Notificação

A tag "Google Analytics: configuração do GA4" agora é a tag do Google. As tags de configuração do GA4 em um contêiner da Web serão migradas automaticamente a partir de setembro. Sua medição não vai mudar, e você não precisa fazer nada. Saiba mais

Eficiência do contêiner

Para garantir a instalação correta do Gerenciador de tags, mantenha uma quantidade razoável de configurações de tags em cada contêiner. Para contêineres com uma grande quantidade de tags, variáveis e/ou acionadores definidos ou tags HTML personalizadas muito grandes, um indicador de tamanho aparecerá nas páginas "Versões" do Gerenciador de tags. Se o valor desse indicador for maior do que 70%, será preciso otimizar a configuração do contêiner.

Limpar o contêiner

Combine várias tags similares com configurações ligeiramente diferentes em uma única tag que use variáveis para definir os valores de determinados campos de maneira dinâmica. Por exemplo: 10 tags semelhantes, cada uma configurada com um acionador que solicita o disparo de cada tag em 10 páginas diferentes, podem ser combinadas em um único conjunto tag/acionador sob uma variável de tabela de consulta para definir os valores dos campos relevantes.

Remova todas as tags e variáveis que não forem mais necessárias. Se uma tag, uma variável ou um acionador nunca tiverem sido usados, significa que estão ocupando espaço desnecessariamente no contêiner.

Embora seja útil consolidar tags e variáveis da tabela de consulta, uma tabela de pesquisa muito longa também pode prejudicar o desempenho. Na maioria dos casos, é possível diminuir o tamanho dessas variáveis com uma variável da tabela RegEx.

Divida os contêineres grandes de vários sites (ou seções de sites muito grandes) em contêineres menores. Os clientes do Google Analytics 360 podem usar zonas para carregar vários contêineres de maneira condicional.

Usar códigos personalizados de modo inteligente

Minimize ou elimine o uso de tags HTML e variáveis JavaScript personalizadas. Na maioria dos casos, é mais eficiente usar um modelo de tag aceito. Sempre que possível, utilize modelos de tag, variáveis e acionadores incorporados, em vez de um código personalizado.

Se você precisar usar tags HTML e/ou variáveis JavaScript personalizadas, tente melhorar a eficiência do código.

Evite incluir código JavaScript estático no Gerenciador de tags do Google. Esse tipo de código é mais eficiente quando adicionado a um arquivo externo, onde pode ser veiculado por uma CDN e armazenado em cache no navegador da Web.

Implementar a inclusão de tags no servidor

Se você tiver que manter um grande número de tags em seu site, transfira algumas delas para um servidor de tags.

A inclusão de tags no servidor oferece as seguintes vantagens:

  • A velocidade da página melhorou, já que a quantidade de códigos externos carregados no navegador do usuário diminuiu muito.
  • As políticas de segurança de conteúdo podem ser mais restritivas, porque o navegador não precisa mais se comunicar diretamente com os domínios do fornecedor.
  • A privacidade é aprimorada porque os dados pessoais, como o endereço IP do usuário, podem ser removidos das informações enviadas ao fornecedor.
  • Os cookies podem ficar mais seguros e duráveis porque são definidos no seu próprio domínio e não pelo JavaScript na página.

Se você quiser testar a inclusão de tags no servidor, faça o curso gratuito: Noções básicas sobre a inclusão de tags no servidor.

 

Isso foi útil?

Como podemos melhorá-lo?
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
16476393038034946525
true
Pesquisar na Central de Ajuda
true
true
true
true
true
102259