Retenção de dados

Com os controles de retenção de dados do Google Analytics, você pode definir o prazo em que os dados no nível do usuário e do evento armazenados pelo Google Analytics serão excluídos automaticamente dos servidores.

Retenção de dados de usuários e eventos

O período de armazenamento se aplica aos dados no nível do usuário e do evento associados a cookies, identificadores de usuários (por exemplo, User ID) e identificadores de publicidade (por exemplo, cookies da DoubleClick, código de publicidade para dispositivos Android e identificador de anunciantes para dispositivos Apple).

Lembre-se de que os relatórios padrão agregados do Google Analytics não são afetados. Os dados de usuários e de eventos gerenciados por essa configuração são necessários apenas quando você usa determinados recursos avançados, como a aplicação de segmentos personalizados a relatórios ou a criação de relatórios personalizados incomuns.

Embora o período de retenção e os controles de redefinição da atividade do usuário cubram dados nos níveis do evento e do usuário armazenados pelo Google Analytics, algumas informações que o usuário insere são excluídas por padrão pela ferramenta após seis meses de inatividade dele.

Você pode escolher por quanto tempo o Google Analytics manterá os dados antes de excluí-los.

O período máximo para retenção de dados dos Indicadores do Google é de 26 meses, independentemente das suas configurações.

Para as propriedades do Universal Analytics, a definição se aplica aos dados no nível do usuário e do evento. Você pode escolher:

  • 14 meses
  • 26 meses
  • 38 meses
  • 50 meses
  • Não expirar automaticamente
Entretanto, aumentar o período de armazenamento ou alterá-lo para Não expirar automaticamente não afeta os dados já coletados. Por exemplo, as informações coletadas quando o período de 14 meses estava em vigor ainda serão excluídas 14 meses após a coleta, mesmo que você altere o período de armazenamento para 26 meses.

 

Para as propriedades do Google Analytics 4, a retenção de dados no nível do usuário, incluindo conversões, pode ser definida para no máximo 14 meses. Em todos os outros dados de eventos, você pode escolher um dos seguintes períodos:

  • 2 meses
  • 14 meses

O período de armazenamento de dois meses é sempre aplicado à idade, ao sexo e aos dados de interesse, independentemente das suas configurações.

O aumento do período de armazenamento ou alteração para Não expirar automaticamente é aplicado aos dados que você já coletou.

 

Após o fim do período de armazenamento, os dados são excluídos automaticamente todos os meses.

Se você reduzir o período de retenção, todos os dados afetados serão excluídos durante o próximo processo mensal. Por exemplo, se você alterar o período de 26 meses para 14 meses, todos os dados armazenados há mais de 14 meses serão excluídos durante o próximo processo mensal.

Sempre que você modifica o período de retenção, o Google Analytics aguarda 24 horas para implementar a mudança. Durante esse tempo, é possível reverter a alteração sem afetar os dados.

Se o intervalo de tempo definido para os relatórios não agregados for maior do que o período de retenção, os dados desse tempo adicional não serão incluídos. Por exemplo, se você escolher um período de retenção de 14 meses e definir um intervalo de 14 meses + 1 dia, os dados do tempo adicional de 1 dia não estarão disponíveis nos seus relatórios.

Redefinir se houver novas atividades

Quando você marca esta opção como ATIVADA, o período de retenção do identificador do usuário é redefinido a cada novo evento desse usuário. Com essa opção, a data de validade é definida como o horário atual mais o período de retenção. Por exemplo, se a retenção de dados for definida como 14 meses, mas um usuário iniciar uma nova sessão todo mês, o identificador dele será atualizado mensalmente e nunca atingirá o limite de 14 meses. Se o usuário não iniciar uma nova sessão antes de o período de retenção expirar, os dados dele serão excluídos.

Se você não quiser redefinir o período de armazenamento do identificador do usuário quando ele realizar novas atividades, marque essa opção como DESATIVADA. Os dados associados ao ID serão excluídos automaticamente após o fim do período.

O recurso de redefinição se aplica somente aos dados no nível do usuário.

Definir opções

Você precisará ter permissão para edição se quiser definir essa opção para uma propriedade do Google Analytics.
  1. Faça login no Google Analytics..
  2. Clique em Administrador e acesse a propriedade que você quer editar.
  3. Para as propriedades da Web: na coluna PROPRIEDADE, clique em Informações de acompanhamento > Retenção de dados.
    Para as propriedades do Google Analytics 4: na coluna PROPRIEDADE, clique em Configurações de dados > Retenção de dados.
  4. Para as propriedades da Web: em Retenção de dados de usuários e eventos, selecione o período de armazenamento desejado.
    Para as propriedades do Google Analytics 4: acesse Retenção de dados do evento e selecione o período que você quer ver.
  5. Para as propriedades da Web: ative ou desative a opção Redefinir se houver novas atividades.
    Para as propriedades do Google Analytics 4: ative ou desative a opçãoRedefinir os dados do usuário sobre novas atividades.
  6. Clique em Save.

Retenção de dados e a métrica "Usuários"

Adicionamos a métrica "Usuários" a muitos outros relatórios em fevereiro de 2018. Para os relatórios em que essa métrica é nova, não temos dados agregados referentes a ela para qualquer período. Isso pode afetar seus relatórios históricos: as contagens de usuários anteriores ao momento em que agregamos os dados da métrica exibirão zeros.

Começamos a agregar dados para 360 propriedades em 1º de maio de 2016 e para propriedades padrão em 1º de setembro de 2016.

No entanto, isso não afeta o Relatório de visão geral do público-alvo, que agregou dados de usuários por um período muito mais longo.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.