Proteger suas informações de pagamento

How your card info stays safe

Veja a seguir informações sobre como o Google Pay mantém suas informações de pagamento seguras e o que fazer em caso de cobranças indevidas e perda/roubo do seu smartphone.

Informações sobre sua privacidade

Google Pay e comerciantes

Os comerciantes participantes aceitam o Google Pay para compras de mercadorias e serviços em sites e aplicativos. O Google divulga se você tem o Google Pay configurado no seu dispositivo para os sites e aplicativos participantes. Dessa forma, os comerciantes sabem se devem oferecer essa opção de pagamento para você. É possível cancelar a divulgação dessa informação nas configurações de privacidade do Google Pay. Isso pode afetar a possibilidade de usar o Google Pay em transações com alguns comerciantes.

Google Pay e seus dados de transação

O Google pode usar dados das suas transações do Google Pay em lojas ou em aplicativos e sites de terceiros para:

  • facilitar suas transações nesse serviço;
  • mostrar para você os detalhes e o histórico das suas transações;
  • resolver um problema com o Google Pay;
  • fornecer outros recursos do Google Pay.

Para mais informações, consulte a Política de Privacidade do Google.

Recursos de segurança automáticos

Veja aqui alguns métodos usados pelo Google Pay para manter suas informações seguras.

Proteção de dados

Suas informações de pagamento são criptografadas e armazenadas em servidores seguros.

Números de conta virtual

O número de conta virtual é um tipo de alias temporário para o número real da sua conta. Ele é criado quando você adiciona um cartão usando o app do seu banco ou o Google Pay. Quando você faz pagamentos em lojas, o número de conta virtual é compartilhado com o comerciante em vez do número real da sua conta. Isso ajuda a proteger suas informações.

Para localizar o número de conta virtual, siga estas etapas:

  1. Abra o app do Google Pay.
  2. Toque em Pagamento.
  3. Escolha um cartão de pagamento.
  4. Role para baixo até encontrar o número de conta virtual (apenas os quatro últimos dígitos ficam visíveis).

Observação: se você não localizar o número de conta virtual, precisará configurar o cartão para pagamentos em lojas.

Bloqueio de tela e transações de valores baixos

É preciso configurar um bloqueio de tela no seu dispositivo antes de adicionar cartões ao app Google Pay ou fazer pagamentos em lojas. Se você desativar o bloqueio de tela, o Google Pay removerá seu número de conta virtual do smartphone para sua segurança.

É necessário desbloquear seu smartphone para fazer a maioria das compras, exceto para algumas transações menores.

Encontrar e proteger um smartphone perdido

Observação: as informações não são relevantes para clientes no Japão. Saiba mais sobre como proteger um dispositivo perdido nesse país.

Seu smartphone poderá ser usado para fazer compras em lojas sempre que estiver desbloqueado. Em caso de roubo ou perda, você pode localizar e bloquear o dispositivo, além de apagar os dados dele. Basta usar o serviço Encontre Meu Dispositivo.

Se você bloquear seu dispositivo, não será possível usar o Google Pay. Caso não consiga localizá-lo, as informações de pagamento poderão ser removidas para que ninguém as acesse. Se o dispositivo for encontrado, desbloqueie-o e adicione suas informações de pagamento novamente para usar o Google Pay.

Como o Google Pay não armazena os dados do seu cartão no smartphone, quem roubar ou encontrar o dispositivo não conseguirá acessar essas informações, mesmo que ele esteja desbloqueado.

Como ajudar a proteger suas informações de pagamento

Veja a seguir três maneiras de manter suas informações de pagamento mais seguras.

1. Envie dinheiro somente para pessoas que você conhece.

O envio de dinheiro no Google Pay é para amigos e familiares, além de pequenas transações comerciais. Ou seja, esse recurso é voltado para pessoas que se conhecem. Depois que você autoriza o envio de dinheiro para uma pessoa, o Google não se responsabiliza por disputas entre você e o destinatário.

Às vezes, golpistas usam fóruns on-line, como o Craigslist, para receber pagamentos por serviços e produtos (por exemplo, smartphones, calçados e ingressos de shows).

Evite fazer compras on-line, especialmente se o vendedor mostrar estes comportamentos suspeitos:

  • recusa-se a encontrar você pessoalmente
  • solicita o pagamento antes de enviar as mercadorias
  • vende produtos digitais
  • vende mercadorias raras ou esgotadas
  • Vende produtos caros a um preço muito baixo
2. Denuncie cobranças indevidas imediatamente.

Se você acredita que houve fraude ou atividades não autorizadas no seu perfil para pagamentos, entre em contato com nossa equipe e denuncie o caso em até 120 dias a partir da data da transação. 

3. Identifique e denuncie mensagens fraudulentas do Google Pay.

"Phishing" e "spoofing" são tentativas fraudulentas de acessar suas informações pessoais.

  • Phishing é quando alguém finge ser outra pessoa para pedir informações pessoais.
  • Spoofing é quando alguém falsifica a identidade do remetente do e-mail para parecer mais confiável.
Se você receber um e-mail suspeito, não responda com as informações solicitadas.
  • Se o remetente da mensagem alega ser do Google, denuncie o e-mail.
  • Se você acredita que caiu em um golpe, veja o que fazer a seguir.

Como saber se um e-mail é suspeito

1. Verifique as informações solicitadas na mensagem

Se o e-mail pedir alguma das informações abaixo, é provável que seja falso:

  • nomes de usuário e senhas
  • CPF ou CNPJ
  • números de contas bancárias
  • PINs (números de identificação pessoal)
  • números completos de cartões de crédito

Se você ainda não tem certeza de que um e-mail é suspeito, tenha cautela e evite enviar dinheiro ou informações pessoais.

Observação: mensagens legítimas do Google podem solicitar que você clique em um link para confirmar seu endereço de e-mail. Não pediremos informações até que você faça login na sua Conta do Google. Se não pudermos verificar suas informações do Google Pay, você receberá um e-mail de googlepay-noreply@google.com ou outro endereço de e-mail do Google solicitando que você faça login e envie documentos que confirmem seus detalhes de faturamento.

2. Encontre o verdadeiro remetente do e-mail

  1. No Gmail, clique na lista suspensa ao lado do botão "Responder" e selecione Mostrar original.
  2. Verifique se os endereços do remetente e para resposta são correspondentes.
  3. Verifique se o endereço em "Message-ID" também corresponde ao domínio do endereço do remetente.
  4. Se você não usa o Gmail, peça ao seu host de e-mail detalhes sobre como verificar quem é o remetente.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.