Assistente de marcação para dados estruturados

O Assistente de marcação para dados estruturados ajuda você a marcar elementos na sua página da Web para que o Google possa compreender os dados na página. Isso permite apresentar esses dados de maneiras mais interessantes e variadas na Pesquisa Google. Além disso, caso você envie e-mails em formato HTML para seus clientes, o Assistente de marcação pode mostrar como alterar seus modelos de e-mail para que o Gmail apresente os dados ao usuário de maneiras novas e úteis.

Abrir o Assistente de marcação para dados estruturados

Exemplos:

  • Evento: se você marcar os eventos no seu site, na próxima vez que o Google o rastrear, os dados desses eventos estarão disponíveis para rich snippets nas páginas de resultados de pesquisa:

    Rich snippet de uma página com vários eventos

  • E-mail: se um e-mail sobre seu voo tiver marcações relacionadas às suas reservas de voo, o Gmail poderá exibir essas informações no seu cliente de área de trabalho ou feed pessoal:

    Gmail snippet for a flight reservation.

 

Se você não quiser adicionar código ao seu site, teste o Marcador de dados.

Se você tiver conhecimento técnico, saiba mais sobre dados estruturados e adicione marcações manualmente ao site.

Marcar um e-mail ou uma página da Web

Você pode marcar elementos de e-mails ou páginas da Web em HTML.

Marcar uma página da Web

Veja como marcar elementos em uma página da Web.

  1. Abra o Assistente de marcação para dados estruturados.
  2. Selecione a guia Site.
  3. Escolha o tipo de página que você quer marcar. Por exemplo, uma página de filme ou de evento. Você pode ter vários itens em uma única página, mas recomendamos que todos sejam do mesmo tipo (por exemplo, todos filmes ou todos eventos).
  4. Insira o URL de uma página existente ou o HTML da página bruta. Para um URL, verifique se a página está disponível para qualquer pessoa sem precisar de login. Você pode testar o acesso à página abrindo uma janela anônima no Chrome e visitando sua página. Se conseguir acessá-la, não haverá problemas.
  5. Selecione Começar a marcar.
  6. Destaque as partes da página com informações importantes (por exemplo, a hora de início em uma página de evento) e depois identifique o tipo de informação na lista suspensa que é exibida ("Hora de início").
    1. Se você tiver strings complexas de data ou estiver com dificuldade para marcar as informações, consulte Marcação avançada de data.
    2. Caso você precise adicionar informações que não estão visíveis na página, consulte Adicionar dados ausentes.
    3. Se for preciso remover uma tag gerada pelo Assistente de marcação para dados estruturados, consulte Remover tags.
  7. Forneça todas as informações necessárias para seu tipo específico de dados. No painel Meus itens de dados, você verá uma lista de todos os valores possíveis para cada item, com os valores necessários rotulados. Por exemplo, para um evento, forneça nome, local e data de início do evento.
  8. Quando terminar de marcar todos os dados apropriados na página, selecione Criar HTML para gerar o código da página. Escolha um formato de saída: o padrão é JSON-LD (preferido pelo Google), mas você também pode escolher microdados. Copie e cole o código da janela de saída ou selecione Fazer download. A forma como você usa o código depende do formato:
    1. Para JSON-LD: copie e cole o código gerado no corpo da página existente.
    2. Para microdados: substitua sua página pelo HTML gerado.
  9. Para testar, copie e cole o código gerado no Assistente de marcação para dados estruturados. Essa ferramenta informará você de campos ausentes que precisam ser fornecidos para ajudar o Google a entender a página. No caso de alguns tipos de dados, ela ainda pode fornecer uma visualização da sua página nos resultados da Pesquisa Google.
  10. Pode levar algumas semanas até que o Google encontre o novo código das páginas. Se eles estiverem rastreados, completos e corretos, poderão aparecer na pesquisa aprimorada. Caso seu site não apareça na pesquisa aprimorada, veja os possíveis motivos para isso.

Marcar um e-mail

Veja como marcar um e-mail em formato HTML:

  1. Abra o Assistente de marcação para dados estruturados.
  2. Selecione a guia E-mail.
  3. Escolha o tipo de informação que você marcará, por exemplo, uma reserva de ônibus ou pedido de produto.
  4. Insira o HTML do seu e-mail.
  5. Selecione Começar a marcar.
  6. Destaque as partes do e-mail com informações importantes (por exemplo, o número da reserva de ônibus) e identifique o tipo de informação na lista suspensa exibida ("Número da reserva").
    1. Se você tiver strings complexas de data ou estiver com dificuldade para marcar as informações, consulte Marcação avançada de data.
    2. Caso você precise adicionar informações que não estão visíveis no e-mail, consulte Adicionar dados ausentes.
    3. Se for preciso remover uma tag gerada pelo Assistente de marcação para dados estruturados, consulte Remover tags.
  7. Forneça todas as informações necessárias para seu tipo específico de dados. No painel Meus itens de dados, você verá uma lista de todos os valores possíveis, e aqueles que são obrigatórios estarão marcados. Se você não fornecer todos os valores obrigatórios, o Google não processará o e-mail.
  8. Se o ícone de alerta (Alert Icon) for exibido ao lado de um elemento marcado, selecione os dados ao lado do ícone, revise a marcação e siga um dos seguintes procedimentos:
    • Se a marcação estiver incorreta, selecione o X ao lado dos dados. Em seguida, marque novamente os dados.
    • Se a marcação estiver correta, selecione o próprio ícone de alerta (Alert Icon) e Limpar aviso.
  9. Quando terminar de marcar, selecione Criar HTML para gerar o HTML que você deve usar para o e-mail. O padrão é JSON-LD, porque o Google prefere esse formato, mas você também pode escolher microdados. Selecione Fazer o download ou copie e cole o HTML gerado.
    1. Para JSON-LD: copie e cole o código gerado no corpo do e-mail.
    2. Para microdados: substitua seu e-mail pelo HTML gerado.
  10. Para testar o código, envie um e-mail para uma conta do Gmail ou use o validador de esquema de e-mail.

Salvar e retomar a edição de uma página ou de um e-mail

Para salvar a marcação no estado atual, adicione a página aos favoritos no navegador. O Assistente de marcação para dados estruturados salvará o estado por um mês, incluindo todos os valores de marcação.

 

Remover tags

Você pode desfazer algumas ou todas as tags criadas pelo Assistente de marcação para dados estruturados.

Para limpar uma tag específica:

  1. Selecione a tag no e-mail ou na página de exemplo.
  2. No menu pop-up exibido, selecione Limpar tag.
Como alternativa, você pode encontrar os dados na coluna "Meus itens de dados", passar o cursor pelos dados e selecionar o "X" exibido.

 

Para limpar todas as tags:

  1. Tenha cuidado: não é possível desfazer a ação de limpar de todas as tags. Em vez disso, será necessário marcar novamente do início. Se o conteúdo já estiver marcado, o Assistente de marcação não removerá as marcações existentes. Limpar todas as tags removerá somente as tags adicionadas pelo Assistente de marcação.
  2. Selecione o ícone de engrenagem Configurações.
  3. Selecione Excluir todas as tags a partir desta página.
Marcação avançada de data

O Assistente de marcação para dados estruturados lê datas em vários formatos, desde que elas incluam mês, dia e ano. Para fornecer dados ausentes (como o ano), basta adicionar essas informações ao grupo de páginas.

Caso a amostra de conteúdo exiba datas em um só bloco (por exemplo, 4 de junho de 2012), recomendamos que você marque as datas dessa mesma forma. Quanto menos tags forem criadas, mais rápida será sua marcação e mais preciso será o Assistente de marcação.

Para marcar datas em um só bloco:

  1. Comece a marcar os dados conforme descrito em Marcar uma página ou Marcar um e-mail.
  2. Na página "Marcador", use o mouse para selecionar uma data. Por exemplo, selecione o seguinte: 4 de junho de 2012.
  3. Selecione Data > Data/hora ou período no menu de contexto exibido.

    O Assistente de marcação adiciona a data à coluna "Meus itens de dados".

  4. Conclua a marcação da página conforme descrito em Marcar uma página ou Marcar um e-mail.

Como marcar datas em blocos separados

Alguns conteúdos exibem informações de data em blocos separados ou usam rótulos para identificar os componentes de data separados. Por exemplo, uma página que lista vários eventos pode exibir o mês e ano uma vez no início do texto e listar dias específicos ao lado de cada evento. Se o conteúdo exibir datas em blocos separados, será necessário marcar as informações de data dessa mesma forma. 

O Assistente de marcação não lê as datas que estão marcadas em blocos separados e especificam um período, como 4 a 5 de junho e 2012.

Marcar datas em blocos separados

  1. Comece a marcar os dados conforme descrito em Marcar uma página ou Marcar um e-mail.
  2. Na página "Marcador", use o mouse para selecionar parte de uma data. Por exemplo, selecione o seguinte: junho.
  3. Selecione Data > Avançado > bloco de data no menu de contexto exibido. Por exemplo, selecione Data > Avançado > Mês.

    O Assistente de marcação adiciona a data à coluna "Meus itens de dados".

  4. Continue marcando os blocos de data até fazer isso com todos os dados disponíveis.
  5. Conclua a marcação conforme descrito em Marcar uma página ou Marcar um e-mail.

Exemplos de tags de data

Veja a seguir alguns exemplos de dados que você pode marcar:

  • Uma data isolada. Por exemplo, você pode marcar qualquer um dos seguintes:
    • 4 de junho de 2012
    • 4 junho 2012
    • 6/4/12: as tags podem incluir outros delimitadores e anos com quatro dígitos, bem como 2012/6/4. Quando as datas numéricas forem ambíguas, o Google considera que o primeiro número representa o mês. Por exemplo, 6/4/12 é interpretado como 4 de junho de 2012, enquanto 13/4/12 seria interpretado como 13 abril de 2012.
    É possível marcar várias datas em uma página. Por exemplo, se você marcar 4 de junho de 2012 e 6 de junho de 2012, o evento será interpretado como ocorrendo duas vezes: uma vez em 4 de junho e uma vez em 6 de junho.
  • Um intervalo de dias. Por exemplo, 4-7 de junho de 2012
    O delimitador entre os dias de início e término precisa ser um traço (-).
  • Datas com horários. Por exemplo, você pode marcar qualquer um dos seguintes:
    • 4 de junho de 2012, 15h: o horário seguido pela indicação de AM ou PM. O Google usa o horário comercial para interpretar horários não acompanhados pela indicação de AM ou PM. Por exemplo, 11 seria interpretado como 11h, e 2 seria interpretado como 14h.
    • 04 de junho de 2012 15:00 - horário militar
    • 04 de junho de 2012 3 pm EST ou 04 de junho de 2012 3 pm -5:00 - Horários com fuso horário ou com a indicação de diferença UTC/GMT.
    • 04 de junho de 2012 2-3 pm ou 04-05 junho, 2012 2-3 pm - Períodos com ou sem um período.
  • Datas em tags separadas.Você pode usar a opção de marcação avançada para marcar as seguintes strings separadas de texto como uma única data:
    • Dia: terça-feira, 4 de junhoAno: 2013
    • 4 de junho | Horário: 19h30 -21h30 e 2012
    O Google não reconhece períodos que foram divididos em várias tags. Por exemplo, as seguintes tags não são tags de data válidas:
    • junho 4-5 e 2012

Especificar o formato de data manualmente

O Assistente de marcação pressupõe que as datas no seu conteúdo seguem as regras de formatação associadas ao idioma do conteúdo. Por exemplo, quando o idioma de uma página é en-US, o Assistente de marcação supõe que 12-06-12 significa 6 de dezembro de 2012. Já quando o idioma de uma página é en-GB, o Assistente de marcação supõe que 12-06-12 significa 12 de junho de 2012. O Assistente de marcação determina automaticamente o idioma da página e, portanto, as regras de formatação da data.

Para modificar o Assistente de marcação e especificar um formato de data diferente:

  1. Selecione o ícone de engrenagem e Configurações.
  2. No pop-up "Configurações", selecione um formato na lista "Formato de data".
  3. Selecione Salvar.
Adicionar dados ausentes

Se o conteúdo de exemplo não tiver algum dado, como o ano de um evento, você poderá especificar um valor. O Assistente de marcação para dados estruturados adicionará uma marcação referente ao valor.

Você pode adicionar dados ausentes a qualquer momento, além de modificar ou excluir essas informações se necessário.

Para adicionar, modificar ou excluir dados ausentes:

  1. Selecione Adicionar tags ausentes na parte inferior da coluna "Meus itens de dados".
  2. Escolha uma das seguintes opções:
    • Adicione um valor selecionando uma tag na lista Selecionar uma tag. Depois, digite o valor na caixa de texto. Por exemplo, selecione Categoria e digite "Música tradicional irlandesa".
    • Exclua os dados existentes selecionando o X em uma caixa de texto.
    • Edite os dados existentes alterando o valor na caixa de texto.
  3. Selecione Salvar
    O Assistente de marcação exibe o valor especificado em "Meus itens de dados".

Alterar o idioma da página

O Assistente de marcação para dados estruturados detecta automaticamente o idioma do seu conteúdo de exemplo para processar melhor os dados da sua página. Se a marcação criada pelo Assistente estiver incorreta, você poderá informar explicitamente a ele o idioma que está usando.

Para especificar o idioma manualmente:

  1. Selecione o ícone de engrenagem e Configurações.
  2. No pop-up "Configurações", selecione o idioma da lista "Idioma do site".
  3. Selecione Salvar.
O que é schema.org?

schema.org é uma colaboração entre Google, Microsoft e Yahoo! para melhorar a Web criando um vocabulário comum para descrever os dados na Web. Se você adicionar a marcação schema.org a suas páginas HTML, muitas empresas e produtos, incluindo a Pesquisa do Google, compreenderão os dados em seu site. Da mesma forma, se você adicionar a marcação schema.org a seu e-mail com formatação HTML, será possível que outros produtos de e-mail além do Gmail compreendam os dados.

Você pode usar diferentes tipos de marcação para descrever seus dados com o vocabulário schema.org. O Assistente de marcação pode mostrar como usar microdados e JSON-LD.

Para mais informações sobre schema.org, consulte as Perguntas frequentes sobre o schema.org.

O que são JSON-LD e microdados?

Os microdados e o JSON-LD são duas formas diferentes de marcar seus dados usando o vocabulário schema.org. O Google prefere o formato JSON-LD para conteúdo da Web.

JSON-LD

JSON-LD usa um objeto JavaScript em sua página HTML para definir os dados. Por exemplo, este JSON-LD descreve um evento:

<script type="application/ld+json">
{
  "@context" : "http://schema.org",
  "@type" : "Event",
  "name" : "Slim Whitman Tribute",
  "startDate" : "2013-07-06",
  "location" : {
    "@type" : "Place",
    "name" : "Hollywood Bowl"
  }
}
</script>

Ao adicionar JSON-LD, o Assistente de marcação prefere adicionar marcações a elementos HTML existentes. Por exemplo, se você destacar um evento codificado como <h4>My Event</h4>, o Assistente de marcação adicionará JSON-LD ao seu exemplo desta forma:

<script type="application/ld+json">
{
  "@context" : "http://schema.org",
  "@type" : "Event",
  "name" : "My event"
}
</script>

Consulte JSON-LD para mais informações.

 

Microdados

Os microdados usam atributos e tags HTML para definir os dados. Por exemplo, este é um HTML que descreve um evento:

<div> 
  Come hear the Tiny Tim Tribute Band, live in concert on 
  July 6, 2013 at the beautiful Regency Theater!
</div>

E este é o mesmo HTML com marcação de microdados:

<div itemscope itemtype="http://schema.org/Event"> 
  Come hear the 
  <span itemprop="name">Tiny Tim Tribute Band</span>, 
  live in concert on 
  <span itemprop="startDate" 
  content="2013-07-06>July 6, 2013</span> 
  at the beautiful
  <span itemprop="location" itemscope 
    itemtype="http://schema.org/Place"> 
    <span itemprop="name">Regency Theater</span>!
  </span>
</div>

Consulte Sobre microdados para mais informações.

E minha marcação existente?

O Assistente ignora qualquer marcação existente no e-mail ou na página de exemplo que você marca. Então, se você marcar um texto que já tiver sido identificado pela marcação, o Assistente continuará e adicionará outras marcações à tag.

 
Você tem algum feedback sobre o Assistente de marcação para dados estruturados? Deixe sua opinião no fórum do Search Console para dados estruturados.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?