Conversões

Este artigo faz parte da versão beta da propriedade de aplicações + Web.

Estas funcionalidades serão implementadas gradualmente ao longo das próximas semanas.

As conversões mostram quantos eventos de conversão foram gerados por cada aspeto do seu marketing (por exemplo, campanha, rede de publicidade, criativo), juntamente com o valor desses eventos.

Neste artigo:

Separador Eventos de conversão

No Analytics, os seus eventos mais importantes são denominados conversões, três dos quais predefinidos:

Ative/desative eventos como conversões

Para ativar um evento como uma conversão:

  1. No Analytics, navegue para os relatórios da sua propriedade de aplicações + Web.
  2. Clique em Todos os eventos.
  3. Na linha do evento, ative o interruptor na coluna Marcar como conversão.

Assim que ativar um evento como uma conversão, este fica disponível na tabela Eventos de conversão.

Pode ativar até 30 eventos por propriedade como conversões, além dos três que o Analytics predefine.

As informações de atribuição associadas a um evento são recolhidas a partir do momento em que são ativadas.

 

Para desativar um evento como uma conversão:

Inverta o interruptor na coluna Marcar como conversão na linha desse evento.

Crie novos eventos de conversão

Utilize esta opção para identificar eventos como conversões antes de começar a registá-los. Com esta opção, todas as informações de atribuição associadas a esses eventos são recolhidas assim que começar a registar o evento.

  1. No Analytics, navegue para os relatórios da sua propriedade de aplicações + Web.
  2. Clique em Conversões.
  3. Clique em Novo evento de conversão.
  4. Introduza o nome do evento que pretende identificar como uma conversão.
  5. Clique em Guardar.

Clique num evento na tabela para ver quantas conversões estão atribuídas a cada origem. Quando estiver a avaliar um evento, escolha um modelo de atribuição:

  • Último clique em vários canais: o Analytics analisa os cliques de todas as origens e atribui a conversão ao último clique. (Exclui visitas diretas*.)
  • Última interação em vários canais: o Analytics atribui a conversão ao último clique ou, se não existir um clique recente, a uma impressão do anúncio. (Exclui visitas diretas*.)
  • Último clique preferencial do Google Ads: o Analytics atribui a conversão ao Google Ads, independentemente de existir ou não um clique de outra origem. (Exclui visitas diretas*.)
  • Última interação preferencial do Google Ads: o Analytics atribui a conversão ao Google Ads, independentemente de existir ou não um clique ou uma impressão do anúncio de outra origem. (Exclui visitas diretas*.)

* Todos os modelos de atribuição no Analytics excluem as visitas diretas de receber o crédito de atribuição, a menos que uma conversão não possa ser atribuída a quaisquer campanhas.

Além de poder escolher um modelo de atribuição, também pode optar por ver a origem dos eventos por Origem, Meio, Campanha, Rede, Grupo de anúncios e Criativo.

Para ajudar a compreender melhor as suas conversões, o Analytics apresenta uma atribuição de visualização completa: se não existir nenhum evento de clique associado a uma instalação da aplicação, o Analytics examina se foi visualizado um anúncio de instalação de aplicações num determinado intervalo de tempo e atribui a conversão ao anúncio de instalação de aplicações visualizado mais recentemente antes da instalação.

O período de atribuição para first_open é de 30 dias. O período de atribuição para quaisquer conversões na aplicação subsequentes é de 180 dias. Não é possível ajustar estes intervalos de atribuição.

As métricas de instalação do iOS e os dados de atribuição de eventos na aplicação para campanhas de instalação de aplicações da Rede de Pesquisa do iOS do Google Ads têm a origem direct nos relatórios Conversões do Analytics e não aparecem na consola do Google Ads.

Adicione uma rede

Para adicionar uma rede:

  1. No Analytics, navegue para os relatórios da sua propriedade de aplicações + Web.
  2. Clique em Conversões e, de seguida, em Definições de rede.
  3. Clique em NOVA REDE.
  4. Selecione uma rede no menu.
  5. A origem é automaticamente o nome da rede. Algumas redes também fornecem metadados sobre o Meio da campanha e o Nome da campanha, pelo que não são necessárias informações adicionais. Para outras redes, fornecemos os campos Meio da campanha e Nome da campanha para capturar informações personalizadas. Utilize o URL gerado como link de afiliação (copie e cole o URL).
    • CLIQUE: se estiver a apresentar uma campanha para levar os utilizadores a transferirem a app, utilize o URL gerado aqui.
    • LINK DIRETO: se estiver a apresentar uma campanha de nova interação para os utilizadores existentes da aplicação, utilize o separador LINK DIRETO. Nesta secção, introduza o esquema do URL e as informações do caminho. São anexados os mesmos parâmetros.
  6. Para enviar informações de conversão novamente para a rede, ative o interruptor Configurar postback. Caso contrário, clique em Guardar.

Postbacks

Um postback envia os dados de conversão novamente para uma rede de publicidade. Os postbacks são opcionais. Pode enviar dados first_open além de outros eventos de conversão na aplicação. Se decidir configurar um postback, também escolhe se pretende enviar todas as conversões para a rede ou apenas as conversões que o Analytics atribui a essa rede em particular.

Os postbacks ajudam as redes a otimizar o tráfego que lhe enviam. Por exemplo, se uma rede souber que uma aplicação foi transferida para um dispositivo, também sabe que não deve publicar anúncios adicionais para essa aplicação nesse dispositivo.

Se enviar todos os dados de conversão para a rede, esta pode otimizar o seu próprio tráfego com base no conhecimento das conversões de todas as redes. Quando envia todos os dados de conversão para uma rede, as outras redes envolvidas no fornecimento de conversões são tornadas anónimas.

Para configurar um postback:

  1. No Analytics, navegue para os relatórios da sua propriedade de aplicações + Web.
  2. Clique em Conversões e, de seguida, em Definições de rede.
  3. Na linha da rede, clique em Configurar postback.
  4. Selecione as conversões que pretende enviar e selecione Apenas conversões atribuídas a esta rede ou Todas as conversões.
  5. Introduza os parâmetros da rede (por exemplo, ID de acompanhamento e palavra-passe do anunciante). Os parâmetros variam consoante a rede.
  6. Clique em Guardar.

Campanhas personalizadas para apps do Google Play

Quando utilizar uma campanha personalizada para uma app que está a distribuir através do Google Play, utilize o Construtor de URLs do Google Play para gerar os URLs personalizados.

Como são atribuídas as diferentes conversões

Links dinâmicos

Quando adiciona links dinâmicos à sua aplicação, são registados os seguintes eventos quando os utilizadores clicam nesses links:

  • dynamic_link_first_open
  • dynamic_link_app_open
  • dynamic_link_app_update

Pode ver dados do Analytics relativos a estes eventos no relatório Eventos.

Se ativar estes eventos como conversões, pode ver dados de atribuição no relatório Atribuição.

Saber mais acerca dos links dinâmicos

Links universais

Pode configurar links universais para incluírem parâmetros UTM (utm_source, utm_medium, utm_campaign) e ver os dados relacionados no relatório Atribuição.

Exemplo de link universal:

http://my.app.link?utm_campaign=myappcampaign&utm_source=google&utm_medium=cpc

Quando um utilizador clica no link, o Firebase regista um evento firebase_campaign com esses parâmetros e o anunciante pode ver os seguintes dados para eventos relacionados com a campanha:

  • Campanha: myappcampaign
  • Origem: google
  • Meio: cpc

Links da aplicação para Android

Pode configurar links da aplicação para Android para incluírem parâmetros UTM (utm_source, utm_medium, utm_campaign) e ver os dados relacionados no relatório Atribuição.

Exemplo de link da aplicação para Android:

http://example.com/gizmos?utm_campaign=myappcampaign&utm_source=google&utm_medium=cpc

Quando um utilizador clica no link, o Analytics regista um evento firebase_campaign com esses parâmetros e o anunciante pode ver os seguintes dados para eventos relacionados com a campanha:

  • Campanha: myappcampaign
  • Origem: google
  • Meio: cpc

Referências de instalação da Play Store

As referências de instalação da Google Play Store aparecem da seguinte forma:

  • Origem = google-play: indica uma de duas coisas:
    • O utilizador acedeu diretamente à ficha da Play Store através de um link que especificava um referenciador (por exemplo, play.google.com/store/apps/details?id=com.foo.bar&referrer=R).
    • O utilizador pesquisou na Play Store e descobriu a app de forma orgânica
  • Origem = (direto): indica:
    • O utilizador acedeu diretamente à ficha da Play Store através de um link que não especificava um referenciador

Períodos de atribuição

O período de atribuição para eventos de conversão first_open é de 30 dias.

Após a atribuição de um evento de conversão first_open a uma campanha, todos os outros eventos de conversão para a mesma combinação de utilizador e aplicação são atribuídos a essa mesma campanha até o período de atribuição expirar no espaço de 1 ano. O período de atribuição é renovado por 1 ano, desde que cada conversão subsequente ocorra antes da expiração.

O período de atribuição para uma campanha de nova interação é de 6 meses.

Campanhas de nova interação

Uma conversão de uma campanha de nova interação é atribuída duas vezes:

  • À campanha que recebeu crédito pelo evento first_open. O LTV acumula com essa campanha. (Os eventos que não sejam first_open contribuem para o LTV se incluírem detalhes da receita, por exemplo, o evento in_app_purchase ou quaisquer eventos de retalho/comércio eletrónico.)
  • à campanha de nova interação. Nenhum LTV acumula com essa campanha.

As conversões de campanhas de nova interação são atribuídas da seguinte forma:

  • Conversão por clique: a conversão é atribuída ao último anúncio da campanha que foi clicado, independentemente do número de campanhas diferentes em apresentação.
  • Conversão através da visualização: a conversão é atribuída ao último anúncio da campanha que foi visualizado, se não tiver ocorrido qualquer clique entre a visualização do anúncio e a conversão, independentemente do número de campanhas diferentes em apresentação.

Search Ads da Apple

Se uma aplicação for instalada na sequência de um clique num Search Ad da Apple, o Analytics regista um evento firebase_campaign com esses parâmetros e o anunciante pode ver os seguintes dados para eventos relacionados com a campanha:

  • Origem = Apple
  • Meio = search
  • Campanha = <nome da campanha iad>

Tem de adicionar a estrutura iAd ao ficheiro de projeto do Xcode para a sua aplicação de modo a acompanhar Search Ads da Apple.

(not set)

O valor da dimensão (not set) aparece quando existem informações em falta de origem, meio, campanha, tipo de rede de publicidade ou criativo.

Discrepâncias entre os dados de conversão do Analytics e do Google Ads

Circunstância Descrição
Conversões de campanhas no Analytics, mas não no Google Ads (ou vice-versa) Se vir dados de conversão de uma campanha no Analytics, mas não no Google Ads, é porque não concluiu uma ou ambas as ações seguintes:
Se associou as contas do Analytics e do Google Ads e vê dados de conversão no Google Ads, mas não no Analytics, verifique se está a enviar dados de conversão diretamente para o Google Ads a partir de um fornecedor de análise que não o Analytics.
O número de conversões atribuídas à mesma campanha é diferente no Google Ads e no Analytics durante o mesmo período Isto é normal. O Google Ads regista uma conversão com base na data do clique (a data em que um utilizador clicou num anúncio que gerou uma conversão). O Analytics regista a conversão na data de conversão (a data em que o utilizador de facto efetuou a conversão). Se tanto o clique como a conversão não tiverem ocorrido durante o período de tempo escolhido, o número de conversões vai ser diferente em cada ambiente de relatório.
Cliques de campanhas no Analytics e no Google Ads, mas não conversões Quando se segmenta uma campanha para uma aplicação para iOS na Rede de Pesquisa da Google, o acompanhamento de conversões não é suportado. Os cliques são registados, mas as conversões não, pelo que irá ver dados de cliques para essas campanhas tanto no Analytics como no Google Ads, mas não irá ver dados de conversão.
Cliques de campanhas, mas não conversões no Google Ads e nenhumas conversões atribuídas ao Google Ads no Analytics

Se associou uma conta de gestor do Google Ads ao Analytics, mas importou conversões de uma das contas secundárias, essas conversões não irão aparecer no Google Ads nem no Analytics.


Para corrigir o problema, tem de importar eventos de conversão do Analytics a partir da conta de gestor do Google Ads.

Números diferentes de conversões no Analytics e no Google Ads Se as suas definições de fuso horário forem diferentes no Analytics e no Google Ads, pode ver números diferentes de conversões em cada contexto. Por exemplo, se as conversões tiverem uma data/hora que esteja no intervalo de datas que utiliza para os relatórios no Analytics, mas fora do intervalo de datas que utiliza no Google Ads, irá ver menos dessas conversões contabilizadas nos relatórios do Google Ads.

Uma diferença entre os intervalos de atribuição no Analytics e os períodos de conversão no Google Ads pode originar números diferentes de conversões. Por exemplo, o intervalo de atribuição no Analytics para o evento/conversão first_open é de 30 dias. Se, no Google Ads, definir o período de conversão para 7 dias para o mesmo evento/conversão, é provável que o Analytics contabilize um número muito maior de conversões first_open do que o Google Ads.
Mais conversões para campanhas relacionadas com o iOS no Google Ads do que no Firebase As conversões para campanhas de apps para iOS e os relatórios de anúncios de apps publicados para utilizadores de iOS em Google.com apenas estão disponíveis no Google Ads. Saber mais

 

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?