Política de Incitação ao Ódio


 
Embora sempre tenhamos tido políticas que proíbem a incitação ao ódio no YouTube, a 5 de junho, anunciámos algumas alterações às nossas Políticas de Incitação ao Ódio. Pode saber mais acerca destas alterações aqui. A política abaixo foi atualizada com essas alterações.

Não é permitida incitação ao ódio no YouTube. Removemos conteúdo que promove a violência ou o ódio contra pessoas ou grupos com base em qualquer um dos seguintes atributos:

  • Idade
  • Classe social
  • Deficiência
  • Etnia
  • Identidade e expressão de género
  • Nacionalidade
  • Raça
  • Estatuto de imigrante
  • Religião
  • Sexo/género
  • Orientação sexual
  • Vítimas de um grande evento violento e respetivos familiares
  • Estatuto de veterano

Se encontrar conteúdos que violem esta política, denuncie os mesmos. As instruções para denunciar as violações às regras da comunidade estão disponíveis aqui. Se encontrar vários vídeos, comentários ou um canal completo de um criador que pretende denunciar, visite a nossa ferramenta de denúncias.

O que isto significa para si

Se publicar conteúdo

Não publique conteúdo no YouTube se o objetivo for praticar uma ou mais das seguintes ações:

  • Incentivo à violência contra pessoas ou grupos com base em qualquer um dos atributos mencionados acima. Não permitimos ameaças no YouTube e tratamos apelos implícitos à violência como ameaças reais. Pode saber mais sobre as nossas Políticas sobre Ameaças e Assédio.
  • Incentivo ao ódio contra pessoas ou grupos com base em qualquer um dos atributos mencionados acima.

Outros tipos de conteúdo que violam esta política

  • Que desumanize pessoas ou grupos ao chamá-los de sub-humanos, compará-los a animais, insetos, pragas, doenças ou qualquer outra entidade não humana.
  • Elogio ou celebração de violência contra pessoas ou grupos com base nos atributos mencionados acima.
  • Utilização de insultos e estereótipos raciais, religiosos ou outros que incitem ou promovam o ódio com base em qualquer um dos atributos mencionados acima.Isto pode assumir a forma de discurso oral, texto ou imagens que promovam estes estereótipos ou que os considerem factuais.
  • Afirmação de que indivíduos ou grupos são fisicamente ou mentalmente inferiores, deficientes ou doentes com base em qualquer um dos atributos mencionados acima. Isto inclui afirmações de que um grupo é inferior a outro, chamá-los de menos inteligentes, menos capazes ou defeituosos.
  • Alegar superioridade de um grupo sobre aqueles com qualquer um dos atributos mencionados acima para justificar violência, discriminação, segregação ou exclusão.
  • Teorias de conspiração que atribuam intenção maldosa, desonesta ou maliciosa a pessoas ou grupos com base em qualquer um dos atributos mencionados acima.
  • Pedir a subjugação ou o domínio sobre indivíduos ou grupos com base em qualquer um dos atributos mencionados acima.
  • Negar que um evento violento e bem documentado ocorreu.
  • Ataques à atração emocional, romântica e/ou sexual de uma pessoa por outra. 
  • Conteúdo que contenha propaganda supremacista de incitação ao ódio, incluindo o recrutamento de novos membros ou a solicitação de apoio financeiro para a sua ideologia.
  • Vídeos de música que promovam supremacia com incitação ao ódio nos seus metadados, letras ou imagens.

Conteúdo educativo

Podemos permitir conteúdo que inclua incitação ao ódio se o objetivo principal for de natureza educativa, documental, científica ou artística. Isto não é um livre-trânsito para promover a incitação ao ódio. Os exemplos incluem:

  • Um documentário sobre um grupo de ódio: conteúdo educativo que não apoie o grupo nem promova ideias seria permitido. Um documentário que promova a violência ou o ódio não seria permitido.
  • Um documentário sobre o estudo científico dos seres humanos: um documentário sobre como as teorias mudaram ao longo do tempo, mesmo que inclua teorias sobre a inferioridade ou a superioridade de grupos específicos, seria permitido porque é educativo. Não permitiremos um documentário que afirme que existem provas científicas atuais de que uma pessoa ou um grupo é inferior ou sub-humano.
  • Filmagens de eventos históricos, como a 2.ª Guerra Mundial, que não promovam violência ou ódio.

Esta política aplica-se a vídeos, descrições de vídeos, comentários, streams em direto e qualquer outro produto ou funcionalidade do YouTube. Para conteúdo educativo que inclua incitação ao ódio, este contexto deve aparecer nas imagens ou no áudio do próprio vídeo. Fornecê-lo no título ou na descrição não é suficiente.

Exemplos

Seguem-se alguns exemplos de incitação ao ódio não permitidos no YouTube.

  • "Ainda bem que este [evento violento] aconteceu. Tiveram o que mereciam [ao fazer referência a pessoas com os atributos mencionados acima]."
  • "[Pessoas com os atributos mencionados acima] são cães" ou "[pessoas com os atributos mencionados acima] são como animais".

Mais exemplos

  • "Saiam para a rua e esmurrem uma pessoa [pessoa com os atributos mencionados acima]."
  • "Todas as pessoas de [grupos com os atributos mencionados acima] são criminosas e marginais."
  • "As [pessoas com os atributos mencionados acima] são a escumalha da sociedade."
  • "As [pessoas com os atributos mencionados acima] são uma doença."
  • "As [pessoas com os atributos mencionados acima] são menos inteligentes do que nós porque têm cérebros mais pequenos".
  • "A nossa existência é ameaçada por pessoas de [grupo com qualquer um dos atributos mencionados acima], por isso, devemos expulsá-las sempre que possível".
  • "[Grupo com qualquer um dos atributos mencionados acima] tem um plano para dominar o mundo e livrar-se de nós."
  • "[Atributo mencionado acima] é apenas uma doença mental que tem de ser curada".
  • "As [pessoas com qualquer um dos atributos mencionados acima] não devem ser ensinadas nas escolas porque não devem ser ensinadas de todo."
  • "Todas as alegadas vítimas deste evento violento são atores. Ninguém se magoou e isto é apenas uma operação de falsa bandeira."
  • Gritar "Pessoas com deficiências são uma praga!" para uma determinada pessoa, mesmo que esta não tenha uma deficiência. 
  • Acusar alguém de "fingir" quando esta manifesta a sua expressão ou identidade de género.
  • "Todas as alegadas vítimas deste evento são atores. Ninguém se magoou."
  • Gritar "[pessoas com os atributos mencionados acima] são uma praga" para uma determinada pessoa, independentemente do facto de esta ter ou não os alegados atributos.
  • Conteúdo de videojogos que tenha sido criado ou modificado ("modded") para promover violência ou ódio para com um grupo com qualquer um dos atributos mencionados acima.

Tenha em atenção que estes são apenas alguns exemplos e não publique conteúdo se achar que o mesmo pode violar esta política.

O que acontece quando o conteúdo viola esta política

Se o conteúdo violar esta política, removemos o conteúdo e enviamos-lhe um email com essa informação. Se esta for a primeira vez que publicou conteúdo que viola as nossas regras da comunidade, receberá um aviso sem penalizações para o canal. Caso contrário, emitiremos uma advertência contra o canal. Se receber 3 advertências, o canal será encerrado. Pode saber mais sobre o sistema de advertências aqui.

Se acharmos que o seu conteúdo está perto da incitação ao ódio, podemos limitar as funcionalidades do YouTube disponíveis para o conteúdo em questão. Pode saber mais sobre funcionalidades limitadas aqui.

 Visite a Academia de criadores para saber mais

Gostaria de aprender sobre as nossas regras da comunidade através de vídeos e questionários? Consulte o nosso curso da Academia de criadores.

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?