Impedir que e-mails para usuários do Gmail sejam bloqueados ou enviados para a pasta "Spam"

O título anterior deste artigo era Diretrizes para remetentes em massa.

As diretrizes deste artigo ajudam a garantir que suas mensagens sejam entregues na Caixa de entrada do Gmail. Use as dicas deste artigo para reduzir a probabilidade de que o Gmail bloqueie suas mensagens ou marcá-las como spam.

Estas diretrizes são recomendadas para quem envia e-mails para usuários do Gmail. Um usuário do Gmail é qualquer pessoa com um destes tipos de conta do serviço:

  • Uma conta pessoal do Gmail que termine em @gmail.com
  • Uma conta de trabalho ou escola do Gmail no G Suite (os endereços de e-mail das contas de trabalho ou escolares do G Suite não incluem @gmail.com)

Seguir as diretrizes deste artigo reduz a chance de o Gmail:

  • limitar sua taxa de envio;
  • bloquear suas mensagens;
  • marcar suas mensagens como spam.

Observação: o Gmail não aceita pedidos de autorização de remetentes de e-mails. Não garantimos que as mensagens passarão pelos filtros de spam do Gmail.

Você usa uma conta do G Suite para enviar e-mails? Leia a política de spam e abuso do G Suite. Ela faz parte da Política de Uso Aceitável do G Suite.

Este artigo não inclui soluções para os seguintes problemas:

Se você usa um provedor de serviços de e-mail para seu domínio

Verifique se o provedor segue as diretrizes neste artigo. Grandes provedores de e-mail, como Gmail, AOL e Yahoo, geralmente seguem estas diretrizes.

Se você usa um provedor de domínio, mas gerencia seu serviço de e-mail:

  • leia e siga as práticas recomendadas neste artigo ao enviar e-mails para os usuários do Gmail;
  • use o Postmaster Tools para monitorar informações sobre mensagens enviadas do seu domínio para usuários do Gmail.

Seguir as práticas recomendadas ao enviar e-mails para o Gmail

Se você quiser reduzir a chance de que as mensagens do seu domínio sejam enviadas para a pasta "Spam" ou bloqueadas pelo Gmail, siga as práticas recomendadas nesta seção.

Configure registros DNS reversos válidos dos endereços IP que apontam para seu domínio.

O ideal é enviar todas as mensagens do mesmo endereço IP. Se você precisar enviar mensagens de vários endereços IP, use endereços IP diferentes de acordo com o tipo de mensagem. Por exemplo, use um endereço IP para enviar notificações da conta e outro para enviar mensagens promocionais.

Não misture tipos diferentes de conteúdo nas mesmas mensagens. Por exemplo, não inclua conteúdo sobre futuras vendas nas mensagens com recibos de compra.

As mensagens da mesma categoria devem ter o mesmo endereço de e-mail no cabeçalho De:. Por exemplo, as mensagens de um domínio chamado sua-empresa.net podem ter um cabeçalho De: como este:

  • Mensagens de recibo de compra: recibo@sua-empresa.net
  • Mensagens promocionais: ofertas@sua-empresa.net
  • Mensagens de notificação da conta: alertas@sua-empresa.net

Verifique regularmente se seu domínio está listado como não seguro na Navegação segura do Google. Para verificar o status do domínio, digite-o na página Status do site no Navegação segura. Verifique também qualquer domínio vinculado ao seu.

Não envie exemplos de mensagem de phishing nem campanhas de teste do seu domínio. A reputação do domínio pode ser afetada negativamente, e ele pode ser adicionado a listas de bloqueio da Internet.

Não se passe por outro domínio ou remetente sem permissão. Essa prática é chamada de spoofing e pode fazer com que o Gmail classifique as mensagens como spam.

Para impedir que mensagens válidas sejam marcadas como spam:

  • As mensagens que têm um endereço De na lista de contatos do destinatário têm menos probabilidade de serem marcadas como spam.
  • Ocasionalmente, mensagens válidas são marcadas como spam. Os destinatários podem marcar mensagens válidas como não sendo spam para que as futuras mensagens do remetente sejam entregues na Caixa de entrada.

Confirmar que suas mensagens estão autenticadas

As mensagens autenticadas têm menos probabilidade de serem marcadas como spam. As mensagens autenticadas:

  • ajudam a proteger os destinatários contra e-mails maliciosos, como mensagens de phishing;
  • têm menos probabilidade de serem rejeitadas ou marcadas como spam pelo Gmail.

Os métodos de autenticação são configurados no seu provedor de domínio, não no Gmail. Se você usa um serviço de hospedagem de domínio ou um provedor de e-mail, siga as instruções do provedor para configurar a autenticação. Configure a autenticação para cada um dos seus domínios de envio.

Para diminuir a chance de que suas mensagens sejam marcadas como spam, configure estes métodos de autenticação:

  • Publique um registro SPF para seu domínio. O SPF impede que os criadores de spam enviem mensagens não autorizadas que pareçam ser do seu domínio.
  • Ative a assinatura DKIM para suas mensagens. Os servidores de recebimento usam o DKIM para verificar se o proprietário do domínio realmente enviou a mensagem. Importante: o Gmail exige uma chave DKIM de pelo menos 1.024 bits.
  • Publique um registro DMARC para seu domínio. O DMARC ajuda os remetentes a proteger os domínios contra o spoofing de e-mails.

Para que o SPF e o DKIM autentiquem uma mensagem, o cabeçalho De: dela precisa corresponder ao domínio de envio. As mensagens precisam passar na verificação SPF ou DKIM para serem autenticadas.

Enviar e-mails para usuários engajados

Envie e-mails apenas para usuários que optaram por receber e ler suas mensagens. Eles têm menos probabilidade de marcar as mensagens do seu domínio como spam.

Se elas forem denunciadas como spam com frequência, as futuras mensagens terão maior probabilidade de serem enviadas para a pasta "Spam". Muitas denúncias de spam podem prejudicar a reputação do seu domínio.

Veja informações detalhadas sobre a reputação do IP e do domínio no Postmaster Tools.

Confirmar que os usuários se inscreveram para receber seus e-mails

Use estes métodos para garantir que você está enviando e-mails para usuários engajados:

  • Confirme que os usuários optaram por receber seus e-mails.
  • Confirme o endereço de e-mail de cada destinatário antes de fazer a inscrição.
  • Considere a possibilidade de enviar mensagens periodicamente para confirmar que os usuários querem continuar recebendo seus e-mails.
  • Considere a possibilidade de cancelar a inscrição dos usuários que não leem suas mensagens.

Permitir que os usuários cancelem a inscrição

Sempre ofereça aos usuários uma forma de cancelar a inscrição nas suas mensagens e simplifique esse procedimento. Permitir que os usuários recusem suas mensagens pode melhorar as taxas de abertura de mensagens, as taxas de cliques e a eficiência do envio.

Estes são alguns métodos de cancelamento de inscrição recomendados:

  • Inclua um link visível na mensagem que direcione os usuários para uma página onde é possível cancelar a inscrição.
  • Permita que os usuários analisem as listas de e-mails em que estão inscritos. Permita que eles cancelem a inscrição em listas específicas ou em todas as listas de uma só vez.
  • Cancele automaticamente a inscrição de usuários com várias mensagens com erro na entrega.
  • Envie periodicamente uma mensagem de confirmação aos usuários para garantir que eles ainda querem receber suas mensagens.

Usar o cancelamento de inscrição com um clique

Para permitir que os usuários cancelem a inscrição no Gmail, configure o cancelamento com um clique. Inclua um destes cabeçalhos ou ambos nas suas mensagens:

List-Unsubscribe-Post: List-Unsubscribe=One-Click
List-Unsubscribe: <https://sua-empresa.net/cancelarinscricao/exemplo>

Se você incluir os dois cabeçalhos, o Gmail usará o que estiver listado primeiro.

Quando um usuário cancelar a inscrição com um clique, você receberá esta solicitação POST:

"POST /cancelarinscricao/exemploHTTP/1.1
Host: sua-empresa.net
Content-Type: application/x-www-form-urlencoded
Content-Length: 26
List-Unsubscribe=One-Click"

Saiba mais sobre os cabeçalhos "List-Unsubscribe":

Evitar estas práticas

  • Não compre endereços de e-mail de outras empresas.
  • Não envie e-mails para usuários que não se inscreveram para receber mensagens suas. Os destinatários podem marcar mensagens indesejadas como spam. Futuras mensagens do seu servidor para esses usuários serão marcadas como spam.
  • Evite formulários de permissão que são marcados por padrão e inscrevem os usuários automaticamente. Verifique se o país ou a região tem restrições para a permissão automática. Verifique as leis do país ou da região antes de aceitar os usuários automaticamente.

Monitorar os remetentes que usam seu serviço de e-mail

Observação: esta prática recomendada é para provedores de serviços de e-mail.

Quando os remetentes usam seu serviço para enviar e-mails, você é responsável pela atividade de e-mail do remetente. Faça o seguinte:

  • Forneça um endereço de e-mail para os destinatários das mensagens denunciarem abusos. Por exemplo, abuso@sua-empresa.net.
  • Mantenha as informações de contato atualizadas no seu registro WHOIS e em abuse.net.
  • Remova imediatamente qualquer usuário ou cliente que use seu serviço para enviar spam.

Monitorar os profissionais de marketing de afiliados

Os programas de marketing de afiliados oferecem recompensas para empresas ou indivíduos que enviam visitantes para seu site. No entanto, os criadores de spam podem se aproveitar desses programas.

Se sua marca está associada a spam de marketing, outros e-mails enviados por você podem ser marcados como spam. Monitore os afiliados e remova os que enviarem spam.

Formatar suas mensagens para a entrega na Caixa de entrada

Estas diretrizes de formatação de mensagens aumentam a probabilidade de que o Gmail entregue suas mensagens na Caixa de entrada e não na pasta "Spam":

  • Formate as mensagens de acordo com o padrão de formato da Internet (RFC 5322).
  • Se suas mensagens estiverem em HTML, formate-as de acordo com os padrões HTML.
  • Não use HTML e CSS para ocultar conteúdo nas suas mensagens. Ocultar conteúdo pode fazer as mensagens serem marcadas como spam.
  • Os cabeçalhos From: das mensagens devem incluir apenas um endereço de e-mail, como neste exemplo:
    De: notificacoes@sua-empresa.net 
  • Inclua um campo de cabeçalho "Message-ID" válido em todas as mensagens (RFC 5322).
  • Os links no corpo das mensagens devem ser visíveis e fáceis de entender. Os usuários devem saber para onde serão direcionados quando clicarem nos links.
  • As informações do remetente devem estar claras e visíveis.
  • Os assuntos das mensagens devem ser relevantes e não enganosos.
  • Formate domínios internacionais de acordo com as diretrizes altamente restritivas na seção 5.2 da especificação Unicode Technical Standard #39 (em inglês):
    • Domínio de autenticação
    • Domínio "De" do envelope
    • Domínio payload
    • domínio de resposta
    • Domínio do remetente

Aumentar o volume de envio lentamente

Se você envia muitas mensagens, recomendamos o seguinte:

  • Envie um volume consistente de e-mails. Evite aumentos repentinos no volume de e-mails enviados.
  • Comece com um volume de envio baixo e aumente lentamente.
  • À medida que você aumentar o volume de e-mails enviados, monitore regularmente a taxa de envio e as respostas recebidas. Dessa forma, será possível diminuir o volume de envio quando a taxa de envio for limitada ou você começar a ver erros.

À medida que você aumentar o volume de e-mails, use o Postmaster Tools para monitorar o desempenho dos e-mails.

Importante: aumentar o volume de envio muito rapidamente pode resultar em problemas na entrega.

Estes fatores afetam a rapidez com que você pode aumentar o volume de envio:

  • Quantidade de e-mails enviados: quanto mais e-mails você envia, mais lentamente deve aumentar o volume de envio.
  • Frequência dos e-mails enviados: você pode aumentar o volume de envio mais rapidamente enviando e-mails com frequência diária em vez de semanal.
  • Feedback dos destinatários sobre as mensagens: envie mensagens apenas para os usuários que se inscreverem nos seus e-mails e ofereça a opção de cancelar a inscrição.

Seguir as práticas de IP recomendadas

Siga estas práticas recomendadas para servidores de e-mail que enviam mensagens para usuários do Gmail:

Verificar o registro PTR do servidor de envio

Importante: o endereço IP de envio precisa ser o mesmo endereço IP do nome do host especificado no registro PTR. Os registros PTR também são chamados de registros DNS reversos.

Seu endereço IP de envio precisa ter um registro PTR. Os registros PTR verificam se o nome do host de envio está associado ao endereço IP de envio. Cada endereço IP precisa mapear para um nome do host no registro PTR.

Verifique se há um registro PTR com a ferramenta intoDNS.

Monitorar o volume de e-mails enviados

Importante: nas contas de trabalho e escolares, os limites de envio são aplicáveis mesmo quando os destinatários estão em domínios do G Suite diferentes. Por exemplo, você pode enviar e-mails para usuários com endereços de e-mail que tenham os domínios sua-empresa.net e outra-empresa.com. Embora sejam diferentes, se os dois domínios tiverem google.com como registro MX, as mensagens enviadas para eles serão contabilizadas no seu limite.

Se você usa o G Suite ou o Gmail para o envio: quando você atinge o limite de envio, o G Suite limita a taxa de envio de mensagens para esse endereço IP.

Siga estas recomendações para se manter dentro dos limites de IP de envio:

  • Confirme os limites de envio de e-mails ao enviar domínios de um host MX do Google.com.
  • Limite o envio de e-mails de um único endereço IP com base no domínio do registro MX, não no domínio do endereço de e-mail do destinatário.
  • Monitore as respostas para alterar as taxas de envio de acordo com os limites.

Monitorar a reputação do endereço IP compartilhado

Um endereço IP compartilhado é um endereço IP usado por mais de um remetente de e-mail. A atividade de todos os remetentes no IP compartilhado afeta a reputação de todos os usuários do IP.

Se você usa um IP compartilhado para enviar e-mails, a reputação negativa de qualquer outro remetente afeta sua reputação. Uma reputação negativa pode afetar sua taxa de entrega.

Se você usa um IP compartilhado para enviar e-mails, siga estas etapas:

  • Confirme que o endereço IP não está em uma lista de bloqueio da Internet. As mensagens enviadas por IPs em uma lista de bloqueio podem ser marcadas como spam.
  • Se você usa um provedor de serviços de e-mail para seu IP compartilhado, use o Postmaster Tools para monitorar a reputação desse IP.

Usar o Postmaster Tools para monitorar os e-mails enviados

Use o Postmaster Tools para ver informações sobre os e-mails que você envia para os usuários do Gmail. Por exemplo:

  • Quando os usuários marcam suas mensagens como spam
  • Por que suas mensagens podem não ser entregues
  • Se suas mensagens estão autenticadas
  • A reputação do seu domínio ou IP e o impacto nas taxas de entrega de mensagens

Resolver problemas na entrega de e-mails

Se você usa um provedor de serviços de e-mail

Se você usa um provedor de serviços de e-mail e está com problemas de entrega, entre em contato com o provedor. Verifique se ele segue as práticas recomendadas neste artigo.

Usar o MX Toolbox para verificar as configurações do domínio

Use o G Suite Toolbox para verificar e corrigir as configurações do seu domínio.

Corrigir a origem do e-mail rejeitado

Se suas mensagens forem rejeitadas, você talvez receba uma mensagem de erro. Saiba mais sobre o erro para corrigir o problema. Estas são algumas mensagens de erro comuns:

  • 421, "4.7.0": as mensagens são rejeitadas porque o endereço IP do servidor de envio não está na lista de permissões do domínio do destinatário.
  • 550, "5.7.1": as mensagens são rejeitadas porque o endereço IP do servidor de envio está em uma lista de IPs suspensos. Você pode receber esse erro ao enviar e-mails de um IP compartilhado com uma reputação ruim.

Saiba mais sobre e-mails e mensagens de erro SMTP:

Corrigir erros de autorização do IPv6

Um erro de autorização do IPv6 pode significar que o registro PTR do servidor de envio não está usando o IPv6. Se você usa um provedor de serviços de e-mail, confirme que ele usa um registro PTR do IPv6.

Este é um exemplo de um erro de autorização do IPv6:
550-5.7.1: a mensagem não atende às diretrizes de envio do IPv6 relacionadas à autenticação e aos registros PTR.

Usar a ferramenta de solução de problemas

Caso você ainda tenha problemas de entrega de e-mails depois de seguir as diretrizes neste artigo, consulte Solução de problemas para remetentes com problemas na entrega de e-mails.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?