Monitorar a marcação de dados estruturados

Se o Google entender a marcação nas suas páginas, ele poderá usar essa informação para adicionar rich snippets e outros recursos ao resultado da pesquisa. Por exemplo, o snippet de pesquisa de um restaurante poderá mostrar a classificação média e a faixa de preços do estabelecimento. É possível adicionar dados estruturados à página usando o vocabulário "schema.org" e formatos como microdados e RDF, juntamente a outras abordagens, como os microformatos. Para adicionar dados estruturados, marque os dados da página com o Marcador de dados.

A página "Dados estruturados" do Search Console exibe as informações estruturadas que o Google detectou no seu website. Ela também fornece informações sobre erros na marcação da página que podem impedir a exibição de rich snippets ou de outros recursos de pesquisa.

 

ABRIR O RELATÓRIO DE DADOS ESTRUTURADOS

 

A página Dados estruturados mostra uma lista de todos os tipos de dados estruturados encontrados no seu website e quais deles apresentam erros, caso haja algum.

A lista de itens de dados estruturados contém somente as entidades de nível mais alto descobertas em uma página. Por exemplo, se a página contiver um schema.org/Event, que por sua vez contém um schema.org/Place, somente o item Event será contado.

Caso você tenha usado microformatos, microdados ou RDFa para adicionar dados estruturados a uma página, mas ela não esteja listada aqui, use a Ferramenta de teste de dados estruturados para testar se o Google pode acessar e entender seu conteúdo marcado.

Diagnosticar e corrigir erros de marcação

1. Verifique quais tipos de dados estruturados contêm erros

É possível ver os detalhes de cada tipo de dados na tabela abaixo do gráfico. Para ajudar você a definir prioridades, a tabela vem pré-ordenada com os itens com a maior quantidade de erros. Aqui, um "item" faz referência a uma tag HTML no código-fonte das páginas. Por exemplo, se você tem um tipo de dados de filme com 3.000 itens com erros e um tipo de dados de lugar com 42 itens com erros, os dados de filmes podem ser uma boa opção para começar.

2. Análise de erros específicos

Clique em um tipo de dados estruturados na tabela para ver uma análise detalhada de itens com erros desse tipo. Mostraremos uma lista de até 10.000 URLs juntamente com o número de itens com erros e o erro específico. É possível clicar em cada URL para ver a marcação que encontramos, como tipo de item e propriedades.

Há dois tipos de erros de dados estruturados:

  • Campo ausente
    Por exemplo: para um evento de rich snippet, o local e o agente são marcados, mas não a data de início.
  • Melhor ou pior avaliação ausente
    Por exemplo: um produto é classificado em uma escala de 5 pontos, mas o bestRating (5) ou o worstRating (1) não está marcado.

3. Corrija a marcação em seu site

Use os exemplos dos erros de Dados estruturados como o ponto de partida da investigação. O modo de correção dos problemas depende de como a marcação foi implementada originalmente no site. Por exemplo, problemas com a marcação podem ser resultado de uma configuração no sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS).

Se você precisar de mais ajuda, fique à vontade para postar na seção dedicada aos Dados estruturados do Fórum de Ajuda para webmasters.

4. Verifique se a marcação atualizada está correta

Digite o URL da página ou o código HTML que contém a marcação na Ferramenta de teste de dados estruturados para ver se a marcação está presente e correta.   Mesmo que a Ferramenta de teste de dados estruturados não aponte erros, pode levar algum tempo até que a página seja rastreada novamente e reprocessada para que as alterações apareçam no Painel de dados estruturados.

Este artigo foi útil para você?
Como podemos melhorá-lo?