Diretrizes para conteúdo adequado para publicidade

Se faz parte do Programa de parceiros do YouTube, pode rentabilizar com anúncios. Para serem adequados para publicidade, os vídeos têm de estar em conformidade com as Políticas do Programa de parceiros do YouTube, as Políticas do Programa do AdSense e as diretrizes para conteúdo adequado para publicidade descritas neste artigo.

Neste artigo, encontrará:

O YouTube é o local onde as pessoas querem ver vídeos. Com a biblioteca de vídeos mais atual, completa e atrativa da Web carregada por uma grande diversidade de criadores de todo o mundo, o YouTube também é o local onde milhares de marcas estabelecem contacto com os seus públicos.

Todos os vídeos carregados para o YouTube têm de estar em conformidade com os Termos de Utilização e as regras da comunidade.

Conteúdo não adequado para a maioria dos anunciantes

O YouTube recorre a tecnologia e a processos de aplicação de políticas para determinar se um vídeo é adequado para publicidade. Trabalhamos continuamente para tornar os nossos algoritmos o mais precisos possível e para compreender as subtilezas, incluindo para categorias como música, videojogos e notícias. A nossa intenção é tratar cada vídeo com base no contexto, incluindo conteúdo de natureza claramente cómica, educativa ou satírica.

Se o seguinte descrever alguma parte do seu vídeo ou metadados, incluindo o título, a miniatura ou as etiquetas, o vídeo pode não ser adequado para publicidade em conformidade com as Políticas do Programa do AdSense. Em alguns casos, o YouTube pode ainda optar por não apresentar anúncios de nenhum anunciante ou em nenhum formato.

Questões controversas e eventos sensíveis

O conteúdo de vídeo que inclua ou se foque em tópicos ou eventos sensíveis, incluindo, entre outros, guerra, conflitos políticos, terrorismo ou extremismo, morte e tragédias, abuso sexual, ainda que não sejam apresentadas imagens explícitas, não é geralmente adequado para anúncios. Por exemplo, vídeos sobre tragédias recentes, mesmo quando apresentados com objetivos noticiosos ou documentais, podem não ser adequados para publicidade devido ao assunto retratado.

Drogas e substâncias ou produtos perigosos

O conteúdo de vídeo que promova ou inclua a venda, a utilização ou o abuso de drogas ilegais, drogas ou substâncias regulamentadas, ou outros produtos perigosos, não é adequado para publicidade. Vídeos que refiram drogas ou substâncias perigosas para fins educativos, documentais ou artísticos são geralmente adequados para publicidade, desde que a utilização de drogas ou o abuso de substâncias não seja explícito ou glorificado.

Atos nocivos ou perigosos

O conteúdo de vídeo que promova atos nocivos ou perigosos que resultem em danos físicos, emocionais ou psicológicos graves, não é adequado para publicidade. Alguns exemplos incluem vídeos que retratem procedimentos cosméticos ou cirúrgicos dolorosos ou invasivos, ou partidas que envolvam assédio sexual ou humilhação.

Conteúdo de incitação ao ódio

O conteúdo de vídeo que promova a discriminação ou rebaixe ou humilhe um indivíduo ou um grupo de pessoas com base na raça, na origem étnica, na nacionalidade, na religião, na incapacidade, na idade, na veterania, na orientação sexual, na identidade de género, ou noutra caraterística associada a discriminação ou marginalização sistémica do indivíduo ou do grupo, não é adequado para publicidade. O conteúdo que consista numa sátira ou comédia pode estar isento; no entanto, simplesmente indicar a intenção cómica não é suficiente e esse conteúdo pode continuar a não ser adequado para publicidade.

Linguagem imprópria

O conteúdo de vídeo que contenha utilizações frequentes de linguagem obscena ou vulgar durante o vídeo pode não ser adequado para publicidade. A utilização ocasional de linguagem obscena não significa necessariamente que o vídeo não seja adequado para publicidade, mas o contexto é relevante.

Utilização indevida de personagens de entretenimento familiar

Os vídeos que representem personagens ou conteúdo de entretenimento familiar, animados ou de ação real, envolvidos em comportamentos violentos, sexuais, vis ou de qualquer outra forma impróprios, mesmo que tenham objetivos de comédia ou satíricos, não são adequados para publicidade.

Incendiário e humilhante

O conteúdo de vídeo gratuitamente incendiário, provocante ou humilhante pode não ser adequado para publicidade. Por exemplo, o conteúdo de vídeo que envergonhe ou insulte um indivíduo ou um grupo pode não ser adequado para publicidade.

Conteúdo de teor sexual

O conteúdo de vídeo que inclua conteúdo altamente sexualizado, por exemplo, conteúdo de vídeo em que o ponto central é a nudez, partes do corpo ou simulações sexuais, não é adequado para publicidade. O conteúdo que inclua brinquedos sexuais, dispositivos sexuais ou conversas explícitas sobre sexo também pode não ser adequado para publicidade, com exceções limitadas para vídeos não explícitos de educação sexual.

Violência

O conteúdo de vídeo cujo ponto central seja sangue, violência ou lesões, quando apresentados sem contexto adicional, não é adequado para publicidade. Geralmente, a violência no decurso normal de um vídeo de jogabilidade é aceitável para publicidade, mas as montagens em que a violência gratuita é o ponto central não é. Se mostrar conteúdo violento num contexto noticioso, educativo, artístico ou documental, esse contexto adicional é relevante.

Também oferecemos diversas ferramentas de segmentação por público-alvo e conteúdo que os anunciantes podem utilizar para controlar onde os anúncios aparecem no YouTube. A maioria dos anúncios é apresentada apenas em canais que façam parte do Programa de parceiros do YouTube. Em alguns casos, os anúncios também podem ser apresentados em vídeos que tenham sido revistos manualmente pela equipa de Políticas de Anúncios do YouTube ou em canais de parceiros selecionados que tenham sido revistos e aprovados.

Se considerar que desativámos anúncios no seu vídeo por engano, saiba como recorrer de vídeos marcados como "não adequados para publicidade".

Práticas recomendadas para a criação de conteúdo adequado para publicidade

Para além das Políticas e diretrizes acima, apresentamos algumas sugestões para o ajudar a garantir que o seu conteúdo é adequado para publicidade:

  • Deve respeitar as outras pessoas, incluindo os seus visitantes e as pessoas ou os grupos que possa incluir no seu vídeo.
  • Deve utilizar miniaturas e metadados precisos. Independentemente do conteúdo do seu vídeo, se o título ou a miniatura não estiverem em conformidade com estas diretrizes, o vídeo pode não ser adequado para publicidade.
  • Não deve incorporar anúncios próprios no seu vídeo, uma vez que isso viola as nossas Políticas de Publicidade. Saiba mais sobre a Política de Posicionamentos de Produtos Pagos.

O contexto é fundamental. Se o seu vídeo contém conteúdo potencialmente ofensivo ou controverso, ofereça informação suficiente aos seus visitantes para os ajudar a compreender o que estão a ver. Fornecer contexto adicional também nos pode ajudar a perceber se o seu conteúdo é adequado para publicidade.

Desativar anúncios para conteúdo não adequado para publicidade

Se pretender carregar conteúdo que não esteja em conformidade com estas diretrizes, deve desativar os anúncios em vídeos individuais. Esta opção permite-lhe desativar a rentabilização para os vídeos que não são adequados para publicidade e continuar a fazer parte do Programa de parceiros do YouTube.
Tenha em atenção que, se rentabilizar conteúdo que viole as nossas diretrizes, pode perder o acesso a funcionalidades de rentabilização.
Este artigo foi útil?
Como podemos melhorá-la?