Analisar seus dados com o Fluxo de usuários

Veja exemplos específicos de como o Relatório de fluxo de usuários pode fornecer informações sobre seus dados.

Este artigo descreve diversas maneiras de usar o Relatório de fluxo de usuários para comparar os volumes de tráfego de diferentes origens, analisar os padrões de tráfego do seu site e solucionar problemas de eficácia dele.

Neste artigo:

Comparar o volume de tráfego e canais de marketing

Você pode comparar volumes relativos de tráfego de diferentes origens na mesma dimensão: por exemplo, o tráfego de diferentes mecanismos de pesquisa, campanhas ou mídias. Com as comparações gerais, você pode definir alguns itens iniciais sobre quais canais são os mais eficientes ou oferecem o melhor retorno.

Por exemplo, se uma campanha estiver gerando muito mais tráfego do que outra, você pode mudar os recursos para tornar a campanha de melhor desempenho ainda mais visível. Ou se uma mídia, como e-mail ou CPC, estiver apresentando um desempenho melhor do que as outras, você pode investir de forma mais agressiva nela.

Exemplo de Fluxo de usuários com a dimensão "Campanha" selecionada
Exemplo de Fluxo de usuários com a dimensão "Campanha" selecionada

Se acreditar que essa origem apresenta um desempenho melhor do que as outras com relação ao volume de tráfego, você pode analisar seu tráfego de forma ainda mais profunda ao visualizar apenas o segmento em questão. Clique no nó da dimensão de início na primeira coluna. Em seguida, clique em Visualizar apenas este segmento. Isso é diferente de aplicar um segmento com base em um usuário ou sessão, conforme descrito abaixo.

Com apenas esse tráfego visível, é possível ver se os usuários seguem os caminhos que você deseja no seu site, se eles alcançam suas telas de meta em número suficiente e em que ponto eles deixam o site.

Refinar sua análise com segmentos

Além de visualizar apenas o tráfego de uma origem específica, você pode refinar ainda mais sua vista da propriedade aplicando um Segmento. Por exemplo, se você visualiza o tráfego de um país específico, pode usar as opções Condição do criador de segmentos para exibir apenas os usuários do país em questão que também concluíram uma meta específica ou que gastaram mais do que uma determinada quantia. Ao combinar essas opções, você pode se concentrar em um elemento muito específico do seu público.

Aplicação de um segmento avançado
Aplicação de um segmento

Avaliar o engajamento

Dependendo da finalidade do seu site, convém saber quantas páginas os usuários acessaram depois da página inicial. Eles foram das páginas de produtos diretamente até a página de checkout sem realizar compras adicionais? Eles leram artigos sobre o Brasil e sobre o mundo, mas não acessaram conteúdo sobre política ou entretenimento?

Comece definindo o nível mínimo de engajamento que você deseja dos usuários. O Fluxo de usuários mostra as três primeiras interações por padrão e, atualmente, suporta até oito. Acrescente quantas etapas forem necessárias para atender à sua exigência mínima. Depois de adicionar o número de etapas necessárias, você pode clicar no nó da dimensão de início e usar a opção Destacar o tráfego até aqui para ver se o tráfego dessa origem alcançou seu limite de engajamento mínimo (por exemplo, quatro ou cinco interações).

Destaque do tráfego por meio do Fluxo de usuários
Destaque do tráfego por meio do Fluxo de usuários

Além de avaliar o nível de engajamento, você também pode ver até onde o tráfego diminuiu à medida que os usuários progrediram no seu site. Se os usuários não estiverem chegando até onde você esperava ou se o tráfego estiver caindo mais rápido do que o esperado, recomendamos que considere reformular a navegação ou o design gráfico do site para facilitar a movimentação entre as páginas. Para isso, adicione calls to action, como teasers de artigos ou produtos relacionados. Convém ainda reformular o conteúdo do site para atender melhor aos interesses do seu público.

Explorar seu conteúdo

O Fluxo de usuários permite avaliar uma série de questões relacionadas ao conteúdo.

Teste A/B

Se estiver testando diferentes versões de uma página da Web, e cada versão tiver seu próprio URL, você poderá ver qual delas atende melhor às metas, como incentivar o engajamento local ou canalizar o tráfego para uma página de meta.

Navegador e resolução de tela

Use Navegador ou Resolução da tela como a dimensão de início para que você possa ver se o tráfego está distribuído da forma esperada entre navegadores ou resoluções. Além disso, você pode ver se há páginas que apresentam uma queda inesperada com um determinado navegador ou resolução de tela. Se você notar uma queda substancial em uma página, é possível que ela não esteja renderizando de forma adequada nesse navegador ou com essa resolução. Por exemplo, é possível que a página não renderize corretamente em um navegador para celular ou em uma resolução menor, o que faz com que links ou botões não estejam disponíveis ou não sejam facilmente vistos.

Análise de caminho

Há caminhos que levam ao seu site que são mais populares do que outros? Em caso afirmativo, esses são os caminhos que você deseja que o tráfego siga? Talvez você tenha um caminho em mente para seus usuários, como Página inicial > Página do produto > Carrinho de compra > Checkout. Porém, você pode descobrir um caminho mais popular, como Página inicial > Produto > Pesquisa > Resultados da pesquisa > Pesquisa > Resultados da pesquisa > Saída. Esse caminho inesperado pode indicar que o usuário não encontrou os produtos que desejava ou que sua pesquisa interna não está retornando resultados úteis.

Além disso, você pode descobrir outros problemas, como uma taxa de desistência estranhamente alta de uma página que você inseriu, por exemplo, uma nova página inicial ou uma nova página de produto. Investigue se o design da nova página está ocultando os links ou os controles que permitem que os usuários prossigam para as páginas que você deseja que eles visitem.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?