Tráfego inválido nos seus vídeos

O tráfego inválido refere-se a qualquer atividade no seu canal que não seja proveniente de um utilizador real nem de um utilizador com interesse genuíno. Pode incluir formas fraudulentas, artificiais ou até não intencionais de aumentar a receita de anúncios de vídeos, entre outros.

Exemplos de tráfego inválido nos vídeos:

  • Tráfego automático ou incentivado proveniente de terceiros, incluindo serviços de "aumento do tráfego" e outros serviços que alegam ser redes de publicidade legítimas, entre outros.
  • Amigos e contactos que reproduzem playlists dos seus vídeos durante todo o dia, o que resulta num aumento do tráfego de anúncios graças aos anúncios apresentados nesses vídeos.
  • Anunciar aos seus visitantes que devem ver ou clicar nos anúncios em determinados vídeos para aumentar o tráfego de anúncios, o que resulta no aumento da receita de anúncios.

Os nossos sistemas analisam o tráfego para os seus vídeos de modo a determinar se é válido ou inválido, independentemente da origem ou da forma como o tráfego foi gerado. É importante resolver rapidamente o tráfego inválido para manter a plataforma a funcionar para os criadores, os anunciantes e os visitantes. Ao continuar a proteger os nossos sistemas de publicidade contra tráfego inválido, os anunciantes podem continuar a sentir-se confiantes ao investirem na plataforma, o que ajuda os criadores a rentabilizar o excelente conteúdo que produzem. 

Às vezes, os criadores podem verificar que os seus canais são afetados por tráfego inválido, mesmo que não estejam a provocá-lo intencionalmente. Isto significa que, por vezes, os criadores podem não saber que a atividade que receberam é resultado de tráfego inválido.

Embora façamos todos os possíveis para tentar evitar esta situação, alguns tipos de tráfego inválido só podem ser detetados pelos nossos sistemas depois de ocorrerem. Consequentemente, são feitos ajustes às visualizações e aos ganhos no YouTube Analytics e AdSense para YouTube. Quando vê estes ajustes, significa que as nossas defesas contra tráfego inválido estão a trabalhar para proteger a plataforma, mesmo que não tenha necessariamente gerado nem provocado o tráfego em questão.

Para mais informações sobre tráfego inválido, consulte o Fórum de Ajuda da comunidade do YouTube.

Como o tráfego inválido afeta os seus ganhos

Se detetar a ocorrência de tráfego inválido no seu canal, pode verificar o seguinte:

  • Diminuição das visualizações e dos ganhos. Pode ver ajustes no YouTube Analytics para remover visualizações e, consequentemente, ganhos associados ao tráfego inválido.  
  • Menos anúncios no seu canal. Podemos limitar temporariamente a publicação de anúncios até os nossos sistemas determinarem que o risco de ocorrência de tráfego inválido é reduzido, o que pode afetar a receita, mesmo que as visualizações se mantenham consistentes.
  • Ajustes na sua conta do AdSense para YouTube. Se detetarmos ganhos associados a tráfego inválido depois de o seu pagamento ter sido calculado ou desembolsado, o valor é compensado com o seu saldo atual ou futuro do AdSense para YouTube.
  • Atrasos no pagamento. Os pagamentos podem sofrer um atraso de até 90 dias de modo a haver tempo suficiente para investigar o tráfego e os ganhos associados no seu canal. Os ganhos podem ser retidos, ajustados ou compensados se forem considerados inválidos.

Saiba como o tráfego inválido pode afetar os seus ganhos estimados no YouTube Analytics.

Quando é detetado tráfego inválido, não é cobrado nenhum valor aos anunciantes ou, sempre que for apropriado e possível, é-lhes emitido um reembolso. 

Os ganhos do AdSense para YouTube são debitados antes de serem desembolsados para remover os ganhos associados a tráfego inválido. Os débitos relacionados com tráfego inválido são apresentados como um item de linha separado na página Pagamentos no AdSense para YouTube. 

Nos casos em que atividade significativa num canal seja considerada inválida, a conta do AdSense para YouTube associada pode ser suspensa ou desativada permanentemente. Os criadores têm a opção de recorrer quando a sua conta do AdSense para YouTube é desativada. As violações podem resultar na desativação da rentabilização de qualquer uma das suas contas, de acordo com as Políticas de Rentabilização de Canais do YouTube. Se achar que cometemos um erro, pode recorrer. Se a violação for anulada, pode candidatar-se à rentabilização quando for elegível no YouTube Studio.

Sugestões para evitar o tráfego inválido

Se detetar a ocorrência de tráfego inválido no seu canal, consulte estas sugestões para descobrir formas comuns de evitar esta situação: 

  1. Evite parcerias com terceiros não fidedignos ao nível da criação de vídeos e do desenvolvimento do canal. Por exemplo, é melhor evitar serviços que alegam aumentar as visualizações, os gostos ou as subscrições. Mesmo que terceiros digam que direcionam tráfego real para o seu canal, o processo pode ser artificial, levando a tráfego inválido. 
  2. Não clique em anúncios nos seus vídeos, mesmo que ache que não há problema. Os nossos sistemas reconhecem quando os criadores clicam nos anúncios nos seus próprios vídeos. Se este comportamento acontecer de forma consistente ao longo do tempo, a sua conta pode ser desativada para proteger os anunciantes e o ecossistema dos criadores.
  3. Nunca incentive ninguém a clicar nos seus anúncios para ajudar a ganhar mais dinheiro, mesmo que seja para uma boa causa ou caridade.
Saiba como evitar o tráfego inválido no nosso Centro de Ajuda.

Recursos

Nota: os ícones amarelos são atribuídos aos vídeos de acordo com as nossas diretrizes de conteúdo adequado para publicidade. Não são atribuídos com base nesta política sobre tráfego inválido.

A informação foi útil?

Como podemos melhorá-la?
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
16377085961387723749
true
Pesquisar no Centro de ajuda
true
true
true
true
true
59