[UA→GA4] Como a gtag.js do UA é mapeada para o GA4

Este é um guia de implementação para proprietários de sites que usam a biblioteca gtag.js e querem entender como a gtag.js do Universal Analytics (UA) é mapeada para o Google Analytics 4. Ele pressupõe que você já criou uma propriedade do Google Analytics 4. Se você precisa apenas adicionar o código de medição básico ao seu site, leia este artigo.
Neste artigo:

Sobre os IDs de propriedade e o snippet da gtag.js

Os snippets da gtag.js para as propriedades do Universal Analytics e do Google Analytics 4 são basicamente os mesmos. Ambos têm a seguinte estrutura:

01: <script async src="https://www.googletagmanager.com/gtag/js?id=<Algum ID da propriedade A>"></script>

02: <script>

03: window.dataLayer = window.dataLayer || [];

04: function gtag(){dataLayer.push(arguments);}

05: gtag('js', new Date());

06:

07: gtag('config', '<Algum ID da propriedade A>');

08:

09: gtag('config', '<Algum ID da propriedade B>');

10:

11: gtag('event', 'sign_up', { 'method': 'email' });

12:

13: gtag('event', 'view_video', { 'send_to': '<Algum ID da propriedade B>' });

14:

15: </script>

Linha 1: se você implementou uma propriedade do Universal Analytics por meio da gtag.js, provavelmente já terá essa linha de código no seu site. Em vez de <Algum ID da propriedade A>, você verá "UA-" seguido por uma série de números. Se você implementou a gtag.js para o Google Ads ou outro produto do Google Marketing Platform, também pode ter essa linha de código no seu site, mas <Algum ID da propriedade A> começará com "AW-" ou "DC-".

O ID da propriedade (ou ID da tag, para propriedades do Google Analytics 4) indicado por <Some Property ID A> "controla" o snippet da gtag.js. Isso é importante porque:

  1. Se essa linha já estiver presente, não será necessário implementá-la pela segunda vez. Você só precisa adicionar uma linha "config" para especificar o ID da tag.
  2. O ID da propriedade nessa linha é o "controlador" do snippet da gtag.js. Se um ID de propriedade do Universal Analytics ("UA-XXXXXXXX") controlar a tag, você poderá usar as tags do site conectadas para enviar dados de medição para uma propriedade do Google Analytics 4 sem precisar adicionar novos códigos à página.

Linha 7: a diretiva "config" da gtag permite a coleta de dados na propriedade associada a <Algum ID da propriedade A>. Por exemplo, em uma propriedade do Google Analytics 4, adicionar essa diretiva com um ID da tag vai enviar eventos page_view a essa propriedade.

O ID da propriedade pode representar a medição de diferentes produtos do Google, incluindo uma propriedade do Universal Analytics ("UA-XXXXXXXX"), uma propriedade do Google Analytics 4 ("G-XXXXXXXX"), o Google Ads ("AW-XXXXXXXX") ou o Floodlight ("DC-XXXXXXXX").

Linha 11: a diretiva "event" da gtag enviará um evento. Nos snippets em que há várias diretivas "config" para diversas propriedades, o evento será enviado para todas as propriedades.

Nesse exemplo, o parâmetro "sign_up" é o nome do evento. O último parâmetro é um objeto que contém um conjunto de parâmetros de evento. Nesse caso, "method" é um parâmetro com um valor "email".

Linha 13: o evento tem "send_to" como parâmetro. Ele é um parâmetro especial que envia o evento associado a uma propriedade específica. Em outras palavras, esse evento só será enviado para a propriedade indicada por <Algum ID da propriedade B>.

O comando config da gtag ativa a medição básica.

  • Para uma propriedade do Universal Analytics, o "config" com um ID de propriedade do Universal Analytics envia um hit de exibição de página.
  • Para uma propriedade do Google Analytics 4, o "config" com um ID da tag permite a coleta de eventos page_view (como um evento coletado automaticamente) quando ela é carregada em uma página.

Identificadores de propriedade

Os IDs da propriedade do Universal Analytics têm o formato "UA-XXXXXXXX", que também é chamado de ID de acompanhamento. Neste guia, vamos nos referir a ele como o ID da propriedade do UA.

Os fluxos de dados da Web da propriedade do Google Analytics 4 usam um ID da tag com o formato "G-XXXXXXXX".

Em alguns exemplos de código e documentação, você pode ver ambos chamados de "TAG_ID".

Coleta de dados básicos

Ao ativar a coleta de dados básicos para uma propriedade do Google Analytics 4, é possível reunir as seguintes informações:

Se a propriedade atual do Universal Analytics usa uma implementação da gtag.js, você precisará fazer o seguinte para ativar a coleta de dados básicos da sua propriedade do Google Analytics 4:

  • Opção 1: adicionar uma nova diretiva "config" com o ID da tag relevante
    OU
  • Opção 2: ativar as tags do site conectadas (se a implementação atual da gtag.js estiver qualificada)

Seja qual for a opção escolhida, a propriedade atual do Universal Analytics permanecerá inalterada e continuará coletando dados.

Opção 1: adicionar uma nova diretiva "config"

Se houver um código da gtag.js na página, basta incluir outra diretiva "config" com o ID de métrica relevante da propriedade do Google Analytics 4. No exemplo abaixo, a linha 8 foi adicionada a uma implementação atual da gtag.js. Ela faz referência ao ID de métrica da propriedade do Google Analytics 4. Assim, os eventos page_view serão enviados para essa propriedade. Além disso, ela também ativa eventos coletados automaticamente e eventos de medição otimizada (se ela estiver ativada) nessa propriedade.

1: <script async src="https://www.googletagmanager.com/gtag/js?id=<Algum ID da propriedade A>"></script>

2: <script>

3: window.dataLayer = window.dataLayer || [];

4: function gtag(){dataLayer.push(arguments);}

5: gtag('js', new Date());

6:

7: gtag('config', '<Algum ID da propriedade A>');

8: gtag('config', 'G-XXXXXXXX');

9: </script>

Opção 2: ativar as tags do site conectadas

Você pode usar uma tag do site conectada nas seguintes condições:

  • O snippet atual da gtag.js na página onde você quer medir as interações dos usuários é "controlado" por uma propriedade do Universal Analytics (ou seja, o ID indicado nessa linha do snippet da gtag.js começa com "UA-"):

<script async src="https://www.googletagmanager.com/gtag/js?id=<Algum ID da propriedade A>"></script>

As tags do site conectadas também funcionarão se o snippet atual da gtag.js for controlado por uma propriedade do Google Analytics 4. No entanto, você só encontrará essa situação se uma propriedade do Google Analytics 4 já tiver sido implementada.

  • ALÉM DISSO, você tem acesso de administrador à propriedade do Universal Analytics referenciada pelo ID no snippet.
Se você tiver uma gtag.js e um contêiner do GTM implementados na sua página, essa tag precisará ser colocada acima do contêiner do GTM para que as tags do site conectadas funcionem.

Configurações da gtag.js

Configure o snippet básico da gtag.js para controlar as configurações de coleta de dados, como anonimização de IP, as personalizações de cookies e os Indicadores do Google. Isso pode ser feito por meio das diretivas "config" ou "set" na gtag.js.

As propriedades do Universal Analytics ("UA-XXXXXXXX") e do Google Analytics 4 ("G-XXXXXXXX") são compatíveis com a implementação dessas definições de "config" pela gtag.js. No entanto, há algumas diferenças entre essas configurações para as propriedades do Universal Analytics e do Google Analytics 4.

  • A anonimização de IP é padronizada como "true" e não é configurável em uma propriedade do Google Analytics 4. Dessa forma, o endereço IP é automaticamente mascarado com o evento padrão para a propriedade do Google Analytics 4 ("G-XXXXXXXX").
  • Quando for necessário aplicar definições globais a todas as propriedades configuradas, o comando "set" deverá ser usado para implementar os IDs de métricas e/ou de propriedades, incluindo aqueles que utilizam tags do site conectadas.
  • Preste atenção especial aos recursos para desativar a Personalização de anúncios, que normalmente são implementados com uma linha "config".
  • Ao usar tags do site conectadas: todas as configurações feitas no código da gtag.js que usam "config" se aplicam somente à propriedade associada ao ID de métricas nessa linha de código. Elas não serão enviadas automaticamente para a propriedade do Google Analytics 4 conectada. Se você quiser que a configuração seja aplicada à propriedade do Google Analytics 4 conectada, faça o seguinte:
    • Crie uma diretiva "config" diferente e aplique-a à propriedade relevante do Google Analytics 4, referenciando o ID de métricas.
      OU
    • Ajuste a configuração usando uma diretiva "set". Nesse caso, a configuração será aplicada a todas as propriedades definidas.

Exemplos de configuração

Ativar a coleta de dados básicos e configurar o User-ID

gtag('config', 'GA_MEASUREMENT_ID', {

'user_id': 'USER_ID'

});

Definir configurações de cookies

gtag('config', 'GA_MEASUREMENT_ID', {

'cookie_prefix': 'MyCookie',

'cookie_domain': 'blog.example.com',

'cookie_expires': 28 * 24 * 60 * 60 // 28 days, in seconds

});

Bloquear um evento page_view

Se você não precisar que um evento page_view seja enviado ao carregar o código de configuração (por exemplo, se tiver um carregamento de iframe), ajuste a configuração para bloquear o evento. Considere uma situação em que um evento page_view é enviado, seguido pelo login de um usuário no site. Para a interação de login, use uma diretiva "config" para definir o User-ID, mas não envie outro evento page_view. O código a seguir ilustra como evitar que o evento page_view seja enviado.

gtag('config', 'MEASUREMENT_ID', {

'user_id': 'USER_ID',

'send_page_view': false

});

Eventos

Veja o guia de migração de eventos.

Dimensões e métricas personalizadas

As dimensões e métricas personalizadas podem ser usadas para ampliar informações e importar dados off-line, por exemplo, de sistemas de CRM.

As medições de métricas e dimensões personalizadas que usam a tag do Google (gtag.js) vão ser convertidas automaticamente em parâmetros se as tags do site conectadas ou uma propriedade do Google Analytics 4 (por exemplo, "G-XXXXXXXX") forem usadas.

Saiba mais sobre dimensões e métricas personalizadas.

 

Isso foi útil?

Como podemos melhorá-lo?
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal