Impostos no seu país

 

Poderão ser aplicáveis à sua empresa impostos ou o Imposto sobre o valor acrescentado (IVA), consoante a sua localização. Continue a ler para ver o que se aplica no seu país. Se pretender ver informações relativas a outro país, clique no menu pendente acima.

Anunciantes na Argentina

Os requisitos fiscais podem ser diferentes consoante o método de pagamento esteja definido como faturação ou pagamentos manuais. Veja as informações abaixo que se aplicam ao seu método de pagamento.

Pagamentos manuais

Como são calculados os impostos sobre os pagamentos por Banelco ou PagoMisCuentas.com

Quando efetua um pagamento, partimos do princípio de que incluiu o valor que pretende ver creditado na sua conta, bem como a percentagem correta deste valor para cobrir todos os impostos aplicáveis. Dependendo do seu estatuto fiscal, retiraremos um ou mais impostos dos seus pagamentos por Banelco ou PagoMisCuentas.com antes de creditarmos o valor restante na sua conta do Google Ads:

  • IVA a 21%: aplicamos uma coleta de IVA de 21% a todos os pagamentos manuais dos anunciantes.
  • IVA a 3%: este imposto só se aplica se estiver registado na autoridade tributária para efeitos de IVA (responsable inscripto), mas não estiver registado como Agente de retenção de IVA e não tiver um certificado de exclusão de IVA.
  • Coleta de GRT: aplicamos coleta de GRT nas províncias em que a sua empresa esteja registada e a Google seja um agente de coleta. Necessitamos dos seus documentos fiscais para identificar o seu estatuto de GRT em cada província.

Verá a coleta refletida na fatura mensal. Os impostos GRT são calculados com base na categoria de IVA, no estatuto de GRT e noutros fatores constantes nos seus documentos do GRT relativos a cada província (por exemplo, CM01, CM02, CM05). Estas coletas podem mudar no futuro, pelo que é importante que forneça os documentos fiscais CM01, CM02 e CM05 atualizados. Atualmente, a Google Argentina efetua a coleta de impostos nas 7 províncias seguintes:

  • Cidade de Buenos Aires
  • Província de Buenos Aires
  • Corrientes
  • Misiones
  • Neuquén
  • San Luis
  • Chaco

Determinamos se está sujeito a IVA e/ou a coleta de GRT a partir do número de identificação fiscal e dos documentos que introduz quando cria a sua conta. Os seguintes documentos fiscais ajudar-nos-ão a determinar as taxas de imposto corretas a aplicar:

  • F.460/J (Inscripción AFIP) - documento fiscal federal
  • CM01/CM02 (Inscripción IIBB) - documento do imposto GRT provincial
  • CM05 - documento do imposto GRT provincial
  • Inscripción Ingresos Brutos (IIBB) Local
  • Exención en Ingresos Brutos ou Isenção de GRT em cada província
  • Exención IVA/Ganancias
  • Carta Certificado de Exclusión (certificado de exclusão)
  • Agente de coleta designado (por província)

Nota

É importante que forneça documentos fiscais quando cria a sua conta. Se não tivermos os documentos fiscais atualizados, os regulamentos fiscais federais e provinciais obrigam-nos a cobrar as taxas de imposto mais elevadas, o que pode afetar os seus custos totais.

Obter recibos legais de pagamentos por Banelco ou PagoMisCuentas.com

A Banelco emite um recibo legal por cada pagamento efetuado através da rede Banelco. Será incluído um código de controlo de quatro dígitos para garantir a autenticidade do recibo.

Dependendo do modo como efetua um pagamento, receberá um recibo de uma de três formas:

  • Do multibanco onde efetuou um pagamento
  • Impressão do Website PagoMisCuentas.com
  • Impressão do Website de serviços bancários online do seu banco
Obter faturas mensais legais

A Administración Federal de Ingresos Públicos (AFIP) concedeu à Google Argentina exclusões temporárias do imposto sobre o rendimento e do Imposto sobre o valor acrescentado (IVA). Isto significa que não deve reter imposto sobre o rendimento ou IVA durante os seguintes períodos:

  • IVA: de 1 de janeiro de 2018 até 30 de junho de 2018
  • Imposto sobre o rendimento: de 1 de junho de 2018 até 31 de março de 2019

Os certificados das exclusões fiscais foram enviados para os clientes por email. Inclua estes certificados quando enviar pagamentos à Google.

O tipo de fatura recebido depende do número de identificação fiscal (CUIT ou DNI) que introduziu na sua conta. Se pretende receber uma fatura com o IVA discriminado, tem de se inscrever como uma empresa registada em sede de IVA com um CUIT.

  • Receberá uma fatura do tipo A se tiver introduzido um CUIT válido de uma empresa registada em sede de IVA.
  • No caso de DNI, receberá uma fatura do tipo B.

Para saber mais acerca dos tipos de faturas na Argentina, visite o site oficial de faturação da AFIP.

A Google emitirá uma fatura legal entre os dias 3 e 5 de cada mês, indicando os seus gastos com publicidade, incluindo todos os impostos aplicáveis, relativos ao mês de calendário anterior. Estará disponível na sua conta uma versão eletrónica. Também será enviada para o endereço de email que especificar nas definições de faturação.

Alterar as informações fiscais
Se introduziu informações fiscais incorretas na sua conta do Google Ads ou se as suas informações fiscais sofreram alterações, carregue a documentação correta através dos passos seguintes.
  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads.
  2. Clique no ícone de ferramentas na parte superior direita e, em seguida, em "Faturação", escolha Resumo de faturação.
  3. Clique em Definições no lado esquerdo da página.
  4. Na secção "Informações fiscais da Argentina", clique no ícone de lápis Editar e, em seguida, clique em Adicionar um ficheiro para carregar um novo documento.
  5. Clique em Guardar.

Se não conseguir aceder a "Informações fiscais da Argentina" e/ou carregar documentos, pode não ter autorizações de pagamentos suficientes. Contacte o administrador do perfil de pagamentos da sua conta do Google Ads para obter acesso de administrador ou de edição ao perfil de pagamentos.

Tenha em atenção que não nos é possível voltar a emitir faturas geradas antes da atualização das informações fiscais na sua conta do Google Ads.

Isenções de impostos

Se tem isenção de impostos, carregue os certificados quando criar a sua conta, para que possamos tê-los em conta quando calcularmos os seus impostos. Se se esqueceu de o fazer ou se lhe tiverem concedido uma nova isenção, carregue os certificados na secção "Perfil de pagamentos" da página Definições.

Faturação

Como são calculados os impostos

Os impostos são adicionados aos custos com publicidade e apresentados no Histórico de transações e na fatura mensal. Os impostos são calculados de acordo com as leis locais:

  • IVA a 21%: aplicamos uma coleta de IVA de 21% a todos os seus pagamentos.
  • Coleta de GRT: aplicamos coleta de GRT nas províncias em que a sua empresa esteja registada e a Google seja um agente de coleta. Necessitamos dos seus documentos fiscais para identificar o seu estatuto de GRT em cada província.

Verá a coleta refletida na fatura mensal. Os impostos GRT são calculados com base na categoria de IVA, no estatuto de GRT e noutros fatores constantes nos seus documentos do GRT relativos a cada província (por exemplo, CM01, CM02, CM05). Estas coletas podem mudar no futuro, pelo que é importante que forneça os documentos fiscais CM01, CM02 e CM05 atualizados. Atualmente, a Google Argentina efetua a coleta de impostos nas 7 províncias seguintes:

  • Cidade de Buenos Aires
  • Província de Buenos Aires
  • Corrientes
  • Misiones
  • Neuquén
  • San Luis
  • Chaco

Determinamos se está sujeito a IVA e/ou a coleta de GRT a partir do número de identificação fiscal e dos documentos que introduz quando cria a sua conta. Os seguintes documentos fiscais ajudar-nos-ão a determinar as taxas de imposto corretas a aplicar:

  • F.460/J (Inscripción AFIP) - documento fiscal federal
  • CM01/CM02 (Inscripción IIBB) - documento do imposto GRT provincial
  • CM05 - documento do imposto GRT provincial
  • Inscripción Ingresos Brutos (IIBB) Local
  • Exención en Ingresos Brutos ou Isenção de GRT em cada província
  • Exención IVA/Ganancias
  • Carta Certificado de Exclusión (certificado de exclusão)
  • Agente de coleta designado (por província)

Nota

É importante que forneça documentos fiscais quando cria a sua conta. Se não tivermos os documentos fiscais atualizados, os regulamentos fiscais federais e provinciais obrigam-nos a cobrar as taxas de imposto mais elevadas, o que pode afetar os seus custos totais.

Obter faturas mensais legais

A Administración Federal de Ingresos Públicos (AFIP) concedeu à Google Argentina exclusões temporárias do imposto sobre o rendimento e do Imposto sobre o valor acrescentado (IVA). Isto significa que não deve reter imposto sobre o rendimento ou IVA durante os seguintes períodos:

  • IVA: de 1 de janeiro de 2018 até 30 de junho de 2018
  • Imposto sobre o rendimento: de 1 de junho de 2018 até 31 de março de 2019

Os certificados das exclusões fiscais foram enviados para os clientes por email. Inclua estes certificados quando enviar pagamentos à Google.

O tipo de fatura recebido depende do estatuto de IVA do seu número de identificação fiscal. Se pretende receber uma fatura com o IVA discriminado, tem de se inscrever como uma empresa registada em sede de IVA com um CUIT.

Para saber mais acerca dos tipos de faturas na Argentina, visite o site oficial de faturação da AFIP.

A Google emitirá uma fatura legal entre os dias 3 e 5 de cada mês, indicando os seus gastos com publicidade, incluindo todos os impostos aplicáveis, relativos ao mês de calendário anterior. Estará disponível na sua conta uma versão eletrónica. Também será enviada para o endereço de email que especificar nas definições de faturação.

Alterar as informações fiscais

Se introduziu informações fiscais incorretas na sua conta do Google Ads ou se as suas informações fiscais sofreram alterações, contacte-nos e envie-nos as informações fiscais corretas.

Um especialista do Google Ads entrará em contacto consigo no prazo de dois dias úteis para confirmar as alterações.

Tenha em atenção que não nos é possível voltar a emitir faturas geradas antes da atualização das informações fiscais na sua conta do Google Ads.

Isenções de impostos

Se tem isenção de impostos, forneça os certificados adequados quando criar uma nova linha de crédito, para que possamos ter isto em conta quando calcularmos os seus impostos. Se se esqueceu de o fazer ou se lhe tiver sido concedida uma nova isenção, contacte um especialista do Google Ads para se certificar de que as informações são atualizadas.

Se tem isenção fiscal de coleta de GRT, envie-nos a documentação fiscal adequada (a Carta Certificado de Exclusión ou a Exención en Ingresos Brutos) através deste formulário.

Coleta de GRT

O GRT é um número de identificação do rendimento bruto. Quando se inscreve no Google Ads, é necessário introduzir o seu número de identificação ou número CUIT. No entanto, o campo Identificação de receita bruta (ID de GRT) não é obrigatório, porque nem todos os anunciantes estão sujeitos a GRT.

O que é o GRT

O ID de GRT é o número de identificação do imposto sobre o rendimento bruto. O imposto sobre o rendimento bruto é o principal recurso financeiro dos governos provinciais. De um modo geral, é calculado apenas sobre as vendas e a taxa do imposto varia consoante a província.

Onde introduzir o GRT

Se escolher Banelco ou PagoMisCuentas.com como método de pagamento quando se inscrever na sua conta do Google Ads, ser-lhe-á pedido que introduza o seu DNI ou CUIT (número de identificação fiscal). Se escolher o CUIT, terá a opção de introduzir um ID de GRT. É importante que introduza o seu número de GRT sem hífenes nem espaços. Também terá de carregar documentos fiscais para o IVA e o GRT.

Como saber se a sua empresa está sujeita a coleta de GRT

Relativamente ao GRT da cidade de Buenos Aires, siga estes passos para verificar se a sua empresa está sujeita a coleta de GRT e, em caso afirmativo, qual a taxa aplicável:

  1. Visite http://www.arba.gov.ar/
  2. Introduza o número de identificação fiscal (CUIT) e a palavra-passe da sua empresa. Se não sabe a palavra-passe, consulte o departamento financeiro da empresa.
  3. Selecione Rol: contribuyente.
  4. No menu no canto superior esquerdo, intitulado "Regimen de recaudación por", selecione Consulta al padrón.
  5. Selecione o mês cuja taxa pretende ver.
  6. A taxa de coleta de GRT que a Google utiliza para os seus pagamentos é apresentada abaixo de "Alícuota de percepción".

Para outras províncias, consulte as autoridades locais.

Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) em Taiwan

O Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) é um imposto de 5% sobre os bens e serviços pago à autoridade fiscal de Taiwan. A forma como paga e se paga IVA em Taiwan depende do seu método e definição de pagamento. Escolha o método ou a definição que se aplica à sua conta abaixo.

Pagamentos automáticos ou manuais por cartão de crédito

Se paga a sua conta do Google Ads com cartão de crédito, assinou um contrato com a Google Asia Pacific Pte. Ltd. e, como tal, não está sujeito a IVA.

Pagamentos manuais por transferência de dinheiro, numa loja de conveniência ou numa estação de correios

Se paga a conta do Google Ads por transferência de dinheiro, numa loja de conveniência ou numa estação de correios, assinou um contrato com a Google Taiwan, que estipula que os seus custos do Google Ads estão sujeitos a IVA. Para cobrir este imposto, a Google passa automaticamente uma parte de cada um dos seus pagamentos para a autoridade fiscal de Taiwan. Enviar-lhe-emos por correio uma Government Uniform Invoice (GUI) por cada pagamento efetuado, com indicação detalhada do valor de IVA pago.

Como é calculado o IVA dos pagamentos manuais por transferência de dinheiro, numa loja de conveniência ou numa estação dos correios

Veja como calculamos a dedução de IVA do seu pagamento do Google Ads:

Quando efetua um pagamento, partimos do princípio de que incluiu o valor que pretende ver creditado na sua conta, bem como 5% desse valor para cobrir o IVA. Por outras palavras, se efetuar um pagamento de X, dividimos o valor em Y e 5% de Y. Creditamos Y na sua conta e pagamos 5% de Y em IVA.

Esta é a equação que utilizamos:

  • X = Y + (0,05 * Y)
  • X = 1,05 * Y
  • Y = X/1,05

Exemplo

Suponhamos que efetuou um pagamento de 1050 TWD. Para determinar o valor a creditar na sua conta, o cálculo seria:

  • Y = 1050 TWD/1,05
  • Y = 1000 TWD

Creditaríamos na sua conta o valor de 1000 TWD e entregaríamos os restantes 50 TWD à autoridade fiscal do seu país como IVA.

Definição de pagamento por linha de crédito (faturação mensal)

Se tiver uma conta do Google Ads com a opção de linha de crédito (faturação mensal), assinou um contrato com a Google Taiwan que estipula que deve pagar IVA sobre as despesas do Google Ads. A sua fatura mensal incluirá a tributação da taxa de IVA e enviar-lhe-emos por correio uma Government Uniform Invoice (GUI), juntamente com cada fatura, com indicação detalhada de quanto pagou de IVA.

Acerca das Government Uniform Invoices (GUIs)

O que é uma Government Uniform Invoice (GUI)

As entidades empresariais que vendem bens ou serviços em Taiwan são obrigadas a emitir uma Government Uniform Invoice (GUI) para o comprador no momento da aquisição, como estipulado na secção referente ao Limite de tempo para emissão de provas documentais de venda da Legislação fiscal empresarial de valor acrescentado e de valor não acrescentado de Taiwan.

De acordo com esta legislação, a Google emitirá uma GUI sempre que efetuar um pagamento (por exemplo, compra de serviços de publicidade) se a sua conta do Google Ads cumprir os seguintes critérios:

  • Possui um endereço da empresa em Taiwan
  • Utiliza o novo dólar taiwanês (TWD)
  • Utiliza pagamentos manuais ou linha de crédito (faturação mensal)
  • Foi criada após uma determinada data

Os anunciantes com uma conta que cumpre estes critérios assinaram um contrato com a Google Taiwan. Todos os outros anunciantes assinaram contratos com outras entidades da Google e, como tal, para estes não emitimos GUIs.

Um dos objetivos da GUI é acompanhar todo o Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) que uma empresa ou um indivíduo paga. Assim, é importante que conserve as suas GUIs para o preenchimento da declaração de rendimentos.

A sua GUI conterá as seguintes informações:

  • ID da GUI
  • Valor da venda
  • IVA
  • Valor total
  • O seu número de identificação fiscal, se selecionou Pessoa coletiva no campo Estatuto fiscal quando criou a sua conta
  • Descrição do serviço (por exemplo, Publicidade online)

Outros aspetos que deve ter em atenção:

  • Se selecionou Pessoa coletiva no campo Estatuto fiscal quando criou a sua conta, emitiremos uma GUI do tipo "Formato básico para pessoa coletiva". Caso contrário, emitiremos uma GUI do tipo "Formato básico para pessoa singular".
  • Receberá uma GUI 4 semanas após efetuar um pagamento.
  • O título da GUI será o nome da empresa que introduziu no "Perfil de pagamentos" na página Definições. Pode editar estas informações em qualquer altura.
Atrasos de GUI

Receberá uma Government Uniform Invoice (GUI) no prazo de 4 semanas após efetuar um pagamento. Se não receber uma GUI nesse prazo, contacte-nos e solicite-nos outra.

É possível que a GUI se tenha extraviado no correio. No entanto, como medida de precaução, certifique-se de que o endereço na página "Perfil de pagamentos" da sua conta do Google Ads está correto. Siga estes passos:

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads em https://ads.google.com.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação. Em seguida, clique no link Definições na parte lateral da página.
  3. Clique em Editar e efetue as alterações necessárias.
  4. Clique em Guardar.
Alterar o nome da empresa na sua GUI

O nome da empresa que introduzir no "Perfil de pagamentos" da sua conta será utilizado como título para a Government Uniform Invoice (GUI). Siga estas instruções para alterar o título da sua GUI:

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads em https://ads.google.com.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação. Em seguida, clique no link Definições na parte lateral da página.
  3. Efetue as alterações na secção "Perfil de pagamentos".
  4. Clique em Guardar.
O seu número de identificação fiscal na GUI

O seu número de identificação fiscal será apresentado na GUI, se tiver selecionado "Pessoa coletiva" no campo "Estatuto fiscal" quando configurou a sua conta. Poderá igualmente encontrar o seu número de identificação fiscal na secção "Perfil de pagamentos" da sua conta do Google Ads. Veja como lá chegar:

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads em https://ads.google.com.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação. Em seguida, clique no link Definições na parte lateral da página.

Tenha em atenção que não podemos prestar aconselhamento em termos de IVA. Se tem perguntas de caráter geral acerca do IVA, contacte a autoridade fiscal de Taiwan.

Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) na China

O IVA (imposto sobre o valor acrescentado) é um imposto sobre o fornecimento de bens ou serviços. Os utilizadores do programa Google Ads da Google Advertising (Shanghai) com endereços de faturação na China estão sujeitos ao IVA.

Em 1 de janeiro de 2012, a Google Advertising (Shanghai) passou a ser um contribuinte do IVA segundo o programa piloto do IVA de Xangai. A partir de 1 de abril de 2012, a Google Advertising (Shanghai) cobra e recebe o IVA sobre todos os serviços de publicidade fornecidos e emite apenas Fapiaos de IVA para os anunciantes. O valor correspondente ao IVA é refletido no Fapiao de IVA emitido.

A Google Advertising (Shanghai) não pode fornecer aconselhamento fiscal. Consulte o seu conselheiro ou consultor fiscal se tiver perguntas acerca de como o programa piloto do IVA de Xangai afeta a sua empresa e as suas obrigações fiscais, para determinar o seu estatuto de IVA ou para determinar as informações que o Fapiao de IVA deve conter.

Cobranças de IVA

Segundo o programa piloto do IVA de Xangai, a Google Advertising (Shanghai) é obrigada a cobrar 6% de IVA a todos os clientes, mesmo que estes não estejam sediados em Xangai. Não existem exceções.

Para clientes que não utilizam pagamentos manuais, as suas faturas refletem o IVA cobrado no saldo da sua fatura a uma taxa de 6%.

Para clientes com pagamentos manuais, a Google deduz 6% de IVA da quantia de pré-pagamento. Por exemplo, se efetuar um pré-pagamento de 1000 CNY, o valor creditado no saldo da sua conta será de 943,40 CNY, após a dedução do IVA no valor de 56,60 CNY.

Acerca de Fapiaos de IVA especiais

A Google Advertising (Shanghai) emite Fapiaos de IVA especiais aos clientes que são contribuintes do IVA geral. Um Fapiao de IVA especial é um comprovativo do pagamento do imposto que poderá permitir-lhe pedir o reembolso do IVA, se estiver devidamente registado nas autoridades fiscais como contribuinte do IVA geral.

Para emitir o Fapiao de IVA especial, a Google Advertising (Shanghai) necessita de uma cópia digitalizada do seu certificado de registo fiscal (a primeira página e a página seguinte que incluem o estatuto do registo fiscal do IVA). Aceitamos os seguintes tipos de ficheiros para o seu certificado de registo fiscal digitalizado: PNG, GIF, JPEG e TIFF. O ficheiro não deve ter mais de 5 MB.

Para além disso, as informações seguintes fornecidas serão impressas no seu Fapiao de IVA especial e devem corresponder exatamente ao seu certificado de registo fiscal, se aí listadas:

  • Nome da empresa
  • Estatuto do registo fiscal do IVA (contribuinte do IVA geral)
  • ID do registo fiscal
  • Endereço registado
  • Número de telefone registado
  • Detalhes da conta bancária (nome do banco, número da conta)

Se pretende que o seu Fapiao de IVA especial seja entregue num endereço diferente do seu endereço registado, pode fornecer um endereço postal diferente ao editar a sua conta de Pagamentos.

Se as informações fornecidas não corresponderem ao seu certificado de registo fiscal ou se o seu certificado de registo fiscal digitalizado for inválido, estiver corrompido ou for ilegível, a Google Advertising (Shanghai) não poderá emitir o seu Fapiao de IVA especial. Se isto ocorrer, enviaremos um email a solicitar que corrija as informações em falta ou incorretas. Assim que efetuar as correções necessárias, poderemos emitir os seus Fapiaos de IVA especiais.

Acerca de Fapiaos de IVA gerais

A Google Advertising (Shanghai) emite Fapiaos de IVA gerais aos clientes que constituem contribuintes do IVA de pequenas empresas, contribuintes não sujeitos a IVA ou pessoas singulares. Um Fapiao de IVA geral é um comprovativo oficial do pagamento do imposto, mas não pode ser utilizado para pedir o reembolso do IVA. As informações seguintes fornecidas serão impressas no seu Fapiao de IVA geral:

  • Nome da empresa
  • Estatuto do registo fiscal do IVA
  • ID do registo fiscal (exceto pessoas singulares)
  • Endereço postal
  • Número de telefone

Optar por não receber Fapiaos de IVA

Se não pretende receber Fapiaos de IVA relativos à sua atividade publicitária, poderá optar por não os receber ao selecionar a opção "Não enviar faturas fiscais" no seu Perfil de pagamentos. Até alterar esta opção, a Google Advertising (Shanghai) não tentará enviar-lhe Fapiaos de IVA.

Contudo, tenha em atenção que se optar pela exclusão de Fapiaos de IVA, a Google Advertising (Shanghai) tem ainda de cobrar 6% de IVA a todos os clientes e de comunicar a atividade de IVA às autoridades fiscais adequadas.

Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) e estatuto do Google Ads

Quando criar a sua conta, será solicitado que confirme se o seu estatuto fiscal é pessoa coletiva. O estatuto de pessoa coletiva significa que pretende obter um benefício económico com a sua publicidade, como um aumento da receita, das vendas ou das inscrições. Isto inclui afiliados, empresários em nome individual, comerciantes independentes, parcerias e outros. O Google Ads só pode ser utilizado para fins comerciais na União Europeia.

A Google não pode oferecer aconselhamento acerca do IVA. Se tiver dúvidas acerca do registo de IVA, contacte o seu consultor fiscal ou a administração fiscal.

É bom saber

  • Vamos necessitar do seu ID IVA.
  • Não adicionamos cobranças de IVA à sua conta.
  • Será responsável pela autoliquidação do IVA à taxa local aplicável no seu Estado-Membro da UE (em conformidade com o Artigo 44.º da Diretiva do Conselho da UE 2006/112/CE).

Alterar o ID IVA

Pode alterar o seu ID IVA pessoalmente. Clique no link abaixo para ver como.

Alterar o ID IVA
  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação. Em seguida, clique no link Definições na parte lateral da página.
  3. Introduza o ID IVA na secção "Perfil de pagamentos".
  4. Clique em Guardar.

Um erro comum consiste na introdução de um número de identificação fiscal em vez do número de registo do IVA. Os dois números são diferentes. Os números de registo do IVA começam por um ID específico do país, a que se seguem, no máximo, 12 carateres (números ou letras). Visite o Website da Comissão Europeia se pretender verificar se o seu número de registo do IVA é válido.

Efetuar a autoliquidação do IVA

Terá de efetuar a autoliquidação do IVA à taxa atual de IVA do seu Estado-Membro. Contacte as autoridades fiscais locais para obter aconselhamento.

Encontrar a fatura de IVA

As faturas de IVA e os pagamentos mensais são agora incluídos no mesmo documento. Se necessitar de uma fatura de janeiro a abril de 2015, encontrará documentos separados para a fatura de IVA e o registo mensal de pagamentos.

Veja como encontrar a fatura de IVA na sua conta:

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação. Aceder a Faturação
  3. Em seguida, clique em Transações no menu à esquerda.
  4. Defina o intervalo de datas acima da tabela de forma a corresponder às faturas que pretende ver.
    • A vista predefinida é "Últimos 3 meses", que lhe permite ver a fatura mais recente.
    • Para ver faturas anteriores, ajuste o intervalo de datas com o menu pendente. Por exemplo, escolha Este ano, se pretender ver faturas deste ano civil.
  5. Na tabela, clique no link Documentos sob o mês cuja fatura pretende ver.
  6. Clique no número da fatura. Se procura faturas de janeiro a abril de 2015, terá de clicar também no menu pendente Fatura de IVA da UE para ver a fatura de IVA separada.
  7. A fatura é aberta numa nova janela do navegador. Certifique-se de que as definições do navegador não bloqueiam pop-ups, o que impedirá a abertura da fatura de IVA.
  8. Para imprimir a fatura, clique em Ficheiro e escolha Imprimir no menu do navegador. Em alternativa, clique com o botão direito do rato na fatura e escolha Imprimir. Se pretender transferir a fatura e guardar uma cópia no computador, clique com o botão direito do rato e escolha Guardar como.

Disponibilidade da fatura de IVA

  • Uma fatura de IVA de um determinado mês está disponível a partir do quinto dia útil do mês seguinte. Por exemplo, a sua fatura de IVA de setembro estará pronta no dia 5 de outubro. Não são geradas faturas de IVA aos fins de semana ou feriados, pelo que deve contar com um atraso na receção da fatura de IVA nestes períodos.
  • De janeiro a abril de 2015, as faturas de IVA estão disponíveis em separado das faturas dos pagamentos mensais. Antes de janeiro e após maio de 2015, os custos de IVA e uma tabela dos pagamentos de publicidade são incluídos no mesmo documento.

O que inclui a fatura de IVA

A fatura mensal contém tabelas de "Registo de pagamentos recebidos" e "Registo de custos e IVA", exceto para os meses de janeiro a abril de 2015, que têm documentos separados para o IVA e os pagamentos.

Os itens incluídos na sua fatura normal e na fatura de IVA dependem de a sua conta ter a opção de pagamentos automáticos ou pagamentos manuais ativada. Clique na secção que se aplica ao seu caso:

Pagamentos automáticos

Se a sua conta estiver com a opção de pagamentos automáticos, a fatura normal e a fatura de IVA podem mostrar valores diferentes, consoante tenha feito algum pagamento manual:

  • A sua fatura normal mostrará todas as cobranças e os pagamentos manuais efetuados nesse mês.
  • Se um pagamento manual for colocado na sua conta como crédito (isto é, pagou mais do que devia), a fatura refletirá esta situação, juntamente com os custos do Google Ads abrangidos pelo pagamento manual.

Exemplo: apenas pagamentos automáticos

Suponhamos que acumulou 300 € de custos com publicidade num dado mês e que lhe cobrámos 200 € ao atingir o limite de faturação automático.

  • A tabela "Registo de pagamentos recebidos" mostrará um pagamento de 200 €.
  • A tabela "Registo de custos e IVA" mostrará as cobranças de IVA associadas, se for aplicável.

O valor em dívida de 100 € relativo aos custos com publicidade acumulados transitará para o ciclo de faturação seguinte e constará nos documentos do mês seguinte.

Exemplo: pagamentos automáticos com um pagamento manual

Suponhamos que acumulou 300 € de custos com publicidade num dado mês. Cobrámos-lhe 200 € ao atingir o limite de faturação automático e efetuou um pagamento manual de 200 €.

  • A tabela "Registo de pagamentos recebidos" mostrará uma cobrança de 200 € e um pagamento manual de 200 €, o que perfaz um total de 400 €.
  • A tabela "Registo de custos e IVA" mostrará as cobranças de IVA, se for aplicável.

Na fatura do mês seguinte, os 100 € adicionais de custos com publicidade (além do limite de faturação de 200 €) serão apresentados e deduzidos do pagamento manual de 200 €, o que deixa 100 € de crédito na conta.

Pagamentos manuais

Se a sua conta tiver a opção de pagamentos manuais, as tabelas de pagamentos e de IVA na fatura mostrarão, normalmente, valores diferentes:

  • A tabela "Registo de pagamentos recebidos" mostrará pagamentos.
  • A tabela "Registo de custos e IVA" mostrará os custos com publicidade do mês e as cobranças de IVA, se for aplicável.

Exemplo

Suponhamos que efetuou um pagamento manual de 100 € no primeiro dia do mês e acumulou 80 € em custos com publicidade nesse mês.

  • A tabela "Registo de pagamentos recebidos" mostrará um pagamento de 100 €.
  • A tabela "Registo de custos e IVA" mostrará o pagamento manual de 100 €, os custos com publicidade de 80 €, um crédito na conta para duplicação e as cobranças de IVA, se for aplicável.

Discrepâncias entre o histórico de transações e a fatura

Por vezes, as cobranças apresentadas no histórico de transações estão desfasadas um ou dois dias em relação à fatura. Na maioria dos casos, isto é normal porque o Google Ads e os bancos funcionam com sistemas diferentes. Os pagamentos e as cobranças nem sempre ocorrem ao mesmo tempo.

A fatura de IVA também pode diferir do histórico de transações, se tiver recebido um crédito ou um ajuste de conta e utilizado o crédito no mesmo período de faturação.

As faturas são legalmente válidas

As faturas da sua conta do Google Ads são faturas do histórico. Mostram os seus pedidos de pagamento, ou seja, incluem um item de linha sempre que realizámos uma cobrança ou que o anunciante efetuou um pagamento à Google.

As faturas são legalmente válidas, o que significa que serão aceites pelas autoridades fiscais locais.

As nossas faturas são aceites por várias autoridades fiscais como faturas de IVA válidas, com as deduções de IVA incluídas, e não necessitam de um carimbo especial ou assinatura.

Se tiver dúvidas, consulte a legislação local ou o seu consultor fiscal.

Poderão ser aplicáveis à sua empresa impostos ou o Imposto sobre o valor acrescentado (IVA), consoante a sua localização. Continue a ler para ver o que se aplica no seu país. Se pretender ver informações relativas a outro país, clique no menu pendente acima.

Google Asia Pacific Pte. Ltd.

A partir de 1 de janeiro de 2020, todas as vendas do Google Ads na Malásia estarão sujeitas a um imposto sobre vendas e serviços (SST) de 6%. Esta alteração afeta todas as contas do Google Ads com um endereço comercial na Malásia.

Nota: a Google não pode prestar aconselhamento em matéria fiscal. Contacte o seu consultor fiscal se tiver dúvidas acerca deste imposto.

Certificados de residência fiscal

Pode transferir os certificados de residência como ficheiros .pdf a partir deste artigo. Basta clicar no link aplicável abaixo.

Se necessitar de versões mais antigas do certificado, contacte o apoio técnico do Google Ads.

O certificado de residência fornecido pela Google é emitido pela autoridade fiscal irlandesa num formulário eletrónico e em inglês. O certificado neste formulário constitui um documento válido que é reconhecido pela autoridade fiscal polaca.

Value Added Tax (VAT)

All Google Ads accounts in Ireland are subject to Value Added Tax (VAT) at the Irish rate—a rate that can change at the Irish government's discretion.

From September 1st, 2020 until February 28th, 2021 the Value Added Tax (VAT) on Google Ads monthly invoices will be lowered from 23% to 21%. This is a temporary government measure to help businesses manage the uncertainty around the current COVID-19 global pandemic.

Here's a look at what you can expect if you're in Ireland:

  • You'll always be subject to VAT charges at the current Irish rate, as required by Irish legislation. (Your account is served by Google Ireland.)
    • If you're on automatic payments, we'll add VAT costs to your Google Ads costs once at the end of every month, to be paid the next time you are charged.
    • If you're on manual payments, we'll subtract VAT costs from your balance before it is depleted, once at the end of every month.
    • If you're VAT 13b/56b exempt, please indicate this by checking the box under "Do you have a VAT ID." (You can get here by going to the tools icon and then choosing Billing summary under "Billing" to see your tax information.) You'll also need to provide your VAT 13b/56b information.

Google can't give advice about VAT. So if you have a question about VAT registration, contact your tax advisor or revenue commissioner.

Changing your VAT ID

You can change your VAT ID yourself. Click the link below to see how.

Change your VAT ID
  1. Sign in to your Google Ads account.
  2. Click the tools icon and under "Billing" choose Billing summary, and then click the Settings link on the side of the page.
  3. Look for the "Payments profile" section to enter your VAT ID.
  4. Click Save.

A common mistake is to enter a tax number instead of the VAT registration number. The two numbers are different. VAT registration numbers start with a country-specific ID, followed by a maximum of 12 characters (numbers or letters). Visit the European Commission's website if you'd like to check that your VAT registration number is valid.

Finding your VAT invoice

VAT invoices and monthly payments are now included in the same document. If you need an invoice from January through April 2015, you will find separate documents for the VAT invoice and the monthly record of payments.

Here's how to find your VAT invoice in your account:

  1. Sign in to your Google Ads account.
  2. Click the tools icon and under "Billing" choose Billing summary, then click Transactions from the menu on the left. Go to Billing
  3. Set the date range above the table so it corresponds to the invoices you want to see.
    • The default view is "Last 3 months," which lets you see your most recent invoice.
    • To view previous invoices, adjust the date range using the drop-down. For example, choose This year if you want to view invoices for this calendar year.
  4. In the table, click the Documents drop-down under the month you'd like to see the invoice for.
  5. Click the number of the invoice. If you’re looking for invoices from January through April 2015, you’ll need to also click the EU VAT Invoice drop-down to see the separate VAT invoice.
  6. The invoice will open in a new browser window. Make sure your browser settings don't block pop-ups, which will prevent the VAT invoice from opening.
  7. To print the invoice, click File and choose Print from the browser menu. Or right-click the invoice and choose Print. If you want to download your invoice and save a copy on your computer, right-click and choose Save as.

VAT invoice availability

  • A VAT invoice for a particular month is available starting on the 5th business day of the following month. For example, your September VAT invoice will be ready by October 5. VAT invoices are not generated on weekends or bank holidays, so please expect a delay getting your VAT invoice over those periods.
  • From January through April 2015, VAT invoices are available separately from the monthly payments invoice. Before January 2015 and after May 2015, VAT costs and a table of advertising payments are included in the same document.

What your VAT invoice includes

The monthly invoice contains tables for “Record of payments received” and “Record of costs and VAT,” except for the months of January through April 2015, which have separate documents for VAT and payments.

What's shown on your invoice and VAT invoice depends on whether your account is on automatic payments or manual payments. Click the section that applies to you.

Automatic payments

If your account is on automatic payments, your invoice and VAT invoice may show different amounts, depending on whether you made any manual payments:

  • Your invoice will show all charges and any manual payments you made in that month.
  • If a manual payment put your account into credit (you paid more than you owed) the invoice will reflect this along with the Google Ads costs covered by the manual payment.

Example: Automatic payments only

Say you accrued €300 of advertising costs in the month and that you were charged €200 at your automatic billing threshold.

  • The “Record of payments received” table will show a payment of €200.
  • The “Record of costs and VAT” table will show associated VAT charges, if applicable.

The outstanding €100 of accrued advertising costs will roll over into the next billing cycle and be shown in your next month's documents.

Example: Automatic payments with a manual payment

Say you accrued €300 of advertising costs for the month. You were charged €200 at your automatic billing threshold, and you made a manual payment of €200.

  • The “Record of payments received” table will show a charge of €200 and a €200 manual payment, for a total of €400.
  • The “Record of costs and VAT” table will show any VAT charges, if applicable.

On the next month’s invoice, the additional €100 of advertising costs (over the €200 billing threshold) will appear and be applied against the €200 manual payment, leaving €100 in credit on the account.

Manual payments

If your account is on manual payments, the payments and VAT tables on your invoice will usually show different amounts:

  • The “Record of payments received” table will show payments.
  • The “Record of costs and VAT” table will show advertising costs for that month and any VAT charges, if applicable.

Example

Say you made a manual payment of €100 on the first day of the month and accrued €80 in advertising costs in the month.

  • The “Record of payments received” table will show a payment of €100.
  • The “Record of costs and VAT” table will show the manual payment of €100, advertising costs of €80, an offsetting positive charge to account for duplication, and any VAT charges, if applicable.

Discrepancies between your transaction history and your invoice

Sometimes, the charges you see in your transaction history are off by a day or two from those you see on your invoice. In most cases this is expected because Google Ads and banks operate on different systems. Payments and charges don’t always happen at the same time.

If you received an account adjustment or credit and used the credit within the same billing period, this may also cause your VAT invoice to differ from your transaction history.

Invoices are legally valid

The invoices from your Google Ads account are historical invoices. They show your payment requests (that is, they include a line item whenever we initiated a charge or you made a payment to Google.)

Invoices are legally valid—this means they'll be accepted by your local tax authorities.

Our invoices are accepted by various tax authorities as valid VAT invoices, with VAT deductions included, and don’t require a special stamp or signature.

If you have questions, contact your local legislature or tax advisor.

Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) e estatuto do Google Ads

Todas as contas do Google Ads na África do Sul estão sujeitas ao IVA à taxa da África do Sul, que está sujeita a alteração à discrição do governo sul-africano. Eis o que pode esperar se estiver na África do Sul:
  • A sua conta está sempre sujeita a cobrança de IVA à taxa atual da África do Sul, conforme exigido pela legislação sul-africana a partir de 1 de abril de 2019.
    • Se tiver optado por pagamentos automáticos, iremos adicionar os custos de IVA aos seus custos do Google Ads no final de cada mês, para serem pagos na cobrança seguinte.
    • Se tiver optado por pagamentos manuais, iremos subtrair os custos de IVA do seu saldo antes de este se esgotar, no final de cada mês.
A Google não pode oferecer aconselhamento acerca do IVA, pelo que, se tiver dúvidas acerca do registo de IVA, contacte o seu consultor fiscal ou a administração fiscal. Para mais informações, leia a normativa geral vinculativa da autoridade fiscal sul-africana South African Revenue Service.

Encontrar a fatura de IVA

As faturas de IVA e os pagamentos mensais são incluídos no mesmo documento. Utilize os passos seguintes para encontrar a fatura de IVA na sua conta:

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação. Em seguida, clique em Transações no menu Página à esquerda.
  3. Defina o intervalo de datas acima da tabela de forma a corresponder às faturas que pretende ver.
    • A vista predefinida é "Últimos 3 meses", que lhe permite ver a fatura mais recente.
    • Para ver faturas anteriores, ajuste o intervalo de datas com o menu pendente. Por exemplo, escolha Este ano, se pretender ver faturas deste ano civil.
  4. Clique no menu pendente sob o mês do qual pretende consultar a fatura.
  5. Clique no número da fatura.
  6. A fatura é aberta numa nova janela do navegador. Certifique-se de que as definições do navegador não bloqueiam pop-ups, o que impedirá a abertura da fatura de IVA.
  7. Para imprimir a fatura, clique em Ficheiro e escolha Imprimir no menu do navegador (em alternativa, também pode clicar com o botão direito do rato na fatura e escolher Imprimir). Se pretender transferir a fatura e guardar uma cópia no computador, clique com o botão direito do rato e escolha Guardar como.

Disponibilidade da fatura de IVA

Uma fatura de IVA de um determinado mês está disponível a partir do quinto dia útil do mês seguinte. Por exemplo, a sua fatura de IVA de setembro estará pronta no dia 5 de outubro. Não são geradas faturas de IVA aos fins de semana ou feriados, pelo que deve contar com um atraso na receção da fatura de IVA nestes períodos.

O que inclui a fatura de IVA

A fatura mensal contém as duas tabelas seguintes: "Registo de pagamentos recebidos" e "Registo de custos e IVA".

Os itens incluídos na sua fatura normal e na fatura de IVA dependem de a sua conta ter a opção de pagamentos automáticos ou pagamentos manuais ativada. Clique na secção que se aplica ao seu caso:

Pagamentos automáticos
Se a sua conta estiver com a opção de pagamentos automáticos, a fatura normal e a fatura de IVA podem mostrar valores diferentes, consoante tenha feito algum pagamento manual:
  • A sua fatura normal mostrará todas as cobranças e os pagamentos manuais efetuados nesse mês.
  • Se um pagamento manual for colocado na sua conta como crédito (isto é, pagou mais do que devia), a fatura refletirá esta situação, juntamente com os custos do Google Ads abrangidos pelo pagamento manual.

Exemplo: apenas pagamentos automáticos

Suponhamos que acumulou 300 € de custos com publicidade num dado mês e que lhe cobrámos 200 € ao atingir o limite de faturação automático.
  • A tabela "Registo de pagamentos recebidos" mostrará um pagamento de 200 €.
  • A tabela "Registo de custos e IVA" mostrará as cobranças de IVA associadas, se for aplicável.
O valor em dívida de 100 € relativo aos custos com publicidade acumulados transitará para o ciclo de faturação seguinte e constará nos documentos do mês seguinte.

Exemplo: pagamentos automáticos com um pagamento manual

Suponhamos que acumulou 300 € de custos com publicidade num dado mês. Cobrámos-lhe 200 € ao atingir o limite de faturação automático e efetuou um pagamento manual de 200 €.
  • A tabela "Registo de pagamentos recebidos" mostrará uma cobrança de 200 € e um pagamento manual de 200 €, o que perfaz um total de 400 €.
  • A tabela "Registo de custos e IVA" mostrará as cobranças de IVA, se for aplicável.
Na fatura do mês seguinte, os 100 € adicionais de custos com publicidade (além do limite de faturação de 200 €) serão apresentados e deduzidos do pagamento manual de 200 €, o que deixa 100 € de crédito na conta.
Pagamentos manuais
Se a sua conta tiver a opção de pagamentos manuais, as tabelas de pagamentos e de IVA na fatura mostrarão, normalmente, valores diferentes:
  • A tabela "Registo de pagamentos recebidos" mostrará pagamentos.
  • A tabela "Registo de custos e IVA" mostrará os custos com publicidade do mês e as cobranças de IVA, se for aplicável.

Exemplo: pagamento manual

Suponhamos que efetuou um pagamento manual de 100 € no primeiro dia do mês e acumulou 80 € em custos com publicidade nesse mês.

  • A tabela "Registo de pagamentos recebidos" mostrará um pagamento de 100 €.
  • A tabela "Registo de custos e IVA" mostrará o pagamento manual de 100 €, os custos com publicidade de 80 €, um crédito na conta para duplicação e as cobranças de IVA, se for aplicável.

Discrepâncias entre o histórico de transações e a fatura

Por vezes, as cobranças apresentadas no histórico de transações estão desfasadas um ou dois dias em relação às da fatura. Na maioria dos casos, isto acontece porque o Google Ads e os bancos funcionam com sistemas diferentes. Os pagamentos e as cobranças nem sempre ocorrem ao mesmo tempo. A fatura de IVA também pode diferir do histórico de transações, se tiver recebido um crédito ou um ajuste de conta e utilizado o crédito no mesmo período de faturação.

As faturas são legalmente válidas

As faturas da sua conta do Google Ads são faturas do histórico. Mostram os seus pedidos de pagamento, o que significa que incluem um item de linha sempre que realizámos uma cobrança ou que o anunciante efetuou um pagamento à Google.

As faturas são válidas legalmente e serão aceites pelas autoridades fiscais locais.

As nossas faturas são aceites por várias autoridades fiscais como faturas de IVA válidas, com as deduções de IVA incluídas. Estas faturas não necessitam de um carimbo especial ou assinatura.

Se tiver dúvidas, consulte a legislação local ou o seu consultor fiscal.

Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) e estatuto do Google Ads

A sua conta é publicada pela Google Ireland Ltd., mas a Google não pode cobrar IVA se o seu endereço de faturação for num país que não faça parte da União Europeia.

Contacte as autoridades fiscais locais para verificar se é obrigado a efetuar a autoliquidação de IVA no seu país. Se for esse o caso, terá de o fazer com a ajuda do seu consultor fiscal ou das autoridades fiscais locais. A Google não o pode aconselhar.

Efetuar a autoliquidação do IVA

Se os seus custos do Google Ads não incluírem IVA, poderá ter de efetuar a autoliquidação do IVA. Contacte as autoridades fiscais locais para obter aconselhamento.

Extratos mensais

Em julho de 2018, substituímos as faturas mensais por extratos mensais. Estes extratos têm todas as informações que constavam nas faturas.

Os extratos mensais atualizados do Google Ads não são faturas. Estes documentos representam um resumo da atividade de faturação relativa ao período de tempo indicado. Saber mais acerca dos extratos.

Se tiver dúvidas acerca de como declarar os seus impostos com os novos extratos mensais, consulte a legislação local ou o seu consultor fiscal.

Exportador habitual

Se é um exportador habitual e tem direito a isenção de IVA, envie o documento de intenção (DOI) válido através deste formulário.

Nota: a Google não pode prestar aconselhamento em matéria fiscal. Contacte o seu consultor fiscal se tiver dúvidas acerca deste imposto.

Produtos afetados do revendedor da Google em Itália

Se recebeu um aviso referente aos produtos afetados, estes são os produtos afetados mencionados nesse aviso. A Google Italy s.r.l. é a sua contraparte dos contratos que regulamentam o fornecimento destes produtos afetados até informação em contrário.

  • Google Ads
  • Authorized buyers
  • Display & Video 360
  • Campaign Manager e Studio
  • Google Ad Manager (apenas em relação aos serviços em que é faturado pela Google)
  • Search Ads 360
  • Voos
  • Analytics e Analytics 360
  • Anúncios de hotéis
  • Anúncios do YouTube
  • Reservas do YouTube
  • Anúncios do Waze

Anunciantes na América do Norte

Se é um anunciante na América do Norte e declara rendimentos comerciais provenientes de publicidade no Google Ads, terá de apresentar o Número de identificação fiscal da Google (TIN) quando entregar a sua declaração de rendimentos. Seguem-se as nossas informações:

Google, Inc.
1600 Amphitheatre Pkwy
Mountain View, CA 94043
Número de identificação fiscal (TIN) 77-0493581

Nota:

Se é um anunciante no Havai e utiliza pagamentos automáticos ou manuais, os seus impostos vão ser avaliados e cobrados no final de cada mês.

Anunciantes na América do Norte

Se é um anunciante na América do Norte e declara rendimentos comerciais provenientes de publicidade no Google Ads, terá de apresentar o Número de identificação fiscal da Google (TIN) quando entregar a sua declaração de rendimentos. Seguem-se as nossas informações:

Google, Inc.
1600 Amphitheatre Pkwy
Mountain View, CA 94043
Número de identificação fiscal (TIN) 77-0493581

QST no Quebeque

A taxa de imposto sobre as vendas do Quebeque (QST) é de 9,975% e aplica-se a todos os clientes do Google Ads na província do Quebeque que não tenham adicionado um número de registo QST aos respetivos perfis de pagamentos.

Os clientes com faturação mensal têm de contactar a nossa equipa de apoio técnico e fornecer os respetivos números de registo QST para que os especialistas possam atualizar os perfis de pagamentos em conformidade.

Os anunciantes com pagamentos automáticos ou manuais podem atualizar as respetivas informações das seguintes formas (só precisam de as carregar num único local):

Atualize as informações fiscais no Google Ads

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads.
  2. Clique no ícone de ferramentas na parte superior direita e, em seguida, em "Faturação", escolha Resumo de faturação.
  3. Em "Informações fiscais do Canadá", clique no ícone de lápis Editar e introduza o QST no campo "Número de registo QST (opcional)".
  4. Clique em Guardar.

Atualize as informações fiscais no centro de pagamentos da Google

  1. Inicie sessão na sua conta de pagamentos Google.
  2. Clique em Definições no lado esquerdo da página.
  3. Em "Informações fiscais do Canadá", clique no ícone de lápis Editar e introduza o QST no campo "Número de registo QST (opcional)".
  4. Clique em Guardar.

Nota:

Se é um anunciante no Havai e utiliza pagamentos automáticos ou manuais, os seus impostos vão ser avaliados e cobrados no final de cada mês.

Google Asia Pacific Pte. Ltd.

Uma vez que o seu contrato comercial do Google Ads foi celebrado com a Google Asia Pacific Pte. Ltd., os impostos locais não são aplicáveis à sua atividade do Google Ads. Estes impostos não serão apresentados nas suas faturas.

Google New Zealand Limited

A partir de 1 de novembro de 2018, as faturas vão passar a ser emitidas pela Google New Zealand Limited como revendedor destes serviços. Todas as vendas do Google Ads na Nova Zelândia estarão sujeitas a um imposto sobre bens e serviços (GST, Goods and Services Tax) de 15%. Esta alteração afeta as contas do Google Ads com endereços comerciais na Nova Zelândia.

Nota:

A Google não pode prestar aconselhamento em matéria fiscal. Contacte o seu consultor fiscal se tiver dúvidas acerca deste imposto.

PT Google Indonesia

A partir de 1 de outubro de 2019, as faturas vão passar a ser emitidas pela PT Google Indonesia como revendedor dos serviços. Para conformidade com os regulamentos fiscais locais, todas as vendas do Google Ads na Indonésia estarão sujeitas a um IVA de 10%. Esta alteração afeta as contas do Google Ads com endereços de faturação na Indonésia.

Para clientes que pretendem reter um imposto de retenção na fonte de 2% no seu pagamento, tem de enviar à Google um recibo de retenção fiscal ("Butki Potong") para evitar qualquer saldo em dívida na sua conta. Tem de nos enviar o recibo de retenção fiscal dentro do prazo de pagamento, conforme indicado na fatura comercial. Consulte abaixo o endereço.

Se o recibo de imposto de retenção na fonte não tiver um código QR, tem de enviar a cópia impressa original através da POS Indonesia para um dos endereços abaixo:

  • Se pagar por anúncios através de cartão de crédito/débito ou transferência por multibanco: PO BOX 176 Cibinong 16900, Jl. Tegar Beriman No.7, Pakansari, Cibinong, Bogor, Jawa Barat 16914-Indonésia
  • Se for um cliente de faturação: PO BOX 188 Cibinong 16900, Jl. Tegar Beriman No.7, Pakansari, Cibinong, Bogor, Jawa Barat 16914-Indonésia

Se o recibo de retenção fiscal tiver um código QR, pode enviar a cópia eletrónica para um dos endereços de email abaixo, com a linha de assunto "Recibo de retenção fiscal PTGI":

  • Se pagar por anúncios através de cartão de crédito/débito ou transferência por multibanco: eps-wht@google.com
  • Se for um cliente de faturação: collections@google.com

Os clientes com estatuto de cobrador de IVA têm de fornecer um aviso de registo (Surat Keterangan Terdaftar ou SKT) emitido pelo Ministério das Finanças da República da Indonésia (Kementerian Keuangan Republik Indonesia). Pode carregar cópias dos documentos na secção "Definições" do seu perfil de pagamentos. Saiba mais acerca do estatuto de cobrador de IVA.

Nota: a Google não pode prestar aconselhamento em matéria fiscal. Contacte o seu consultor fiscal se tiver dúvidas acerca deste imposto.

Retenção de impostos

Em relação ao pagamento a ser efetuado pelo Anunciante após 1 de julho de 2018, da taxa por serviços digitais offshore prestados pela Google Asia Pacific Pte Ltd / Google Ireland Ltd, é aplicável um imposto de 5% de acordo com as disposições da Pakistan Finance Act, 2018. Quando aplicável, pode ser necessário depositar este imposto de acordo com os Termos de Utilização do programa do Google Ads, em que os clientes são responsáveis por quaisquer cobranças fiscais ou governamentais aplicáveis no Paquistão sobre os serviços utilizados pelos mesmos.
Tenha em atenção que a Google não pode prestar aconselhamento em matéria de cobranças fiscais ou governamentais. Contacte o seu consultor fiscal se tiver perguntas acerca desta alteração.

Impostos indiretos

Uma vez que o seu contrato comercial do Google Ads foi celebrado com a Google Asia Pacific Pte. Ltd., Singapura, os impostos indiretos locais não são aplicáveis à sua atividade do Google Ads. Assim, os impostos indiretos não serão apresentados na fatura.

Google Australia Pty Limited

A partir de 1 de novembro de 2016, as faturas vão passar a ser emitidas pela Google Australia Pty Limited. Todas as vendas do Google Ads na Austrália estarão sujeitas a um imposto sobre bens e serviços (GST, Goods and Services Tax) de 10%. Esta alteração afeta as contas do Google Ads com endereços comerciais na Austrália.

Nota: a Google não pode prestar aconselhamento em matéria fiscal. Contacte o seu consultor fiscal se tiver dúvidas acerca deste imposto.

Google Japan G.K.

A partir de 1 de abril de 2019, as faturas vão passar a ser emitidas pela Google Japan G.K. como revendedor dos serviços. Isto significa que a venda de anúncios no Japão estará sujeita a um imposto japonês sobre o consumo (JCT) de 10%. Esta alteração afeta as contas do Google Ads com um endereço comercial no Japão.


Nota: a Google não pode prestar aconselhamento em matéria fiscal. Contacte o seu consultor fiscal se tiver dúvidas acerca deste imposto.

Impostos na Índia

Se estiver localizado na Índia, desde 1 de julho de 2017, é cobrado um imposto sobre bens e serviços (GST) em todas as compras que efetuar.

O GST é a nova lei fiscal que substitui os atuais impostos indiretos, como o imposto sobre os serviços, o Imposto sobre o valor acrescentado, o imposto sobre o consumo e determinados impostos estaduais e centrais na Índia. Este é um modelo de dupla tributação segundo o qual os estados e o governo central da Índia aplicam o imposto sobre bens e serviços.

O GST é constituído por 3 tipos de imposto: imposto central, imposto estadual e imposto integrado. A localização da Google que fornece os serviços e a localização da compra determinam que imposto será aplicado à compra. Estas são as taxas:

  • Taxa do GST central (CGST): 9%
  • Taxa do GST estadual (SGST): 9%
  • Taxa do GST integrado (IGST): 18%
Nota:
  • Serão cobradas as taxas do CGST e SGST aos anunciantes com um endereço de faturação em Haryana (ou seja, serviço intraestadual). A todos os outros é cobrada a taxa do IGST.
  • O GST para os anunciantes na Zona Económica Especial (SEZ) é de 0%.

Se está a receber serviços da Google India Private Limited (GIPL), o seu número de identificação fiscal vai determinar que imposto é aplicado à compra. O número de identificação fiscal para bens e serviços (GSTIN) é obrigatório para contas comerciais, mas opcional em contas individuais.

Onde enviar o GSTIN

Se utilizar a definição de pagamento de faturação mensal, contacte o seu gestor de conta ou envie-nos um email para enviar o GSTIN.

Todos os outros anunciantes podem introduzir as respetivas informações ao aceder a Faturação e pagamentos e ao clicar em Definições no menu à esquerda. No "Perfil de pagamentos", verá uma secção denominada "Informações fiscais da Índia" onde pode introduzir quaisquer números de ID relevantes.

Para as contas processadas por agências fiscais, certifique-se de que o endereço e o GST fornecidos correspondem à empresa que paga as faturas e ao estado que reivindica o GST. Se o nome e o endereço da empresa que introduziu em "Faturar a" e indicados na fatura forem diferentes da empresa que paga efetivamente as faturas, atualize o endereço de faturação.

Para contas comerciais/individuais, certifique-se de que o endereço e o GSTIN fornecidos são os da localização onde os serviços serão recebidos. Isto significa que o número do GST deve corresponder ao estado indicado no endereço que introduziu em "Faturar a" para as suas faturas. Se o GSTIN não corresponder ao estado do endereço de faturação, o GSTIN não é apresentado nas faturas.

Estas informações garantem a avaliação dos impostos corretos. Obter respostas a perguntas frequentes acerca do GST

Taxas fiscais anteriores para serviços

Relativamente às faturas emitidas pela Google India Pvt Ltd. entre 1 de junho de 2016 e 30 de junho de 2017, aplicava-se uma taxa fiscal para serviços de 15% (incluindo as taxas Swachh Bharat e Krishi Kalyan) sobre o valor dos serviços taxáveis.

Relativamente às faturas emitidas entre 15 de novembro de 2015 e 31 de maio de 2016, a taxa fiscal para serviços era de 14,5% (incluindo a taxa Swachh Bharat).

Entre 1 de junho de 2015 e 14 de novembro de 2015, a taxa era de 14% sobre o valor dos serviços taxáveis.

Tenha em atenção:

  • Os impostos de anunciantes que utilizam pagamentos automáticos ou manuais são avaliados e cobrados uma vez por mês, no final de cada mês.
  • A Google não pode prestar aconselhamento em matéria fiscal. Contacte o seu consultor fiscal se tiver perguntas acerca desta alteração.

Acerca do Imposto deduzido na fonte (TDS)

É obrigatório emitir certificados TDS todos os trimestres. (Pode encontrar mais informações no Website do Departamento de imposto sobre o rendimento da Índia.)

Os certificados dos trimestres que terminam em junho, setembro, dezembro e março têm de ser emitidos até 30 de julho, 30 de outubro, 30 de janeiro e 15 de maio, respetivamente.

Não aceitaremos certificados TDS relativos ao ano fiscal anterior, se enviados após 30 de abril do ano fiscal atual. Por exemplo, deve enviar todos os certificados do ano fiscal de 2013-14 até 30 de abril de 2014.

Envio do certificado do Imposto deduzido na fonte (TDS)

Se a sua conta utiliza a faturação mensal, envie uma cópia digital do certificado TDS (com assinatura eletrónica ou uma digitalização em formato PDF do certificado assinado) diretamente para collections-in@google.com.

Se a sua conta utiliza pagamentos manuais ou automáticos, envie-nos uma cópia digital do certificado TDS (com assinatura eletrónica ou uma digitalização em formato PDF do certificado assinado) por email. Quando o valor do crédito for aprovado, é adicionado à sua conta.

O número de conta permanente (PAN) da Google é AACCG0527D e o endereço registado no certificado TDS deve ser:

Google India Pvt. Ltd.
No.3, RMZ Infinity, Tower E,
Old Madras Road, 4th & 5th Floor,
Bangalore - 560 016

Valor do TDS

A atual taxa de TDS para pagamentos relacionados com publicidade para a Google India Private Limited é de 2%, excluindo a taxa de serviço e as taxas para a educação (em conformidade com a Circular N.º 1/2014 emitida pelo Conselho Central de Impostos Diretos, Ministério das Finanças, Governo da Índia)). No entanto, a taxa de TDS está sujeita a alterações de acordo com as regulamentações governamentais. Tenha em atenção que o Google Ads não pode prestar aconselhamento em matéria fiscal. Se tiver mais perguntas relacionadas com o TDS ou com outros assuntos fiscais, consulte um consultor fiscal.

Impostos na Rússia

O Google Ads cobra a todos os anunciantes com um endereço de faturação na Rússia 20% de Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) por todos os respetivos custos do Google Ads, sem exceções.

Eis o que poderá esperar se estiver na Federação Russa:

  • Quer selecione "Pessoa coletiva", "Empresário em nome individual" ou "Pessoa singular" como estatuto fiscal, estará sempre sujeito à cobrança de IVA à taxa atual da Rússia, conforme exigido pela legislação russa. (A sua conta é publicada pela Google Russia.)
  • Irá ver as cobranças de IVA ao clicar no ícone de ferramentas e ao escolher Resumo de faturação em "Faturação". O IVA é cobrado com base na utilização real.

IVA no USN

De acordo com os regulamentos fiscais da Rússia, se estiver abrangido pelo USN, não deve pagar IVA sobre bens e serviços que venda ou adquira. No entanto, quando adquire bens ou serviços a uma empresa abrangida pelo regime fiscal geral, paga o IVA incluído nos preços do produto ou serviço. Uma vez que a "Google" OOO está abrangida pelo regime fiscal geral, também pagará IVA pelo Google Ads.

Tenha em atenção que a Google não pode oferecer aconselhamento acerca do IVA. Se tiver dúvidas acerca do registo de IVA, contacte o seu consultor fiscal ou a administração fiscal.

Alterar o estatuto fiscal

Quando se inscreve no Google Ads, tem de escolher um estatuto fiscal de Pessoa singular, Empresário em nome individual ou Pessoa coletiva. Se necessitar de alterar o seu estatuto fiscal, contacte-nos. Quaisquer alterações não afetarão transações ou documentos contabilísticos anteriores e só serão efetivas a partir da data de alteração.

Alterar as informações de IVA

Para verificar o nome da empresa ou os números de identificação fiscal (INN e KPP) que aparecem nas suas faturas mensais, clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação. Em seguida, clique em Definições.

Atualize o número KPP

Se o seu número KPP tiver sido alterado, pode editá-lo na sua conta. Para atualizar o KPP, siga os passos abaixo:

  1. Inicie sessão na sua conta em https://ads.google.com.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação.
  3. Clique em Definições no menu à esquerda e, em seguida, procure a secção "Perfil de pagamentos".
  4. Clique no ícone de lápis para editar e atualize o KPP. Clique em Guardar quando terminar.

Nota

Podemos alterar o seu KPP se o seu INN se mantiver. Não pode alterar o número de identificação fiscal nem o nome da empresa de uma empresa registada para outra. Se pretender que a sua conta do Google Ads seja alocada a outra empresa registada (com um INN diferente), contacte-nos. Quaisquer alterações não afetarão transações ou documentos contabilísticos anteriores e só serão efetivas a partir da data de alteração.

Altere o nome da empresa

Se o nome da empresa tiver sido alterado, contacte-nos. Para atualizar estas informações, necessitamos de uma cópia digitalizada da sua certidão fiscal a indicar os seus números de identificação fiscal e o nome da empresa registado. Após recebermos e validarmos a sua certidão fiscal, alteraremos o nome da empresa apresentado na sua conta do Google Ads e nas faturas mensais. Será informado quando a alteração estiver concluída.

Nota

Só podemos alterar o seu KPP ou o nome da empresa se o seu INN se mantiver inalterado. Não pode alterar o número de identificação fiscal nem o nome da empresa de uma empresa registada para outra. Se pretender que a sua conta do Google Ads seja alocada a outra empresa registada (com um INN diferente), contacte-nos. Quaisquer alterações não afetarão transações ou documentos contabilísticos anteriores e só serão efetivas a partir da data de alteração.

Corrija o INN

Se a sua conta do Google Ads tiver um INN (número de identificação fiscal) incorreto, só poderá alterá-lo se se tiver enganado ao escrevê-lo ao criar a sua conta do Google Ads. Contacte-nos e forneça uma cópia digitalizada da sua certidão fiscal a indicar os seus números de identificação fiscal e o nome registado da empresa. Após recebermos e validarmos a sua certidão fiscal, alteraremos o INN apresentado na sua conta do Google Ads e nas faturas mensais.

Se pretender que a sua conta do Google Ads seja alocada a outra empresa registada (com um INN diferente), contacte-nos. Quaisquer alterações não afetarão transações ou documentos contabilísticos anteriores e só serão efetivas a partir da data de alteração.

Altere o seu endereço legal ou postal

Se o seu endereço legal ou postal tiver sido alterado, veja como atualizá-lo:

  1. Inicie sessão na sua conta em https://ads.google.com.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação.
  3. Para atualizar o endereço legal, aceda à secção "Perfil de pagamentos" e efetue as alterações. Clique em Guardar quando terminar.
  4. Para atualizar o seu endereço postal, aceda à secção "Conta de pagamentos" e efetue as alterações. Clique em Guardar quando terminar.

Calcular o IVA

Pode ver as cobranças de IVA ao clicar no ícone de ferramentas e ao escolher Resumo de faturação em "Faturação". Em seguida, clique em Transações no menu à esquerda.

Como é calculado o IVA

O IVA é cobrado com base no valor dos cliques e impressões acumulados.

Utilização + IVA = Valor de pagamento

Quando é cobrado IVA

O IVA pode ser cobrado no final do mês com base nos custos acumulados durante o mês de serviço.

Exemplo

  • Suponhamos que a sua conta do Google Ads recebe um pagamento a 10 de junho de 100 RUB.
  • A utilização acumula cada dia até esse pagamento de 100 RUB ficar completamente gasto a 25 de junho.
  • O item de linha de IVA é apresentado a 25 de junho indicando a cobrança de IVA aplicada ao pagamento de 100 RUB.

Exemplo

  • Suponhamos que a sua conta do Google Ads recebe um pagamento a 25 de junho de 100 RUB.
  • Até ao final do mês, 30 de junho, foram gastos 50 RUB do pagamento. É apresentado um item de linha de IVA a 30 de junho que indica a cobrança de IVA aplicada à utilização de 50 RUB.

Tenha em atenção que as cobranças de IVA podem abranger o valor tributado relativo a mais de um pagamento, se for completamente gasto mais de um pagamento.

IVA aplicado a crédito da promoção ou ajustes

Se beneficiar de um prémio resultante de uma oferta promocional ou de qualquer tipo de ajuste de crédito, o IVA será aplicado automaticamente à utilização paga por este crédito. Este valor de IVA será totalmente estornado quando todo o crédito for gasto ou estornado parcialmente no final do mesmo mês, se o crédito for apenas parcialmente gasto.

Em caso de dúvidas relacionadas com as cobranças de IVA, contacte-nos.

IVA e "O seu crédito restante"

A página Resumo tem duas secções que indicam o saldo da sua conta:

  1. A secção "O seu crédito restante" acima da tabela mostra o valor restante para atividade de publicidade e um valor estimado de cobranças de IVA futuras. Verifique este campo para estimar o montante restante na sua conta.
  2. A coluna "Saldo" na tabela do histórico de transações mostra o saldo da sua conta sem incluir nenhuma cobrança futura estimada do IVA sobre valores de pagamento não utilizados.

Os lances e orçamentos que define no separador "Campanhas" não incluem IVA.

O Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) é um imposto de 10% sobre os bens e serviços pago à autoridade fiscal coreana. A forma como paga e se paga IVA na Coreia depende da sua definição de pagamento. Escolha abaixo a definição aplicável à sua conta.

Pagamentos automáticos e manuais por cartão de crédito

Se assinou um contrato com a Google Asia Pacific Pte. Ltd. (o que significa que paga os seus gastos com publicidade diretamente na interface do Google Ads com um cartão de crédito), a partir de 1 de julho de 2019, de acordo com as leis locais da Coreia do Sul, começaremos a adicionar Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) de 10% a todas as transações, exceto se fornecer um número de registo da empresa com o formato xxx-xx-xxxxx.

Atualizar as informações de IVA

Pode atualizar as informações de IVA em qualquer altura na sua conta. Veja como:

  1. Inicie sessão na sua conta em https://ads.google.com.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação.
  3. Clique no link Definições na parte lateral da página.
  4. Encontre o "Perfil de pagamentos" e efetue as alterações.
  5. Clique em Guardar quando terminar.
Pagamentos manuais por LGU+

Quando efetua um pagamento à LGU+, deduzimos automaticamente 10% de IVA do seu pagamento, para utilização nos seus custos com publicidade previstos. Em seguida, publicamos os seus anúncios com o valor restante do pagamento. À medida que os anúncios são apresentados, pagamos o IVA mensalmente com base nos custos com publicidade acumulados nesse mês.

Na página Histórico de transações da faturação, será apresentado um valor de IVA para cada pagamento. Se é um anunciante empresarial, o contacto principal de faturação da sua conta receberá do parceiro de faturação local da Google, a MakeBill, um email com uma fatura de IVA eletrónica relativa a cada mês, nos primeiros 10 dias do mês seguinte. Esta fatura indicará o valor que foi utilizado para calcular o IVA. Se é um anunciante individual, não receberá uma fatura de IVA.

Tenha em atenção que a LGU+ fornecerá um recibo para cada um dos seus pagamentos. Este recibo não pode ser utilizado para a sua declaração de IVA.

Atualizar as informações de IVA

Pode atualizar as informações de IVA em qualquer altura na sua conta. Veja como:

  1. Inicie sessão na sua conta em https://ads.google.com.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação.
  3. Clique no link Definições na parte lateral da página.
  4. Encontre o "Perfil de pagamentos" e efetue as alterações.
  5. Clique em Guardar quando terminar.
Definição de pagamento por faturação mensal

Se tiver uma conta do Google Ads em faturação mensal e utilizar Won sul-coreano (KRW), cobraremos 10% de IVA sobre os seus custos com publicidade mensais. Se não estiver a utilizar Won sul-coreano (KRW), assinou um contrato com a Google Asia Pacific e, como tal, não está sujeito a IVA.

No caso dos clientes que utilizam Won sul-coreano (KRW), a MakeBill, parceiro de faturação local da Google, enviará por email um link para uma fatura fiscal local para o contacto principal de faturação todos os meses. Para atualizar as suas informações de IVA ou para alterar o endereço de email para onde é enviada a sua fatura fiscal local, contacte-nos.

Se é um anunciante no México com pagamentos manuais ou faturação mensal, cobraremos 16% para cobrir o Impuesto sobre Valor Agregado (IVA). O modo como isto ocorre depende da sua definição de pagamento. Clique no link adequado abaixo para saber mais.

Definição de pagamento por faturação mensal

Se tiver optado pela faturação mensal, acrescentamos 16% dos seus custos à sua fatura, para cobrir o IVA.

Definição de pagamentos manuais

Deduzimos 16% de todos os seus pagamentos manuais para cobrir o IVA. Em seguida, creditamos a sua conta com o restante.

Quando efetua um pagamento, partimos do princípio de que incluiu o valor que pretende que seja creditado na sua conta, bem como 16% deste valor para cobrir o IVA.

Isto significa que, se efetuar um pagamento de X, dividimos o montante em Y e em 16% de Y, que em conjunto totalizam X. Creditamos Y na sua conta e pagamos 16% de Y em imposto à autoridade fiscal mexicana.

Esta é a equação que utilizamos, em que X corresponde ao valor do seu pagamento e Y é o valor creditado na sua conta:

  • X = Y + (0,16 * Y)
    X = 1,16 * Y
    Y = X/1,16

Eis um exemplo mais específico:

Suponha que efetuou um pagamento de 116 MXN (pesos mexicanos). Para determinar qual o valor a creditar na sua conta (Y), calcularíamos do seguinte modo:

  • Y = 116 MXN/1,16
    Y = 100 MXN

Creditaríamos 100 MXN na sua conta e entregaríamos os restantes 16 MXN à autoridade fiscal mexicana.

Como alterar as suas informações fiscais

Se introduziu informações fiscais incorretas, contacte-nos e envie as corretas. Um especialista do Google Ads entrará em contacto consigo para confirmar a alteração. No entanto, não podemos voltar a emitir faturas geradas antes da atualização das informações fiscais na sua conta do Google Ads.

Impostos na Ucrânia

Todos os anunciantes do Google que pagam por transferência bancária e têm um endereço de faturação ucraniano estão sujeitos à cobrança de Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) à taxa atual de 20% da Ucrânia, conforme exigido pela legislação ucraniana.

Pode ver as cobranças de IVA na página "Histórico de transações". Para aceder à página, clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação.

A sua conta é publicada pela Google Ukraine. De acordo com os regulamentos fiscais da Ucrânia, quando adquire bens ou serviços a uma empresa a operar de acordo com o regime fiscal geral, paga o IVA incluído nos preços do produto ou serviço. Uma vez que a "Google Ukraine" está abrangida pelo regime fiscal geral, também pagará IVA pelo Google Ads.

Tenha em atenção que a Google não pode oferecer aconselhamento acerca do IVA. Se tiver dúvidas acerca do registo de IVA, contacte o seu consultor fiscal ou a administração fiscal.

Alterar o estatuto fiscal

Quando se inscreve no Google Ads, tem de escolher um estatuto fiscal de Pessoa singular, Empresário em nome individual ou Entidade legal. Após efetuar a sua escolha, não é possível alterar para um estatuto diferente. Por exemplo, se escolher Pessoa singular, não pode alterar o estatuto para Entidade legal.

Se precisar de alterar o estatuto fiscal, encerre a conta do Google Ads existente e crie uma nova conta com o estatuto preferido. Utilize um endereço de email diferente para criar a nova conta. Em alternativa, se pretender utilizar o mesmo endereço de email, terá de o alterar na conta do Google Ads existente antes de a encerrar.

Alterar as informações de IVA

Para verificar o nome da empresa, o endereço legal ou os números de identificação fiscal (INN e EDRPOU) que aparecem nas suas faturas mensais, clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação. Em seguida, clique em Definições no lado esquerdo.

Alterar o nome legal da empresa

Se o nome da empresa tiver sido alterado, contacte-nos. Para atualizar estas informações, necessitamos de uma cópia digitalizada dos seus documentos de registo oficiais a indicar os seus números de identificação fiscal, o nome da empresa registado e o endereço legal. Após recebermos os seus documentos de registo oficiais, alteraremos o nome da empresa apresentado na sua conta do Google Ads e nos seus documentos contabilísticos. Será informado quando a alteração estiver concluída. Após efetuadas estas alterações, pode solicitar uma revisão dos documentos emitidos anteriormente que refletem o EDRPOU e o nome corrigidos.

Nota

Só podemos alterar o nome da sua empresa se o seu INN e o EDRPOU se mantiverem iguais. Não pode alterar o número de identificação fiscal nem o nome da empresa de uma empresa registada para outra. Se pretende associar a sua conta do Google Ads a uma empresa registada diferente (com um INN diferente), crie outra conta.

Corrigir o INN ou EDRPOU

Se a sua conta do Google Ads tiver um INN (número de identificação fiscal) ou EDRPOU incorreto, só poderá alterá-lo se se tiver enganado ao escrevê-lo ao criar a sua conta do Google Ads. Contacte-nos e forneça uma cópia digitalizada da sua certidão fiscal a indicar os seus números de identificação fiscal e o nome registado da empresa. Após recebermos e validarmos a sua certidão fiscal, corrigiremos o INN ou EDRPOU apresentado na sua conta do Google Ads e nos documentos contabilísticos futuros. Neste caso, não é possível a revisão de documentos emitidos anteriormente. O INN ou EDRPOU corrigido só será apresentado nos documentos após efetuada a correção.

Se pretende associar a sua conta do Google Ads a uma empresa registada diferente (com um INN e EDRPOU diferentes), crie outra conta.

Alterar o estatuto do registo do IVA

Se o seu estatuto do registo do IVA tiver sido alterado, contacte-nos. Terá de fornecer uma cópia digitalizada da sua certidão fiscal a indicar os seus números de identificação fiscal, o nome da empresa registado e o estatuto fiscal do registo de IVA. Após recebermos e validarmos a sua certidão fiscal, alteraremos o estatuto na sua conta do Google Ads. A alteração irá aparecer nos seus documentos contabilísticos futuros. Neste caso, não é possível a revisão de documentos emitidos anteriormente.

Alterar o seu endereço legal ou postal

Se o seu endereço legal ou postal tiver sido alterado, veja como atualizá-lo:

  1. Inicie sessão na sua conta em https://ads.google.com.
  2. Clique no ícone de ferramentas e, em "Faturação", escolha Resumo de faturação.
  3. Para atualizar o endereço legal, aceda à página Definições e procure o "Perfil de pagamentos". Clique em Guardar quando terminar.
  4. Para atualizar o seu endereço postal, aceda à secção "Conta de pagamentos" e efetue as alterações. Clique em Guardar quando terminar.

Acerca do IVA

Como é calculado o IVA

O IVA é calculado com base no valor dos seus custos com publicidade acumulados, como cliques e impressões.

Custos com publicidade + IVA = valor de pagamento

Quando é cobrado IVA

O IVA pode ser cobrado:

  • Quando um pagamento tiver sido completamente gasto na conta ou
  • No final do mês, se um pagamento tiver sido apenas parcialmente gasto

Exemplo: pagamento completamente gasto num mês

Suponhamos que a sua conta do Google Ads recebe um pagamento em 10 de junho de 200 UAH.

  • Os custos com publicidade são acumulados todos os dias até esse pagamento de 200 UAH se esgotar completamente em 25 de junho.
  • Um item de linha de IVA é apresentado em 25 de junho na sua página de faturação principal indicando a cobrança de IVA aplicada ao pagamento de 100 UAH.

Exemplo: pagamento parcialmente gasto num mês

Suponhamos que a sua conta do Google Ads recebe um pagamento em 10 de junho de 200 UAH.

  • Até ao final do mês, 30 de junho, foram gastos apenas 100 UAH do pagamento. Um item de linha de IVA é apresentado em 30 de junho na sua página de faturação principal indicando a cobrança de IVA aplicada aos custos com publicidade de 100 UAH.
  • Suponhamos que o saldo restante desse pagamento é gasto até 3 de julho. Um item de linha de IVA é apresentado em 3 de julho na sua página de faturação principal indicando a cobrança de IVA aplicada aos restantes 100 UAH.

Tenha em atenção que as cobranças de IVA podem abranger o valor tributado relativo a mais de um pagamento, se for completamente gasto mais de um pagamento num único dia.

Em caso de dúvidas relacionadas com as cobranças de IVA, contacte-nos.

O IVA no caso dos ajustes ou dos créditos promocionais

Se tiver um crédito de uma oferta promocional ou de qualquer tipo de ajuste de crédito, o IVA será aplicado primeiro automaticamente aos custos com publicidade pagos pelo crédito. Em seguida, assim que o crédito total se esgotar, reembolsaremos na sua conta as cobranças de IVA deduzidas. Se o crédito só for gasto parcialmente, reembolsaremos parcialmente as cobranças de IVA deduzidas no final do mesmo mês.

O IVA e o "Saldo atual" da conta

Para encontrar o seu saldo atual, visite a página "Histórico de transações" da faturação ao clicar no ícone de ferramentas e ao escolher Resumo de faturação em "Faturação". O saldo da conta é apresentado nos seguintes locais:

  1. Resumo: a secção "O seu saldo" mostra o seu saldo, que pode gastar totalmente em atividade futura de publicidade.
    • O campo "Crédito restante" mostra o valor restante para atividade de publicidade e um valor estimado de cobranças de IVA futuras. Verifique este campo para estimar o montante restante na sua conta.
  2. Transações: a coluna "Saldo" na tabela do histórico de transações mostra o saldo da sua conta (calculado ao subtrair o valor constante na coluna "Créditos" ao valor existente na coluna "Débitos") sem incluir qualquer estimativa de cobranças de IVA futuras sobre pagamentos não utilizados.

Os lances e orçamentos que define nas suas campanhas não incluem IVA.

Passo seguinte

Impostos no seu país

Poderão ser aplicáveis à sua empresa impostos ou o Imposto sobre o valor acrescentado (IVA), consoante a sua localização. Continue a ler para ver o que se aplica no seu país. Se pretender ver informações relativas a outro país, clique no menu pendente acima.

Imposto sobre as vendas e a utilização (SUT) em PR

Todas as faturas para os clientes sediados em Porto Rico incluem um imposto sobre as vendas e a utilização. A taxa de imposto é de 4% para todas as contas do Google Ads.

A Google não pode oferecer aconselhamento acerca do SUT. Se tiver dúvidas acerca do registo de SUT, contacte o seu consultor fiscal ou a administração fiscal.

Nota

Se não vir o seu país na lista, significa que não temos informações fiscais desse país. Contacte a autoridade fiscal local para obter estas informações.

Links relacionados

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.