Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal

Ajustar as configurações de conteúdo de websites

É possível escolher a maneira como o Google Chrome lida com itens como cookies, imagens e plug-ins, ajustando as configurações de conteúdo. Essas configurações controlam qual conteúdo os websites podem mostrar e quais informações eles podem usar enquanto você navega.

  1. Abra uma janela no Google Chrome. 
  2. No canto superior direito, clique em Mais Mais depois Configurações.
  3. Na parte inferior, clique em Mostrar configurações avançadas.
  4. Em "Privacidade", clique no botão Configurações de conteúdo.
  5. É possível ajustar as seguintes configurações de conteúdo:
    • Cookies: Cookies são arquivos criados por websites que você já visitou para armazenar informações de navegação, como preferências do site ou informações de perfil. 
    • Imagens. Imagens são permitidas por padrão.
    • JavaScript: O JavaScript ajuda a tornar os sites mais interativos.
    • Geração de chaves. Alguns websites usam chaves quando você preenche formulários, incluindo compras on-line, para aumentar a segurança e autenticação.
    • Gerenciadores. O Chrome permite que os serviços da Web perguntem se você deseja usá-los para abrir certos links. Por exemplo, alguns links podem abrir um programa de e-mail. Se você usa o Gmail ou Hotmail, essa configuração permite que o site gerencie links que de outra forma abririam um programa fora do seu navegador.  
    • Plug-ins. Plug-ins possibilitam que sites mostrem determinados tipos de conteúdo da Web, como arquivos Flash ou do Windows Media, que os navegadores nem sempre podem processar. Eles são permitidos por padrão. Saiba mais sobre como gerenciar plug-ins.
    • Pop-ups: Os pop-ups são bloqueados por padrão para não aparecerem automaticamente. Saiba mais sobre como gerenciar pop-ups.
    • Local. Por padrão, o Google Chrome avisa sempre que um site deseja usar suas informações exatas de local. Saiba mais sobre o compartilhamento de local.
    • Notificações. Alguns websites, como o Google Agenda, podem mostrar notificações na área de trabalho do seu computador. Por padrão, o Google Chrome sempre emite um alerta quando um site deseja permissão para mostrar notificações automaticamente. Saiba mais sobre notificações.
    • Microfone. Alguns sites podem pedir para acessar sua câmera e seu microfone. Saiba mais sobre o acesso à câmera e ao microfone.
    • Câmera. Alguns sites podem pedir para acessar sua câmera e seu microfone. Saiba mais sobre o acesso à câmera e ao microfone.
    • Acesso a plug-in sem sandbox: alguns sites precisam de plug-ins para permitir que o usuário faça coisas como streaming de vídeo ou instalação de um software. Nesses casos, é possível que uma mensagem seja exibida indicando que um plug-in deseja acessar o computador. O usuário pode optar por conceder ou negar uma permissão para o plug-in ignorar a sandbox do Chrome e acessar diretamente o computador.
    • Downloads automáticos: Você pode querer fazer o download de vários arquivos de um site. Você pode escolher se deseja fazer o download desses arquivos automaticamente ou não.
    • Controle total de dispositivos MIDI. Alguns websites podem querer usar mensagens exclusivas do sistema (SysEx) para ter acesso total a dispositivos Interface digital para instrumentos musicais (MIDI, na sigla em inglês).
    • Dispositivos USB. É possível conectar um website a um dispositivo USB, o que permite que o website controle e registre informações do dispositivo. Saiba mais sobre como parear o Chrome com dispositivos USB.
    • Sincronização em segundo plano. Se seu computador fica off-line durante uma tarefa (por exemplo, o upload de uma foto ou de uma mensagem de bate-papo), alguns sites podem finalizar a tarefa quando o dispositivo fica on-line novamente. A sincronização ocorrerá em segundo plano, mesmo se você sair do website.
    • Níveis de zoom. É possível definir o nível de aumento de zoom de determinados websites.
    • Tela cheia. Alguns websites podem pedir para serem abertos no modo de tela cheia. É possível escolher a forma como o Google Chrome lida com esse tipo de solicitação.
    • Bloqueio do cursor do mouse. Alguns websites ou apps, como jogos, podem pedir para você desativar o cursor do mouse. É possível escolher a forma como o Google Chrome lida com esse tipo de solicitação.

Megan é especialista no Google Chrome e autora desta página de ajuda. Deixe seu feedback abaixo para ajudá-la a melhorar este artigo.

Este artigo foi útil para você?
Como podemos melhorá-lo?