Mantenha as suas informações de pagamento seguras

How your card info stays safe

Veja onde pode encontrar informação sobre o que o Google Pay faz para manter as suas informações de pagamento seguras e o que fazer relativamente a telemóveis perdidos ou roubados e a cobranças não autorizadas.

Informações sobre privacidade

Google Pay e comerciantes

Os comerciantes aderentes aceitam o Google Pay para compras de bens e serviços em Websites e apps. A Google divulga aos sites e apps aderentes se tem o Google Pay configurado no dispositivo, para que os comerciantes saibam se podem oferecer-lhe o Google Pay como opção de pagamento. Pode recusar esta divulgação da Google nas definições de privacidade do Google Pay. A recusa pode afetar a sua capacidade de utilizar o Google Pay para efetuar transações com determinados comerciantes.

O Google Pay e os dados das suas transações

A Google pode utilizar dados de transações do Google Pay efetuadas em lojas ou em apps e Websites de terceiros para:

  • Facilitar as suas transações do Google Pay.
  • Mostrar os detalhes e o histórico de transações.
  • Resolver um problema que esteja a ter com o Google Pay.
  • Fornecer-lhe outras funcionalidades do Google Pay.

Para mais informações, visite a Política de Privacidade da Google.

Funcionalidades de segurança automática

Seguem-se algumas coisas que o Google Pay faz para manter as suas informações seguras.

Proteção de dados

As informações de pagamento são encriptadas e armazenadas em servidores seguros.

Números de conta virtuais

O número de conta virtual é um tipo de alias temporário para o número real da conta. É criado um número de conta virtual quando adiciona um cartão ao utilizar a app Google Pay ou a app do seu banco. Quando efetua pagamentos em lojas, por exemplo, o número de conta virtual é partilhado com o comerciante em vez do número real da conta. Esta medida ajuda a manter as informações da sua conta seguras.

Para localizar o número de conta virtual, siga os passos abaixo:

  1. Abra a app Google Pay.
  2. Toque em Pagamento.
  3. Escolha um cartão de pagamento.
  4. Desloque-se para baixo para localizar o número de conta virtual (apenas os últimos quatro dígitos estão visíveis).

Nota: se não vir "Número de conta virtual", tem de configurar um cartão de pagamento para pagamentos em lojas.

Bloqueio de ecrã e pequenos pagamentos

Tem de configurar um bloqueio de ecrã no seu dispositivo antes de adicionar cartões à app Google Pay ou para pagamentos em loja. Se desativar o bloqueio de ecrã, para sua proteção, o Google Pay remove o número de conta virtual do seu dispositivo.

Para fazer a maioria das compras, tem de desbloquear o telemóvel. Não é necessário desbloquear o telemóvel para determinados pequenos pagamentos.

Localize e proteja um telemóvel perdido

Nota: estas informações não são relevantes para clientes no Japão. Saiba mais sobre como proteger um dispositivo perdido se estiver no Japão.

Sempre que o telemóvel estiver desbloqueado, pode ser utilizado para fazer compras em lojas. Se perder ou lhe roubarem o telemóvel, pode localizá-lo, bloqueá-lo ou apagá-lo através da opção Localizar o meu dispositivo.

Se bloquear o dispositivo, não é possível utilizar o Google Pay. Se não for possível contactar o dispositivo, poderá ser possível remover as suas informações de pagamento para que ninguém consiga aceder às mesmas. Se encontrar o seu dispositivo, desbloqueie o dispositivo e volte a adicionar as informações de pagamento para utilizar o Google Pay.

Como o Google Pay não armazena os detalhes do cartão no telemóvel, quem encontrar ou roubar o seu telemóvel não pode aceder a essas informações, mesmo que este esteja desbloqueado.

Ajude a proteger as suas informações de pagamento

Seguem-se três formas de manter as suas informações de pagamento mais seguras.

1. Envie dinheiro apenas para pessoas que conhece.

Enviar dinheiro no Google Pay é uma funcionalidade para usar com os amigos e a família e para pequenas transações de negócios, entre pessoas que se conhecem. Depois de autorizar com êxito o envio de dinheiro para alguém, a Google não é responsável por conflitos entre si e o destinatário.

Tenha em atenção que, por vezes, os autores de esquemas utilizam fóruns online como o Craigslist para aceitar dinheiro por bens (como iPhones, sapatos e bilhetes para concertos) e serviços.

Evite comprar online, especialmente se o vendedor apresentar estes comportamentos suspeitos:

  • Recusa-se a encontrar-se pessoalmente
  • Solicita o pagamento antes de enviar os bens
  • Vende conteúdos digitais
  • Vende produtos raros ou esgotados
  • Vende produtos dispendiosos a um preço muito baixo
2. Denuncie imediatamente cobranças não autorizadas.

Se considerar que houve fraude ou atividade não autorizada no seu perfil de pagamentos, contacte-nos para o denunciar no prazo de 120 dias após a data da transação. 

3. Identifique e denuncie mensagens fraudulentas do Google Pay.

O "phishing" e o "spoofing" são tentativas fraudulentas de aceder às suas informações pessoais.

  • O phishing ocorre quando alguém que se faz passar por outra pessoa lhe pede informações pessoais.
  • O spoofing ocorre quando alguém falsifica a identidade do remetente do email para que pareça mais fidedigno.
Se receber um email suspeito, não responda com as informações solicitadas.

Como saber se um email é suspeito

1. Verifique que informações são solicitadas.

Se o email solicitar qualquer uma das informações abaixo, é provável que seja falso.

  • Nomes de utilizador e palavras-passe
  • Números da segurança social
  • Números de contas bancárias
  • PINs (Números de identificação pessoal)
  • Números completos de cartões de crédito

Se ainda não tiver a certeza se um email é suspeito, seja prudente e evite enviar dinheiro ou informações pessoais.

Nota: as mensagens reais da Google podem pedir-lhe para clicar num link para validar o seu endereço de email. Não lhe serão solicitadas informações enquanto não iniciar sessão na sua Conta Google. Se não conseguirmos validar as suas informações do Google Pay, poderá receber um email de googlepay-noreply@google.com ou de outro endereço de email da Google a solicitar que inicie sessão e envie documentos que validem os seus detalhes de faturação.

2. Descubra o verdadeiro remetente do email.

  1. No Gmail, clique no menu pendente junto ao botão "Responder" e clique em Mostrar original.
  2. Certifique-se de que o endereço "De" e o endereço de resposta coincidem.
  3. Verifique se o endereço no "ID da mensagem" também coincide com o domínio do endereço "De".
  4. Se não utilizar o Gmail, solicite ao anfitrião do seu email instruções sobre como validar um remetente.
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.