Regulamentos de produtos específicos

Política para editores de vídeo

Esta política se aplica aos editores do Google AdSense e aos parceiros do Google Ad Manager que usam a Monetização do Google (transações preferenciais, programática garantida, leilão privado e leilão aberto), que geram receita com anúncios em vídeo em leilões, incluindo anúncios exibidos em conteúdo in-stream, de áudio ou em canais de vídeo que não são in-stream (por exemplo, jogos, no artigo e no feed). O canal do anúncio em vídeo é qualquer lugar onde ele esteja qualificado para veiculação (em um jogo, em um player com vídeo in-stream ou em um canal independente que não seja in-stream).

Os requisitos de política são organizados com base nos seguintes princípios-chave:

Os formatos de anúncios específicos também têm seus próprios requisitos adicionais:

Usar implementações compatíveis

É necessário usar implementações de vídeo compatíveis do Google para que possamos otimizar a experiência do usuário, ativar a avaliação de marcas, proteger os anunciantes contra tráfego inválido e renderizar formatos proprietários, como o TrueView.

  • Anúncios in-stream: os canais de anúncios em vídeo ao lado de conteúdo de vídeo ou áudio precisam usar o SDK do Interactive Media Ads do Google ou o SDK dos anúncios para dispositivos móveis do Google em plataformas compatíveis, a não ser que você participe de um programa Beta oficial do Google.
    • Os editores não podem usar produtos de Interactive Media Ads para gerar receita com conteúdo hospedado pelo YouTube. Para conteúdo do YouTube, os editores precisam gerar receita com o Programa de Parcerias do YouTube.
  • Anúncios que não são in-stream: para veicular anúncios em vídeo fora de um stream correspondente, os canais de anúncios do tipo precisam usar as soluções oferecidas por nós: na Web, as Tags do editor do Google. Em apps, o SDK dos anúncios para dispositivos móveis. Esses formatos de anúncio em vídeo incluem: anúncios em vídeo em banner (incluindo vídeos no feed e no artigo) e anúncios em vídeo nativos, intersticiais, premiados e de abertura do app.
    • Não é permitido usar o SDK do Interactive Media Ads do Google em canais que não sejam in-stream, exceto no caso de jogos.

Descrever o inventário com precisão

Use metadados e explicações para descrever o inventário com precisão de modo que os anunciantes sejam informados corretamente sobre onde os anúncios deles são exibidos.

  • Forneça e mantenha metadados e URLs de descrição precisos e de alta qualidade relacionados a todos os conteúdos de vídeo e áudio que gerem receita, bem como jogos na Web (consulte Parâmetros de tags de vídeo do Ad Exchange para IMA3).
  • Os canais de anúncios em vídeo precisam ser audíveis por padrão ou adequadamente identificados como sem som.
    • Nos canais que não são in-stream e que usam as bibliotecas de formatos do Google, os canais sem som são identificados automaticamente.
  • Veicule anúncios em vídeo in-stream somente em canais in-stream válidos, o que exclui os seguintes:
    • Apresentações de slides de vídeo que destacam o conteúdo disponível em um site sem conteúdo de vídeo original
    • Anúncios em vídeo em um banner de display em uma página da Web ou app
    • Anúncios em vídeo em colunas nas extremidades da página, como em um espaço de 300 x 250 em computadores
    • Anúncios em vídeo em canais sem conteúdo de vídeo associado, exceto canais que não são in-stream
    • Anúncios em vídeo em canais que variam entre blocos de anúncios de display e em vídeo, independentemente de haver ou não conteúdo de vídeo associado
    • Anúncios de vídeo em banner que não carregam um player de vídeo
  • Informe com precisão o tamanho do canal de anúncio em vídeo.

Proteger o valor do anunciante

Para proteger o valor do anunciante, os usuários precisam ser capazes de interagir com os anúncios em vídeo, que devem ser renderizados corretamente nos canais apropriados. Os canais de anúncios em vídeo precisam evitar surpreender os usuários ou se comportar de maneira inesperada ou fora do padrão.

  • Todos os canais de anúncios em vídeo precisam manter uma proporção padrão de 4:3 ou 16:9 para vídeos horizontais, 3:4 ou 9:16 para vídeos verticais ou 1:1 para vídeos quadrados.
  • Os canais para anúncios em vídeo no feed ou no artigo precisam ter pelo menos 256 pixels nas duas dimensões (mais longa e mais curta), com exceção dos tamanhos 300 x 250 e 320 x 180, que também são permitidos. Todos os outros canais de anúncios em vídeo precisam ter pelo menos 256 pixels na dimensão mais longa e 144 pixels na dimensão mais curta.
  • Não obscureça, oculte, remova ou altere a renderização de qualquer conteúdo ou controles de anúncios.
  • Os anúncios não podem ser posicionados muito próximo a controles de jogos ou do player de vídeo (reproduzir, pausar, volume etc.) nem obstruí-los.
  • Os anúncios precisam ser exibidos até que o usuário saia da página ou do conteúdo, a menos que indicado de outra forma para formatos de anúncio específicos (consulte Requisitos adicionais para formatos de anúncio específicos abaixo).

Respeitar o usuário

Os anúncios em vídeo precisam ser veiculados em um ambiente que respeite a experiência e o tempo dos usuários:

  • Para anúncios in-stream, a duração total do conteúdo de vídeo precisa ser maior que a duração total dos anúncios em vídeo.
  • Para anúncios que não são in-stream, incluindo em jogos, a quantidade de conteúdo vista pelos usuários precisa ser maior que a duração total dos anúncios intersticiais.
  • Os anúncios não podem iniciar automaticamente abaixo da dobra nem quando o usuário passa o cursor sobre eles.
    • A reprodução automática só é permitida quando pelo menos 50% do bloco de anúncios está visível: em uma janela de visualização de 1.024 x 768 em computadores e de 360 x 600 em dispositivos móveis.
  • Não é permitido exibir mais do que um canal de anúncio em vídeo simultaneamente na mesma janela.
  • Políticas adicionais são aplicáveis aos canais de anúncios em vídeo em um player de vídeo fixo (que permanece em um local fixo na tela):
    • Esse tipo de player precisa começar como um player de vídeo in-page que não seja fixo.
      • Conforme o usuário rola a página, a reprodução precisa passar do player de vídeo in-page para um player de vídeo fixo, que permanece na área visível.
    • O player de vídeo in-page precisa estar totalmente visível na página antes que ocorra a transição para o player fixo.
    • Se o player de vídeo fixo tiver mais de uma borda sobreposta ao conteúdo do anúncio em vídeo in-page, ao conteúdo do anúncio in-page, ao conteúdo in-page ou à navegação in-page, ele precisará incluir um recurso que permita ao usuário fechá-lo.
      • O recurso para fechar o player precisa estar visível sem que o usuário tenha que passar o cursor ou tocar no vídeo.

Requisitos adicionais para formatos de anúncio específicos

Anúncios em vídeo TrueView e puláveis

Com o Google Ads, os anunciantes que compram no YouTube podem estender seus respectivos orçamentos para sites e aplicativos que fazem parceria com o Google, inclusive usando nosso formato TrueView reservado. Para se qualificar para exibir anúncios puláveis, incluindo anúncios TrueView, as seguintes políticas adicionais são aplicáveis:

  • Os canais de anúncios em vídeo precisam ser audíveis por padrão.
  • Anúncios scroll-to-play não são permitidos para TrueView.
  • Para anúncios intermediários, a duração mínima do conteúdo em vídeo é de 10 minutos.

Anúncios em vídeo que não são in-stream

Os canais de anúncios em vídeo que não têm acompanhamentos correspondentes podem incluir: anúncios em vídeo em banner (incluindo vídeos no feed e no artigo) e anúncios em vídeo nativos, intersticiais, premiados e de abertura do app. Saiba mais

Para se qualificar para exibir anúncios que não são in-stream, as seguintes políticas adicionais são aplicáveis:

  • É necessário identificar claramente o conteúdo como publicidade. Saiba mais sobre a atribuição de anúncio.
  • A reprodução automática (exceto dos anúncios intersticiais e premiados) precisa ser silenciada por padrão, a menos que o usuário tenha optado explicitamente por ativar o som.
    • Para anúncios em vídeo intersticiais, o áudio pode ser ativado ou desativado no carregamento inicial, de acordo com as configurações do smartphone do usuário. Por exemplo, se um intersticial for carregado quando o smartphone estiver sem som, ele será silenciado.
  • A exibição só é permitida quando pelo menos 50% dos pixels do player estiverem visíveis na janela de visualização e precisa ser interrompida se menos de 50% desses pixels puderem ser vistos, a menos que o usuário tenha interagido com os controles do anúncio em vídeo para iniciá-lo.
    • Os anúncios intersticiais podem ser exibidos somente quando o vídeo estiver totalmente visível.
  • Não é permitido causar um reflow do layout da página antes, durante nem depois da renderização do anúncio em vídeo. Em outras palavras, o canal não pode mover o conteúdo para cima nem para baixo na janela de visualização do usuário, nem ser expandido para tela cheia quando ele rolar a página.
  • Além dos anúncios em vídeo premiados e intersticiais, é necessário rolar junto com o conteúdo no app ou na página. Não são permitidas implementações fixas.
  • Os anúncios em vídeo no artigo precisam ser inseridos entre parágrafos, e aqueles no feed precisam ser posicionados em um feed de itens.

Os vídeos que não são in-stream do Ad Manager abrangem diversos formatos de anúncio.

Para determinados formatos, como vídeos no feed, no artigo e nativos, as soluções fornecidas pelo Google já garantem que sua política esteja em conformidade com esses requisitos.

Para usar os formatos que permitem controlar o comportamento do player de vídeo, é necessário obedecer aos requisitos acima.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.