Neste artigo, falaremos sobre as propriedades do Google Analytics 4. Consulte a seção do Universal Analytics se você ainda estiver usando uma propriedade do Universal Analytics, que vai deixar de processar dados em 1º de julho de 2023 (1º de outubro de 2023 para as propriedades do Analytics 360).

[GA4] Começar a usar o Explorações

Tenha insights mais detalhados sobre seus usuários e a jornada deles

O Explorações é um conjunto de técnicas avançadas que vão além dos relatórios padrão para ajudar você a descobrir insights mais detalhados sobre o comportamento dos seus clientes.

Quando quiser ver mais dados, você pode usar esse recurso para:

  • fazer consultas ad hoc com rapidez;
  • configurar e alternar entre técnicas com facilidade;
  • ordenar, refatorar e detalhar dados;
  • priorizar os dados mais relevantes usando filtros e segmentos;
  • criar segmentos e públicos-alvo;
  • compartilhar suas explorações com outros usuários da mesma propriedade do Google Analytics;
  • exportar os dados de exploração para uso em outras ferramentas.
O Explorações está disponível em todas as propriedades do Google Analytics 4. Nas propriedades do Universal Analytics, os clientes do Google Analytics 360 podem usar a versão Beta do Explorações.
Neste artigo:

Acessar o Explorações

Para acessar o Explorações, clique em Explorar no menu de navegação à esquerda.

Como o Explorações funciona

Os relatórios padrão do Google Analytics ajudam você a monitorar suas principais métricas de negócios. O Explorações oferece acesso a dados e técnicas analíticas que não estão disponíveis nos relatórios. Use essa ferramenta para explorar os dados em mais detalhes e responder a perguntas complexas sobre eles.

Uma exploração consiste em três seções:

Tela

A área grande à direita exibe seus dados usando a técnica selecionada. A tela pode ter várias guias, que permitem o uso de diversas técnicas em uma única exploração. O Explorações é compatível com as seguintes técnicas:

Exploração em formato livre

Exploração Explore seus dados em um layout de tabela de contingência conhecido. Você também pode aplicar vários estilos de visualização em formato livre, incluindo gráficos de barras, de pizza, de linhas e de dispersão, além de geomapas. Saiba mais.

Exploração de coorte

Análise de coorte Veja insights sobre comportamento e desempenho de grupos de usuários classificados por atributos em comum.

Exploração de funil

Análise de funil Veja as etapas que os usuários realizam para concluir tarefas no seu site ou app e também como otimizar a experiência do usuário e identificar públicos-alvo com desempenho acima ou abaixo do esperado. Saiba mais

Sobreposição de segmentos

Análise de sobreposição de segmentos Veja como diferentes segmentos de usuários se relacionam. Use essa técnica para identificar novos segmentos que atendem a critérios complexos. Saiba mais.

Exploração de usuários

Análise do User Explorer Saiba quais são os usuários que compõem os segmentos criados ou importados. Você também pode ver as atividades dos usuários em mais detalhes. Saiba mais.

Exploração de caminho

Análise de caminho Veja os caminhos que os usuários percorrem enquanto interagem com seu site e app. Saiba mais.

Ciclo de vida do usuário

Análise de ciclo de vida do usuárioExplore o comportamento e o valor do usuário ao longo do ciclo de vida dele como cliente. Saiba mais

 

Variáveis

O painel à esquerda dá acesso às dimensões, métricas e segmentos que você pode usar na exploração. Também é possível mudar o período da exploração no painel Variáveis.

Configurações da guia

Use as opções no painel Configurações da guia para configurar a guia selecionada no momento. Selecione a técnica, adicione itens do painel Variáveis e configure opções específicas.

Como usar o editor de explorações

Mapa da interface do editor de análise

  1. 1 Voltar para o espaço de trabalho do Explorações.
  2. 2 Escolher a propriedade e a conta do Google Analytics para a exploração.
  3. 3 Cabeçalho do Google Marketing Platform: veja notificações, mude de organização, receba ajuda, envie feedbacks e gerencie sua conta.
  4. 4 Variáveis: fornece as dimensões, métricas e segmentos disponíveis para uso na exploração. Para minimizar o painel de variáveis, à direita, clique em Minimizar ícone. Para restaurá-lo, na parte inferior, clique em Maximizar.
  5. 5Configurações da guia: especifica a técnica de exploração e configura a visualização exibida. Para adicionar dimensões e métricas ou aplicar segmentos, clique na área de destino apropriada. Você também pode arrastar e soltar dimensões, métricas e segmentos de variáveis em "Configurações da guia".
  6. 6 Guias: exibem suas visualizações. Uma exploração pode conter até 10 visualizações. Para adicionar uma nova guia, clique em Adicionar ícone de novo item.
  7. 7 Barra de ferramentas: desfaz e refaz mudanças, exporta os dados e exibe mais informações sobre a exploração.
  8. 8 Segmentos: são subconjuntos de usuários. Para aplicar um segmento, clique duas vezes nele ou arraste e solte-o em "Configurações da guia". Para criar um novo segmento, clique em Adicionar ícone de novo item.
  9. 9 Selecionar visualização: altera a aparência da técnica atualmente selecionada. Por exemplo, é possível exibir uma técnica de formato livre como tabela, gráfico de pizza ou gráfico de linhas. Nem todas as técnicas aceitam várias visualizações.
  10. 10 Dimensões: o que você quer analisar. Adicione as dimensões à área Detalhamento de "Configurações da guia".
  11. 11 Detalhamento, Valores e outras opções de configuração: variam de acordo com a técnica e permitem personalizar a exploração.
  12. 12 Visualização: exibe os dados de acordo com as configurações atuais da guia. Para interagir com as informações, clique com o botão direito do mouse em um ponto de dados na visualização.
  13. 13 Métricas: fornecem os números na exploração. Adicione métricas à área Valores em "Configurações da guia".
  14. 14Filtros: concentre-se nos dados mais importantes para você. É possível filtrar dimensões, métricas ou ambas.

Criar uma exploração

  1. Clique em Criar para criar uma exploração em branco ou use um modelo para começar rapidamente.
  2. Selecione uma técnica para explorar seus dados.
  3. Na coluna "Variáveis" (à esquerda), adicione itens às seções Dimensões e Métricas.
  4. Arraste e solte as dimensões e métricas que você adicionou do painel Variáveis ao painel Configurações da guia.
    As opções em Configurações da guia variam de acordo com a técnica e permitem que você ajuste os dados exibidos.
  5. Interaja com os dados passando o cursor do mouse e clicando neles.
  6. Adicione segmentos e filtros para refinar os dados.
  7. Crie novos segmentos usando seus dados e exporte as descobertas para públicos-alvo de remarketing.

Veja abaixo mais informações sobre como criar e editar explorações.

Adicionar técnicas à exploração

As técnicas controlam como os dados são analisados. A técnica padrão para uma nova exploração em branco é a tabela em formato livre. Você pode adicionar guias com técnicas diferentes ou iguais:

  1. Na parte superior, clique em Adicionar ícone de novo item.
  2. Selecione a técnica para a nova guia.
  3. Se preferir, clique no nome da guia para editá-lo.

Para duplicar ou remover uma guia da exploração, clique na seta para baixo, à direita do nome dela.

Adicionar dimensões, métricas e segmentos ao painel Variáveis

No Explorações, o termo variável refere-se às dimensões, métricas e segmentos da sua conta do Google Analytics. Elas aparecem nos painéis Variáveis e Configurações da guia. As novas explorações que você cria têm um conjunto padrão de variáveis. É possível adicionar mais variáveis para disponibilizá-las na sua exploração e pré-carregar os dados para uma visualização mais rápida.

  1. Em Variáveis, à direita da seção DIMENSÕES, MÉTRICAS ou SEGMENTOS, clique em Adicionar ícone de novo item.
  2. Selecione os itens na lista e clique em IMPORTAR.

Use a caixa de pesquisa para localizar a dimensão ou métrica com rapidez.

É possível aplicar até 20 dimensões e 20 métricas a uma exploração. Para remover um campo e criar espaço para campos diferentes, passe o cursor do mouse sobre o campo no painel Variáveis e clique no X.

Adicionar dados ao painel Configurações da guia

Adicionar uma variável no painel Configurações da guia aplica os dados à técnica na guia atual. Para adicionar dados a uma técnica, você pode fazer o seguinte:

  • Clicar duas vezes em uma variável: ela é aplicada ao painel Configurações da guia em um local padrão. Por exemplo, quando você clica duas vezes em uma dimensão, ela é aplicada à seção LINHAS de uma exploração em formato livre ou à seção DIMENSÃO DETALHADA de uma exploração de funil.
  • Arrastar uma variável de Variáveis para Configurações da guia. Quando você começa a arrastar uma variável, os pontos onde ela pode ser colocada são destacados.
  • Clique em um ponto de destino em Configurações da guia e selecione a variável na lista.

Ajustar o período

Por padrão, as propriedades do Google Analytics 4 retêm dois meses de dados. Para ajustar essa configuração, acesse Administrador e Configurações de dados e Retenção de dados. Saiba mais sobre a retenção de dados.

Para mudar o período de uma exploração, faça o seguinte:

  1. Na parte superior de Variáveis, clique no período que está selecionado.
  2. Selecione um intervalo predefinido ou use o calendário para personalizar.
  3. Clique em OK.

Compartilhar e exportar a exploração

Ao criar uma exploração pela primeira vez, apenas você pode vê-la. É possível compartilhar os insights com seus colegas:

No canto superior direito, clique em Compartilhar exploração Compartilhar análise..

As explorações compartilhadas podem ser visualizadas, mas não editadas, por qualquer pessoa que tenha o papel de leitor da propriedade.

Se quiser exportar os dados para usar em outras ferramentas, faça o seguinte:

  1. No canto superior direito, clique em Exportar dados Export data.
  2. Selecione o formato de exportação:
    1. Planilhas Google
    2. TSV (valores separados por tabulação)
    3. CSV (valores separados por vírgula)
    4. PDF
    5. PDF (todas as guias)

Quando você exporta para os formatos Planilhas, TSV ou CSV, todos os dados disponíveis na visualização selecionada são enviados, e podem aparecer mais dados do que a exibição atual. No formato PDF, somente as informações mostradas no momento da visualização são salvas.

Limites do Explorações

O Explorações está sujeito a estes limites:

  • É possível criar até 200 explorações por propriedade para cada usuário.
    • Você pode criar até 500 explorações compartilhadas por propriedade.
  • É possível aplicar até 10 segmentos por exploração.
  • Você pode aplicar até 10 filtros por guia.

Amostragem e limites de dados

Você pode usar o Explorações para fazer rapidamente consultas personalizadas em grandes quantidades de dados. No entanto, suas explorações serão feitas com base em dados de amostra se houver mais de 10 milhões de eventos em uma consulta de exploração específica.

Para proteger a privacidade do usuário, o Explorações e os relatórios estão sujeitos aos limites de dados. Se a sua exploração incluir informações demográficas ou dados fornecidos pelos Indicadores do Google, os dados poderão ser filtrados para remover qualquer informação que possa identificar usuários específicos.

Quando uma exploração está sujeita à amostragem ou aos limites de dados, o ícone no canto direito dela muda de verde para amarelo. Uma dica exibe informações sobre os dados na exploração.

The "Thresholding applied" tooltip displayed on the "Demographics overview" report.

Solicitação incompatível

Se a exploração tiver uma combinação incompatível de dimensões e métricas, você verá o ícone de solicitação incompatível informando para atualizar a solicitação.

Incompatible request.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
true
69256
false