Sobre os públicos de remarketing no Google Analytics

Envolver públicos com probabilidade de conversão.

Um público-alvo de remarketing consiste em uma lista de cookies ou códigos de publicidade para dispositivos móveis que representam um grupo de usuários com que você quer interagir novamente devido à probabilidade de conversão. É possível criar esse tipo de público-alvo com base no comportamento do usuário no seu site ou aplicativo e usá-lo nas campanhas de remarketing nas contas de anúncios, como o Google Ads e o Display & Video 360.

Neste artigo:

Identificar o comportamento

Você pode usar amplos critérios de comportamento, como o simples fato de ter iniciado uma sessão no seu site ou aberto seu aplicativo, ou usar critérios mais restritos, como a interação com produtos específicos.

Por exemplo, você pode criar cada um destes públicos de remarketing e engajar os usuários com os tipos de anúncio a seguir:

Critérios de público Tipo de anúncio
Usuários que visualizaram páginas de detalhes do produto, mas não adicionaram esses itens aos carrinhos Anúncios para os itens que eles não adicionaram aos carrinhos
Usuários que adicionaram itens aos carrinhos, mas não concluíram a compra Anúncios com um código de desconto para os itens dos carrinhos
Usuários que compraram os itens X e Y Anúncios para o item relacionado Z

Quando o comportamento de um usuário atende aos critérios que você especificou, o código de publicidade para dispositivos ou o cookie associado é incluído no público. Quando você vence o leilão de anúncios, qualquer usuário com esses cookies ou códigos que acessa novamente os sites na Rede de Display do Google ou a Pesquisa Google se torna qualificado para ver seus anúncios de remarketing.

À medida que você se ambienta no remarketing, é possível personalizar seus criativos e aplicar as práticas recomendadas de remarketing.

 

Como criar e usar os públicos-alvo de remarketing

Você pode usar os públicos-alvo de remarketing no Google Ads e no Display & Video 360. A integração com o Google Ads está disponível para todas as contas do Google Analytics, mas apenas contas do Google Analytics 360 podem ser integradas ao Display & Video 360.

Para criar um público-alvo de remarketing, é preciso especificar os critérios de público-alvo e identificar as contas de publicidade em que pretende usá-lo.

Para especificar os critérios de público-alvo, você pode:

  • Escolher entre as definições de público pré-configuradas
  • Criar uma nova definição de público
  • importar um segmento.

Quando você salva um público-alvo, ele é disponibilizado nas contas de publicidade indicadas e pode ser usado nas campanhas de remarketing dessas contas.

Para usar um público-alvo no Google Ads, é necessário adicioná-lo a pelo menos um dos seus grupos de anúncios.

É possível usar um público-alvo em até 10 contas de publicidade, por exemplo, contas de administrador e de veiculação do Google Ads ou do Display & Video 360. Uma conta de administrador do Google Ads é considerada a principal, mas o público-alvo pode ser aplicado a todas as contas secundárias dela.

Não há limite quanto ao número de contas para fins não publicitários que você pode usar.

Se você quer usar um público-alvo de remarketing em mais de uma conta do Google Ads, vincule sua propriedade do Google Analytics a uma conta de administrador do Google Ads e compartilhe as listas de remarketing. Para aplicar esse público-alvo a mais de uma conta do Google Marketing Platform, será necessário recriar a lista para cada conta vinculada.

Integração com o Google Ads

A integração com o Google Ads oferece algumas opções adicionais que incrementam o remarketing padrão do Google Ads:

  • Criar listas de remarketing com base nos dados do Google Analytics. Crie seus públicos por meio das dimensões e métricas do Google Analytics (por exemplo, Duração da sessão, Cidade e Conclusões de meta) e engaje os usuários que realizam uma sequência de ações no seu site, por exemplo, aqueles que acessaram a página de produtos A e clicaram no botão "Adicionar ao carrinho").
  • Ativar o remarketing com uma simples configuração de administrador no Google Analytics. Você não precisa fazer outras alterações de código nem adicionar outras tags de remarketing ao seu site.

Um público de remarketing deve incluir, no mínimo, 100 cookies únicos para que a Rede de Display do Google veicule anúncios para ele. As listas de remarketing para anúncios da rede de pesquisa precisam incluir, no mínimo, 1.000 cookies únicos. Os mesmos requisitos mínimos de cookies aplicam-se aos pixels de rastreamento do Google Ads e do Google Analytics.

Tags de remarketing do Google Ads em comparação com o código de acompanhamento do Google Analytics e a importação de dados

A tag de remarketing do Google Ads e o código de acompanhamento do Google Analytics são implementados de maneiras diferentes e não coletam os mesmos tipos de informações. Além disso, o Google Analytics oferece o recurso de importação de dados, que permite importar uma ampla variedade de informações adicionais além daquelas coletadas com o código de acompanhamento.

No Google Ads, você cria listas de remarketing com os dados coletados pela tag de remarketing e, no Google Analytics, você cria públicos-alvo de remarketing com quaisquer dados armazenados. É possível combinar os dois em uma conta do Google Ads vinculada a outra do Google Analytics.

Google Ads Google Analytics
Websites: você gera uma tag de remarketing adicional para websites e, em seguida, a adiciona às suas páginas da Web.

Aplicativos: você gera um código de remarketing para aplicativos e, em seguida, o adiciona aos seus aplicativos.

Saiba mais
Websites: você utiliza o código de acompanhamento existente do Google Analytics e ativa o remarketing nas suas configurações de propriedade do Google Analytics.

Aplicativos: você modifica o código de acompanhamento incluído no seu aplicativo.

Saiba mais
Você pode criar listas de remarketing com base nestas regras:

Websites:
  • Visitantes de uma página
  • Visitantes de uma página que não acessaram outra página
  • Visitantes de uma página que também acessaram outra página
  • Visitantes de uma página durante datas específicas
  • Visitantes de uma página com uma tag específica
Aplicativos:
  • Todos os usuários de um aplicativo
  • Pessoas que usaram ou não um aplicativo recentemente
  • Pessoas que usam versões específicas de um aplicativo
  • Pessoas que realizaram ações específicas no aplicativo
Você pode criar públicos de remarketing com base em qualquer um dos seus dados do Google Analytics, incluindo:
  • todos os dados padrão do Google Analytics;
  • dados importados de contas vinculadas do Google Ads;
  • dados importados de contas vinculadas do Google Marketing Platform;
  • dados importados por meio do recurso de importação, por exemplo, dados personalizados, de CRM e metadados do produto.
As listas de remarketing são nativas do Google Ads. Os públicos-alvo de remarketing são nativos do Google Analytics e compartilhados com as contas vinculadas do Google Ads identificadas nas configurações de público-alvo.
As tags do Google Ads definem os cookies de publicidade.
Por exemplo, um usuário sem um cookie de publicidade acessa um site com as tags de remarketing do Google Ads. Portanto, o cookie de publicidade é definido, e o usuário é adicionado à lista de remarketing.
As tags do código de acompanhamento do Google Analytics leem os cookies de publicidade.
Por exemplo, um usuário sem um cookie de publicidade acessa um site com o código de acompanhamento ativado por remarketing do Google Analytics. Portanto, o cookie de publicidade não é definido, e o usuário não é adicionado à lista.
É possível usar as listas de remarketing na Rede de Display e na Rede de Pesquisa. É possível usar os públicos de remarketing na Rede de Display e na Rede de Pesquisa.

 

Próximas etapas

  1. Ativar os recursos de publicidade no Google Analytics.
  2. Saiba como criar públicos de remarketing.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?