Acerca da distribuição de frequência

Com a distribuição de frequência, pode ver quantas pessoas visualizaram os seus anúncios um determinado número de vezes num intervalo de datas selecionado. Neste artigo, vai ficar a saber como é calculada a distribuição de frequência no Google Ads e como ver a distribuição de frequência para uma campanha de vídeo.

Como é calculada a distribuição da frequência no Google Ads

No Google Ads, a distribuição de frequência é apresentada em 6 segmentos diferentes que mostram o número mínimo de vezes que uma pessoa visualizou o anúncio: "1+", "2+", "3+", "4+", "5+", e "10+". O segmento de frequência "1+" mostra sempre o total de utilizadores únicos para o intervalo de datas selecionado, enquanto os segmentos de frequência "2+", "3+", "4+", "5+" e "10+" mostram o número de pessoas que visualizaram o anúncio, pelo menos, o número indicado de vezes nesse segmento. Tenha em atenção que as pessoas contabilizadas num segmento de frequência também podem ser contabilizadas noutro segmento de frequência (consoante o número de vezes que visualizaram o seu anúncio).

Exemplo

Suponhamos que alguém visualizou o anúncio duas vezes num intervalo de datas selecionado num dispositivo móvel e num computador. Uma vez que a pessoa visualizou o anúncio duas vezes, seria incluída nos segmentos de frequência "1+" e "2+".

Ao contrário de outras métricas de alcance único, só é possível comunicar a distribuição de frequência para um intervalo de datas igual ou inferior a 31 dias. Pode não ver a distribuição de frequência na tabela de estatísticas se selecionar um intervalo de datas superior a 31 dias.

A distribuição da frequência é diferente da freq. média de impr. / utilizador. A freq. média de impr. / utilizador mostra o número médio de vezes que as pessoas visualizaram os anúncios na campanha, enquanto a distribuição de frequência mostra a quantidade de vezes e a frequência com as pessoas visualizaram os anúncios. Por exemplo, pode ter uma campanha com uma freq. média de impr. / utilizador de 2,5 vezes por pessoa, enquanto a distribuição de frequência comunicada para essa campanha pode mostrar que 50 000 pessoas visualizaram o anúncio duas vezes, 30 000 pessoas visualizaram o anúncio três vezes e assim sucessivamente.

Efeitos dos limites de frequência na distribuição de frequência

Se definir um limite de frequência na sua campanha, poderá reparar que a distribuição de frequência comunicada apresenta valores superiores ao limite de frequência. Seguem-se alguns motivos possíveis para essa variação:

  • Os limites de frequência são aplicados por cookies e não por utilizadores únicos. As pessoas podem ser contabilizadas mais do que uma vez porque utilizam mais do que um navegador ou um computador (que utilizam cookies diferentes). 
  • Consoante o intervalo de datas selecionado no Google Ads, a frequência comunicada poderá parecer aumentar. Por exemplo, se escolher um intervalo de datas de 2 semanas no Google Ads e a campanha tiver um limite de frequência de 3 impressões por semana por pessoa, poderá ver até 6 impressões por pessoa.
  • A frequência comunicada no Google Ads pode parecer mostrar um número de impressões superior ao limite de frequência. O Google Ads começará a contabilizar impressões para o limite de frequência de uma campanha no primeiro dia em que uma pessoa visualizar o anúncio (que poderá estar no início, no meio ou perto do fim da sua campanha). Por exemplo, se tiver um limite de frequência de 3 impressões por semana e estiver a observar um intervalo de datas de 4 dias, os dados poderão abranger 2 períodos do limite de frequência.

Adicione a distribuição de frequência aos relatórios do Google Ads

Pode ver a distribuição da frequência de uma campanha na tabela de estatísticas do Google Ads. Para ver a distribuição de frequência, adicione a coluna "Distribuição de frequência" no Google Ads.

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads.
  2. No menu de navegação à esquerda, clique em Campanhas de vídeo.
  3. Clique no ícone de colunas Colunas acima da tabela de estatísticas.
  4. Clique em Métricas de alcance no menu.
  5. Clique na caixa junto a Distribuição de frequência.
  6. (Opcional) Para guardar o conjunto de colunas para utilização futura, clique no campo "Guardar o conjunto de colunas" e introduza um nome para o conjunto de colunas.
  7. Clique em Aplicar. A distribuição de frequência é agora apresentada na tabela de estatísticas do Google Ads das suas campanhas de vídeo, dividida em 6 segmentos de frequência diferentes ("1+", "2+", "3+", "4+", "5+" e "10+"). 
  8. Para ver dados de um período específico, clique no seletor de intervalo de datas no canto superior direito da página e selecione um intervalo de datas. Pode selecionar um intervalo de até 31 dias.
  9. Quando coloca o cursor do rato sobre um valor na coluna "Distribuição de frequência" no Google Ads, é apresentado um histograma para mostrar como a distribuição de frequência muda ao longo do tempo.
     
    Nota: os dados no histograma referem-se às datas selecionadas no intervalo de datas e não à campanha completa.
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar no Centro de ajuda
true
73067
false