Meça o alcance e a frequência

Em agosto de 2020, as métricas de alcance único substituíram as métricas baseadas em cookies como método principal de medição de alcance. As métricas de alcance baseadas em cookies já não estão disponíveis no Google Ads.

Ao analisar os dados de alcance e de frequência das campanhas da Rede de Display e das campanhas de vídeo, pode compreender melhor a quantas pessoas foram apresentados os seus anúncios e com que frequência foram apresentados às mesmas pessoas num determinado período. Quer pretenda focar-se em reforçar uma mensagem ou em alcançar novas pessoas, estas informações podem ajudar a perceber melhor de que forma está a atingir os seus objetivos de alcance.

Métricas de alcance único

As métricas de alcance único medem o número total de pessoas que viram um anúncio. Estas métricas superam as medições básicas de cookies para ajudá-lo a perceber quantas vezes foi apresentado o seu anúncio às pessoas em diferentes dispositivos, formatos e redes.

Atualmente, as pessoas estão frequentemente em viagem e utilizam vários dispositivos ao longo do dia. Os nossos modelos de Unique Reach medem o alcance total de um anúncio, ao contabilizar os casos em que é possível que as pessoas vejam o mesmo anúncio em dispositivos diferentes ou quando várias pessoas partilham o mesmo dispositivo.

As métricas de alcance único incluem:

  • Utilizadores únicos
  • Freq. média de impr. por utilizador
  • Freq. média de impr. por utilizador (7 dias)
  • Freq. média de impr. por utilizador (30 dias)

Veja os dados de alcance e de frequência

Pode ver dados de alcance e de frequência ao adicionar as colunas para estas métricas à tabela de estatísticas e ao selecionar um período específico no menu pendente. Estas colunas, localizadas em "Métricas de alcance", só estão disponíveis na página Campanhas.

Saiba como adicionar ou remover colunas na tabela de estatísticas

Como é que a Google calcula o alcance

Como é calculado o Unique Reach

Para calcular o Unique Reach, o Google Ads utiliza modelos estatísticos que têm em conta o comportamento do utilizador em vários navegadores e dispositivos. Estes modelos são criados ao observar o comportamento de utilizadores agregados nos produtos da Google para determinar os padrões de utilização entre dispositivos. O Google Ads combina observações de comportamento com outros sinais e contribuições locais (como inquéritos de recenseamento e do Google-Gallup) para remover os duplicados de um público-alvo entre sessões, formatos, redes e dispositivos. O resultado é o número de utilizadores únicos (não cookies) que viram um anúncio.

Alcance e privacidade do utilizador

Importante: a nossa metodologia agrega todos os utilizadores e requer que seja alcançado um número mínimo de utilizadores antes de ser enviado um relatório sobre quaisquer dados aos anunciantes. Nunca são utilizadas informações de identificação pessoal.

Motivo pelo qual poderá não ver as métricas de alcance

A maioria das métricas de alcance só pode ser comunicada para um intervalo de datas igual ou inferior a 92 dias. Poderá não ver os dados de alcance na tabela se tiver selecionado um intervalo de datas superior a 92 dias.

Se estiver a observar a distribuição da frequência de uma campanha, só pode ver dados na sua tabela se o intervalo de datas for igual ou inferior a 31 dias.

As métricas de alcance poderão não apresentar dados imediatamente para algumas campanhas e segmentos de relatórios, dependendo de alguns fatores. Estes incluem a disponibilidade dos dados por país e se o seu anúncio atingiu um limite mínimo de impressões e de utilizadores únicos. Isso acontece porque os modelos de alcance único não suportam todos os países e também têm de cumprir determinados mínimos de impressões.

Contabilização de atrasos dos relatórios

Devido aos modelos envolvidos nos nossos cálculos, normalmente, demora até 3 dias para as métricas de alcance estarem disponíveis na sua conta. Tenha em conta este atraso se o seu intervalo de datas incluir os últimos dias.

Por exemplo, se o intervalo de datas estiver definido como "Últimos 7 dias", considere a hipótese de que os dados dos últimos 3 dias talvez estejam incompletos. Assim, os números apresentados para os últimos 7 dias podem não incluir os 3 dias mais recentes dos últimos 7 dias.

Acerca do alcance e da segmentação por localização

As métricas Unique Reach utilizam modelos estatísticos baseados na observação do comportamento de utilizadores agregados ao nível do país. Uma vez que os modelos são calculados ao nível do país, numa pequena percentagem dos casos as métricas podem parecer inconsistentes, sobretudo no caso de campanhas que segmentam áreas geográficas de pequenas dimensões, como uma única cidade ou um único código postal.

Noutros casos, um grande volume de visitantes temporários numa determinada localização pode fazer com que o Unique Reach apareça inflacionado. Fornecemos as nossas melhores estimativas de Unique Reach para estes casos e estamos a trabalhar continuamente para melhorar os nossos modelos, de modo a proporcionarmos estimativas de localização mais precisas.

Limite de frequência e impressões visíveis

Para campanhas da Rede de Display, apenas as impressões visíveis são contabilizadas para os limites de frequência. Outros dados de relatórios de frequência podem parecer mais elevados do que os seus limites de frequência, porque contabilizam as impressões visíveis e as não visíveis.

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar no Centro de ajuda
true
73067
false