Aplicação e limites do modelo de atribuição baseada em dados do MCF

Esse recurso está disponível apenas no Google Analytics 360, que faz parte da Google Marketing Platform.
Saiba mais sobre essa plataforma.
Neste artigo:

Limite mínimo

Para que a atribuição baseada em dados do MCF gere um modelo para seu tipo de conversão selecionado, é necessário que você atinja o limite mínimo de conversões nos últimos 28 dias. O limite atual é:

  • 400 conversões por tipo de conversão com um tamanho de caminho de duas interações ou mais (ou seja, 400 conversões para uma meta ou transação específica, não um total de 400 para todos os tipos de conversão)
    E
  • 10.000 caminhos na vista de relatórios selecionada (equivalente a cerca de 10.000 usuários, embora um único usuário possa gerar vários caminhos).

Se você tiver ativado a atribuição baseada em dados do MCF, mas não atingir esse limite, verá uma notificação nos relatórios do Simulador de modelos, da Análise do ROI e da Ferramenta de comparação de modelos, informando que um modelo baseado em dados não pode ser gerado devido a dados insuficientes.

Atualização do modelo

Seu modelo baseado em dados do MCF é aplicado de acordo com atualizações contínuas e semanais. As ponderações do modelo (visíveis no relatório do Simulador de modelos) são atualizadas semanalmente e incluem uma janela de tempo de acompanhamento do histórico de conversões (no momento, 28 dias).

Número máximo de interações e janela de lookback

Até quatro interações nos 90 dias anteriores a cada conversão são incorporadas no modelo. Se você tiver dúvidas, entre em contato com a equipe de suporte do Google Analytics 360.

Tipos de interação incluídos

Todos os modelos baseados em dados do MCF incluem cliques e tráfego direto. Se (1) você tiver pedido ao gerente da conta para vincular sua conta do Campaign Manager ao Google Analytics ou (2) se você fizer parte da versão Beta dos Relatórios de impressões da Rede de Display do Google, os modelos baseados em dados do MCF também incluirão impressões e interações rich media.

Como o Tráfego direto é tratado

Para cada conversão, a atribuição baseada em dados do MCF remove as últimas 24 horas de sessões diretas deduzidas, ou seja, o modelo não dá crédito ao canal direto se alguma atividade de marketing ocorreu nas 24 horas anteriores à sessão direta.

Lacunas nos dados

Se houver lacunas nos seus dados e não for possível gerar nenhum modelo para o período, elas serão preenchidas com o modelo baseado em dados mais recente. Por exemplo, se você ficar abaixo do limite de conversão por um curto período, a atribuição baseada em dados do MCF não poderá criar um modelo para esse período e usará o modelo baseado em dados.

Dados insuficientes para gerar um modelo

Se o modelo não encontrar dados suficientes para um tipo de conversão, o algoritmo de atribuição baseada em dados do MCF não criará um modelo para esse tipo de conversão.

Isso pode ocorrer nas seguintes situações:

  • Um grande número de caminhos de conversão considerados para o modelo têm um único ponto de contato.
    Para verificar se essa é a causa da insuficiência de dados, consulte o Relatório de tamanho do caminho para ver se uma grande porcentagem de caminhos apresenta contagem de interações igual a 1.
  • O caminho específico é tão pouco frequente que o algoritmo de atribuição baseada em dados do MCF não pode ter confiança estatística na validade do modelo para o tipo de conversão selecionado (embora o caminho ainda seja válido).
    • Para verificar se essa é a causa da insuficiência de dados, consulte o Relatório de caminhos de conversão mais comuns para ver se há uma porcentagem alta de caminhos com baixa contagem de interações.
    • Configure seu agrupamento padrão de canais do Google Analytics para recolher as definições de canal de baixo volume em uma única definição. Isso resultará em menos caminhos com baixas contagens de interações.

Notificações nos seus relatórios

Como está usando os relatórios de atribuição baseada em dados do MCF, você pode receber notificações nos produtos sobre a disponibilidade do seu modelo de atribuição baseada em dados.

Nenhum modelo orientado a dados foi criado até o momento
Você receberá essa mensagem se tiver ativado a atribuição baseada em dados do MCF recentemente. Pode levar até sete dias para criar seu primeiro modelo baseado em dados. Sendo assim, retorne daqui a algum tempo.
No momento, não é possível criar um modelo orientado a dados devido à falta de dados suficientes
Você poderá receber essa notificação se pelo menos uma das opções a seguir for verdadeira:
  1. É necessário mais tempo para coletar dados da conversão selecionada. Por exemplo, se você configurou recentemente as Metas ou o Acompanhamento de comércio eletrônico, será necessário mais tempo para atingir o limite mínimo de conversões.
  2. Há uma calmaria temporária nas conversões do seu tipo de conversão selecionado, e você ainda não atingiu o limite mínimo.

Se você continuar a ver essa notificação, isso pode indicar que o tipo de conversão selecionado não atingirá o limite mínimo de conversões. Considere analisar outro tipo de conversão.

Não foi possível criar o modelo baseado em dados em função de um erro interno
Você receberá essa mensagem se a atribuição baseada em dados do MCF encontrar um erro interno. Retorne mais tarde e informe a equipe de suporte do Google Analytics 360, se a mensagem persistir.
Não há modelos baseados em dados disponíveis para a semana selecionada. O modelo mais recente será exibido.
Você verá essa mensagem se um modelo baseado em dados não puder ser gerado para a semana atual e houver um modelo baseado em dados para pelo menos uma semana anterior. O modelo gerado mais recentemente será exibido.
Não foi possível gerar um modelo baseado em dados para uma ou mais das suas conversões selecionadas em função da insuficiência de dados.
Você verá esse erro se um modelo baseado em dados não puder ser gerado para pelo menos um dos seus tipos de conversão. Leia a notificação sobre dados insuficientes (acima) para saber o motivo da falta de informações.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?