Exemplo de Importação de dados de reembolso

Saiba como importar reembolsos para um retalhista de vestuário online de exemplo.

A Importação de dados de reembolso permite-lhe alinhar os seus relatórios internos de comércio eletrónico com o Analytics.

Para utilizar esta funcionalidade, a sua propriedade tem de utilizar o plug-in Comércio eletrónico otimizado.

Neste artigo:

No Analytics, as transações só podem ser reembolsadas no prazo de 6 meses após a data original de transação comunicada. É necessário que as transações tenham sido enviadas no novo formato de Comércio eletrónico otimizado. Se estiver a utilizar filtros para modificar o ID de transação, envie o reembolso com o ID de transação original não filtrado.

Não pode eliminar nem modificar os dados do estorno a partir do momento em que estes forem carregados para a sua conta do Google Analytics. É da sua inteira responsabilidade validar a exatidão dos seus dados do estorno antes de os enviar ou carregar para o Google Analytics.

Cenário:

É um revendedor de vestuário de comércio eletrónico e pretende importar dados de estorno para que possa analisar o impacto para a sua empresa com os relatórios de comércio eletrónico otimizados do Google Analytics

Passo um: decidir quais os dados a importar

Mantenha um ficheiro de dados fora do Google Analytics que associe cada produto de vestuário a quaisquer estornos emitidos para esse produto.

Passo dois: criar o conjunto de dados

Para processar reembolsos, necessita de ter recolhido dados das transações com o plug-in ec.js.

  1. Inicie sessão no Google Analytics.
  2. Clique em Administração e navegue para a propriedade na qual pretende carregar dados.
  3. Na coluna PROPRIEDADE, clique em Importação de dados.
  4. Clique em Novo conjunto de dados.
  5. Selecione Dados do estorno como tipo.
  6. Atribua o seguinte nome ao conjunto de dados: "Reembolsos"
  7. Defina o esquema através da utilização do exemplo abaixo como modelo.

Exemplo de esquema

O ID da transação é predefinido como chave.

Definições do esquema:

Chave: ID da transação
Dimensão: SKU do produto
Métrica: preço do produto, quantidade reembolsada, receita

Guarde o conjunto de dados.

Passo três: criar o CSV

Para gerar o ficheiro CSV de carregamento é necessário um processo de 2 passos:

1. Obter o cabeçalho para o CSV

Na tabela Conjunto de dados, clique em Estornos para abrir a configuração do conjunto de dados.

Clique em Obter esquema.

Verá algo semelhante ao seguinte:

CSV header
ga:transactionId,ga:productSku,ga:productPrice,ga:quantityRefunded,ga:transactionRevenue

 

Este é o cabeçalho que deve utilizar como primeira linha dos ficheiros CSV carregados. A tabela abaixo identifica as colunas:

Transação SKU do produto Preço Quantidade reembolsada Receita das transações
ga:transactionId ga:productSku ga:productPrice ga:quantityRefunded ga:transactionRevenue

2. Criar uma folha de cálculo e exportar como CSV

Crie uma folha de cálculo do Google que siga o formato acima. A primeira linha (cabeçalho) da folha de cálculo deverá utilizar os nomes internos das dimensões (por exemplo, ga:transactionId em vez de Transação) fornecidos na caixa de diálogo Obter esquema, conforme mostrado acima. As colunas por baixo de cada célula de cabeçalho devem incluir os dados correspondentes de cada cabeçalho.

ga:transactionId ga:productSku ga:productPrice ga:quantityRefunded ga:transactionRevenue
T00001 12345 11,99 1 11,99
T00002 23456 11,99 2 23,98
T00003 34567 11,99 3 35,97
T00004 45678 11,99 4 47,96

Exporte a folha de cálculo como um CSV. O seu ficheiro será semelhante ao seguinte:

    ga:transactionId,ga:productSku,ga:productPrice,ga:quantityRefunded,ga:transactionRevenue
    T00001,12345,11.99,1,11.99
    T00002,23456,11.99,2,23.98
    T00003,34567,11.99,3,35.97
    T00004,45678,11.99,4,47.96
  

Reembolsos completos vs. parciais

Não pode combinar reembolsos completos com reembolsos parciais no mesmo ficheiro de carregamento. Utilize ficheiros de carregamento diferentes para cada tipo de reembolso.

Se pretender reembolsar uma transação completa, cada linha do seu ficheiro de carregamento deverá incluir apenas o ID da transação:

ga:transactionId ga:productSku ga:productPrice ga:quantityRefunded ga:transactionRevenue
T00001        

 

Se pretender reembolsar uma transação parcial, cada linha do ficheiro de carregamento deverá incluir o ID da transação, a SKU do produto e a quantidade reembolsada:

ga:transactionId ga:productSku ga:productPrice ga:quantityRefunded ga:transactionRevenue
T00001 12345   1  

Passo quatro: carregar os dados

Pode agora carregar o ficheiro CSV que criou para o Analytics. Existem duas opções para carregar os dados: manualmente, através da interface do utilizador do Analytics, ou através de programação, com a API de gestão.

Carregar manualmente
  1. Na tabela Conjunto de dados, localize a linha Estornos.
  2. Clique em Gerir carregamentos referente ao conjunto de dados Estornos.
    Caixa de diálogo Gerir carregamentos
  3. Clique em Carregar ficheiro, selecione o ficheiro e, em seguida, clique em Carregar.
Carregar através da API de gestão
  1. Inicie sessão no Google Analytics.
  2. Clique em Administração e navegue para a propriedade na qual pretende carregar dados.
  3. Na coluna PROPRIEDADE, clique em Importação de dados.
  4. Na lista, clique no nome do conjunto de dados.
  5. Clique em Obter ID da origem de dados personalizada…
  6. Efetue uma cópia do ID.
  7. Siga estas instruções para efetuar o carregamento através da API de gestão.

Passo cinco: consultar os dados nos relatórios

Quando tiver dados de reembolso carregados, pode vê-los no relatório de desempenho de vendas.

Também pode criar um relatório personalizado com qualquer uma das métricas de reembolso (por exemplo, Montante do reembolso do produto local, Montante do reembolso local, Reembolsos de produtos, Montante do reembolso do produto, Quantidade reembolsada, Montante do reembolso) e, em seguida, adicionar qualquer uma das dimensões disponíveis.

É necessário processar e juntar os dados carregados aos seus dados existentes. Os dados importados podem demorar até 24 horas a aparecer nos relatórios.

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?