Ajude a proteger o dispositivo contra aplicações prejudiciais com o Google Play Protect

O Google Play Protect ajuda a manter o seu dispositivo seguro e protegido.

  • Executa uma verificação de segurança nas aplicações da Google Play Store antes de as transferir.
  • Procura aplicações potencialmente prejudiciais de outras fontes no dispositivo. Por vezes, estas aplicações prejudiciais são designadas de programas maliciosos.
  • Avisa-o acerca de quaisquer aplicações potencialmente prejudiciais detetadas e remove as aplicações prejudiciais conhecidas do dispositivo.
  • Avisa-o acerca de aplicações detetadas que violam a nossa Política de Software Indesejado ao ocultar ou deturpar informações importantes.

Como funciona o Google Play Protect

O Google Play Protect verifica as aplicações quando as instala. Além disso, analisa periodicamente o dispositivo. Se encontrar uma aplicação potencialmente prejudicial, poderá:

  • Avisá-lo. Se o Google Play Protect detetar uma aplicação que possa ser prejudicial para o dispositivo, recebe uma notificação. Para remover a aplicação, toque em Desinstalar na notificação. O Google Play Protect também pode desativar a aplicação para impedir que esta seja executada enquanto não a desinstalar.
  • Remover a aplicação automaticamente. Em alguns casos, se o Google Play Protect detetar uma aplicação prejudicial, pode receber uma notificação a indicar que esta foi removida.
Como funciona a proteção contra software malicioso

Para proteger o utilizador contra software de terceiros ou URLs maliciosos, assim como outros problemas de segurança, a Google pode receber informações sobre as ligações de rede do dispositivo, os URLs potencialmente prejudiciais, o sistema operativo e as aplicações instaladas no dispositivo através do Google Play ou de outras origens. Pode receber um aviso do Google sobre uma aplicação ou um URL que podem não ser seguros. A aplicação ou o URL podem ser removidos ou a respetiva instalação pode ser bloqueada pelo Google se forem conhecidos por serem prejudiciais para os dispositivos, os dados ou os utilizadores. Pode optar por desativar algumas destas proteções nas definições do dispositivo. No entanto, a Google pode continuar a receber informações sobre as aplicações instaladas através do Google Play. Além disso, as aplicações instaladas no dispositivo a partir de outras origens podem continuar a ser analisadas para detetar problemas de segurança sem enviar informações à Google.

Verifique o estado de segurança das aplicações

Pode verificar o estado do Google Play Protect no dispositivo:

  1. No seu dispositivo Android, abra a aplicação Google Play Store Google Play.
  2. Toque em Menu Menu e, em seguida, Play Protect.
  3. Procure informações acerca do estado do dispositivo.

Ative ou desative o Google Play Protect

O Google Play Protect está ativado por predefinição, mas pode desativá-lo. Por uma questão de segurança, recomendamos que mantenha o Google Play Protect sempre ativado.

Desative ou volte a ativar o Google Play Protect

  1. No seu dispositivo Android, abra a aplicação Google Play Store Google Play.
  2. Toque em Menu Menue, em seguida, Play Protecte, em seguida, Definições Definições.
  3. Ative ou desative Procurar ameaças à segurança no dispositivo.

Melhore a deteção de aplicações prejudiciais

Se optar por instalar aplicações de "Fontes desconhecidas" que não sejam a Google Play Store, é possível que o Google Play Protect envie as aplicações desconhecidas para a Google. Estas informações ajudam a Google a proteger melhor os utilizadores contra aplicações prejudiciais.

Informações para programadores

Se for um programador de aplicações e o Google Play Protect tiver sinalizado a sua aplicação como sendo prejudicial, saiba mais acerca das diretrizes da Google para a programação de aplicações para dispositivos móveis e reveja a política da Google sobre software indesejado. Se considerar que Google Play Protect está a sinalizar ou a bloquear a sua aplicação incorretamente, pode apresentar um recurso
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?