Descontinuação do conteúdo pago em 1º de janeiro de 2018

Ao longo dos últimos anos, lançamos vários programas e serviços novos, como o Super Chat e o YouTube Premium, para oferecer aos criadores de conteúdo outras maneiras de gerar receita com o próprio conteúdo. Também anunciamos a disponibilização dos Clubes dos canais para mais criadores de conteúdo do YouTube. Dessa forma, eles podem receber apoio dos fãs diretamente por meio de pagamentos mensais.

Para concentrar nossos recursos na melhoria desses programas, as ofertas de conteúdo e as assinaturas de canais pagos foram descontinuados em 1º de janeiro de 2018. Os vídeos comprados (não alugados) ficarão disponíveis até 1º de janeiro de 2023, de acordo com os termos da compra.

Alguns vídeos que antes estavam disponíveis para compra agora estão visíveis apenas para quem os comprou. Nesses vídeos, você verá a mensagem de erro "Este vídeo não é gratuito".
 
Se essa mensagem aparecer, não será possível ver o vídeo. Só será possível assistir a um vídeo pago se você tiver feito a compra dele antes de 19 de setembro de 2017. Sabemos do problema e estamos trabalhando para resolvê-lo. 

Veja abaixo o cronograma que detalha a descontinuação do conteúdo pago:

  • 1° de janeiro de 2023: os espectadores podem continuar acessando vídeos comprados (não alugados) até 1º de janeiro de 2023, de acordo com os termos da compra.
  • 1º de dezembro de 2017: os espectadores não são mais cobrados pelas assinaturas existentes.
  • 19 de setembro de 2017: os criadores de conteúdo não podem mais adicionar conteúdo pago ao YouTube, e os novos espectadores não conseguem mais pagar para assinar o conteúdo de um canal.

Essas alterações não se aplicam ao YouTube Premium Originals, a filmes ou programas de TV alugados/comprados no YouTube, ao Google Play Filmes e TV ou ao pay-per-view ao vivo.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?