Hierarquia de organizações, contas, usuários, propriedades e vistas

Neste artigo:

Organizações

Produtos e usuários são reunidos em organizações. Como uma organização representa uma empresa, você pode acessar as contas dos produtos da sua empresa (por exemplo, Analytics, Gerenciador de tags, Optimize), gerenciar usuários e permissões dos produtos, além de exibir informações como contatos administrativos e o logotipo da empresa. Acesse suas organizações em marketingplatform.google.com/home.

As organizações são opcionais, mas recomendadas pelos benefícios que oferecem.

Saiba mais sobre as organizações.

Contas

Uma conta é seu ponto de acesso ao Google Analytics e o nível superior de organização. Uma organização pode ter uma ou mais Contas do Google Analytics.

Você precisa ter no mínimo uma conta para garantir acesso ao Google Analytics e identificar as propriedades que quer acompanhar. O modo de gerenciamento da relação entre contas e propriedades é algo que diz respeito a você. Você pode usar um relacionamento um-para-um de uma conta/uma propriedade ou um relacionamento um-para-muitos de uma conta/muitas propriedades. Você pode ter várias Contas do Google Analytics. Se não tiver uma conta, inscreva-se para criar uma em marketingplatform.google.com.

Propriedades

Uma propriedade é um site, aplicativo para dispositivos móveis ou dispositivo (por exemplo, um dispositivo de quiosque ou ponto de venda). Uma conta pode conter uma ou mais propriedades.

Em uma conta do Google Analytics, você adiciona as propriedades escolhidas para coletar dados. Ao adicionar uma nova propriedade da Web a uma conta, o Google Analytics gera o código de acompanhamento usado para coletar dados da propriedade da Web. O código de acompanhamento contém um ID exclusivo que identifica os dados da propriedade e facilita a identificação nos seus relatórios. O Google Analytics também cria uma vista sem filtros para cada propriedade que você adiciona.

Saiba mais sobre como adicionar propriedades à sua conta do Google Analytics.

Vistas

Uma vista é seu ponto de acesso para os relatórios. Em outras palavras, ela é um modo definido de visualização dos dados de uma propriedade. Você concede aos usuários acesso a uma vista da propriedade para que eles possam ver os relatórios com base nos dados da visualização. Uma propriedade pode conter uma ou mais vistas.

Por exemplo, em uma propriedade, pode haver:

  • uma vista da propriedade de todos os dados para www.example.com
  • uma vista da propriedade somente do tráfego do Google AdWords para www.example.com
  • uma vista somente do tráfego para um subdomínio como www.sales.example.com

Quando você adiciona uma propriedade a uma conta, o Google Analytics cria a primeira vista da propriedade para ela. Essa primeira vista da propriedade não tem filtros e, assim, inclui todos os dados dessa propriedade. Você deve deixar essa vista da propriedade original não filtrada, de modo que sempre tenha uma vista da propriedade na qual pode ver todos os dados. É possível criar vistas da propriedade adicionais e aplicar filtros a elas para que cada uma inclua o subgrupo específico de dados no qual você tem interesse.

Depois que você criar uma vista da propriedade, os relatórios dessa vista da propriedade mostrarão os dados da data de criação da vista da propriedade para frente. Por exemplo, se você criar uma vista da propriedade em 1° de junho, essa vista da propriedade mostrará dados de 1° de junho para frente, mas não mostrará nenhum dado coletado antes de 1° de junho.

Se você excluir uma vista da propriedade, essa perspectiva específica dos dados desaparecerá para sempre. Não exclua uma vista se você achar que futuramente poderá ter interesse em gerar um relatório sobre essa perspectiva de dados específica.

Saiba mais sobre como adicionar vistas às suas propriedades do Google Analytics.

Usuários e permissões

Você adiciona usuários a uma conta do Google Analytics. Você pode adicionar esses usuários no nível da conta, propriedade ou vista, e pode restringir o acesso em cada nível. Quando adiciona um usuário, você identifica a pessoa por um endereço de e-mail registrado nas Contas do Google e atribui as permissões apropriadas. Dependendo das permissões atribuídas, o usuário pode gerenciar outros usuários, realizar tarefas administrativas (como a criação de vistas e filtros adicionais) e ver os dados do relatório.

Recursos relacionados

Este artigo foi útil para você?
Como podemos melhorá-lo?