Sobre as atualizações automáticas de itens

Problemas como a latência entre as atualizações do seu site e dos envios de dados podem resultar em dados do produto incorretos ou desatualizados. As atualizações automáticas de itens ajudam você a evitar esse problema, já que mantêm os dados do produto atualizados. Esse recurso permite que o Google atualize as informações do produto nos anúncios do Shopping, no Shopping Actions, nos anúncios de inventário local e nas páginas em todo o Google com base na marcação de dados estruturados que encontramos no seu site e em extratores de dados avançados. No momento, oferecemos as atualizações automáticas de itens para atributos de preço e disponibilidade.

Por exemplo, se um item tem o preço de US$ 4 no seu feed de dados mais recente, mas custa US$ 3 na página de destino do produto, atualizaremos o preço do item para US$ 3 no anúncio do Shopping.

Este artigo explica como funcionam as atualizações automáticas de itens.

Vantagens

As atualizações automáticas de itens melhoram a experiência do usuário e aumentam o tráfego dos seus anúncios do Shopping e as taxas de conversão. Isso acontece porque os usuários já veem o preço correto nos seus anúncios do Shopping e não são direcionados para itens que estão em falta. Como atualizamos os dados do produto com informações encontradas nas suas páginas de destino, esse recurso também minimiza o número de inconsistências entre seus anúncios do Shopping e seu site. Isso reduz o risco de suspensão da conta devido a inconsistências de preço e disponibilidade. No entanto, se houver muitas incompatibilidades, as atualizações automáticas de itens deixarão de funcionar e poderá haver reprovações preventivas de itens na sua conta. Saiba mais sobre a reprovação preventiva de itens.

As atualizações automáticas de itens serão ativadas por padrão na sua conta. Se você optar por desativá-las, os itens com preços e disponibilidades inconsistentes serão temporariamente reprovados e não serão atualizados.Gerenciar atualizações automáticas de itens na sua conta

Observação: caso sua conta do Merchant Center tenha sido configurada como uma conta de múltiplos clientes, todas as subcontas usarão as configurações da conta principal por padrão. Você também pode especificar configurações específicas para subcontas.

As atualizações automáticas de itens não substituem os feeds ou as atualizações regulares dos dados do produto. Esse recurso serve para solucionar pequenos problemas relacionados à precisão das informações de preço e disponibilidade para uma pequena parcela dos itens. Sempre forneça os dados do produto corretos, uma vez que não conseguiremos analisar todos os produtos com atualizações automáticas de itens.

Sobre os extratores avançados de dados

Extratores avançados podem encontrar informações de preço e disponibilidade na página de destino de um produto. Eles usam uma combinação de modelos estatísticos e aprendizado de máquina para detectar e extrair dados do produto da marcação de dados estruturados independentes do seu site. Esses extratores trabalham em conjunto com a marcação de dados estruturados schema.org. O uso da marcação schema.org ainda é recomendado para varejistas.

O Google não pode garantir a precisão das atualizações feitas. No entanto, criamos várias verificações e medidas de segurança para esse recurso a fim de evitar atualizações incorretas. Para mais detalhes, veja a seção de solução de problemas abaixo. Também recomendamos que você leia os requisitos de página de destino.

Para o Shopping Actions

Se Shopping Actions estiver listado como included_destination [destino_incluído] e houver um atributo link para qualquer um dos seus itens, eles poderão receber atualizações automáticas quando uma pequena diferença de preço for detectada entre o preço do feed e aquele encontrado na página de destino enviada com o atributo link.

Se for detectada uma diferença considerável no preço, o preço desse item não será atualizado automaticamente e o item continuará a ser vendido no Shopping Actions com o preço original do feed.

Da mesma forma, se os anúncios do Shopping e o Shopping Actions estiverem listados como included_destinations [destinos_incluídos] para qualquer um dos seus itens e uma diferença significativa for encontrada entre o preço do feed e o preço na página de destino enviada com o atributo link, o preço não será atualizado automaticamente e o item será reprovado para anúncios do Shopping devido à incompatibilidade de preço. No entanto, o item ainda estará qualificado para ser vendido no Shopping Actions pelo preço original do feed.

Use o feed de dados do produto ou a API Content para fazer alterações significativas nos preços. Lembre-se de que as atualizações automáticas de itens podem ser desativadas a qualquer momento. Basta fazer ajustes na página de configurações da conta do Merchant Center.

Exemplo de atualização automática de item

Na imagem abaixo, você pode ver quando atualizamos o preço e a disponibilidade de um item, usando as informações de preço e um feed de dados .txt para o exemplo. Quando você faz o upload de um item (ícone verde) com o preço de US$ 1, um usuário (ícone azul) verá esse preço. Quando encontramos uma inconsistência de preço após o envio, atualizamos o preço do item automaticamente. Neste exemplo, identificamos o preço de US$ 2 em seu site, que não corresponde ao preço fornecido em seu envio mais recente. A partir desse momento, o usuário verá US$ 2 como o preço do item. O upload seguinte do feed (momento B) substituirá essa atualização, e o usuário verá o preço de US$ 3.

Primeiros passos com as atualizações automáticas de itens

1. Implemente dados estruturados válidos às suas páginas de destino

A primeira etapa para começar a usar as atualizações automáticas de itens é garantir que seus dados estruturados sejam válidos nas páginas de destino dos seus itens. Se as suas páginas de destino não tiverem dados estruturados ou a marcação de dados estruturados estiver errada, incompleta ou inválida, usaremos extratores avançados de dados para atualizar os itens automaticamente. Se você desativar as atualizações automáticas de itens ou nossos extratores não conseguirem determinar as informações de preço ou disponibilidade, o item estará sujeito a reprovações. Saiba mais sobre os primeiros passos com os dados estruturados

2. Revise os itens que foram atualizados

Se você não desativou as atualizações automáticas de itens, veja o status atual dessas atualizações na seção "Atualizações automáticas de itens" de sua conta, localizada no menu "Ferramentas e configurações". Você também pode consultar os itens atualizados recentemente no relatório para download disponível na página "Diagnóstico".

Solução de problemas com as atualizações automáticas de itens

Para garantir a exatidão das atualizações, podemos interromper temporariamente a atualização automática de itens ao detectarmos um erro. Veja esses erros na página Diagnósticos em Produtos da sua conta. Depois que todos os erros forem corrigidos, retomaremos à atualização automática de itens.

Precisamos acessar as páginas de destino do produto e extrair informações de marcação de dados estruturados antes de resolver os problemas no relatório. Isso pode levar algumas semanas.

Os erros abaixo resultarão na desativação temporária das atualizações automáticas de itens:

Correspondência insuficiente de dados estruturados e dados do produto

Exigimos um nível de correspondência mínimo entre os dados do produto que você envia ao Google, a marcação de dados estruturados schema.org nas suas páginas de destino e as informações disponíveis para os extratores avançados de dados. Caso as inconsistências sejam muito frequentes, desativaremos as atualizações automáticas de itens até que o nível de correspondência chegue ao mínimo necessário. Para melhorar a taxa de correspondência, recomendamos que você atualize seus dados do produto dos anúncios do Shopping com mais frequência.

Observação: muitas vezes as inconsistências de preço são causadas por preços promocionais. Quando um produto está disponível por um preço com desconto, isso precisa ser refletido nos dados estruturados e nos dados do seu produto. Faixas de preço e variantes também são fontes comuns de inconsistências. Se houver diversas variantes de página de destino, será possível usar os atributos id ou gtin para especificar a qual delas um preço corresponde.

Dados ausentes ou incorretos na página de destino

Para garantir que as atualizações sejam feitas corretamente, comparamos as informações visíveis pelo usuário nas páginas de destino do produto aos dados que encontramos por meio da marcação de dados estruturados ou de extratores avançados em uma amostra de ofertas. Quando encontramos uma inconsistência, a atualização automática de itens é interrompida.

Dados estruturados inválidos

Se suas páginas de destino do produto tiverem informações de preço e disponibilidade inválidas na marcação de dados estruturados, talvez não seja possível atualizar os itens automaticamente. Veja os exemplos listados e verifique se eles contêm dados estruturados válidos. A Ferramenta de teste de dados estruturados pode ajudar a depurar problemas.

O erro abaixo reduzirá consideravelmente nossa capacidade de atualizar itens automaticamente:

Capacidade fornecida de rastreamento limitada

As atualizações automáticas de itens dependem da nossa capacidade de acessar as páginas de destino do produto com frequência para fornecer atualizações rapidamente. Google Search Console permite que você controle a taxa de rastreamento do Google no seu site. Essas configurações também serão usadas para as páginas de destino fornecidas nos dados do produto.

No servidor, recomendamos tratar as solicitações do Google (user agents "GoogleBot" e "AdsBot") como de usuários normais e não limitar as solicitações.

Limitações das atualizações automáticas de itens

Dependendo da frequência das atualizações de preço e disponibilidade no seu site, não será possível atualizar todos os itens de maneira eficaz. De modo geral, as atualizações automáticas de itens não são eficazes quando a atualização do preço ou da disponibilidade da maioria dos itens no seu site ocorre várias vezes por dia. Isso inclui, por exemplo, casos em que os preços são atualizados regularmente de acordo com taxas de câmbio de moedas. Nesses casos, recomendamos o uso da API Content para atualizar os dados dos produtos.

Gerencie as configurações das atualizações automáticas de itens

As atualizações automáticas de itens estão ativadas por padrão. Gerencie as configurações das atualizações automáticas de itens no nível da conta quando quiser.

Para gerenciar as configurações das atualizações automáticas de itens:

  1. Faça login na sua conta do Merchant Center.
  2. Clique no ícone de ferramentas e selecione Atualizações automáticas de itens em "Configurações"
  3. Na página seguinte, você pode ativar as atualizações automáticas de itens para preço, disponibilidade ou ambos. Também é possível desativar esse recurso completamente.

Práticas recomendadas para atualizações automáticas de itens

Para melhorar a qualidade dos seus dados e proporcionar uma boa experiência do usuário, tente o seguinte:

  • Programe uploads ou atualizações de feed pela API Content imediatamente após os itens terem sido atualizados no seu site. Assim você evitará erros devido à diferença de horário entre as atualizações no site e as atualizações dos dados do Shopping.
  • Se estiver usando o atributo sale_price, verifique se o período da promoção foi especificado corretamente com o atributo "data de vigência do preço promocional" e se o fuso horário está correto. Quando uma promoção está ativa, o preço promocional é indicado como o preço atual nos resultados da pesquisa do Google Shopping.
  • Se você usa um feed de produtos locais ou um feed de inventário de produtos locais, talvez seja necessário verificar esses feeds e o de produtos padrão para identificar e reparar o preço incorreto.
  • Para produtos vendidos em grandes quantidades, você deve enviar o preço total para o número mínimo de itens vendidos. As páginas de destino precisam listar os preços na moeda apropriada do país de destino e na mesma moeda que foi enviada nos dados do produto.
  • Para detectar e atualizar inconsistências, o Google rastreia as páginas de destino listadas no seu feed de dados ou fornecidas na API Content. Você pode aumentar a taxa de rastreamento do Google para alcançarmos mais itens no seu site. Saiba mais sobre como alterar a taxa de rastreamento do Googlebot
  • Para reverter uma atualização automática específica, faça o upload do feed de dados novamente ou atualize o item com a API Content.

Avançado: período de latência do site considerado

Um dos motivos para que os dados do produto estejam incorretos ou desatualizados é a latência, ou seja, o tempo entre as atualizações no seu site e as atualizações dos dados do produto que você envia. As atualizações automáticas de itens levam esse período de latência em consideração.

Na imagem abaixo, você pode ver como a latência afeta a atualização automática dos seus itens. Observe que o exemplo usa informações de preços e um feed de dados .txt. A barra amarela representa um período de latência antes do upload do feed. Vamos supor que você tenha um item exibido para o usuário a US$ 3. Nós então detectamos uma incompatibilidade de preços dentro de um período de latência (momento C). O usuário agora verá o preço de US$ 4, mesmo depois que o preço de US$ 5 seja fornecido com um envio do feed, porque a detecção da incompatibilidade ocorreu dentro do período de latência do envio do feed. O envio seguinte (momento D) fará com que o preço seja alterado para US$6 porque a detecção da incompatibilidade não ocorreu dentro do período de latência do envio deste feed.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.