Modo de consentimento em Websites e apps para dispositivos móveis

Este artigo destina-se a proprietários de Websites ou de apps que usam um widget de consentimento ou uma faixa de consentimento de cookies, ou outra solução de gestão do consentimento.

O modo de consentimento permite-lhe comunicar à Google o estado de consentimento de cookies ou identificadores de apps dos utilizadores. As etiquetas ajustam o respetivo comportamento e respeitam as seleções dos utilizadores.

O modo de consentimento interage com a sua Plataforma de gestão de consentimento (CMP) ou com a implementação personalizada para obter o consentimento dos visitantes, como uma faixa de consentimento de cookies. O modo de consentimento recebe no seu widget ou faixa de cookies as seleções de consentimento dos utilizadores e adapta dinamicamente o comportamento do Analytics, do Google Ads e das etiquetas de terceiros que criam ou leem cookies. 

Quando os visitantes recusam o consentimento, em vez de armazenarem cookies, as etiquetas enviam pings para a Google. Se estiver a usar o Google Analytics 4, a Google preenche as lacunas de recolha de dados com a modelagem de conversões e a modelagem comportamental

O modo de consentimento não disponibiliza widgets nem faixas de consentimento. Em vez disso, interage com estes elementos. Saiba mais no artigo Faça a gestão do consentimento de utilizadores.

Set up consent mode in Google Analytics

Etiquetas com suporte integrado do modo de consentimento

As etiquetas Google dos seguintes produtos têm verificações de consentimento integradas e ajustam o comportamento com base no estado de consentimento:

  • Google Analytics
  • Google Ads*
  • Floodlight
  • Linker de conversões

* Inclui o acompanhamento de conversões e o remarketing do Google Ads; aguarda suporte para conversões de chamadas telefónicas.

Se criar etiquetas que não têm verificações de consentimento integradas, pode adicionar verificações no Gestor de Etiquetas. Use a configuração de etiquetas Avançadas > Definições de consentimento. Saiba mais

Estado de consentimento e comportamento das etiquetas

Quando ativa o modo de consentimento, os produtos de medição da Google garantem que o estado do modo de consentimento de um visitante é preservado em todas as páginas que este visita. Se o consentimento for recusado, as etiquetas acionadas não armazenam cookies. Em vez disso, comunicam um mínimo de informações sobre a atividade do utilizador. O estado de consentimento e a atividade do utilizador são comunicados através do envio dos seguintes tipos de pings ou sinais sem cookies para o servidor da Google:

  • Pings do estado de consentimento para etiquetas do Google Ads e Floodlight: comunique o estado de consentimento predefinido que configurou e o estado atualizado quando o visitante der ou recusar o consentimento para cada tipo de consentimento como, por exemplo, "armazenamento do Google Ads" e "armazenamento do Analytics". Os pings do estado de consentimento são enviados a partir de cada página visitada pelo utilizador em que o modo de consentimento está ativado, sendo também acionados para algumas etiquetas se o estado de consentimento mudar de "recusado" para "dado". Por exemplo, se um visitante aceitar dar o consentimento na respetiva caixa de diálogo.
  • Pings de conversão: indicam que ocorreu uma conversão.
  • Pings do Google Analytics: enviados a partir de cada página de um Website onde o Google Analytics está implementado no carregamento e quando são registados eventos.

Os pings descritos acima podem incluir:

  • Informações funcionais (como cabeçalhos adicionados passivamente pelo navegador):
    • Data/hora
    • Agente do utilizador (apenas na Web)
    • Referenciador
  • Informações agregadas/não identificáveis:
    • Indicação do facto de a página atual ou uma página anterior na navegação do utilizador no site incluir ou não informações de cliques em anúncios no URL (por exemplo, GCLID/DCLID).
    • Informações booleanas sobre o estado do consentimento
    • Número aleatório gerado em cada carregamento de página
    • Informações sobre a plataforma de consentimento usada pelo proprietário do site (por exemplo, o ID do programador)

Comportamento do modo de consentimento

Além disso, os pings de consentimento e de conversão podem incluir os seguintes comportamentos, consoante o estado das definições de consentimento e a configuração das etiquetas.

Os comportamentos predefinidos funcionam como se todas as opções de consentimento tivessem sido concedidas:

ad_storage='granted' e analytics_storage='granted'

Web

Apps para dispositivos móveis

  • Os cookies relativos a publicidade podem ser lidos e escritos.
  • Os endereços IP são recolhidos.
  • O URL completo da página Web, incluindo as informações de cliques em anúncios nos parâmetros de URL (por exemplo, GCLID/DCLID), é recolhido.
  • Os cookies da Web de terceiros definidos anteriormente em google.com e em doubleclick.net e os cookies de conversão originais (por exemplo, _gcl_*) estão acessíveis.
  • Os identificadores de publicidade (por exemplo, o ID de publicidade/IDFA - identificador de anunciantes) podem ser recolhidos.
  • O ID de instância da app gerado pelo SDK do Google Analytics para Firebase é recolhido.

Quando uma ou mais formas de consentimento não são concedidas, existem comportamentos adicionais a considerar:

ad_storage='denied'

Web

Apps para dispositivos móveis

  • Não é possível escrever novos cookies relativos a publicidade.
  • Não é possível ler quaisquer cookies de publicidade originais existentes.
  • Os pedidos são enviados através de um domínio diferente para evitar que os cookies de terceiros definidos anteriormente sejam enviados nos cabeçalhos dos pedidos.
  • O Google Analytics não lê nem escreve os cookies do Google Ads e as funcionalidades dos Google signals não acumulam dados para este tráfego.
  • O URL completo da página é recolhido e pode incluir as informações de cliques em anúncios nos parâmetros de URL (por exemplo, GCLID/DCLID). As informações de cliques em anúncios só são usadas para estimar uma medição precisa do tráfego.
  • Os endereços IP são usados para obter o país do IP, mas nunca são registados pelos nossos sistemas do Google Ads e do Floodlight e são imediatamente apagados após a recolha. Nota: o Google Analytics recolhe endereços IP como parte das comunicações normais da Internet. Saiba mais acerca da ocultação de IPs no Google Analytics.
  • Não pode ser recolhido o ID de publicidade/IDFA.
  • As funcionalidades dos Google signals não acumulam dados para este tráfego.
  • Os endereços IP são usados para obter o país do IP, mas nunca são registados pelos nossos sistemas do Google Ads e do Floodlight e são imediatamente apagados após a recolha. Nota: o Google Analytics recolhe endereços IP como parte das comunicações normais da Internet. Saiba mais acerca da anonimização de IPs no Google Analytics

ad_storage='denied' e ads_data_redaction='true'

Web

  • Não é possível escrever novos cookies relativos a publicidade.
  • Não é possível ler quaisquer cookies de publicidade existentes.
  • Os pedidos são enviados através de um domínio diferente para evitar que os cookies de terceiros definidos anteriormente sejam enviados nos cabeçalhos dos pedidos.
  • O Google Analytics não lê nem escreve os cookies do Google Ads e as funcionalidades dos Google signals não acumulam dados para este tráfego.
  • No Google Analytics, é recolhidos o URL completo da página, que pode incluir informações de cliques em anúncios em parâmetros de URL (por exemplo, GCLID/DCLID). As informações de cliques em anúncios só são usadas para estimar uma medição precisa do tráfego. No Google Ads, os identificadores de cliques em anúncios (por exemplo, GCLID/DCLID) nos pings de consentimento e de conversão são ocultados.
  • Os endereços IP são usados para obter o país do IP, mas nunca são registados pelos nossos sistemas do Google Ads e do Floodlight, e são imediatamente eliminados após a recolha. Nota: o Google Analytics recolhe endereços IP como parte das comunicações normais da Internet. Saiba mais acerca da ocultação de IPs no Google Analytics.

analytics_storage='denied'

Web

Apps para dispositivos móveis

  • Não lê nem escreve cookies do Analytics originais.
  • Os pings sem cookies são enviados para o Google Analytics para fins de medição futura. O Google Analytics 4 usa pings sem cookies para a modelagem.
  • Não pode ser recolhido qualquer IDFV.
  • Os eventos sem identificadores de dispositivo ou de utilizador são enviados para o Google Analytics para fins de medição futura. O Google Analytics 4 usa estes eventos para a modelagem.

Apps para dispositivos móveis/Web

Quando analytics_storage='denied', os pings sem cookies são enviados para o Google Analytics. Não é possível definir, aceder ou ler qualquer cookie do Analytics a partir do dispositivo. Por esse motivo, os pings sem cookies são eventos anónimos e não identificáveis do Google Analytics.

Os pings sem cookies, como parte da comunicação HTTP/navegador normal, podem incluir as seguintes informações: agente do utilizador, resolução do ecrã e endereço IP. Tenha em atenção que o Google Analytics 4 não armazena nem regista endereços IP.

Se um anunciante definir outros campos, como user_id e dimensões personalizadas, estes são enviados normalmente. Os dados recolhidos no ping sem cookies são usados para a modelagem comportamental e de conversões, para preencher as lacunas nos seus dados. 

Práticas recomendadas para o modo de consentimento

Independentemente da forma como ativar o modo de consentimento, deve seguir estas práticas recomendadas:

  • Defina um estado de consentimento inicial com os valores predefinidos determinados pela sua organização. O estado de consentimento predefinido aplica-se na primeira vez que um visitante vê uma página no seu Website.
  • Implemente o modo de consentimento para que as etiquetas de páginas sejam carregadas antes de a caixa de diálogo de consentimento ser apresentada.
  • Carregue etiquetas Google em todos os casos, e não apenas se o utilizador der o seu consentimento. Se o consentimento for recusado, a Google recebe pings sem cookies. Nas propriedades do Google Analytics 4, os pings sem cookies permitem a modelagem comportamental e a de conversões para preencher as lacunas nos seus dados. 
  • As opções de consentimento devem ser apresentadas ao visitante assim que possível. Atualize o estado de consentimento quando o visitante indicar a respetiva seleção. 
  • Ofereça aos utilizadores a opção de recusar ou dar consentimento para cada tipo de armazenamento usado pelas etiquetas num Website. Por exemplo, um utilizador pode consentir cookies de estatísticas e recusar cookies de publicidade.
  • Como as leis de privacidade atuais são específicas de cada região, configure um estado predefinido para se aplicar a determinadas regiões em vez de a todos os visitantes. Em particular, se a sua organização exigir que o estado predefinido seja "recusado", a aplicação de "recusado" apenas aos visitantes da região adequada garante que todas as outras regiões continuarão com uma medição precisa.
Quando predefine um estado para uma região, o seu mecanismo para obter consentimento, seja este personalizado ou uma CMP, deve dar aos visitantes dessas regiões a oportunidade de atualizar o respetivo estado de consentimento.

Implementação avançada vs. implementação básica

Se optar por implementar o modo de consentimento com o bloqueio das etiquetas Google até a caixa de diálogo de consentimento ser apresentada e os utilizadores darem o seu consentimento, não irá usufruir de todas as vantagens do modo de consentimento. Por exemplo, não obtém dados modelados na sua propriedade do GA4 para preencher as lacunas dos dados observados em falta quando os utilizadores recusam o consentimento. Quer opte por bloquear etiquetas (implementação básica) ou desbloqueá-las (implementação avançada), as etiquetas Google ajustam o respetivo comportamento com base no estado de consentimento dos utilizadores. 

Seguem-se as diferenças entre as implementações avançada e básica no modo de consentimento: 

  Implementação avançada Implementação básica
Comportamento das etiquetas
  • As etiquetas Google são carregadas antes de a caixa de diálogo de consentimento ser apresentada
  • As etiquetas enviam pings sem cookies quando o consentimento de cookies é recusado
  • As etiquetas Google ficam bloqueadas até ser dado o consentimento
Modelagem comportamental no GA4

Check

 

Modelagem de conversões no GA4

Check

 Check*

Modelagem de conversões no Google Ads

Check

 Check*

* Quando as etiquetas são bloqueadas devido às escolhas de consentimento, não são recolhidos dados e a modelagem de conversões no Google Ads baseia-se num modelo geral. Os modelos usam funcionalidades como o tipo de navegador, o tipo de ação de conversão, a hora do dia e outras variáveis não identificáveis de nível superior. Saiba mais acerca do modo de consentimento e da modelagem de conversões para o Google Ads.

A Estrutura de Transparência e Consentimento (TCF) do IAB Europe é uma forma alternativa de obter e acompanhar o estado de consentimento. Quando os utilizadores recusam o consentimento com uma solução de consentimento que usa a TCF, as propriedades do GA4 não podem modelar dados para preencher as informações em falta.

Como ativar o modo de consentimento

A ativação do modo de consentimento é diferente para Websites e apps. Também depende da implementação que fez para obter o consentimento e da plataforma de etiquetagem que usa.

Ative o modo de consentimento para Websites

Pode ativar o modo de consentimento para Websites com o mínimo de programação através do Gestor de Etiquetas e de uma CMP com um modelo da comunidade. Os parceiros da CMP fornecem instruções e modelos do Gestor de Etiquetas para ativar o modo de consentimento através da respetiva integração:

Os programadores de Websites podem ativar o modo de consentimento através de comandos de consentimento gtag.js ou de uma etiqueta criada a partir de um modelo do modo de consentimento do Gestor de Etiquetas:

Ative o modo de consentimento para apps

Os programadores de apps podem ativar o modo de consentimento através do SDK do Google Analytics para Firebase:

Integrações com Plataformas de gestão de consentimento

As Plataformas de gestão de consentimento (CMPs) podem ser integradas com o modo de consentimento e as definições de consentimento no Gestor de Etiquetas da Google. As CMPs em destaque do Gestor de Etiquetas têm modelos disponíveis na galeria de modelos da comunidade do Gestor de Etiquetas, que estão integrados com as nossas APIs de consentimento.

Para captar estatísticas valiosas enquanto protege a privacidade do utilizador, tem de recolher o consentimento dos utilizadores do seu Website. Recomendamos que use uma Plataforma de gestão de consentimento (CMP) ou trabalhe com o seu sistema de gestão de conteúdos (CMS) para recolher o consentimento e enviá-lo para a Google.

Consulte a tabela abaixo para obter mais informações acerca de como algumas CMPs foram integradas com o modo de consentimento:

Ferramenta de consentimento Tipos de consentimento suportados Modelo
da comunidade
do Gestor de Etiquetas
disponível
Integração com chamadas de atualização de consentimento Integração com chamadas predefinidas de consentimento
Commanders Act ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage 
security_storage

(Modelo do GEG integrado + modelo TrustCommander)
Complianz ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage
security_storage

(Modelo do GEG integrado + modelo TrustCommander)
Consentmanager ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
✓  ✓ 
(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
Cookie First ad_personalization
ad_storage
ad_user_data analytics_storage functionality_storage personalization_storage security_storage
✓  ✓ 
(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
Cookie Information
A/S

ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage functionality_storage
personalization_storage 
security_storage


(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
Cookiebot (Cybot) ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage 
security_storage
 

(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
CookieScript ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage
security_storage

(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
CookieYes ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage
security_storage

(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
Didomi

ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage 
security_storage 


(GEG completo + integração sem GEG)
iubenda ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage 
security_storage

(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
OneTrust

ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage 
security_storage


(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
Osano ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage

(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
Secure Privacy

ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage
security_storage


(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
Sirdata ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage
security_storage

(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
Termly ad_storage
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage
security_storage

(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)
Usercentrics

ad_personalization
ad_storage
ad_user_data
analytics_storage
functionality_storage
personalization_storage 
security_storage 


(Modelo do GEG integrado + exemplo de código para gtag.js)

Modo de consentimento para fornecedores da CMP

Os fornecedores da CMP podem ser integrados com o modo de consentimento para oferecer uma melhor experiência aos clientes que usam produtos Google. Para saber mais, consulte o artigo Modo de consentimento para fornecedores da CMP.

Recursos adicionais

O modo de consentimento tem funcionalidades adicionais, como o comportamento específico por região, a capacidade de ocultar informações armazenadas anteriormente e a de transmitir informações em URLs quando o consentimento é recusado. Para obter informações sobre como usar o modo de consentimento e estas funcionalidades adicionais, consulte:

A informação foi útil?

Como podemos melhorá-la?
true
Escolha o seu percurso de aprendizagem

Visite google.com/analytics/learn, um novo recurso para ajudar a tirar o máximo partido do Google Analytics 4. O novo Website inclui vídeos, artigos e fluxos guiados, além de fornecer links para o Discord, o blogue, o canal do YouTube e o repositório do GitHub do Google Analytics.

Comece a aprender hoje!

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal