Usar relatórios de pré-lançamento para identificar problemas

Ao fazer o upload de um APK ou pacote de apps para a faixa de teste aberta, fechada ou interna, você pode identificar problemas para uma grande variedade de dispositivos que usam diferentes versões do Android.

O relatório de pré-lançamento no Play Console ajuda a identificar:

  • Problemas de estabilidade
  • Problemas de compatibilidade com o Android
  • Problemas de desempenho
  • problemas de acessibilidade
  • vulnerabilidades de segurança

Como o relatório de pré-lançamento funciona

Depois de fazer o upload e publicar um APK de teste ou um pacote de apps, os dispositivos de teste iniciam e rastreiam seu app automaticamente por vários minutos. O rastreamento realizará ações básicas no seu app, como digitação, toque e deslize, em intervalos de alguns segundos.

Após a conclusão dos testes, os resultados serão disponibilizados na seção Relatório de pré-lançamento do Play Console.

Observações:

  • Os dispositivos de teste são selecionados com base em uma gama de critérios, incluindo popularidade, frequência de falhas, resoluções de tela, fabricantes, sistemas operacionais e mais. A seleção de dispositivos de teste pode variar.
  • O relatório de pré-lançamento é fornecido pela análise do Firebase Test Lab para Android.

Recolher tudo Expandir tudo

Gerar um relatório de pré-lançamento

Testar seu app

Para gerar o relatório de pré-lançamento do seu app, publique-o na faixa de teste aberta, fechada ou interna.

Todas as versões futuras publicadas em uma faixa de teste serão automaticamente testadas quanto à compatibilidade de dispositivos, problemas de exibição, problemas de desempenho e vulnerabilidades de segurança.

Observações:

  • Em geral, você receberá os resultados do teste logo após o upload do seu APK ou pacote de apps. Em alguns casos, você receberá resultados algumas horas após o upload.
  • É possível testar APKs ou pacotes de apps para vários apps ao mesmo tempo.
  • No momento, os dispositivos do relatório de pré-lançamento não podem realizar testes de scripts nos seus apps. Para executar testes de scripts, siga as instruções em "Criar um teste personalizado com o Firebase Test Lab para Android".
Testar seu jogo

Você pode usar loops de demonstração para testar várias ações predefinidas no seu jogo. Os loops de demonstração fazem com que seja importante usar o relatório de pré-lançamento para testar o jogo, uma vez que o rastreador padrão não oferece suporte ao OpenGL.

Para começar: 

  1. Crie um loop de demonstração no seu jogo. Para ver detalhes, acesse a Central de Ajuda do Firebase.
    • Observação: você não precisa de uma conta do Firebase para usar loops de demonstração no relatório de pré-lançamento.
  2. Para usar loops de demonstração no relatório de pré-lançamento, é preciso que o jogo possa:
    • iniciar o loop de demonstração;
    • executar o loop de demonstração;
    • fechar o loop de demonstração (opcional).
  3. Publique a versão do seu jogo com o loop de demonstração na faixa de teste aberta, fechada ou interna. O loop de demonstração será automaticamente detectado e executado pelo rastreador no jogo.
(Opcional) Criar um teste personalizado com o Firebase Test Lab para Android

Com o Firebase Test Lab, existe uma função paga em que você seleciona seu tipo de dispositivo e seu método de teste para criar testes personalizados. Os resultados do teste personalizado estarão disponíveis no seu console do Firebase.

Para realizar um teste personalizado:

  1. Faça login no Play Console.
  2. Selecione um app.
  3. Selecione Gerenciamento da versãoRelatório de pré-lançamento.
  4. Na parte superior da tela, você verá "Faça testes personalizados" caso seja possível realizar esse tipo de teste. Para começar, selecione Primeiros passos.

Ver os resultados dos testes

Para analisar os resultados:

  1. Faça login no Play Console.
  2. Selecione um app.
  3. Selecione Gerenciamento da versãoRelatório de pré-lançamento.
  4. Revise as guias Estabilidade, Desempenho, Acessibilidade, Capturas de tela e Segurança. Em cada uma das páginas, você verá os resultados do teste mais recente. Para ver os dados de versões anteriores, use a lista suspensa "Selecionar".
    • Observação: a mensagem "Teste em andamento" significa que seu teste mais recente ainda não terminou. Se ele não tiver sido concluído em função de algum erro, é possível que apareça a mensagem "Falha no teste". Para gerar outro teste, publique outro APK ou pacote de apps.

Resultados

O Google não pode garantir que os testes identificarão todos os problemas.

Visão geral
Cada resumo de teste inclui o número de erros, avisos e problemas menores encontrados durante o teste, separados por tipo de problema. Também será exibida uma recomendação com base nos resultados do teste do app.
Veja alguns exemplos de problemas encontrados durante o teste:
  • Erros: indicam falhas e o uso de APIs não compatíveis que foram restritas.
  • Avisos: correspondem a ANRs, inicialização e carregamento lento, problemas de login ou de rastreamento, problemas de memória e uso de APIs incompatíveis que ainda não foram restritas.
  • Problemas menores: apontam falta da classificação de conteúdo, problemas de contraste de cores, áreas de toque pequenas ou problemas de implementação.

Ver relatórios por categoria

Perto da metade inferior da guia Visão geral do seu app, é possível visualizar cards individuais que resumem problemas relacionados a estabilidade, desempenho, segurança, privacidade e acessibilidade. Dependendo dos resultados do teste, também será possível ver insights e recomendações que ajudarão você a melhorar seu app.

Cada card exibe uma descrição que inclui o número e os tipos de problemas identificados durante o teste.

Ver problemas individuais

Em cada card, você pode clicar em Ver todos os problemas ou na seta para baixo na parte inferior direita do card para ver uma breve descrição de cada problema. Para mais detalhes sobre um problema específico, clique em Ver problema.

Comparar com outras versões

O gráfico na parte inferior da guia Visão geral do seu app mostra o resumo dos testes em comparação com versões anteriores. É possível ver o número de erros, avisos, problemas menores e testes concluídos de cada APK ou pacote de apps, além de um carimbo de data/hora do momento em que o relatório foi gerado.

Dicas sobre os relatórios de pré-lançamento

Na parte inferior da guia Visão geral do seu app, você encontrará tutoriais e dicas sobre como usar os relatórios de pré-lançamento de modo mais eficiente.

Estabilidade

Cada resumo de teste inclui o número de:

  • dispositivos com problemas
  • dispositivos sem problemas
  • dispositivos testados

Comparar com outras versões

O gráfico na guia Estabilidade mostra a compatibilidade do seu app em comparação com as versões anteriores.

Cada barra representa uma versão recente testada do seu APK ou pacote de apps, junto com o número de lançamentos bem-sucedidos e com falha encontrados durante os testes.

Visualizar relatórios individuais

Perto da metade inferior da guia Estabilidade do seu app, é possível visualizar relatórios individuais de dispositivos que usam diferentes versões do Android.

Em cada linha, você verá o nome do dispositivo de teste, a versão do Android no dispositivo e um ícone mostrando se o app teve algum problema nos testes.

  • Caso tenham ocorrido problemas com um dispositivo durante os testes, você verá um ícone vermelho.
  • Caso não tenha ocorrido erro algum, você verá uma marca de seleção verde.

Selecione um teste para ver mais detalhes, como o nome do dispositivo, o sistema operacional, a duração do teste, uma captura de tela e um vídeo desse teste, os resultados do loop de demonstração e stack traces (se disponíveis).

Observação: as falhas encontradas durante o teste também são indicadas na página de falhas e ANRs do seu app. Durante a geração de um relatório de pré-lançamento, as falhas encontradas são provenientes de dispositivos de teste. Por isso, elas não afetam as estatísticas correspondentes.

Compatibilidade com Android

Caso seu app use uma ou mais interfaces que não estão no SDK do Android público (chamadas de "não compatíveis" ou "interfaces não SDK"), você verá erros e avisos listados nas guias Visão geral e Estabilidade do relatório de pré-lançamento.

Ver problemas individuais

Para identificar as interfaces não compatíveis que estão sendo usadas, clique nos links Ver problemas ao lado dos erros e avisos de “Compatibilidade com o SO” no relatório de pré-lançamento. Para ver onde uma interface específica foi chamada no seu aplicativo, clique na seta para baixo ao lado dela para ver os stack traces. A mesma interface pode ser chamada várias vezes em um teste.

As interfaces não compatíveis são classificadas por gravidade. Para evitar problemas de estabilidade, é recomendável não usar interfaces incompatíveis. No entanto, é possível usar categorias para priorizar os problemas que precisam ser solucionados primeiro.

Veja a ordem de prioridade sugerida:

  1. Restrito: são as interfaces que causam falhas em algumas ou todas as versões do Android.
  2. Não compatível, mas com restrição iminente: não há garantia de que essas interfaces funcionarão e elas poderão ser restritas em uma versão futura.
  3. Não compatível, restrição não iminente: não há garantia de que essas interfaces funcionarão.

Observação: em cada categoria, as interfaces são ordenadas por frequência, o que também pode ajudar você a priorizar quais problemas devem ser resolvidos primeiro.

Desempenho

O resumo do teste inclui as seguintes métricas para cada modelo de dispositivo:

  • Média de quadros por segundo: é a taxa média em que os frames são exibidos.
    • Observação: os dados da média de quadros por segundo só estão disponíveis para testes com loops de demonstração.
  • Média de CPU: é a porcentagem de uso médio da CPU pelo app no modelo de dispositivo específico.
  • Média enviada na rede: é o número médio de bytes por segundo enviados pelo app por meio de uma conexão de rede no modelo de dispositivo específico.
  • Média recebida na rede: é o número médio de bytes por segundo recebidos pelo app por meio de uma conexão de rede no modelo de dispositivo específico.
  • Média de memória: é a memória média usada pelo app durante o período selecionado no modelo específico de dispositivo.

Observação: talvez os dispositivos de teste com algumas versões antigas do Android não gerem dados de desempenho.

Visualizar relatórios individuais

Selecione cada modelo de dispositivo para ver o gráfico e os registros das métricas representados ao longo do tempo durante o teste.

Por exemplo, é possível visualizar a porcentagem de CPU do seu app durante o teste. Se você encontrar um pico de CPU, analise a ação realizada pelo rastreador no momento para resolver o problema.

Acessibilidade

Cada resumo de teste inclui o número de erros de acessibilidade, avisos e problemas menores encontrados durante o teste, divididos nas seguintes categorias:

Ver relatórios por categoria

Próximo à parte inferior da guia Acessibilidade do app, veja as seções classificadas com conjuntos de telas que identificam onde há problemas de acessibilidade.

  • Se algum erro for identificado, você verá um ícone vermelho.
  • Se algum aviso for identificado, você verá um ícone laranja.
  • Se apenas problemas menores forem identificados, você verá um ícone azul.
  • Se nenhum problema for identificado, você verá uma marca de seleção verde.

Ver problemas individuais

Clique em um conjunto de telas para ver capturas de tela com os nomes dos modelos de dispositivo, sistemas operacionais, idiomas, tamanhos e densidades de tela correspondentes, além de uma recomendação.

Melhorar a acessibilidade do app

Capturas de tela

Resumo do teste

  • imagens da exibição do app em todos os dispositivos de teste em vários idiomas
  • metadados sobre os dispositivos testados (incluindo o nome do modelo, a versão do Android, o idioma, a resolução e a densidade da tela em DPI)
  • o número de dispositivos com capturas de tela
  • o número de dispositivos que não puderam ser testados com seu APK ou pacote de apps
    • Dispositivos indisponíveis: seu APK ou pacote de apps é compatível com esses dispositivos, mas houve um problema durante o teste. Se o teste tiver algum dispositivo indisponível, envie outro APK ou pacote de apps e teste novamente.
    • Dispositivos incompatíveis: seu APK ou pacote de apps é incompatível com determinados dispositivos de teste. Se você fizer o teste novamente, não receberá resultados referentes aos dispositivos incompatíveis.

Observação: ao fazer um teste usando loops de demonstração, você não verá dados na guia Capturas de tela.

Como visualizar as capturas de tela

  • Grupos de telas: selecione a guia Grupos de telas para ver como capturas de tela semelhantes são exibidas em dispositivos diferentes. Com essa visualização, o relatório de pré-lançamento agrupa as imagens com base nos elementos ou nos widgets da tela.
  • Dispositivos: selecione a guia Dispositivos para ver todas as capturas de tela associadas a um dispositivo específico. Com essa opção, você pode ver capturas de tela feitas em ordem cronológica durante um teste.

Preferências de idioma

Para ver capturas de tela de idiomas específicos, defina as preferências de idioma na guia Configurações

Segurança

Cada resumo do teste inclui o nome e a descrição de todas as vulnerabilidades de segurança encontradas no seu APK ou pacote de apps.

Observação: recomendamos corrigir as vulnerabilidades de segurança listadas antes de publicar o APK ou pacote de apps para produção.

Gerenciar as configurações do relatório de pré-lançamento

Versões do relatório de pré-lançamento

Desde outubro de 2017, o relatório de pré-lançamento usa um novo rastreador para fazer uma análise mais abrangente do app. Para isso, o relatório precisa fazer uma nova assinatura temporária do APK ou pacote de apps no nosso ambiente de teste.

Possíveis limitações do novo processo de teste

O processo da nova assinatura pode gerar limitações nos testes de alguns apps. Veja alguns exemplos:

  • falha no login automático das Contas do Google
  • falha na interação com RPCs (remote procedure calls) de serviços da Web que usam a chave de assinatura do app como mecanismo de autenticação
  • detecção de menos falhas

Observação: a maioria dos apps não será afetada por essas limitações e passará por um rastreamento mais detalhado, que detectará uma quantidade maior de problemas que os relatórios de pré-lançamento anteriores.

Mudar para o processo de teste anterior

Se você tiver problemas, volte ao processo de teste anterior, que não exige a nova assinatura: 

  1. Faça login no Play Console.
  2. Selecione um app.
  3. Selecione Gerenciamento da versão > Relatório de pré-lançamento > Configurações.
  4. Na seção "Versão do relatório de pré-lançamento", mova a chave Desativar para a direita, de modo que ela fique azul.
Desativar todos os relatórios de pré-lançamento

Os relatórios de pré-lançamento são gerados automaticamente após a publicação de um app na faixa de teste aberta, fechada ou interna. Para desativar todos os relatórios de pré-lançamento do seu app:

  1. Faça login no Play Console.
  2. Selecione um app.
  3. Selecione Gerenciamento da versão > Relatório de pré-lançamento > Configurações.
  4. Mova a chave ao lado de "Ativar relatórios de pré-lançamento" para a esquerda até ela ficar cinza. Se você quiser ativar novamente os relatórios de pré-lançamento mais tarde, mova a chave de volta para a direita até ela ficar azul.

Recursos de teste adicionais

Caso seu app abra diretamente em uma tela de login com credencial obrigatória, será possível adicionar uma credencial associada a uma conta de teste ao Play Console.

Importante: a credencial fornecida é para fins de teste. Mesmo que essa credencial seja fornecida, o Google não pode garantir que os testes identificarão todos os problemas.

Como as credenciais são usadas?

Todas as credenciais adicionadas como parte de testes de relatório de pré-lançamento serão memorizadas e usadas para todos os testes futuros (até que você as edite). Se você editar a credencial de teste do seu app, usaremos a credencial atualizada nos novos testes. Se excluir a credencial de teste do seu app, você precisará adicionar uma nova credencial antes que outros testes possam fazer login no seu app.

Fazemos o melhor para manter as credenciais de teste seguras, mas recomendamos que você não adicione uma credencial oficial ao relatório de pré-lançamento. Em vez disso, crie um nome de usuário e uma senha para a conta de teste.

Observação: as credenciais só podem ser inseridas automaticamente em apps Android que usam widgets padrão do Android. As credenciais não podem ser usadas em apps que usam o OpenGL para renderizar controles nem apps personalizados que usam um WebView para um fluxo de autenticação baseado na Web.

Configurar credenciais

  1. Faça login no Play Console.
  2. Selecione um app.
  3. No menu à esquerda, selecione Gerenciamento da versãoRelatório de pré-lançamento > Configurações.
  4. Digite o seguinte:
    • Nome do recurso de nome do usuário: é o nome do recurso Android do campo de texto do app onde o nome de usuário será inserido. Por exemplo, se o campo de texto for "@+id/username_field", insira "username_field".
    • Nome de usuário: nome de usuário associado à sua conta de teste.
    • Nome do recurso de senha: é o nome do recurso Android do campo de texto do app onde a senha será inserida.
    • Senha: a senha associada à sua conta de teste.
    • Nome do recurso do botão de login: é o nome do recurso Android de qualquer botão do app que será tocado após a inserção do nome de usuário e da senha. Isso pode incluir um botão para ativar o processo de login. É possível omitir esse campo.
  5. Salve as alterações.

Editar ou excluir credenciais

  1. Faça login no Play Console.
  2. Selecione um app.
  3. No menu à esquerda, selecione Gerenciamento da versãoRelatório de pré-lançamento > Configurações.
  4. Na tela exibida:
    • Para editar uma credencial, digite a credencial atualizada:
    • Para excluir uma credencial, selecione Limpar todos os campos.
  5. Salve as alterações.
Ver resultados dos testes de idiomas específicos

Se você quiser que o relatório de pré-lançamento mostre somente resultados de testes em idiomas específicos, configure as preferências de idioma na guia Configurações. É possível selecionar até cinco idiomas. 

Dica: o relatório de pré-lançamento é gerado automaticamente após o upload de um teste de APK ou pacote de apps. Por isso, você só poderá adicionar as preferências de idioma depois da conclusão do teste.  

  1. Faça login no Play Console.
  2. Selecione um app.
  3. No menu à esquerda, selecione Gerenciamento da versão > Relatório de pré-lançamento > Configurações.
  4. Em "Preferências de idioma", selecione Adicionar idioma .
  5. Selecione até cinco idiomas. Você verá somente os resultados desses idiomas em testes futuros.
    • Para remover um idioma, selecione o ícone de cancelamento .
Controlar a forma como o relatório de pré-lançamento explora seu app

Se você quiser ter mais controle sobre os testes, configure scripts Robo para executar ações, como testar a jornada de um usuário comum ou uma seção nova do seu app. Em testes padrão, o rastreador pode ou não executar essas mesmas ações.

Quando você faz um teste com um script anexado, o rastreador primeiro executa suas ações programadas para depois explorar normalmente o app.

Para começar:

  1. Para salvar seu script, siga as instruções na Central de Ajuda do Firebase. O script Robo não captura suas ações fora do app em teste.
    • Observação: não é preciso ter uma conta do Firebase para executar um script Robo.
  2. Quando o script estiver pronto, faça login no Play Console.
  3. Selecione um app.
  4. Selecione Gerenciamento da versãoRelatório de pré-lançamento.
  5. Selecione a guia Configurações.
  6. Na seção "Script Robo", faça o upload do seu script.

Recolher tudo Expandir tudo

Compatibilidade e dicas de testes

Geolocalização de dispositivos de teste

Os dispositivos de teste estão situados nos Estados Unidos. Se o app usar geolocalização ou tiver restrições de conteúdo com base no país, os dispositivos de teste só poderão mostrar o que estiver disponível para o local deles.

Se o app exigir uma geolocalização específica fora do local em que os dispositivos de teste estão, publique um APK ou pacote de apps que remova os requisitos de local para fins de teste.

Assinaturas ou produtos no app

Os dispositivos de teste não podem realizar compras durante os testes. Caso o app ofereça assinaturas ou produtos no app para acessar algumas partes do app, os cenários de teste poderão ser limitados.

Apps sem uma atividade de lançamento principal (widgets, teclados etc.)

Os dispositivos de teste não podem testar apps que não tenham uma atividade de lançamento principal, incluindo inicializadores, widgets, teclados e mostradores dos relógios.

Apps com anúncios gráficos

Para mais detalhes sobre como reduzir a receita de anúncios fraudulentos com testes de app automatizados, confira o site do Google Developers.

Apps compilados para dispositivos x86

Nosso conjunto de dispositivos limita-se a dispositivos ARM. Um APK x86 será exibido como incompatível com todos os dispositivos de teste.

Apps para Wear OS by Google, Auto, TV e versões mais antigas do Android

Nosso conjunto de dispositivos está limitado a smartphones e tablets. Por isso, não é possível testar apps diretamente no Wear OS by Google, Auto ou TV. Nosso conjunto de dispositivos também não inclui dispositivos Android com versões anteriores à 4.1.1 (Jelly Bean).

Apps baseados em estruturas OpenGL/Unity3D

Nosso rastreador automatizado não identifica elementos de interface do usuário em apps que usam OpenGL/Unity3D. Os resultados dos testes se limitariam a abrir o app e fechá-lo após alguns segundos.

Para testar algumas ações predefinidas no seu jogo, você pode usar loops de demonstração.

Mídia pré-carregada ou apps adicionais pré-instalados

A plataforma de testes não é compatível com dispositivos pré-carregados com mídia ou apps pré-instalados.

Se você quiser realizar testes em um app com dados pré-carregados, publique uma versão de teste dele com os arquivos de mídia incorporados no APK ou pacote de apps.

Apps que usam o serviço de licenciamento do Google Play

Se o app estiver em teste aberto ou tiver sido publicado para produção, o teste do relatório de pré-lançamento usará um código que simula o licenciamento para o app.

Se o app não estiver em um teste aberto e não tiver um APK ativo publicado para produção, ele será reprovado na verificação de licenciamento. Você ainda receberá resultados do relatório de pré-lançamento, mas o app não estará licenciado. Para fazer testes nesses apps, publique uma versão fechada com a opção de serviços de licenciamento desativada. 

Apps configurados em modo paisagem

Os dispositivos de teste são predefinidos para realizar testes em orientação fixa de página no modo retrato por padrão. Isso força os apps que usam orientação de modo paisagem a serem exibidos em modo retrato.

Apps que verificam dispositivos com acesso root

A plataforma de testes não é compatível com apps que verificam se um dispositivo tem controle privilegiado (acesso root) no Android.

Inscrever-se para receber e-mails do relatório de pré-lançamento

Para receber notificações por e-mail dos relatórios de pré-lançamento disponíveis, configure suas preferências de e-mail no Play Console. Escolha se você prefere receber e-mails sobre todos os testes ou somente as notificações referentes a problemas.

Este artigo foi útil para você?
Como podemos melhorá-lo?