Corrigir problemas de Segmentação por lista de clientes com upload de lista, tamanho de lista pequeno ou baixo volume

Dois problemas comuns com a Segmentação por lista de clientes são problemas de upload e de tamanhos pequenos da lista de Segmentação por lista de clientes. Ambos podem ocorrer devido à formatação de arquivo de dados ou função hash incorreta. Além das úteis ferramentas de hash, este artigo guiará você pelas etapas que garantirão que seus arquivos e os respectivos dados estejam no formato exigido para correspondência máxima. Explicaremos também motivos comuns e correções para problemas de baixo tráfego e processamento de listas.

Antes de começar

É comum haver confusão sobre a diferença entre o número de registros no arquivo enviado e o tamanho da lista que o Google Ads exibe. 

Quando você fizer o upload de um arquivo, seus dados de clientes serão validados se estiverem em um formato aceitável para upload. Depois da validação dos dados e da conclusão do upload, você verá a porcentagem dos seus dados de cliente que foram aprovados na validação, que foram enviados com sucesso e que serão associados às Contas do Google. Depois que o processo de correspondência for concluído, a coluna que mostra o tamanho da sua lista de clientes exibirá um número segmentado de dados de clientes cuja correspondência foi realizada com sucesso. Para mais informações sobre como o processo de correspondência funciona, leia o artigo Como o Google usa os dados de Segmentação por lista de clientes.

É possível que nem todo o registro de Segmentação por lista de clientes que você enviou seja vinculado a uma Conta do Google ativa. Desse modo, o número de registros enviados pode ser diferente do tamanho da sua lista de Segmentação por lista de clientes.

Como solucionar problemas de upload e lista com poucas entradas 

Os arquivos de dados da Segmentação por lista de clientes precisam seguir as diretrizes de formatação específicas para serem aceitos. A formatação errada, incluindo a hash incorreta, pode resultar em um erro de upload ou em um número baixo de registros correspondentes. 

Verifique todos os itens a seguir, pois eles podem resultar em uma lista com poucas entradas. Para ver outras diretrizes de formatação, leia o artigo Fazer o upload de arquivos de dados e gerenciar públicos-alvo de Segmentação por lista de clientes.

  1. Os arquivos precisam estar no formato CSV.
  2. Todos os identificadores de um registro de usuário precisam estar separados por vírgulas. Registros de usuários diferentes precisam ser separados pelo caractere de nova linha do Unix "\n" ou por uma quebra de linha. Eles não podem ser separados por espaços nem por pontos e vírgulas.
  3. Os cabeçalhos podem ser: Email, Phone, First Name, Last Name, Country, Zip, e Mobile Device ID. Se você tiver vários endereços de e-mail, de correspondência ou telefones para um único cliente, seu arquivo poderá incluir várias colunas “Email,” “Zip,” ou “Phone”.
  4. Inclua o nome do domínio de todos os endereços de e-mail (por exemplo: gmail.com ou hotmail.com).
  5. Os nomes não podem ter prefixos (por exemplo: Sr.).
  6. Para equivalência do endereço de correspondência, certifique-se de que seu arquivo de dados contenha todos estes quatro cabeçalhos de colunas: “First Name”, “Last Name”, “Country” e “Zip”.
  7. Inclua o código de país para números de telefone.

Além disso, se você utilizar a função hash antes de fazer o upload do seu arquivo:

  1. não utilize a hash nas colunas "País" e "CEP";
  2. deixe todos os caracteres em letras minúsculas e remova todos os espaços adicionais antes, após ou entre nomes e endereços de e-mail;
  3. lembre-se de que e-mails com letras acentuadas não serão associados às Contas do Google (por exemplo: "è", "é", "ê" e "ë"). No entanto, os acentos podem ser usados nos campos "First Name" e "Last Name";
  4. os números de telefone precisam usar o formato E.164.

Formatação de amostra

Veja a seguir um exemplo de formatação correta do arquivo usando linhas e colunas em que a primeira linha precisa ser um cabeçalho. 
 

E-mail E-mail Nome Sobrenome País Zip Phone
test@gmail.com teste2@gmail.com joão silva US 94016  
teste3@gmail.com   mais recente teste CN 101300 1 (234) 567-8910

 

Veja um exemplo de formatação correta do arquivo usando um arquivo CSV. 
 

Email,First Name,Last Name,Country,Zip,Phone
test@gmail.com,test2@gmail.com,john,smith,us,94016,1(234)567-8910
test3@gmail.com,newtest,test,cn,101300,101500,12354789

 

Em ambos os exemplos, várias colunas ou vários valores de código postal e e-mail podem ser adicionados, e os cabeçalhos precisam estar em inglês.

Taxa de sucesso de upload baixa
As primeiras mil linhas do seu arquivo de dados são verificadas antes do upload para identificar possíveis problemas. As mensagens de erro explicam as correções. 

As linhas após as mil primeiras não são pré-verificadas, e uma porcentagem de linhas enviadas com sucesso é exibida. Verifique se a porcentagem está de acordo com as suas expectativas. Se não estiver, analise seu arquivo de dados usando os critérios acima.

Problemas de hash
Se a função hash incorreta for realizada antes do upload do arquivo ou se os dados de clientes não estiverem de acordo com as diretrizes de formatação, seu arquivo de dados ainda poderá ser aceito. No entanto, o Google Ads não fará a correspondência entre os dados de clientes e as Contas do Google, o que resultará em uma lista de tamanho menor.

E-mails com função pre-hash que tecnicamente estão de acordo com nossos requisitos de formatação podem ser enviados, mas uma forma de hash incorreta resultaria na impossibilidade de o Google Ads fazer a correspondência entre a saída com hash a uma Conta do Google. Por exemplo, se seus endereços de e-mail incluírem espaços, a saída com hash não será igual a um e-mail reconhecido para correspondência com uma Conta do Google.

Se antes de fazer o upload você optar por arquivos de dados com função hash, siga para a seção "Como usar a função hash em arquivos de dados" para mais opções de solução de problemas.

Como gerar hash de arquivos de dados

O Google Ads gerará hash do seu arquivo de dados se você optar por fazer o upload de um arquivo de dados de clientes sem hash no Google Ads. Os dados privados de clientes do seu arquivo (e-mail, telefone, nome e sobrenome) serão formatados automaticamente, criptografados com hash no seu computador e serão enviados de maneira segura para os servidores do Google. A geração de hash é realizada localmente no computador utilizado para fazer o upload dos arquivos de dados e, portanto, pode ser feita de forma segura na própria rede corporativa do anunciante.

Se você optar por usar a função pre-hash nos seus arquivos:

  1. Antes de prosseguir, verifique se você seguiu as práticas recomendadas para upload de arquivos de dados mencionadas acima. É possível que haja listas com poucas entradas devido a problemas de formatação dos arquivos de dados e a uma geração de hash incorreta.
  2. esta ferramenta do formatador de lista da Segmentação por lista de clientes para verificar se seu método de geração de hash está correto ou para gerar hash dos seus arquivos de dados.
    1. Observação: o Google está fornecendo essas informações para você usar na geração de hash dos dados que serão utilizados para a Segmentação por lista de clientes. Elas são exclusivamente para fins informativos, e a maneira como você as utiliza é de sua total responsabilidade.
    2. Depois de fazer o download, abra o arquivo no seu navegador da Internet. Há três ferramentas disponíveis:
      1. Hashing Validation - Single Input:
        1. Caso de uso: você está gerando hash dos seus próprios dados e quer verificar a saída por meio de uma entrada única. Essa ferramenta mostrará a você qual seria a saída da conversão que utiliza o algoritmo SHA256. A saída dessa demonstração deve corresponder à saída do seu método de hash. 
        2. Observação: os dados não serão corrigidos por essa ferramenta antes da hash (ou seja, os espaços não serão removidos, as letras não ficarão minúsculas e os pontos finais antes do símbolo "@" não serão removidos). Corrija seus dados antes de realizar a hash para garantir a maior taxa de correspondência possível.
      2. Hashing Demo - CSV output:
        1. Caso de uso: use a função hash em um lote de dados a partir de um arquivo CSV por meio de upload. A saída será um arquivo CSV e, antes de gerar hash, as letras maiúsculas serão substituídas por minúsculas e os espaços e pontos finais antes do símbolo "@" serão removidos. A saída pode ser enviada para o Google Ads.
      3. Demonstração de geração de hash - saída de texto:
        1. Caso de uso: use a função hash em um lote de dados a partir de um arquivo CSV por meio da função copiar/colar. O resultado será exibido na caixa do lado direito. As letras maiúsculas serão modificadas para minúsculas e os espaços e pontos finais antes do símbolo "@" serão removidos. Depois de salvar os dados como um arquivo CSV, é possível enviá-los para Google Ads.
    3. Se você utiliza Python, use este script para gerar hash dos seus arquivos de dados.

Como solucionar problemas de tráfego baixo

O erro "Volume baixo ou inexistente" é muitas vezes causado por uma lista muito pequena, uma segmentação muito restrita e/ou orçamentos ou lances baixos em comparação com outras campanhas de remarketing.

Para que os anúncios da Segmentação por lista de clientes sejam veiculados, eles precisam ter um limite mínimo de usuários ativos no momento da veiculação (usuários ativos são o número de usuários na sua lista que estão ativos no Gmail, na Pesquisa Google ou no YouTube). Em determinados momentos, o número de usuários ativos pode ser menor do que o tamanho total da lista de público-alvo, já que nem todas as pessoas permanecem conectadas o tempo todo. Recomendamos tamanhos de lista de público-alvo superiores a mil usuários para evitar que os anúncios não sejam veiculados.

Quaisquer outras restrições de segmentação que você adicionar à Segmentação por lista de clientes refinarão ainda mais a lista de usuários em potencial que sua campanha pode segmentar, resultando em volumes baixos ou inexistentes.

Como corrigir listas com status constante "Em andamento"

Os uploads da Segmentação por lista de clientes podem levar até 48 horas para serem processados. Se você fizer uploads ou alterações nas suas listas de público-alvo diariamente, é possível que o status "Em andamento" seja constantemente exibido. 

Digamos, por exemplo, que o processamento das suas listas de público-alvo demore seis horas. Você faz o upload de novas listas de público-alvo com atualizações a cada quatro horas, diariamente. Cada vez que você fizer o upload de uma nova lista de público-alvo, o status "Em andamento" será acionado. Dessa forma, sua lista sempre exibirá esse status, mesmo que as atualizações anteriores já tenham sido concluídas. 

Corrigir erros na sua lista

Erro/problema Correção
Não há dados no seu arquivo Verifique se seu arquivo contém dados e faça o upload dele novamente. 
Erros de formatação Veja se seu arquivo contém os erros a seguir:
  • Verifique se há linhas vazias ou com valores incorretamente formatados.
  • Se você utiliza a função de pre-hash, verifique se os dados no seu arquivo correspondem ao formato SHA-256 exigido e se os números de telefone seguem o formato E.164.
  • Verifique se os dados do seu arquivo estão formatados corretamente conforme descrito no artigo de requisitos para upload de arquivos de dados. 
  • Verifique a formatação e separe os dados do cliente com quebra de linha ou vírgula. Não separe entradas com espaço nem ponto e vírgula.
Seu arquivo não tem todos os cabeçalhos de coluna necessários para a equivalência do endereço de correspondência A correspondência dos endereços de e-mail requer apenas endereços de e-mail. A equivalência do endereço de correspondência requer dados do cliente para todas estas colunas: "Nome", "Sobrenome", "País" e "CEP". Faça o upload do seu arquivo novamente usando todos os nomes de cabeçalho de coluna e colunas necessários para o tipo de dados do seu cliente.
Seu arquivo tem linhas com excesso ou escassez de valores. Verifique se o número de valores por linha é igual ao número de cabeçalhos de coluna no seu arquivo. Para linhas com dados parciais, preencha cada valor restante com um caractere nulo e uma vírgula. 
Por exemplo, se sua lista de clientes tiver os cabeçalhos de coluna "Nome", "Sobrenome", "País" e "CEP", todas as linhas do seu arquivo precisam ter quatro valores, cada um deles separado por vírgula. Quando você tiver apenas dados parciais, como o nome do cliente (sem o sobrenome), use um caractere nulo no lugar do valor faltante.
As seguintes colunas no seu arquivo têm dados incorretos Verifique se os valores das suas linhas correspondem ao cabeçalho da coluna. Por exemplo, todos os dados na coluna "Email" devem conter apenas endereços de e-mail válidos, sem CEPs ou nomes. 
Os cabeçalhos das colunas no seu arquivo estão incorretos O Google Ads requer nomes específicos para os cabeçalhos das colunas. Verifique se seu arquivo contém os nomes corretos: "Email", "Phone", "First Name", "Last Name", "Country", "Zip", "User ID" e "Mobile Device ID". Os códigos postais podem ser usados ​​como dados de CEP.


Links relacionados

Fazer upload de arquivos de dados e gerenciar públicos-alvo de Segmentação por lista de clientes

Políticas do Google Ads

Política de Segmentação por lista de clientes

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?