Sobre dimensões e métricas personalizadas

As dimensões e as métricas personalizadas são como as dimensões e métricas padrão na sua conta do Google Analytics, mas é você quem as cria. Use-as para coletar e analisar os dados que o Google Analytics não acompanha automaticamente.

Tópicos deste artigo:

Pré-requisitos

As métricas e dimensões personalizadas estão disponíveis apenas para propriedades que foram ativadas pelo Universal Analytics ou que tenham pelo menos uma visualização de relatórios de aplicativos.

As dimensões e métricas personalizadas exigem configuração adicional na sua conta do Google Analytics e no seu código de acompanhamento. Depois de completar as duas etapas da configuração, use-as nos seus relatórios.

Usar dimensões e métricas personalizadas

As dimensões personalizadas são exibidas como dimensões principais nos relatórios personalizados. Use-as também como Segmentos e dimensões secundárias nos relatórios padrão.

As métricas personalizadas podem ser exibidas em Relatórios personalizados e como Segmentos em relatórios padrão.

Limites e ressalvas

Há 20 índices disponíveis para diferentes dimensões personalizadas, e 20 índices para métricas personalizadas em cada propriedade. Contas Premium têm 200 índices disponíveis para dimensões personalizadas e 200 para métricas personalizadas.

Não é possível excluir dimensões personalizadas, mas você pode desativá-las. Evite tentar reutilizar dimensões personalizadas. Ao editar o nome, o escopo e o valor de uma dimensão personalizada, os valores antigos e novos podem ser relacionados ao nome antigo ou novo da dimensão. Isso mistura os dados nos seus relatórios de uma forma que eles não podem ser separados precisamente por um filtro.

Exemplos de dimensões personalizadas

Quando você estiver pronto para criar uma dimensão personalizada, pergunte-se:

  • É um atributo?
  • É possível atribuir valores diferentes a ela?
  • Valores e métricas diferentes podem ser combinados/associados para criar mais significado nos meus relatórios?

Por exemplo:

  • Associação teria dois valores possíveis: "Sim" e "Não". Opcionalmente, ela poderia ter os valores "Padrão", "Premium" e "Não é membro".
  • Estado do login teria dois valores: "Conectado" e "Não conectado", ou simplesmente "Sim" e "Não".

Com essas dimensões, você poderia, por exemplo:

  • Segmentar relatórios por status da associação e estado do login.
  • Ver as taxas de conversão por associação e estado do login.

Exemplos de métricas personalizadas

Quando você estiver pronto para criar uma métrica personalizada, pergunte-se:

  • Ela é quantificável? Posso medi-la como uma soma ou uma proporção?
  • Ela tem relação significativa com uma dimensão?
  • Essa métrica pode ser independente? Pode ser combinada a outra métrica (personalizada ou padrão) para criar ainda mais significado nos meus relatórios?

Por exemplo, métricas como Pontuação, Prêmios ou Pontos podem ser combinadas com diversas dimensões, e permitem que você crie segmentos com base no uso do seu aplicativo ou site.