Estados Unidos, os anunciantes podem promover testes domésticos ao VIH aprovados pela FDA. Em França, nos Países Baixos e no Reino Unido, os anunciantes podem promover testes domésticos ao VIH que cumpram os requisitos regulamentares locais.

Resolução de problemas: testes domésticos ao VIH
Segmente uma localização diferente. Se o seu anúncio cumprir os requisitos básicos da política, mas não os estipulados para os países segmentados pela campanha, pode optar por editar a sua segmentação regional de modo a apresentar os anúncios noutros locais onde cumpram os nossos requisitos. Assim que segmentar a sua campanha apenas para localizações aceitáveis, solicite uma revisão dos anúncios reprovados e verificaremos se os mesmos podem começar a ser apresentados:
Pedir uma revisão

Se for importante manter a segmentação das localizações existentes, siga os passos abaixo para alterar o anúncio, o site ou a aplicação de forma a ficarem em conformidade.

  1. Corrija o destino do anúncio. Remova todas as referências às substâncias proibidas por esta política. Se não conseguir corrigir o destino do anúncio, atualize o anúncio com um novo destino que esteja em conformidade com esta política.
  2. Edite o anúncio. Remova todo o conteúdo não permitido. Se o anúncio já está em conformidade com a política, mas alterou o respetivo destino, edite o anúncio e guarde-o. Esta ação irá reenviar o anúncio e o respetivo destino para revisão.

    Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa.

Interrupção voluntária da gravidez

Países

A Google não permite anúncios relacionados com a interrupção voluntária da gravidez nos seguintes países: Alemanha, Antígua e Barbuda, Arábia Saudita, Argentina, Aruba, Baamas, Barém, Bélgica, Belize, Bolívia, Brasil, Catar, Chile, Colômbia, Coreia do Sul, Costa Rica, Domínica, Egito, Emirados Árabes Unidos, Equador, Espanha, Filipinas, França, Granada, Guadalupe, Guatemala, Haiti, Honduras, Hong Kong, Hungria, Iémen, Ilhas Caimão, Índia, Indonésia, Irão, Iraque, Itália, Jamaica, Jibuti, Jordânia, Koweit, Líbano, Líbia, Malásia, Marrocos, Martinica, México, Nicarágua, Omã, Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polónia, República Dominicana, Rússia, Salvador, Santa Lúcia, São Bartolomeu, São Cristóvão e Neves, Singapura, Síria, Sri Lanca, Suíça, Suriname, Tailândia, Taiwan, Território Palestiniano, Tunísia, Ucrânia, Uruguai, Venezuela

Restrições da Rede do Google Ads

Se os seus anúncios segmentarem uma ou mais localizações onde os anúncios de serviços de interrupção voluntária da gravidez não são permitidos, vão ser classificados como Aprovado (com limitações), o que significa que só vão ser apresentados em áreas aprovadas e poderão existir restrições adicionais para o seu país. Consulte as secções específicas de cada país abaixo para obter mais informações sobre como as políticas divergem de país para país.

Os anúncios relacionados com a interrupção voluntária da gravidez não aparecem na Rede de Display da Google, mesmo que tenham a classificação Aprovado (com limitações).

Requisitos de certificação para anunciantes de serviços de interrupção voluntária da gravidez e de divulgação

Nos Estados Unidos, na Irlanda e no Reino Unido, se pretender apresentar anúncios com palavras-chave relacionadas com a obtenção de uma interrupção voluntária da gravidez, tem de estar certificado como um anunciante que fornece serviços de interrupção voluntária da gravidez ou que não fornece serviços de interrupção voluntária da gravidez

Dependendo do tipo de certificação do anunciante, a Google gera automaticamente uma das seguintes divulgações no anúncio para os respetivos anúncios de produto ou serviço de interrupção voluntária da gravidez: "Fornece serviços de interrupção voluntária da gravidez" ou "Não fornece serviços de interrupção voluntária da gravidez". Este requisito aplica-se a todos os formatos de anúncio de pesquisa.

Saiba mais acerca da política e de como se candidatar à certificação.

Resolução de problemas: segmentação por localização de anúncios de interrupção voluntária da gravidez
Segmente uma localização diferente. Se o seu anúncio cumprir os requisitos básicos da política, mas não os estipulados para os países segmentados pela campanha, pode optar por editar a sua segmentação regional de modo a apresentar os anúncios noutros locais onde cumpram os nossos requisitos. Assim que segmentar a sua campanha apenas para localizações aceitáveis, solicite uma revisão dos anúncios reprovados e verificaremos se os mesmos podem começar a ser apresentados:
Pedir uma revisão

Se for importante manter a segmentação das localizações existentes, siga os passos abaixo para alterar o anúncio, o site ou a aplicação de forma a ficarem em conformidade.

  1. Corrija o destino do anúncio. Remova todas as referências às substâncias proibidas por esta política. Se não conseguir corrigir o destino do anúncio, atualize o anúncio com um novo destino que esteja em conformidade com esta política.
  2. Edite o anúncio. Remova todo o conteúdo não permitido. Se o anúncio já está em conformidade com a política, mas alterou o respetivo destino, edite o anúncio e guarde-o. Esta ação irá reenviar o anúncio e o respetivo destino para revisão.

    Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa.

Resolução de problemas: certificação para anunciantes de serviços de interrupção voluntária da gravidez e divulgações

  1. Nos Estados Unidos, na Irlanda e no Reino Unido, se pretender apresentar anúncios com palavras-chave relacionadas com a obtenção de uma interrupção voluntária da gravidez, tem de estar certificado como um anunciante que fornece serviços de interrupção voluntária da gravidez ou que não fornece serviços de interrupção voluntária da gravidez.

  2. Contacte-nos para que haja uma nova revisão do seu anúncio ou edite-o. Esta ação irá reenviar o anúncio e o respetivo destino para revisão. Revemos a maioria dos anúncios no prazo de um dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa.

  3. Se não conseguir concluir o processo de validação, remova todas as palavras-chave relacionadas com a obtenção de uma interrupção voluntária da gravidez.

Planeamento familiar

A Google não permite anúncios relacionados com produtos de planeamento familiar ou de fertilidade nos seguintes países:

  • Arábia Saudita, Barém, Catar, China, Egito, Emirados Árabes Unidos, Hong Kong, Iémen, Irão, Iraque, Jibuti, Jordânia, Koweit, Líbano, Líbia, Malásia, Marrocos, Omã, Síria, Tailândia, Território Palestiniano, Tunísia, Ucrânia
Resolução de problemas: planeamento familiar
Segmente uma localização diferente. Se o seu anúncio cumprir os requisitos básicos da política, mas não os estipulados para os países segmentados pela campanha, pode optar por editar a sua segmentação regional de modo a apresentar os anúncios noutros locais onde cumpram os nossos requisitos. Assim que segmentar a sua campanha apenas para localizações aceitáveis, solicite uma revisão dos anúncios reprovados e verificaremos se os mesmos podem começar a ser apresentados:
Pedir uma revisão

Se for importante manter a segmentação das localizações existentes, siga os passos abaixo para alterar o anúncio, o site ou a aplicação de forma a ficarem em conformidade.

  1. Corrija o destino do anúncio. Remova todas as referências às substâncias proibidas por esta política. Se não conseguir corrigir o destino do anúncio, atualize o anúncio com um novo destino que esteja em conformidade com esta política.
  2. Edite o anúncio. Remova todo o conteúdo não permitido. Se o anúncio já está em conformidade com a política, mas alterou o respetivo destino, edite o anúncio e guarde-o. Esta ação irá reenviar o anúncio e o respetivo destino para revisão.

    Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa.

Serviços para tratamento de dependências

A Google restringe a publicidade de serviços orientados para a recuperação da dependência do álcool e da toxicodependência.

Exemplos de serviços orientados para a recuperação da dependência: fornecedores de tratamentos clínicos para a dependência, serviços de apoio à recuperação como ambientes de vida sóbrios e organizações de ajuda mútua, geradores de potenciais clientes ou agências de referência de serviços para tratamento de dependências, linhas diretas de crise para a dependência do álcool e a toxicodependência.
 
Países
 
A Google permite anúncios de serviços para tratamento de dependências apenas nos Estados Unidos. A Google não permite anúncios de serviços para tratamento de dependências noutros países.
 
Palavras-chave
 
A Google permite que apenas os anunciantes de serviços para tratamento de dependências licitem palavras-chave relacionadas com a dependência do álcool e a toxicodependência.
 
Certificação
 
Os anunciantes de serviços para tratamento de dependências devem ter certificação da Google para publicarem anúncios. Verifique os requisitos para os Estados Unidos em Como difere esta política de país para país? Veja como se candidatar abaixo.

 

Candidatar-se à certificação de produtos e serviços de saúde 

Alguns anunciantes (como farmácias online, farmacêuticas e outros que pretendam utilizar termos de medicamentos sujeitos a receita médica no texto do anúncio e em páginas de destino) têm de ser certificados pela Google para poderem anunciar. Se é um destes anunciantes, eis como candidatar-se à certificação:

1. Cumpra todos requisitos específicos dos países abaixo. Se a sua campanha segmenta um país que não está na lista, a Google não permite a promoção de medicamentos sujeitos a receita médica nem de medicamentos de venda livre por farmacêuticas nesse país.

2. Preencha o nosso formulário de candidatura online.

  • Certifique-se de que inclui o ID de cliente do Google Ads, localizado na parte superior das páginas da sua conta.
  • Para evitar quaisquer atrasos desnecessários, assegure-se de que preenche todas as informações solicitadas.
  • Se se tratar de uma agência a candidatar-se em nome de um anunciante, envie documentação que detalhe a relação com o anunciante ou com o titular da licença.

Como difere esta política de país para país?

Além das restrições anteriores com base no conteúdo, poderão existir requisitos adicionais com base nos países segmentados pela sua campanha. Escolha um país abaixo para ver os requisitos adicionais que tem de cumprir para que a sua campanha de publicidade segmente esse país.

 

Austrália

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias se estas estiverem registadas na Pharmacy Guild of Australia, na Medicare Australia ou num dos seguintes conselhos farmacêuticos estatais da Austrália:

  • Pharmaceutical Services, ACT
  • Pharmacy Council of New South Wales
  • Pharmacy Premises Committee, NT
  • Pharmacy Ownership, QLD
  • Pharmacy Regulation Authority South Australia
  • Tasmanian Pharmacy Authority
  • Victorian Pharmacy Authority
  • Pharmacy Registration Board of Western Australia

Os anúncios que segmentam a Austrália não podem utilizar termos relativos a medicamentos sujeitos a receita médica no respetivo texto ou destino. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Áustria

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se estiverem registadas no Bundesamt für Sicherheit im Gesundheitswesen e não utilizarem termos de medicamentos sujeitos a receita médica nos anúncios e nas páginas de destino. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Bélgica

Produto Permitido?
Farmácias online

Não permitido

A Google não permite a promoção de farmácias, se fornecerem serviços de recolha e entrega de receitas na Bélgica.

Brasil

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se estiverem registadas na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e não promoverem medicamentos sujeitos a receita médica nos anúncios, nas páginas de destino e nas palavras-chave. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Canadá

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite farmácias online, se estiverem acreditadas por uma das organizações listadas abaixo:

LegitScript Healthcare Merchant Certification and Monitoring Program

  • Certificação de farmácia online: disponível para Websites que aceitam renovações, transferências ou novas receitas; ou para farmácias que aviam receitas através de encomendas postais ou de alguma outra forma de serviço de encomendas remotas.

National Association of Boards of Pharmacy (NABP)

  • VIPPS: disponível para farmácias com funcionalidade online completa, incluindo a venda (ou facilitação de venda) de medicamentos sujeitos a receita médica ou a aceitação de novas encomendas de medicamentos sujeitos a receita médica através dos respetivos Websites.
  • .Pharmacy Verified Websites Program: os Websites com um domínio ".pharmacy" de nível superior estão disponíveis para farmácias com funcionalidade online completa ou limitada, incluindo a venda (ou a facilitação de venda) de serviços ou de medicamentos sujeitos a receita médica, a aceitação de novas encomendas de medicamentos sujeitos a receita médica através dos respetivos Websites, e as renovações ou as transferências de receitas médicas.
Saiba mais ou candidate-se a uma acreditação NABP. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

China

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se estiverem registadas na Administração de Alimentos e Medicamentos do Estado (SFDA) da China e não promoverem medicamentos sujeitos a receita médica nos anúncios, nas páginas de destino e nas palavras-chave. Não é permitida publicidade a serviços de recolha e de entrega de receitas. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Serviços médicos

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de serviços médicos na China desde que envie a documentação necessária e tenha certificação da Google.

Alemanha

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se tiverem uma licença emitida pelo DIMDI e não promoverem medicamentos sujeitos a receita médica nos anúncios e nas páginas de destino. Todas as farmácias necessitam de licença, independentemente de fornecerem apenas produtos não sujeitos a receita médica. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Hong Kong

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se estiverem registadas na Direção de medicamentos do Departamento de saúde do governo de Hong Kong e não promoverem medicamentos sujeitos a receita médica nos anúncios, nas páginas de destino e nas palavras-chave. Não é permitida publicidade a serviços de recolha e de entrega de receitas. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Índia

Produto Permitido?
Farmacêuticas

Permitido com limitações

A Google permite que as farmacêuticas promovam medicamentos de venda livre de acordo com a legislação local em vigor na Índia.

Irlanda

Produto Permitido?
Farmácias online

Não permitido

Na Irlanda, a Google não permite a promoção de farmácias online que disponibilizem serviços de recolha e entrega de receitas médicas, venda de produtos não medicinais ou consultas online (não incluindo consultas com um médico).

Japão

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online no Japão, desde que forneçam um número de licença válido para a respetiva "Licença de titular de autorização de comercialização". Não é permitida publicidade a serviços de recolha e de entrega de receitas. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Medicamentos sujeitos a receita médica

Permitido com limitações

A Google não permite a utilização de termos de medicamentos sujeitos a receita médica no texto do anúncio, nas páginas de destino ou nas palavras-chave, com as seguintes exceções:

  • Os Websites apenas acessíveis a profissionais de saúde, as farmácias convencionais e as farmacêuticas podem utilizar termos de medicamentos com receita médica nas palavras-chave.
Se se tratar de uma organização qualificada para estas exceções, contacte-nos através do nosso formulário online.

Medicamentos de venda livre

Permitido com limitações

A Google permite a apresentação de anúncios que promovam medicamentos de venda livre no Japão, desde que o anunciante tenha um número de licença válido e este seja apresentado no Website.

Coreia

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de medicamentos de venda livre em conformidade com a legislação local na Coreia do Sul.

México

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se estiverem registadas na COFEPRIS e não promoverem medicamentos sujeitos a receita médica ou medicamentos de venda livre nos anúncios, nas páginas de destino e nas palavras-chave. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Países Baixos

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se estiverem registadas no Ministerie van Volksgezondheid, Welzijn en Sport e aparecerem no repositório online dedicado. As farmácias online não podem promover medicamentos sujeitos a receita médica nos anúncios nem nas páginas de destino. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Nova Zelândia

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se estiverem acreditadas pelo Ministério da Saúde. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Noruega

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se estiverem registadas na Agência Norueguesa do Medicamento e não utilizarem termos de medicamentos sujeitos a receita médica nos anúncios e nas páginas de destino. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Polónia

Produto Permitido?
Farmácias online

Não permitido

A Google não permite a promoção de farmácias online, independentemente de fornecerem serviços de recolha e entrega de receitas.

Rússia

Produto Permitido?
Farmacêuticas

Permitido com limitações

A Google permite que as farmacêuticas promovam medicamentos de venda livre de acordo com a legislação local em vigor. Todas as promoções desse tipo que segmentem a Rússia têm de incluir no anúncio uma das seguintes exclusões de responsabilidade em russo: "Есть противопоказания. Посоветуйтесь с врачом." ou "Есть противопоказания. Узнайте у врача." ou "Есть противопоказания. Перед применением необходимо ознакомиться с инструкцией." ou "Имеются противопоказания, необходимо проконсультироваться со специалистом." As farmacêuticas têm também de estar certificadas pela Google.

Suécia

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se estiverem registadas na Agência Sueca dos Medicamentos e não promoverem medicamentos sujeitos a receita médica nos anúncios, nas páginas de destino e nas palavras-chave. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Taiwan

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, caso estejam registadas no Ministério da Saúde e do Bem-Estar e não promovam medicamentos sujeitos a receita médica nos anúncios, nas páginas de destino e nas palavras-chave. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Reino Unido

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite a promoção de farmácias online, se estiverem registadas no General Pharmaceutical Council (GPhC) e aprovadas pela Medicines and Healthcare products Regulatory Agency (MHRA). Os anunciantes não podem promover medicamentos sujeitos a receita médica nos anúncios nem nas páginas de destino. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Estados Unidos

Produto Permitido?
Farmácias online

Permitido com limitações

A Google permite farmácias online, se estiverem acreditadas por uma das organizações listadas abaixo:

LegitScript Healthcare Merchant Certification and Monitoring Program

  • Certificação de farmácia online: disponível para Websites que aceitam renovações, transferências ou novas receitas; ou para farmácias que aviam receitas através de encomendas postais ou de alguma outra forma de serviço de encomendas remotas.

National Association of Boards of Pharmacy (NABP)

  • VIPPS: disponível para farmácias com funcionalidade online completa, incluindo a venda (ou facilitação de venda) de medicamentos sujeitos a receita médica ou a aceitação de novas encomendas de medicamentos sujeitos a receita médica através dos respetivos Websites.
  • .pharmacy Verified Websites Program: os Websites com um domínio de nível superior ".pharmacy" estão disponíveis para farmácias com funcionalidade online completa ou limitada, incluindo a venda (ou a facilitação de venda) de serviços ou de medicamentos sujeitos a receita médica, a aceitação de novas encomendas de medicamentos sujeitos a receita médica através dos respetivos Websites, e as renovações ou as transferências de receitas médicas.

Saiba mais ou candidate-se à certificação LegitScript ou à acreditação NABP. Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Serviços para tratamento de dependências

Permitido com limitações

Para anunciar serviços orientados para a recuperação da dependência do álcool e da toxicodependência, é necessário estar certificado como um fornecedor de serviços para tratamento de dependências pelo programa de certificação LegitScript.

Acerca da certificação LegitScript: nem todos os serviços para tratamento da dependência do álcool e da toxicodependência são elegíveis para a certificação LegitScript. Os serviços que não são elegíveis para certificação não estão autorizados a anunciar serviços para tratamento da dependência do álcool e da toxicodependência no Google. A LegitScript cobra uma taxa pelo processamento e monitorização dos candidatos, mas podem estar disponíveis isenções de taxas em determinadas circunstâncias. Saiba mais ou candidate-se à certificação LegitScript

Os anunciantes têm também de estar certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.

Resolução de problemas de reprovação

Se a Google reprovar o seu anúncio devido à violação desta política, experimente rever as sugestões seguintes para ajudar a resolver o problema:

Motivo da reprovação O que é que isto significa? O que faço agora?
Certificação de farmácia online necessária O anúncio, o Website ou a aplicação está a promover medicamentos sujeitos a receita médica ou produtos relacionados, mas a sua conta não está certificada pela Google. Remova todas as referências à promoção de medicamentos sujeitos a receita médica do anúncio e do Website ou da aplicação. Em alternativa, se o anunciante for uma farmácia online licenciada, pode obter a certificação da Google. Veja como candidatar-se acima.
A segmentação não corresponde à política O anúncio, o Website ou a aplicação está a promover medicamentos sujeitos a receita médica ou produtos relacionados e, apesar de a sua conta estar certificada pela Google, o seu anúncio está a segmentar um país diferente daquele para que tem certificação. Remova todas as referências à promoção de medicamentos sujeitos a receita médica online do seu anúncio e do Website ou da aplicação. Em alternativa, pode alterar a segmentação por localização para que as campanhas correspondam ao país onde tem certificação para anunciar a sua farmácia. Consulte a secção acima para obter mais detalhes sobre as restrições específicas de cada um dos países que está a segmentar.
O URL não corresponde à certificação de farmácia online O anúncio, o Website ou a aplicação está a promover medicamentos sujeitos a receita médica ou produtos relacionados e, apesar de a sua conta estar certificada pela Google, o Website ou a aplicação que o anúncio promove não corresponde ao Website certificado pela Google. Remova todas as referências à promoção de medicamentos sujeitos a receita médica online do seu anúncio e do Website. Em alternativa, pode alterar o anúncio para promover o Website ou a aplicação que foi submetido no pedido de certificação. Se pretender utilizar um novo Website ou uma nova aplicação como uma farmácia online, estes também deverão ser certificados pela Google. Veja como candidatar-se acima.
É necessário o número de licença dos medicamentos de venda livre O anúncio, o Website ou a aplicação está a promover medicamentos de venda livre sem um número de licença, o que não é permitido para pelo menos um dos países segmentados pela sua campanha. Remova do anúncio e do Website ou da aplicação todas as referências a medicamentos de venda livre sem um número de licença. Em alternativa, pode alterar a segmentação por localização para que as suas campanhas segmentem apenas países que permitam este serviço. Consulte a secção acima para obter mais detalhes sobre as restrições específicas de cada um dos países que está a segmentar.
Segmentação de medicamentos sujeitos a receita médica O anúncio, o Website ou a aplicação está a promover medicamentos sujeitos a receita médica, o que não é permitido para pelo menos um dos países segmentados pela sua campanha. Remova todas as referências a medicamentos sujeitos a receita médica e a esteroides do anúncio e do Website ou da aplicação. Em alternativa, pode alterar a segmentação por localização para que as suas campanhas segmentem apenas países que permitam este serviço. Consulte a secção acima para obter mais detalhes sobre as restrições específicas de cada um dos países que está a segmentar.

Precisa de ajuda?

Se tiver perguntas sobre esta política, informe-nos: entre em contacto com o apoio técnico do Google Ads
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?