Em alta no YouTube

A seção "Em alta" mostra o que está acontecendo no YouTube e no mundo. O objetivo dela é destacar vídeos que podem interessar a vários espectadores. Alguns destaques são previsíveis, como a música nova de um artista famoso ou o trailer de um filme. Outros são surpreendentes, como um vídeo viral.

A seção não é personalizada e mostra a mesma lista de vídeos em cada país/região para todos os usuários.Por isso, pode ser que você veja vídeos em um idioma diferente do configurado no seu navegador. Excepcionalmente na Índia, a seção "Em alta" mostra a mesma lista de vídeos para os nove idiomas índicos mais comuns.

A lista de vídeos em alta é atualizada mais ou menos a cada 15 minutos. A cada atualização, os vídeos podem subir, descer ou ficar na mesma posição na lista.

O que determina se um vídeo será classificado como "Em alta"?

Vários vídeos novos e incríveis são enviados para o YouTube todos os dias, mas somente um número limitado pode aparecer na seção "Em alta". Nosso objetivo é dar destaque para vídeos que:

A seção "Em alta" tenta equilibrar todos esses critérios. Para isso, consideramos vários fatores, incluindo:

  • número de visualizações;
  • a rapidez com que o vídeo gera visualizações, ou seja, a “temperatura” dele;
  • a origem das visualizações (inclusive fora do YouTube);
  • a idade do vídeo.

Analisamos esses indicadores em conjunto para produzir uma lista de vídeos que mostre o que está acontecendo no YouTube. Queremos ser relevantes para nossos espectadores e refletir o conteúdo da plataforma. Assim, o vídeo que atingiu o maior número de visualizações em um dia determinado pode não figurar como nº 1 da seção "Em alta". Da mesma maneira, vídeos com mais visualizações podem aparecer abaixo de vídeos menos exibidos.

Somos muito atentos com relação à segurança do conteúdo que aparece na seção "Em alta". Temos filtros para garantir que não exibiremos vídeos com excesso de linguagem obscena, conteúdo adulto, violência ou outros elementos considerados inadequados. Isso inclui vídeos que depreciam outros membros da comunidade. Nos EUA e em outras localidades, nossas equipes participam da análise final para conferir a segurança e a adequação do conteúdo.

O YouTube não aceita pagamento para incluir um vídeo na seção "Em alta". Não consideramos visualizações de anúncios do YouTube para selecionar vídeos "Em alta". O YouTube não favorece nenhum criador de conteúdo em particular. Nosso objetivo é que pelo menos metade dos vídeos em destaque sejam de criadores de conteúdo que priorizam a criação de conteúdo para o YouTube.

Configurações de privacidade para vídeos em alta

Para aparecer na guia "Em alta", o vídeo precisa estar definido como público.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?