Compreender as suas cobranças

  • No Google Ads, só cobraremos os seus custos com publicidade.
  • A cobrança inclui os custos com publicidade e custos não pagos de ciclos de faturação anteriores.
  • Contudo, a cobrança não irá ultrapassar o seu limite de pagamento.
 

A sua cobrança

A cobrança inclui os custos com publicidade, bem como eventuais custos não pagos de ciclos de faturação anteriores.

Montante cobrado = Custos atuais

(custos deste período de faturação)

+ Saldo em dívida

(custos não pagos de períodos de faturação anteriores)

Se os seus custos totais com publicidade forem superiores ao limite de pagamento (o valor que aciona uma cobrança), os custos acrescidos serão adicionados ao seu saldo em dívida na cobrança seguinte.

Exemplo

No dia 20 de janeiro cobramos automaticamente os seus custos do Google Ads. O saldo da sua conta após a cobrança é de 5 €. Os seus anúncios continuam a ser apresentados e a acumular custos.

  • No dia 19 de fevereiro, 30 dias após a última cobrança automática, efetuaremos a cobrança a meio do dia.
  • No período de 30 dias, acumulou custos de 175 € e recebeu ajustes de serviços no valor de 0,50 €. Deste modo, a quantia devida relativa a este período é de 174,50 € (175 € - 0,50 €).
  • Não se esqueça de que também tem o saldo em dívida restante de 5 € do último período de pagamento. Adicione-os aos 174,50 € e o valor total acumulado no final do dia 19 de fevereiro será de 179,50 €. Este é o valor apresentado na coluna "Saldo final" no final do dia.
  • No entanto, uma vez que efetuámos a cobrança apenas parcialmente ao longo do dia e os seus anúncios acumularam atividade ao longo de todo o dia, só lhe foi cobrada a quantia de 165 €. Este é o valor total do seu saldo antes de a Google ter efetuado o pedido de pagamento.
  • O saldo da sua conta após a cobrança é de 14,50 € (179,50 € - 165 €). Será apresentado como "Saldo inicial" no dia 20 de fevereiro e será transferido para a sua próxima cobrança.

 

Se estiver a utilizar a nova experiência do Google Ads, não vê um ícone de roda dentada na sua conta. Em alternativa, clique no ícone de ferramentas no canto superior direito. Vai encontrar Faturação e pagamentos sob o cabeçalho "Configuração".

Perguntas comuns acerca das cobranças

Clique nos links abaixo para obter respostas a perguntas acerca de cobranças que observou.

Cobrança mais do que uma vez num mês

As cobranças não ocorrem uma vez por mês ou no fim do mês. Ocorrem ao longo do mês e baseiam-se principalmente em limites ou no valor definido de custos que a sua conta atinge. Este valor aciona uma cobrança, o que significa que poderemos cobrar mais do que uma vez num mês.

Por exemplo, se o seu limite for de 50 €, efetuaremos uma cobrança sempre que os seus custos atingirem os 50 €. Assim, se os seus custos totalizarem 150 € num mês, efetuaremos três cobranças de 50 € (3 x 50 = 150).

Cobranças idênticas

Acontece raramente, mas se vir duas cobranças idênticas do Google Ads no seu cartão de crédito ou extrato de conta, isso poderá dever-se a dois motivos:

  • Pedido de autorização: é um pedido entre o nosso sistema de faturação e o banco emissor do seu cartão de crédito. Ocorre praticamente todas as vezes que efetua um pagamento e o pedido aparece como um valor pendente idêntico a uma cobrança já processada. Estes pedidos desaparecem geralmente no prazo de alguns dias, embora possa variar em função do banco.
  • Cobrança dupla: um erro pode provocar uma cobrança dupla, o que significa que o mesmo valor é cobrado duas vezes na sua conta e nenhuma das cobranças está marcada como pendente no seu extrato.

Se o seu extrato de conta mostrar uma cobrança dupla ou um pedido de autorização que não desaparece, contacte o seu banco para obter ajuda.

Certifique-se de que revê o seu saldo em dívida ao clicar no ícone de roda dentada e, em seguida, em Faturação e pagamentos. Verifique se ambos os pagamentos estão presentes e se o saldo está correto. Se estiverem, não é necessário contactar a Google.

Cobrança superior ao orçamento diário em alguns dias

O tráfego de pesquisa na Internet varia de dia para dia. Para compensar estas flutuações e garantir que as campanhas atingem o seu potencial, a Google poderá permitir até 2 vezes mais interações num dia do que o seu orçamento diário especifica. Isto é denominado excesso de fornecimento.

No entanto, o nosso sistema garante que, num determinado período de faturação, nunca cobraremos mais do que o número de dias nesse período de faturação multiplicado pelo seu orçamento diário.

Por exemplo, se o seu orçamento for de 10 € por dia, e lhe for cobrado um período de faturação de 30 dias, o máximo que irá pagar serão 300 €.

Se a Google fornecer os seus anúncios em excesso e o anunciante acumular mais custos num período de faturação do que o seu orçamento permite, será automaticamente aplicado um crédito à respetiva conta. Por exemplo, se acumular 35 € em cliques num mês, mas tiver um orçamento diário de 1 € por dia (e, consequentemente, 30 € por um período de faturação de 30 dias), receberá um crédito por excesso de fornecimento no valor de 5 €.

Nota: as campanhas do tipo pagar por conversões são faturadas de forma diferente e podem ser faturadas mais do que 2 vezes o orçamento diário. 

Para verificar se recebeu créditos por excesso de fornecimento:

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads.
  2. Na parte superior da página, clique no ícone de roda dentada e escolha Faturação e pagamentos. Aceder agora
  3. Clique em Transações no menu à esquerda.
  4. Clique em Atividade da campanha.
  5. Os eventuais créditos por atividade em excesso terão a etiqueta Crédito por excesso de fornecimento.
Cobrança depois de já ter iniciado um pagamento manual

Se utilizar a definição de pagamento automático e, em seguida, efetuar um pagamento manual, poderá receber a cobrança no seu ciclo de faturação automático. Veja o motivo:

  • Um pagamento automático já estava em curso quando iniciou o seu pagamento: o ciclo de pagamentos automáticos é pontual, pelo que se efetuou o seu pagamento quando este processo estava em curso, ainda poderá ser cobrado. Este cenário é mais suscetível de ocorrer se efetuar um pagamento quando estiver perto de atingir o seu limite de faturação, no final do mês ou no final de um período de faturação de 30 dias.
  • Atingiu o fim do seu ciclo de faturação: depois de efetuar um pagamento manual, a sua conta regressa ao respetivo ciclo de faturação habitual. Receberá uma cobrança automática quando os custos da sua conta atingirem o limite de faturação ou após decorridos 30 dias desde o seu último pagamento automático, consoante o que ocorrer primeiro.
Cobrança depois de introduzir um código promocional

Se optar pela definição de pagamento automático, assim que o crédito da promoção acabar, os seus anúncios vão continuar a ser apresentados e irá acumular custos com publicidade. Se tiver utilizado o seu crédito e pretender deixar de acumular custos, coloque em pausa as suas campanhas.

Cobrança efetuada fora do ciclo de faturação

Poderão ocorrer cobranças fora dos ciclos de faturação nos seguintes casos:

  • Efetuou um pagamento manual (ao clicar no botão Efetuar um pagamento na sua conta). Embora os pagamentos automáticos tenham um ciclo de faturação definido, pode efetuar um pagamento manual a qualquer momento.
  • É possível que a sua conta tenha sido atualizada recentemente para uma nova interface de faturação. Quando isso acontece, a cobrança ocorre no momento desta atualização, o que se reflete no saldo da sua conta. A atualização não é cobrada. Esta cobrança única é independente do seu ciclo de faturação normal. Todas as cobranças posteriores serão realizadas dentro do seu ciclo de faturação normal.
Cobrança após parar os seus anúncios ou cancelar a conta

Quando interrompe a apresentação dos seus anúncios, ao cancelar a conta ou ao colocar em pausa ou remover as suas campanhas, o sistema do Google Ads pode demorar várias horas a parar os seus anúncios completamente. Nessa altura, não irá acumular mais custos.

No entanto, cobraremos eventuais custos com publicidade não pagos acumulados antes da paragem dos seus anúncios. O nosso sistema opera num ciclo de faturação de 30 dias, pelo que poderá só receber as suas cobranças finais após algumas semanas.

Para ver se tem custos com publicidade não pagos, clique no ícone de roda dentada , escolha Faturação e pagamentos e, em seguida, observe o seu saldo atual na parte superior da página.

As cobranças no extrato de conta não correspondem à sua conta do Google Ads

Por vezes, as cobranças no extrato de conta são ligeiramente diferentes do que encontra na sua conta do Google Ads. Estes são alguns dos motivos mais habituais:

As cobranças estão um dia ou dois atrasadas
Na maioria dos casos, isto é normal porque as cobranças são publicadas no Google Ads e nos extratos de conta em dias diferentes. Uma vez que tanto o Google Ads como os bancos funcionam em sistemas diferentes, os pagamentos nem sempre ocorrem ao mesmo tempo.

As cobranças bancárias não aparecem no Google Ads
Se tal acontecer, eis o que poderá fazer para rever as duas contas:

  1. Se tiver mais do que uma conta do Google Ads, verifique cada conta para ver se as cobranças são apresentadas (em muitos casos, o ID de cliente de 10 dígitos é apresentado no extrato de conta). Veja mais sobre como as cobranças aparecem abaixo ou saiba mais acerca das cobranças não autorizadas.
  2. Se continuar sem perceber qual é a origem da cobrança, pode contactar a nossa equipa de apoio técnico. Tenha à mão uma captura de ecrã ou uma cópia digitalizada das cobranças em questão. Tal irá ajudar-nos a investigar a cobrança mais facilmente. Além disso, certifique-se de que oculta todas as cobranças e outras informações que não estejam associadas à cobrança em questão: a sua privacidade é importante para nós.
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?