Acerca das Campanhas de aplicações

Como um anunciante de aplicações, pretende que a sua aplicação seja usada por mais utilizadores pagantes. Como se pode ligar a essas pessoas? As Campanhas de aplicações dinamizam o processo, o que facilita a promoção das suas aplicações nas principais propriedades da Google, incluindo a Pesquisa, o Google Play, o YouTube e a Rede de Display da Google. Basta adicionar algumas linhas de texto, um lance, alguns recursos e o restante é otimizado para ajudar os utilizadores a encontrá-lo.

Este artigo aborda o funcionamento básico das Campanhas de aplicações. Para começar, reveja as práticas recomendadas para promover aplicações com a Google e saiba como criar uma campanha de aplicações

Pronto para publicitar a sua aplicação? Clique aqui para configurar a sua Campanha de aplicações. 
 

Como funciona

Ao contrário do que acontece na maior parte das campanhas do Google Ads, não cria anúncios individuais para as Campanhas de aplicações. Em alternativa, utilizamos as suas ideias do texto do anúncio e os recursos da Ficha da loja da aplicação para criar diversos anúncios com vários formatos e em várias redes. Tem apenas de nos fornecer o texto, um lance inicial e o orçamento, e indicar-nos os idiomas e as localizações dos seus anúncios. Os nossos sistemas irão testar combinações diferentes e apresentar os anúncios que têm o melhor desempenho com mais frequência, sem que seja necessária qualquer ação adicional.

Para ajudar a obter o melhor valor possível de cada transferência, o Google Ads também automatiza a segmentação e os lances. Pode otimizar a segmentação da sua campanha para se centrar em encontrar utilizadores valiosos com base em ações que lhe interessam, como conversões na aplicação.

Anúncios otimizados para instalações, conversões na aplicação ou em função do retorno do investimento publicitário alvo (ROAS alvo)

Os anúncios de aplicações são gerados rapidamente pelo nosso sistema e é efetuada a respetiva correspondência com o inventário de anúncios e os posicionamentos mais relevantes disponíveis. Para criar os anúncios, o Google Ads pode utilizar a ficha da aplicação na loja de aplicações relevante, qualquer uma das ideias de texto fornecidas, imagens opcionais da aplicação da loja de aplicações e um vídeo opcional do YouTube. O sistema alterna os anúncios e ajusta os lances automaticamente para obter o maior número possível de transferências para a sua aplicação que satisfaçam o seu objetivo de otimização. Por exemplo, se uma linha de texto estiver a ter um desempenho melhor do que outra, o sistema mostra o texto com melhor desempenho com mais frequência. Saiba mais Acerca dos anúncios em Campanhas de aplicações.

Onde podem ser apresentados os anúncios

Os seus anúncios são elegíveis para apresentação em todas as propriedades da Google. Estas incluem a Pesquisa Google e o Google Play, bem como os nossos parceiros de pesquisa, o YouTube, a Rede de Display da Google, o AdMob e muitos mais publicadores que alojam anúncios de aplicações. Seguem-se alguns dos locais onde os anúncios podem ser apresentados:

Rede de Pesquisa da Google

A Google faz corresponder o seu anúncio aos termos de pesquisa relevantes para a sua aplicação ou para a respetiva categoria. O Google Ads gera as palavras-chave ao utilizar vários métodos, incluindo ao utilizar os termos de pesquisa do Google Play que conduziram as pessoas para a aplicação.

Google Play

    

  • Resultados da pesquisa do Google Play
  • Secção de aplicações relacionadas do Google Play: "Também poderá gostar de" e "Relacionado com esta aplicação"
  • Página inicial do Google Play: "Sugerido para si"

A Google pode apresentar os seus anúncios a pessoas que pesquisam termos e aplicações que são relevantes para a sua aplicação. Os anúncios também podem ser apresentados a pessoas que visitam a página de detalhes de uma aplicação semelhante à sua aplicação.

YouTube

    

  • Páginas ou conteúdo relevantes no YouTube.

O Google Ads pode apresentar os seus anúncios no YouTube onde há mais probabilidades destes serem clicados e de a sua aplicação ser transferida.

Rede de Display da Google

Google Display Network Ad, home screen    

  • Gmail
  • Outras aplicações
  • Websites para dispositivos móveis de sites de notícias, blogues e outros sites da Internet

Os seus anúncios são elegíveis para apresentação onde forem mais relevantes na Rede de Display da Google e noutras aplicações. O Google Ads otimiza o local de apresentação dos seus anúncios para que obtenha o maior número de conversões ao lance de CPI (custo por instalação) alvo definido. Mais informações acerca da segmentação automática

Otimização da campanha e lances

As Campanhas de aplicações disponibilizam três formas diferentes de otimizar os seus objetivos de marketing:

Privilegiar a obtenção de mais instalações. O Google Ads otimiza os lances e a segmentação para obter o maior número possível de novos utilizadores para a sua aplicação. O lance que definir deve ser o valor médio que pretende gastar sempre que alguém instalar a sua aplicação. Como uma opção avançada na nova experiência do Google Ads, pode segmentar utilizadores com probabilidade de instalar e executar uma ação específica. Nesta opção, vai continuar a definir lances para as instalações.

Privilegiar o aumento de ações na aplicação. Utilize esta opção se o objetivo é encontrar mais utilizadores valiosos e se tiver a principal ação na aplicação definida como um evento de conversão. O Google Ads concentra-se nas pessoas com maior probabilidade de concluírem as ações específicas na aplicação que configurou e selecionou para esta campanha. Defina o CPA (custo por aquisição) alvo para ser o valor médio que pretende gastar sempre que alguém efetuar a ação selecionada na sua aplicação.

Experimente aumentar o valor para instalações ou ações na aplicação antes de considerar esta terceira opção mais avançada.

Privilegiar o aumento do valor das ações na aplicação.  Para campanhas centradas no valor das ações na aplicação, o Google Ads irá concentrar-se em pessoas com probabilidade de gerarem o melhor valor ao longo do tempo. O lance que definir deve ser o valor de conversão médio (por exemplo, receita) que pretende obter por cada euro gasto em anúncios. Trata-se do retorno do investimento publicitário alvo (ROAS alvo). Se o seu objetivo é garantir que os utilizadores gastam 0,5 € em compras na aplicação durante o período de conversão por cada euro que gasta em anúncios, deve definir um ROAS alvo de 50%. 

Para usar esta estratégia de lance, tem de instalar o SDK (Software Development Kit) do Google Analytics para Firebase na sua aplicação. Além disso, os eventos de conversão para os quais está a licitar (e os que utiliza quando envia valores) devem vir do SDK do Firebase.

Para saber mais acerca da definição de lances, leia acerca dos lances em campanhas de aplicações.

Obtenha sugestões para o ajudar a encontrar os utilizadores de aplicações para dispositivos móveis certos.

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.