Notificação

Receba respostas para suas perguntas rapidamente twittando ao @TeamYouTube em português. Estamos aqui para ajudar e trazer a você as últimas notícias e atualizações!

Política de discurso de ódio


 
A segurança dos criadores de conteúdo, espectadores e parceiros é nossa maior prioridade. Queremos a ajuda de todos para proteger esta comunidade dinâmica e única. É importante que você conheça nossas diretrizes da comunidade e entenda o papel que elas exercem na responsabilidade compartilhada de proteger o YouTube. Reserve um tempo para ler as políticas abaixo com atenção. Nesta página, você encontra uma lista completa das diretrizes.
Observação: anunciamos algumas mudanças nas políticas contra o discurso de ódio no dia 5 de junho de 2019. Saiba mais sobre elas neste link. A política abaixo foi atualizada com as novas regras.

O discurso de ódio não é permitido no YouTube. Não permitimos conteúdo que promova a violência ou o ódio contra indivíduos ou grupos com base em alguma das seguintes características, que indicam um status de grupo protegido pela política do YouTube:

  • Idade
  • Classe social
  • Deficiência
  • Etnia
  • Identidade e expressão de gênero
  • Nacionalidade
  • Raça
  • Situação de imigração
  • Religião
  • Sexo/gênero
  • Orientação sexual
  • Vítimas de um conflito violento em grande escala e os familiares dessas pessoas
  • Veteranos de guerra

Se você encontrar conteúdo que viola esta política, faça uma denúncia. Acesse este link para ver instruções sobre como denunciar violações às diretrizes da comunidade. Se você quiser denunciar mais de um vídeo ou comentário, é possível denunciar o canal.

O que esta política significa para você

Se você envia conteúdo

Não publique conteúdo no YouTube se o objetivo dele for:

  • Incentivar a violência contra pessoas ou grupos com base no status de grupo protegido. Consideramos incitações implícitas à violência como ameaças reais, e elas não são permitidas no YouTube. Saiba mais sobre nossas políticas de ameaças e assédio.
  • Incentivar o ódio contra pessoas ou grupos com base no status de grupo protegido.

Outros tipos de conteúdo que violam a política

  • Desumanizar indivíduos, chamando essas pessoas de sub-humanos ou fazendo comparações com animais, insetos, pragas, doenças ou outras entidades não humanas com base no status de grupo protegido delas.
  • Exaltar ou promover a violência contra indivíduos ou grupos com base no status de grupo protegido.
  • Usar insultos raciais, religiosos ou de qualquer outro tipo e estereótipos para incitar ou promover o ódio com base no status de grupo protegido de alguém. Isso inclui discursos, textos ou imagens que promovam estereótipos ou os representem como fatos.
  • Afirmar que pessoas ou grupos são fisicamente ou mentalmente inferiores, deficientes ou doentes com base no status de grupo protegido. Isso inclui declarações de que um grupo é problemático ou menos desenvolvido do que outro em termos de inteligência e capacidade, além do apoio à subjugação ou ao domínio sobre pessoas ou grupos com base no status de grupo protegido.
  • Promover a supremacia de ódio ao alegar a superioridade de um grupo sobre outros com status de grupo protegido para justificar violência, discriminação, segregação ou exclusão. Isso inclui conteúdo com propaganda supremacista de ódio, como o recrutamento de novos membros ou pedidos de apoio financeiro, além de vídeos de música promovendo essa ideologia nas letras, nos metadados ou nas imagens.
  • Promover teorias da conspiração afirmando que pessoas ou grupos são maus, corruptos ou maliciosos com base no status de grupo protegido.
  • Negar ou minimizar um conflito violento bem documentado ou a vitimização de pessoas causada por um evento desse tipo.
  • Atacar os interesses românticos, emocionais e/ou sexuais de uma pessoa ou grupo.

Conteúdo educativo, documental, científico e artístico

Conteúdo com discurso de ódio pode ser permitido se o vídeo tiver contexto educacional, documental, científico ou artístico. Esse contexto inclui condenar, refutar, mostrar opiniões contrárias ou satirizar discursos de ódio. Isso não deve ser considerado como um passe livre para promover esse tipo de discurso. Por exemplo:

  • Documentário sobre um grupo de ódio: é permitido publicar conteúdo educativo que não demonstre apoio ao grupo em questão nem promova as ideias dele. Documentários que promovam a violência ou o ódio não são permitidos.
  • Documentário sobre estudos científicos a respeito da raça humana: documentários que mostram como as teorias sobre a raça humana mudaram ao longo do tempo são permitidos na plataforma devido ao conteúdo educativo, mesmo que apresentem teorias sobre a inferioridade ou superioridade de determinados grupos. No entanto, não permitimos a publicação de documentários que afirmem existir evidências científicas atuais de que um indivíduo ou grupo é inferior ou sub-humano.
  • Filmagens históricas de um evento, como a Segunda Guerra Mundial, que não promovam a violência ou o ódio.

A política é aplicável a vídeos, descrições, comentários, transmissões ao vivo e qualquer outro produto ou recurso do YouTube. Essas políticas também se aplicam a links externos no seu conteúdo. Isso inclui URLs clicáveis, direcionamento verbal dos usuários para outros sites no vídeo, entre outros. 

Para conteúdo educativo, documental, científico e artístico que inclua discurso de ódio, o contexto precisa aparecer nas imagens ou no áudio do próprio vídeo. Fornecer esses detalhes no título ou na descrição não é suficiente.

Monetização e outras penalidades

Em alguns casos raros, podemos remover o conteúdo ou aplicar outras penalidades quando o criador de conteúdo:

  • incentiva repetidamente o público a ter comportamento abusivo;
  • faz envio recorrente de conteúdo que insulta, ataca ou abusa de pessoas com base no status de grupo protegido;
  • expõe pessoas com status de grupo protegido a riscos ou perigo físico com base no contexto político ou social do local;
  • cria conteúdo que afeta negativamente o ecossistema do YouTube, incitando continuamente a hostilidade contra pessoas com status de grupo protegido para ganhos financeiros pessoais.

Exemplos

Veja abaixo alguns exemplos de discurso de ódio não permitidos no YouTube.

  • "Que bom que [um evento violento] aconteceu. Essas pessoas mereceram isso [referindo-se às pessoas com status de grupo protegido]".
  • "[Pessoas com status de grupo protegido] são um lixo" ou "[Pessoas com status de grupo protegido] são animais".

Mais exemplos

  • "Vai lá e enche [uma pessoa com status de grupo protegido] de porrada".
  • "Todos as pessoas do [grupo com status de grupo protegido] são criminosos e bandidos".
  • "[Pessoas com status de grupo protegido] são a escória da Terra".
  • "[Pessoas com status de grupo protegido] são uma praga".
  • "[Pessoas com status de grupo protegido] são menos inteligentes do que nós, porque têm cérebros menores".
  • "[As pessoas com status de grupo protegido] ameaçam nossa existência, por isso devem ser expulsas sempre que possível".
  • "[As pessoas com status de grupo protegido] têm um plano para dominar o mundo e se livrar de nós".
  • "[O status de grupo protegido] é só uma forma de doença mental que precisa ser curada".
  • "[Uma pessoa com status de grupo protegido] deve ser proibida de entrar em escolas porque não merece receber educação".
  • "Todas as supostas 'vítimas' desse evento violento são atores. Ninguém se machucou, isso é apenas uma farsa.”
  • "Pessoas morreram no evento, mas foi um número realmente insignificante".
  • Gritar "[pessoas com status de grupo protegido] são pragas!" para uma pessoa, independentemente de ela ter ou não o status de grupo protegido. 
  • Conteúdo de videogame desenvolvido ou modificado (“mod”) com objetivo de promover a violência ou o ódio contra um grupo de pessoas com base nas características mencionadas acima.

Esses são apenas exemplos. Não publique conteúdo se acreditar que ele pode violar esta política.

O que acontece se o conteúdo violar esta política?

Nesse caso, ele será removido e você vai receber uma notificação por e-mail. Se não for possível confirmar a segurança de um link, ele também será removido. Caso o vídeo ou os metadados dele contiverem URLs com violações, vamos remover o conteúdo.

Se essa for sua primeira violação das diretrizes da comunidade, é provável que seu canal receba apenas um alerta, sem nenhuma penalidade. Você terá a chance de fazer um treinamento sobre a política para que o alerta expire após 90 dias. Esse período começa a partir da conclusão do treinamento, e não quando o alerta é emitido. No entanto, se a mesma política for violada dentro desse período, o alerta não vai expirar e seu canal receberá um aviso. Se você violar outra política após concluir o treinamento, receberá um novo alerta.

Se você receber três avisos no período de 90 dias, seu canal será encerrado. Saiba mais sobre o sistema de avisos.

Poderemos encerrar seu canal ou conta por violações recorrentes das diretrizes da comunidade ou dos Termos de Serviço, bem como por um caso único de abuso grave ou se o canal for dedicado a uma violação da política. Podemos impedir que usuários que cometem violações com frequência façam treinamentos sobre políticas no futuro. Saiba mais sobre encerramentos de canal ou conta.

Se considerarmos que o conteúdo do seu canal se aproxima do discurso de ódio, os recursos do YouTube disponíveis para ele serão limitados. Saiba mais sobre isso neste link.

Isso foi útil?

Como podemos melhorá-lo?
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal