Utilize relatórios de pré-lançamento para identificar problemas

Quando carrega um APK ou um app bundle para a faixa aberta ou fechada, pode identificar problemas numa vasta gama de dispositivos com diferentes versões do Android.

O relatório de pré-lançamento na sua Play Console ajuda a identificar:

  • Problemas de estabilidade
  • Problemas de compatibilidade com o Android
  • Problemas de desempenho
  • Problemas de acessibilidade
  • Vulnerabilidades de segurança

Como funciona o relatório de pré-lançamento

Depois de carregar e publicar um APK ou um app bundle de teste, os dispositivos de teste iniciam automaticamente a sua aplicação e rastreiam-na durante vários minutos. O rastreio executa ações básicas em intervalos de poucos segundos na aplicação, como escrever, tocar e deslizar rapidamente.

Uma vez concluídos os testes, os resultados ficam disponíveis na secção Relatório de pré-lançamento da sua Play Console.

Notas:

  • Os dispositivos de teste são selecionados com base numa vasta gama de critérios, incluindo popularidade, frequência de falhas de sistema, resoluções de ecrã, fabricantes, sistemas operativos e muito mais. A seleção dos dispositivos de teste pode variar.
  • O relatório de pré-lançamento tem a tecnologia de análise do Firebase Test Lab for Android.

Reduzir tudo Expandir tudo

Executar um relatório de pré-lançamento

Testar a aplicação

Para gerar o relatório de pré-lançamento da aplicação, publique uma aplicação na faixa de teste aberta, fechada ou interna.

Todas as versões futuras que sejam publicadas numa faixa de teste são automaticamente testadas quanto à compatibilidade de dispositivos, a problemas de visualização, a problemas de desempenho e a vulnerabilidades de segurança.

Notas:

  • Normalmente, recebe os resultados dos testes pouco depois de carregar o APK ou o app bundle. Em alguns casos, recebe os resultados várias horas após o carregamento.
  • Pode testar os APKs ou os app bundles em várias aplicações ao mesmo tempo.
  • De momento, os dispositivos incluídos nos relatórios de pré-lançamento não podem executar testes de script nas suas aplicações. Para executar testes de script, siga as instruções em "Criar um teste personalizado com o Firebase Test Lab for Android".
Testar o jogo

Pode utilizar repetições de demonstração para testar várias ações predefinidas no jogo. As repetições de demonstração tornam o relatório de pré-lançamento relevante para testar a jogabilidade, uma vez que o motor de rastreio padrão não suporta OpenGL.

Para começar: 

  1. Crie uma repetição de demonstração no seu jogo. Para mais informações, aceda ao Centro de Ajuda do Firebase.
    • Nota: não é necessária uma conta do Firebase para utilizar repetições de demonstração no relatório de pré-lançamento.
  2. Para utilizar repetições de demonstração no relatório de pré-lançamento, o jogo tem de ser modificado de forma a fazer o seguinte:
    • Lançar a repetição de demonstração
    • Executar a repetição de demonstração
    • Encerrar a repetição de demonstração (opcional)
  3. Publique a versão do jogo com a repetição de demonstração na faixa de teste aberta, fechada ou interna. O motor de rastreio deteta e executa automaticamente a repetição de demonstração no jogo.
Opcional: criar um teste personalizado com o Firebase Test Lab for Android

Com o Firebase Test Lab, pode pagar para selecionar o tipo de dispositivo e o método de teste para a criação de testes personalizados. Os resultados dos testes personalizados ficam disponíveis na consola do Firebase.

Para executar um teste personalizado:

  1. Inicie sessão na Play Console.
  2. Selecione uma aplicação.
  3. Selecione Gestão de lançamentosRelatório de pré-lançamento.
  4. Na parte superior do ecrã, se tiver a possibilidade de executar um teste personalizado, é apresentada a opção "Executar testes personalizados". Para começar, selecione Começar a utilizar.

Ver os resultados do teste

Para rever os resultados:

  1. Inicie sessão na Play Console.
  2. Selecione uma aplicação.
  3. Selecione Gestão de lançamentosRelatório de pré-lançamento.
  4. Reveja os separadores Estabilidade, Desempenho, AcessibilidadeCapturas de ecrã e Segurança. Em cada página, aparecem os resultados do teste mais recente. Para ver os resultados das compilações anteriores, utilize o menu pendente "Selecionar".
    • Nota: se a mensagem "Testes em curso" for apresentada, significa que o seu teste mais recente ainda não terminou. Se não for possível executar o teste mais recente, pode ver a indicação "O teste falhou". Para executar outro teste, publique outro APK ou app bundle.

Resultados

Tenha em atenção que a Google não pode garantir que os testes identifiquem todos os problemas.

Vista geral
Cada resumo de teste inclui o número de erros, avisos e problemas menores detetados durante o teste, separados por tipo de problema. Também é apresentada uma recomendação com base nos resultados dos testes da sua aplicação.
Seguem-se alguns exemplos dos problemas encontrados durante os testes:
  • Erros: falhas de sistema, utilização de APIs não suportadas que foram sujeitas a restrições
  • Avisos: ANRs, tempos de arranque e de carregamento lentos, problemas de início de sessão ou de rastreio, problemas de memória, utilização de APIs não suportadas que ainda não foram sujeitas a restrições
  • Problemas menores: etiquetas do conteúdo em falta, problemas de contraste de cores, tamanhos da área de toque pequenos, problemas de implementação

Veja relatórios por categoria

Junto à metade inferior do separador Vista geral da aplicação, pode ver cartões individuais que resumem problemas relacionados com a estabilidade, o desempenho, a segurança e a privacidade, e a acessibilidade. Consoante os resultados do teste, também pode ver informações e recomendações que o podem ajudar a melhorar a aplicação.

Em cada cartão, é apresentada uma descrição que inclui o número e o(s) tipo(s) de problemas identificados durante os testes.

Veja problemas individuais

Em cada cartão, pode clicar em Ver todos os problemas ou na seta para baixo na parte inferior direita do cartão para ver uma breve descrição de cada problema. Para obter mais detalhes acerca de um problema específico, clique em Ver problema.

Compare com outras compilações

O gráfico junto à parte inferior do separador Vista geral da aplicação mostra o resumo de testes em comparação com as compilações anteriores. Para cada APK ou app bundle, pode ver o número de erros, de avisos, de problemas menores e de testes concluídos, juntamente com a data/hora de criação do relatório.

Obter sugestões acerca da utilização de relatórios de pré-lançamento

Na parte inferior do separador Vista geral da aplicação, pode encontrar tutoriais e sugestões sobre como utilizar relatórios de pré-lançamento mais eficazmente.

Estabilidade

Cada resumo de teste inclui o número de:

  • Dispositivos com problemas
  • Dispositivos sem problemas
  • Dispositivos testados

Compare com outras compilações

O gráfico no separador Estabilidade da aplicação mostra a compatibilidade da mesma em comparação com compilações anteriores.

Cada barra representa uma compilação testada recentemente do seu APK ou app bundle, juntamente com o número de lançamentos com êxito e falhados detetados durante o teste.

Veja relatórios individuais

Junto à metade inferior do separador Estabilidade da aplicação, pode ver relatórios individuais de dispositivos com diferentes versões do Android.

Em cada linha, é apresentado o nome do dispositivo de teste, a versão do Android do dispositivo e um símbolo que mostra se a aplicação teve algum problema no teste.

  • Se um dispositivo teve problemas durante o teste, é apresentado um símbolo vermelho.
  • Se não houve qualquer problema durante o teste, é apresentada marca de verificação verde.

Selecione um teste para ver mais detalhes, como o nome do dispositivo, o sistema operativo, a duração do teste, uma captura de ecrã e um vídeo extraídos do teste, o resultado do ciclo de demonstração e os rastreios de pilha (se disponíveis).

Nota: as falhas de sistema encontradas durante os testes também são apresentadas na página de falhas de sistema e ANRs da aplicação. Como as falhas de sistema encontradas ao gerar um relatório de pré-lançamento são provenientes de dispositivos de teste, não afetam as estatísticas de falhas de sistema.

Compatibilidade com o Android

Se a aplicação utilizar uma ou mais interfaces que não pertençam ao SDK público do Android (frequentemente denominadas "interfaces não suportadas" ou "interfaces não SDK"), são apresentados erros e avisos nos separadores Vista geral e Estabilidade do relatório de pré-lançamento.

Veja problemas individuais

Para identificar as interfaces não suportadas utilizadas, clique nos links Ver problemas junto aos erros e avisos "Compatibilidade do SO" no relatório de pré-lançamento. Para ver onde foi chamada uma determinada interface na aplicação, clique na seta para baixo junto à mesma para ver os rastreios de pilha. Uma única interface pode ser chamada várias vezes num só teste.

As interfaces não suportadas são categorizadas por gravidade. Para evitar problemas de estabilidade, é recomendável deixar de utilizar completamente as interfaces não suportadas. No entanto, pode utilizar as categorias para ajudar a dar prioridade aos problemas que deve resolver primeiro.

Eis a ordem de prioridade sugerida:

  1. Restritas: interfaces que não funcionam em algumas ou em todas as versões do Android.
  2. Não suportadas, mas com restrição iminente: interfaces cujo comportamento não é garantido e que serão sujeitas a restrições num lançamento futuro.
  3. Não suportadas, restrição não iminente: interfaces cujo comportamento não é garantido.

Nota: em cada categoria, as interfaces são ordenadas por frequência, o que também pode ajudar a dar prioridade aos problemas que deve resolver primeiro.

Desempenho

Para cada modelo de dispositivo, o resumo do teste inclui as seguintes métricas:

  • Média de fotogramas por segundo: taxa média de apresentação dos fotogramas.
  • Média de CPU: percentagem da média de utilização da CPU pela aplicação no modelo de dispositivo específico.
  • Média de rede enviada: número médio de bytes por segundo enviados pela aplicação através de uma ligação de rede no modelo de dispositivo específico.
  • Média de rede recebida: número médio de bytes por segundo recebidos pela aplicação através de uma ligação de rede no modelo de dispositivo específico.
  • Média de memória: média da memória utilizada na aplicação durante o período de tempo selecionado no modelo de dispositivo específico.

Nota: os dispositivos de teste com algumas versões mais antigas do Android instaladas podem não conseguir gerar dados de desempenho.

Veja relatórios individuais

Selecione cada modelo de dispositivo para ver um gráfico e a gravação de cada métrica gravada ao longo do tempo durante o teste.

Por exemplo, pode ver a percentagem de utilização da CPU da aplicação à medida que o teste avança. Se detetar um pico de utilização da CPU, reveja a ação que o motor de rastreio efetuou nesse momento para ajudar a resolver o problema.

Acessibilidade

Cada resumo de teste inclui o número de erros de acessibilidade, avisos e problemas menores detetados durante o teste, separados pelas categorias seguintes:

Veja relatórios por categoria

Junto à metade inferior do separador Acessibilidade da sua aplicação, pode ver as secções categorizadas com os clusters de ecrãs que identificam onde foram detetados problemas de acessibilidade na sua aplicação.

  • Se foram identificados erros, é apresentado um ícone vermelho.
  • Se foram identificados avisos, é apresentado um ícone cor de laranja.
  • Se foram identificados apenas problemas menores, é apresentado um ícone azul.
  • Se não foram identificados quaisquer problemas, é apresentada uma marca de verificação verde.

Veja problemas individuais

Pode clicar num cluster de ecrãs para ver capturas de ecrã de exemplo com os nomes de modelo, sistemas operativos, tamanhos de ecrã, densidades de ecrã e idiomas dos dispositivos correspondentes, em conjunto com uma recomendação.

Melhorar a acessibilidade da aplicação

Capturas de ecrã

Resumo do teste

  • Imagens que mostram como a aplicação aparece nos vários dispositivos de teste em idiomas diferentes
  • Metadados acerca dos dispositivos testados (incluindo o nome do modelo, a versão do Android, o idioma, a resolução do ecrã e os PPP)
  • O número de dispositivos com capturas de ecrã
  • O número de dispositivos que não foi possível testar com o seu APK ou app bundle
    • Dispositivos indisponíveis: o seu APK ou app bundle é compatível com estes dispositivos, mas ocorreu um problema durante os testes. Se o seu teste tinha algum dispositivo indisponível, carregue outro APK ou app bundle e teste novamente.
    • Dispositivos incompatíveis: o seu APK ou app bundle é incompatível com determinados dispositivos de teste. Se testar novamente, não recebe resultados acerca de nenhum dispositivo incompatível.

Nota: se estiver a executar um teste com ciclos de demonstração, não são apresentados quaisquer dados no separador Capturas de ecrã.

Formas de ver capturas de ecrã

  • Clusters de ecrãs: selecione o separador Clusters de ecrãs para ver como capturas de ecrã semelhantes são apresentadas em diferentes dispositivos. Com esta vista, o relatório de pré-lançamento agrupa as imagens com base nos elementos ou nos widgets num ecrã.
  • Dispositivos: selecione o separador Dispositivos para ver todas as capturas de ecrã associadas a um dispositivo específico. Com esta vista, pode ver capturas de ecrã tiradas por ordem cronológica durante um teste.

Preferências de idioma

Para ver capturas de ecrã de idiomas específicos, pode configurar as preferências de idioma no separador Definições

Segurança

Cada resumo de teste inclui o nome e a descrição de quaisquer vulnerabilidades de segurança detetadas no seu APK ou app bundle.

Nota: recomendamos que tome medidas face às vulnerabilidades de segurança indicadas antes de publicar o APK ou o app bundle para produção.

Gerir as definições do relatório de pré-lançamento

Versões do relatório de pré-lançamento

Desde outubro de 2017, o relatório de pré-lançamento utiliza um novo motor de rastreio para oferecer uma revisão mais abrangente da sua aplicação. Para tal, o relatório de pré-lançamento tem de assinar novamente, de forma temporária, o seu APK ou app bundle no nosso ambiente de teste.

Possíveis limitações do novo processo de teste

Em resultado do processo de nova assinatura, poderá aperceber-se de algumas limitações nos testes de algumas aplicações. As limitações podem incluir:

  • Falha no início de sessão automático nas Contas Google
  • Falha na correta interação com RPCs do serviço Web que utilizam a chave de assinatura de aplicações como um mecanismo de autenticação
  • Deteção de um número inferior de falhas de sistema

Nota: a maioria das aplicações não será afetada por estas limitações e será alvo de rastreios mais abrangentes, capazes de encontrar mais problemas do que os relatórios de pré-lançamento anteriores.

Mudar para o processo de teste anterior

Se detetar quaisquer problemas, pode regressar ao processo de teste anterior (que não requer que a assinatura seja novamente efetuada): 

  1. Inicie sessão na Play Console.
  2. Selecione uma aplicação.
  3. Selecione Gestão de lançamentos > Relatório de pré-lançamento > Definições.
  4. Na secção "Versão do relatório de pré-lançamento", desloque o interruptor Optar por não aderir para a direita até este ficar azul.
Desativar todos os relatórios de pré-lançamento

Os relatórios de pré-lançamento são gerados automaticamente quando publica uma aplicação na faixa de teste aberta, fechada ou interna. Para desativar todos os relatórios de pré-lançamento da sua aplicação:

  1. Inicie sessão na Play Console.
  2. Selecione uma aplicação.
  3. Selecione Gestão de lançamentos > Relatório de pré-lançamento > Definições.
  4. Junto a "Ativar relatórios de pré-lançamento", desloque o interruptor para a esquerda até este ficar cinzento. Se pretender ativar novamente os relatórios de pré-lançamento mais tarde, desloque o interruptor para a direita até este ficar azul.

Funcionalidades de teste adicionais

Se a sua aplicação tiver um ecrã de início de sessão com credenciais obrigatórias, pode adicionar as credenciais associadas a uma conta de teste à Play Console.

Importante: as credenciais fornecidas são utilizadas para efeitos de teste. Tenha em atenção que, mesmo com o fornecimento das credenciais, a Google não pode garantir que os testes identifiquem todos os problemas.

Como são utilizadas as credenciais?

Quaisquer credenciais adicionadas como parte dos testes do relatório de pré-lançamento são guardadas e utilizadas para todos os testes futuros (até serem editadas). Se editar as credenciais de teste da sua aplicação, utilizamos as credenciais atualizadas em quaisquer novos testes. Se eliminar as credenciais de teste da sua aplicação, tem de adicionar novas credenciais antes do início de sessão na aplicação de quaisquer testes futuros.

Apesar de fazermos o nosso melhor para manter as credenciais de teste seguras, recomendamos que não adicione credenciais oficiais ao relatório de pré-lançamento. Em alternativa, crie um nome de utilizador e uma palavra-passe da conta de teste.

Nota: as credenciais só podem ser inseridas automaticamente em aplicações Android que utilizem os widgets padrão do Android. Não é possível utilizar credenciais em aplicações que utilizem o OpenGL para processar controlos personalizados ou em aplicações que utilizem uma WebView para um fluxo de autenticação baseado na Web.

Configurar credenciais

  1. Inicie sessão na Play Console.
  2. Selecione uma aplicação.
  3. No menu do lado esquerdo, selecione Gestão de lançamentosRelatório de pré-lançamento > Definições.
  4. Introduza os seguintes dados:
    • Nome do recurso de nome de utilizador: o nome do recurso Android do campo de texto na sua aplicação onde deve ser introduzido o nome de utilizador fornecido (por exemplo, se o campo de texto for @+id/username_field, introduza username_field).
    • Nome de utilizador: o nome de utilizador associado à sua conta de teste.
    • Nome do recurso de palavra-passe: o nome do recurso Android do campo de texto na sua aplicação onde deve ser introduzida a palavra-passe fornecida.
    • Palavra-passe: a palavra-passe associada à sua conta de teste.
    • Nome do recurso do botão de início de sessão: o nome do recurso Android de qualquer botão na sua aplicação no qual os utilizadores devem tocar após a introdução do nome de utilizador e da palavra-passe. Isto pode incluir um botão para ativar o processo de início de sessão. Pode omitir este campo.
  5. Guarde as alterações.

Editar ou eliminar credenciais

  1. Inicie sessão na Play Console.
  2. Selecione uma aplicação.
  3. No menu do lado esquerdo, selecione Gestão de lançamentosRelatório de pré-lançamento > Definições.
  4. No ecrã apresentado:
    • Para editar as credenciais, introduza as credenciais atualizadas.
    • Para eliminar as credenciais, selecione Limpar todos os campos.
  5. Guarde as alterações.
Ver resultados de testes de idiomas específicos

Se pretender que o relatório de pré-lançamento apresente apenas resultados de testes de idiomas específicos, pode configurar as preferências de idioma no separador Definições. Pode selecionar até cinco idiomas. 

Sugestão: uma vez que o relatório de pré-lançamento é executado automaticamente quando carrega um APK ou um app bundle de teste, só é possível adicionar as preferências de idioma após a conclusão do teste inicial.  

  1. Inicie sessão na Play Console.
  2. Selecione uma aplicação.
  3. No menu do lado esquerdo, selecione Gestão de lançamentos > Relatório de pré-lançamento > Definições.
  4. Em "Preferências de idioma", selecione Adicionar idioma .
  5. Selecione até 5 idiomas. Em testes futuros, verá apenas os resultados destes idiomas.
    • Para remover um idioma, selecione o ícone para cancelar .
Controlar como o relatório de pré-lançamento explora a aplicação

Se pretender maior controlo em relação aos testes, pode configurar scripts Robo para desempenhar ações específicas como testar o percurso de um utilizador comum ou uma nova secção da aplicação. Em testes padrão, o motor de rastreio pode ou não desempenhar estas mesmas ações.

Quando executa um teste com um script anexado, o motor de rastreio executa primeiro as ações com script prévio e, em seguida, explora a aplicação como habitualmente.

Para começar:

  1. Para gravar o script, siga as instruções no Centro de Ajuda do Firebase. As gravações de scripts Robo não capturam as ações fora da aplicação testada.
    • Nota: não é necessária uma conta do Firebase para executar o script Robo.
  2. Assim que o script estiver pronto, inicie sessão na Play Console.
  3. Selecione uma aplicação.
  4. Selecione Gestão de lançamentosRelatório de pré-lançamento.
  5. Selecione o separador Definições.
  6. Na secção "script Robo", carregue o script.

Reduzir tudo Expandir tudo

Perguntas frequentes

A minha aplicação está a bloquear utilizadores fora de certos países. Como posso certificar-me de que o relatório de pré-lançamento será executado?

Existem duas formas de detetar que os relatórios de pré-lançamento estão em execução no Test Lab: 

A minha aplicação contém anúncios. Como posso certificar-me de que os testes do relatório de pré-lançamento não contribuem para as minhas impressões e cliques (que a minha rede de anúncios pode detetar ou ficar insatisfeita com isso)?

Os anúncios Google já excluem o tráfego dos intervalos de endereços do relatório de pré-lançamento. Para outras redes de anúncios, tem de especificar os intervalos de endereços IP a serem excluídos

A minha aplicação está ocultada. Posso continuar a utilizar os relatórios de pré-lançamento?

Sim. Os testes do relatório de pré-lançamento serão executados independentemente de a sua aplicação estar ou não ocultada.

No entanto, se a sua aplicação estiver ocultada, quaisquer falhas ou ANRs encontrados durante os testes também serão ocultados. Recomendamos que forneça um ficheiro de mapeamento ao carregar o seu APK para facilitar a depuração.

Pode saber mais sobre como carregar ficheiros de mapeamento para tornar as falhas da sua aplicação visíveis.

Apoio técnico e sugestões para testes

Geolocalização dos dispositivos de teste

Os dispositivos de teste estão localizados nos Estados Unidos. Se a sua aplicação utilizar a geolocalização ou tiver restrições de conteúdo com base no país, os dispositivos de teste apenas mostram o que está disponível na respetiva localização.

Se a aplicação necessitar de uma geolocalização especial fora do ponto onde se encontram os dispositivos de teste, pode publicar um APK ou um app bundle que remova os requisitos de localização para fins de teste.

Subscrições ou produtos na aplicação

Os dispositivos de teste não podem fazer compras durante os testes. Se a sua aplicação disponibilizar subscrições ou produtos na aplicação para aceder a partes da mesma, os cenários de teste podem ser limitados.

Aplicações sem atividade de lançamento principal (widgets, teclados, etc.)

Os dispositivos de teste não podem executar testes em aplicações sem uma atividade de lançamento principal, incluindo iniciadores, widgets, teclados e mostradores de relógios.

Aplicações com anúncios de visualização

Para mais informações sobre como mitigar a receita de anúncios fraudulentos com testes de aplicações automatizados, consulte o site do Google Developers.

Aplicações compiladas para dispositivos x86

O nosso conjunto de dispositivos está limitado a dispositivos ARM. Um APK x86 é apresentado como incompatível com todos os dispositivos de teste.

Aplicações para Wear OS by Google, Android Auto, Android TV e versões antigas do Android

O nosso conjunto de dispositivos está limitado a telemóveis e a tablets, pelo que não é possível testar aplicações diretamente no Wear OS by Google, no Android Auto ou no Android TV. O nosso conjunto de dispositivos também não inclui dispositivos com versões do Android anteriores à versão 4.1.1 (Jelly Bean).

Aplicações baseadas em estruturas OpenGL/Unity3D

O nosso motor de rastreio automático não consegue identificar elementos da IU em aplicações com estruturas OpenGL/Unity3D. Os resultados do teste estariam limitados a um teste no qual a aplicação era iniciada e fechada após alguns segundos.

Pode utilizar repetições de demonstração para testar várias ações predefinidas no jogo.

Conteúdo multimédia pré-carregado ou aplicações adicionais pré-instaladas

A plataforma de teste não suporta dispositivos pré-carregados com conteúdo multimédia ou aplicações pré-instaladas.

Se pretende executar testes numa aplicação com dados pré-carregados, pode publicar uma versão de teste da sua aplicação com os ficheiros multimédia incorporados no respetivo APK ou app bundle.

Aplicações que utilizam o serviço de licenciamento do Google Play

Se a sua aplicação pertencer a um teste aberto ou tiver sido publicada para produção, os testes do relatório de pré-lançamento utilizarão um ID que funciona como se estivesse licenciado para a sua aplicação.

Se a sua aplicação não pertencer a um teste aberto ou não tiver um APK publicado para produção, não passará na verificação de licenciamento. Continuará a receber resultados de relatórios de pré-lançamento, mas a sua aplicação não estará licenciada. Para executar testes nestas aplicações, pode publicar uma versão fechada da sua aplicação com os serviços de licenciamento desativados. 

Aplicações que utilizam uma configuração de paisagem

Os dispositivos de teste executam testes numa orientação de página de retrato fixa por predefinição, o que pode forçar as aplicações que utilizam a orientação de paisagem a utilizar o modo retrato.

Aplicações que verificam se os dispositivos têm acesso máximo

A plataforma de teste não é compatível com aplicações que verificam se um dispositivo tem controlo privilegiado (acesso máximo) no Android.

Inscrever-se para receber emails de relatórios de pré-lançamento

Pode receber notificações de relatórios de pré-lançamento disponíveis por email ao configurar as suas preferências de email na Play Console. Pode optar por receber emails para todos os testes ou apenas para os testes com problemas.

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?