Criar e editar públicos

Você pode usar públicos pré-configurados que a equipe do Google Analytics desenvolveu para abranger vários casos de uso. É possível criar novos públicos do zero e importar qualquer um dos seus segmentos existentes e usá-lo como base para novos públicos. Depois que você cria um público, ele fica disponível nas contas selecionadas, e é possível ativá-lo imediatamente como parte de uma campanha ou experimento.

Neste artigo:

Criar um público

É necessário ter permissão para edição na propriedade em que você quer criar o público-alvo.

Há um limite de 100 públicos-alvo para o Google Analytics clássico e 400 para o Analytics 360 por propriedade.

Você pode aplicar um público-alvo para um número ilimitado de destinos.

É possível publicar até 100 públicos-alvo para o Google Analytics clássico e 400 para o Analytics 360.

Para criar um público-alvo, faça o seguinte:

  1. Faça login no Google Analytics.
  2. Clique em Administrador e navegue até a propriedade em que você quer criar o público-alvo.
  3. Na coluna Propriedade, clique em Definições de público > Públicos.
  4. Clique em + Novo público.
    Opções de configuração do novo público
  5. Por padrão, o novo público se baseia nos dados da vista de relatórios atual. Todos os usuários filtrados na vista usada também são filtrados no público.

    Para alterar a vista, clique em Editar, selecione uma nova vista e clique em Próxima etapa.
  6. Defina seu público. É possível:
    • escolher entre as definições de público pré-configuradas;
      • Lista inteligente: permita que o Google gerencie o público-alvo para você.
      • Todos os usuários: todos os usuários do seu site ou aplicativo que já têm os cookies de publicidade ou os códigos de publicidade para dispositivos móveis necessários.
      • Novos usuários: todos os usuários que realizaram apenas uma sessão no seu site ou aplicativo.
      • Usuários recorrentes: os usuários que realizaram mais de uma sessão no seu site ou aplicativo.
      • Usuários que acessaram uma seção específica do meu site/aplicativo: clique no ícone editar e insira o URL de uma página ou de um diretório no seu site ou de uma tela no seu aplicativo. Essa opção usa o tipo de correspondência contém e corresponde a qualquer URL que contém a string que você inserir aqui.

        Se houver mais de 1.000 URLs de página/tela para seu site/aplicativo, o Google Analytics exibirá correspondências à medida que você digitar o texto apenas se elas forem encontradas nos primeiros 1.000 URLs. Se não houver nenhuma correspondência nos primeiros 1.000 URLs, o Google Analytics não exibirá nada. Nesse caso, você pode copiar e colar o URL de um navegador ou de alguma outra origem de URLs, como uma planilha.
      • Usuários que concluíram uma conversão de meta: clique no ícone editar e selecione uma meta no menu. Essa opção requer a configuração prévia de metas do Google Analytics.
      • Usuários que concluíram uma transação: essa opção já está configurada para incluir qualquer usuário com mais de zero transações.
    • Criar uma nova definição de público. Leia Criar uma nova definição de público-alvo abaixo.
    • Importar um segmento. Leia a seção Importar um segmento abaixo.

    Seja qual for a forma escolhida para criar o público-alvo, é possível ver uma estimativa do tamanho dele em Usuários dos últimos sete dias. Esse valor é determinado pela quantidade de usuários que atenderam às suas condições nesse período. Ele é apenas uma estimativa de quantos usuários futuros atenderão aos seus critérios com base nos últimos sete dias de tráfego.

    Na maioria dos casos, o número de usuários em uma lista de remarketing do Google Ads é menor do que o número total de usuários do site ou aplicativo. Isso acontece porque alguns deles ainda não têm os cookies de publicidade ou os códigos de publicidade para dispositivos móveis necessários. Por exemplo, compare o tamanho da lista de remarketing Todos os usuários com a métrica Usuários do Google Analytics no relatório Visão geral do público e veja a diferença.

    Você também pode notar uma discrepância no tamanho entre as listas de remarketing do Google Ads usadas na Rede de Display e aquelas utilizadas nas listas de remarketing para anúncios da rede de pesquisa (RLSA), apesar de terem como base o mesmo público-alvo. As listas da Rede de Display conseguem acumular mais usuários porque podem incluir usuários nas dimensões de idade, sexo e interesses, mas as listas de RLSA não.
  7. Por motivos de privacidade, se você adicionar usuários às suas listas com base nos dados enviados ao Google Analytics por meio do Protocolo de avaliação (Google Analytics 360 e padrão) ou da importação de dados de tempo de consulta (Google Analytics 360), o Analytics terá 30 dias para incluir esses usuários nas listas das redes de pesquisa e Display (saiba mais).
  8. A menos que você tenha configurado manualmente a amostragem por meio do sampleRate (analytics.js) ou do setSampleRate (ga.js), ou seja, aplicando-a antes do envio dos dados ao Google Analytics, ela não afetará o número de usuários qualificados para seus públicos-alvo. A amostragem do Google Analytics pode afetar a estimativa de tamanho do público, mas não o público propriamente dito.
  9. A duração da associação determina o número de dias que um usuário permanece no público. Defina o valor como um número entre 1 e 540.
  10. Insira um nome para o público e clique em Próxima etapa.
  11. Em Destinos do público, use o menu + Adicionar destinos para selecionar as contas em que você quer usar o público. Os destinos incluem publicidade nas redes de pesquisa e Display do Google (como na Rede de Display do Google Ads, RLSA do Google Ads, Display & Video 360 e Google Ad Manager), serviços como o Google Optimize, em que você usa públicos para experimentação ou personalização, e o Google Analytics. Se você tiver uma conta de administrador do Google Ads, ela também será incluída como parte da qualificação para o Google Ads.

    Se o público-alvo inclui as dimensões de idade, sexo ou interesses, você só pode aplicá-lo no Google Ads (Rede de Display) e no Google Analytics.

    Se ele inclui sequências, não é possível aplicá-lo no Google Analytics.
  12. Clique em OK e, em seguida, em Publicar.

Quando você cria um novo público, o Google Analytics preenche a lista com dados referentes a até 30 dias para que você a utilize nas próximas 24 a 48 horas. Se você tiver menos de 30 dias de dados disponíveis, o Google Analytics usará as informações disponíveis.

Além disso, se você usar a importação de tempo de consulta, o Google Analytics preencherá seus públicos sempre que você adicionar um novo esquema de importação desse tipo e quando novos dados relacionados a esse assunto forem disponibilizados.

 

Criar uma nova definição de público

Se você não quer usar um público recomendado, clique em Criar novo para criar um novo público com base em um segmento definido por você mesmo. Veja Exemplos de públicos-alvo de remarketing.

Criador de públicos, nenhum filtro definido

Depois de configurar seu público, clique em Aplicar.

Definição do público

 

Quando sua definição de público tem uma condição "Excluir", uma caixa de seleção adicional é exibida e você tem a opção de remover permanente ou temporariamente os usuários desse público. Saiba mais

Se a definição do seu público tiver filtros no nível do usuário, a opção Dias a serem analisados será exibida. Com Dias a serem analisados, todos os usuários que atenderem aos critérios do seu público no período de análise serão adicionados ao público na próxima vez que iniciarem uma sessão no seu site.

Saiba mais sobre como os filtros são avaliados.

 

Importar um segmento

Você pode importar um segmento a ser usado como base para o público. Ao definir um público, clique em Importar segmento e escolha entre os segmentos disponíveis na propriedade atual.

 

Editar um público

  1. Faça login no Google Analytics.
  2. Clique em Administrador e navegue até a propriedade em que você quer editar o público-alvo.
  3. Na coluna PROPRIEDADE, clique em Definições de público > Públicos.
  4. Na lista de públicos-alvo existentes, clique no nome daquele que você quer editar.
  5. Clique em Editar nas opções Origem de público-alvo, Definição do público ou Destinos do público.

    Quando você edita a fonte (vista de relatórios) ou a definição, são adicionados novos usuários com base na nova fonte ou definição. Além disso, os usuários existentes que foram adicionados com base na fonte ou definição anterior permanecem no público até que a duração da associação deles expire.

    Ao editar destinos, você pode fechar um público para destinos individuais de forma que ele não acumule mais usuários nesses contextos. Depois, será possível editar o público novamente para reabri-lo em um determinado destino.

Fechar/excluir/reabrir um público

Quando você fecha um público, ele deixa de acumular usuários. No entanto, os anúncios continuam sendo exibidos aos usuários desse público até a duração da associação expirar.

Quando você exclui um público, ele é removido de todos os destinos. Além disso, os membros dele deixam de estar qualificados para ver os anúncios veiculados de acordo com os critérios do público.

Ao editar um destino, você pode fechar um público para destinos individuais.

Para fechar um público para todos os destinos ao mesmo tempo:

  • Abra o público para editá-lo e clique em Fechar público no canto inferior direito.

Para excluir um público:

  • Feche-o para todos os destinos e clique em Excluir público no canto inferior direito.

Para reabrir um público que você fechou para todos os destinos:

  • Abra o público para editá-lo e abra-o para destinos individuais.

Criar e editar públicos com a API de gerenciamento

A API de gerenciamento do Google Analytics fornece opções programáticas para criar e editar públicos. Saiba mais

 

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?