Sobre a configuração de remarketing

Com o remarketing, é possível alcançar pessoas que já acessaram seu site ou usaram seu aplicativo. Os antigos visitantes ou usuários podem ver os anúncios quando eles navegam em sites que fazem parte da Rede de Display do Google ou pesquisam termos relacionados aos seus produtos ou serviços no Google.

Este artigo oferece uma visão geral das quatro etapas necessárias para criar campanhas de remarketing.

Antes de começar

Se você configurou a tag do Google Ads para remarketing na nova experiência, ela será composta por uma tag global do site e um snippet de evento opcional. Se a tag anterior do Google AdWords estiver instalada no seu site que usa JavaScript, ela continuará funcionando. No entanto, recomendamos mudar para a nova. Saiba mais sobre as alterações na tag de remarketing do Google Ads.

Para a maioria dos usuários, agora o gerenciamento de contas só pode ser feito na nova experiência do Google Ads. Se você ainda estiver utilizando a experiência anterior do Google AdWords, selecione a opção Anterior abaixo. Saiba mais

Para usar o remarketing, você precisa escolher um tipo de campanha que seja permitido.

Campanhas da Rede de Display

Para usar o remarketing na Rede de Display, escolha "Apenas na Rede de Display" > "Objetivos de marketing" > "Impulsionar ação" > "Comprar no seu website" ao criar sua campanha.

Campanhas da rede de pesquisa

Para usar as listas de remarketing em anúncios da Rede de Pesquisa, escolha "Apenas na Rede de Pesquisa - todos os recursos" como seu tipo de campanha ao criar sua campanha. Se você tiver uma campanha "Apenas na rede de pesquisa - padrão" ou "Rede de pesquisa com exibição em Display - padrão", não poderá adicionar listas de remarketing a ela.

Adicionar a tag do Google Ads a um site ou aplicativo

Para começar a usar o remarketing, configure uma origem de público-alvo para seu site ou aplicativo.

Os snippets de tag de remarketing são pequenos blocos de código que você recebe ao codificar seu site para remarketing nas origens de público-alvo. Assim que tiver esses snippets, você poderá adicioná-los ao site. Se quiser implementá-los em apps para dispositivos móveis, configure o remarketing usando um SDK e segmente os públicos-alvo no aplicativo de acordo com os eventos que você definir. Saiba mais sobre o remarketing dinâmico para aplicativos.

Snippet de evento

Depois de adicionar a tag global do site, você poderá enviar mais dados ao Google Ads para aplicar o remarketing e o acompanhamento de conversões usando o comando "event". O snippet de evento permite capturar os eventos e os parâmetros associados, que poderão ser usados para criar listas de remarketing.
Por exemplo, é possível usar esse snippet para criar uma lista de públicos-alvo segmentando os usuários cadastrados no seu site. Dependendo do tipo da sua empresa, você precisará passar dados específicos ao Google Ads por meio desse snippet. Saiba como usar os parâmetros de evento para seu tipo de negócio.

Começar a usar listas de remarketing

Depois que configurar uma origem de público-alvo, você estará pronto para criar uma lista de remarketing.

É possível criá-las para diferentes categorias de visitantes. Por exemplo, você pode ter uma lista com os visitantes da página da sua categoria de produtos mais conhecida e atribuir a ela o nome de "Lista da categoria mais conhecida". Assim, o snippet de remarketing informa ao Google Ads que deve salvar os visitantes na "Lista da categoria mais conhecida". Quando as pessoas acessarem essa página, o ID do cookie delas será adicionado à lista de remarketing.

Saiba como criar uma lista de remarketing do site.

Listas de remarketing criadas automaticamente pelo Google Ads

Quando você configura sua primeira campanha de remarketing, o Google Ads cria listas de remarketing padrão. Essas listas geradas permitem que você comece a segmentar imediatamente as listas nos seus grupos de anúncios. Saiba mais sobre as listas de remarketing criadas de forma automática que estão disponíveis para você.

Estas são as principais listas de remarketing padrão a serem consideradas para sua primeira campanha de remarketing:

  • Todos os visitantes: essa lista é preenchida usando todos os valores de todos os parâmetros na sua implementação de tags de remarketing e inclui "As pessoas que visitaram sua páginas com snippets de evento de remarketing".
  • Todos os conversores: essa lista é preenchida automaticamente usando sua tag de acompanhamento de conversões e inclui "Qualquer pessoa que realizou uma conversão no seu site". Se você não tiver configurado o acompanhamento de conversões, a lista estará vazia.
  • Lista otimizada do Google Ads: trata-se de uma lista de combinação, composta por vários públicos-alvo das fontes disponíveis em uma única lista de remarketing. Para criar essa lista, você precisa conectar pelo menos uma fonte de dados na página "Origens de público-alvo".

Regras da lista de remarketing

Depois que você adicionar a tag global do site e o snippet de evento de remarketing opcional ao seu site ou aplicativo, será possível definir listas para diferentes seções deles com a ajuda de regras. Por exemplo, se você quisesse definir uma lista para uma página da Web que vende scarpins, poderia usar esta regra: "URL contém scarpins". Lembrando que seria necessário incluir "scarpins" no URL das páginas do produto, como www.example.com/scarpins.

Com as regras, você pode criar quantas listas quiser sem precisar adicionar mais tags ao seu site ou aplicativo. Recomendamos começar com listas criadas automaticamente, mas se você quiser personalizá-las, basta usar regras. Somente as listas com mais de cem usuários ativos exibem anúncios. Se houver muitas listas granulares, elas não se qualificarão para exibir anúncios por não satisfazerem os requisitos mínimos.

Saiba mais sobre as regras das listas de remarketing.

Parâmetros personalizados

O snippet de evento de remarketing dinâmico permite enviar parâmetros personalizados que você pode usar para criar suas listas de remarketing.

Por exemplo, você pode enviar o preço do produto e o tipo de página (como a página de compra) no snippet de evento para criar uma lista para pessoas que compraram algum produto acima de um determinado preço. Nesse caso, os parâmetros personalizados que você incluiria no snippet de evento de remarketing seriam "value" (preço do produto) e "pagetype" (tipo de página, que indica a proximidade dos clientes em relação à compra).

Saiba mais sobre como usar modelos de listas de remarketing do site.

O Google Ads não permite a implementação de tags em páginas relacionadas a ofertas restritas por política. Saiba mais sobre a política de publicidade personalizada.

 

Desativar a coleta de dados de remarketing

Para desativar a coleta de dados de remarketing dos usuários que não querem visualizar anúncios personalizados, use o parâmetro allow_ad_personalization_signals. Com ele, você pode desabilitar o uso de informações para anúncios personalizados, e o valor padrão do parâmetro será definido como "verdadeiro". Quando você define o valor como "falso", o uso desse tipo de anúncio é desativado. 
 
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?
Anterior Nova