Publicidade personalizada

A Google fornece versões traduzidas do Centro de Ajuda por conveniência, as quais não se destinam a alterar o conteúdo das nossas políticas. A versão em inglês é a versão oficial que utilizamos para aplicar as nossas políticas. Para ver este artigo num idioma diferente, utilize o menu de idiomas na parte inferior da página.

A publicidade personalizada é uma ferramenta eficaz que permite melhorar a relevância da publicidade junto dos utilizadores e aumentar o ROI dos anunciantes. Uma vez que o respetivo funcionamento implica a utilização de dados online do utilizador na segmentação de utilizadores com recurso a conteúdo publicitário mais relevante, pode proporcionar uma experiência otimizada aos utilizadores e aos anunciantes.

Ao utilizar dados baseados no comportamento ou em interesses do utilizador para fornecer conteúdos de anúncios mais relevantes, é importante proceder ao tratamento correto das informações em questão. Reconhecemos que determinados interesses são sensíveis e que a segmentação com base nos mesmos pode afetar negativamente a experiência do utilizador.

Com isto em mente e com base no grau de sensibilidade associado à segmentação de anúncios para os utilizadores, identificámos padrões de política para todas as funcionalidades de segmentação de publicidade personalizada. Estes padrões não substituem as restantes Políticas de Publicidade da Google (por exemplo, para o Google Ads ou para o Shopping) e os anunciantes continuam a ter a responsabilidade de agir em conformidade com todas as Políticas de Publicidade aplicáveis, além das Políticas de Publicidade Personalizada. Os anunciantes também devem agir em conformidade com as nossas Políticas de Consentimento de Utilizadores da União Europeia, sempre que aplicável.

A Política de Privacidade da Google aplica-se a todas as funcionalidades Google e determina o modo como a Google recolhe, utiliza e protege os dados do utilizador. Saiba o que acontece se violar as nossas políticas.

Políticas de Publicidade Personalizada
Princípios da Política de Conteúdos de Publicidade Personalizada Políticas de Recolha e Utilização de Dados da Publicidade Personalizada
Restrições com base na funcionalidade de segmentação de publicidade personalizada
Princípios da política: categorias de interesses sensíveis
 

Princípios da Política de Conteúdos de Publicidade Personalizada

As categorias de interesses sensíveis estão restritas nos anúncios personalizados. A Google define categorias de interesses sensíveis em termos dos seguintes princípios da Política de Conteúdos:

Restrições legais: os anúncios têm de estar em conformidade com a lei.

Dificuldades pessoais: os anúncios não devem segmentar utilizadores de formas que explorem as respetivas dificuldades e lutas.

Identidade e crenças: os anúncios não devem segmentar utilizadores com base em categorias propensas a discriminação sistémica e estigmas injustos.

Interesses de natureza sexual: os anúncios não devem segmentar utilizadores com base em experiências ou interesses de natureza sexual inerentemente privados.

Acesso a oportunidades: os anúncios não devem limitar o acesso a oportunidades ao aproveitar preconceitos sociais injustos aquando da segmentação de utilizadores com categorias de conteúdo específicas.

Restrições com base na funcionalidade de segmentação de publicidade personalizada

As Políticas de Anúncios Personalizados aplicam-se de forma diferente consoante a funcionalidade de segmentação utilizada. Para todas as funcionalidades de segmentação, existem dois componentes:

  • segmentação de utilizadores, que se refere aos grupos de utilizadores que pretende que vejam os seus anúncios e inclui todos os aspetos da criação ou seleção desses grupos.
  • promoção de produtos e serviços, que se refere aos conteúdos específicos no seu anúncio ou página de destino.

Consoante a funcionalidade de segmentação seja um público-alvo organizado pelo anunciante ou um público-alvo organizado pela Google, as categorias de interesses sensíveis de anúncios personalizados podem ou não aplicar-se à promoção de produtos e serviços.

  • Para todas as funcionalidades de segmentação de anúncios personalizados, não permitimos a segmentação de utilizadores com base em categorias de interesses sensíveis.
  • Para públicos-alvo organizados pelo anunciante, em que os anunciantes podem personalizar, organizar ou carregar os respetivos públicos-alvo, os anunciantes também não podem promover produtos e serviços de categorias de interesses sensíveis.
  • Para públicos-alvo organizados pela Google, em que a Google gere todo o desenvolvimento ou organização do público-alvo, os anunciantes podem promover produtos e serviços de categorias de interesses sensíveis.

Efeito da política

Os anunciantes que promovam produtos e serviços incluídos nas categorias de interesses sensíveis não podem utilizar públicos-alvo organizados pelo anunciante. No entanto, todos os anunciantes podem utilizar públicos-alvo organizados pela Google, mesmo se promoverem categorias de interesses sensíveis.

Veja a seguinte lista não exaustiva de funcionalidades de segmentação e como se aplicam as Políticas de Anúncios Personalizados.

Públicos-alvo organizados pelo anunciante

Se é um anunciante que promove produtos e serviços em categorias de interesses sensíveis, não poderá utilizar as seguintes funcionalidades de segmentação.

Públicos-alvo organizados pela Google

Todos os anunciantes podem utilizar as seguintes funcionalidades de segmentação, incluindo os anunciantes que promovem produtos e serviços em categorias de interesses sensíveis.

  • No mercado
  • Afinidade
  • Dados demográficos
  • Dados demográficos detalhados
  • Eventos da vida
  • Segmentação por localização
 

Categorias de interesses sensíveis

Restrições legais

Os anúncios têm de estar em conformidade com todas as leis e regulamentos aplicáveis de todas as localizações em que são apresentados.

Não permitimos a segmentação de utilizadores com base em conteúdos legalmente restritos, conforme definido nas seguintes categorias de interesses sensíveis. Consoante a funcionalidade de segmentação utilizada, é possível que também não seja permitido promover produtos e serviços nas seguintes categorias de interesses sensíveis.

É da sua responsabilidade garantir que os seus anúncios estão em conformidade com a política, quando exigido. Consulte abaixo exemplos específicos do que a Google não permite.

 
Resolução de problemas: como agir em conformidade com a política
  1. Leia a política abaixo para saber o que a Google não permite. Certifique-se de que os seus anúncios, site ou app estão em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada. Tenha em atenção que, mesmo que os anúncios não sejam segmentados com categorias sensíveis, alguns tipos de conteúdo do anúncio continuam a ser proibidos.
  2. Remova esse conteúdo do seu site ou app. Se o seu site ou app tiver conteúdo que não permitimos, remova todo o conteúdo que não esteja em conformidade com esta política. Em seguida, tem de solicitar uma revisão antes de continuar para o passo seguinte, que consiste em verificar as listas de públicos-alvo.
  3. Remova o conteúdo em questão do seu anúncio.
    Se o seu anúncio violar esta política, edite-o de modo a ficar em conformidade.
    • Na página Anúncios, coloque o cursor do rato sobre o anúncio que pretende editar.
    • Clique no ícone de lápis junto ao anúncio para o editar.
    • Clique em Guardar quando terminar.
  4. Assim que editar e guardar o anúncio, este é enviado para revisão. Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa. Se tiver removido o conteúdo inaceitável do seu anúncio e do respetivo destino, pode solicitar uma revisão do anúncio.
  5. Desassocie ou remova os grupos de anúncios que segmentem listas de públicos-alvo ou de remarketing. Após a revisão do site ou da app, as listas associadas serão ativadas. Certifique-se de que os anúncios que utilizam estas listas estão em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada. Se os anúncios não estiverem em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada, remova os grupos de anúncios ou a segmentação que utiliza as listas de públicos-alvo ou de remarketing.
Se não conseguir corrigir estas violações ou se optar por não o fazer, remova o anúncio para ajudar a impedir que a sua conta seja suspensa futuramente por ter demasiados anúncios reprovados.

Utilizadores com menos de 13 anos na publicidade personalizada

Recolha de informações pessoais de crianças com menos de 13 anos ou a idade aplicável no respetivo país, ou segmentação por conteúdo baseado em interesses para crianças com menos de 13 anos ou a idade aplicável no respetivo país.

Termos de medicamentos restritos na publicidade personalizada

Medicamentos sujeitos a receita médica e informações acerca de medicamentos sujeitos a receita médica, a menos que o medicamento e quaisquer ingredientes indicados se destinem apenas à utilização em animais e não tenham tendência para abuso ou utilização indevida por humanos. Saiba mais 

Recrutamento para ensaios clínicos na publicidade personalizada

Promoção de recrutamento para ensaios clínicos

Álcool na publicidade personalizada

Bebidas alcoólicas e bebidas que se assemelham a bebidas alcoólicas

Jogos de azar na publicidade personalizada

 Jogos de azar, incluindo jogos de azar online e offline; informações relacionadas com jogos de azar online; jogos online não baseados em casinos em troca de dinheiro ou de prémios; e jogos baseados em casinos online independentemente de haver ou não troca de dinheiro

Jogos de azar sediados em localizações específicas na publicidade personalizada

Casinos físicos que promovem explicitamente jogos de azar

 

Dificuldades pessoais

A Google tem noção de que os utilizadores não pretendem ver anúncios que exploram as suas lutas, as suas dificuldades e os seus problemas pessoais, pelo que não permite publicidade personalizada relacionada com estes aspetos. Neste âmbito, incluem-se condições de saúde, tratamentos, procedimentos, incapacidades pessoais, lutas ou experiências pessoais traumáticas. Também não é permitida a imposição de sentimentos negativos ao utilizador.

Não permitimos a segmentação de utilizadores com base em dificuldades pessoais, conforme definido nas seguintes categorias de interesses sensíveis. Consoante a funcionalidade de segmentação utilizada, é possível que também não seja permitido promover produtos e serviços nas seguintes categorias de interesses sensíveis.

É da sua responsabilidade garantir que os seus anúncios estão em conformidade com a política, quando exigido. Consulte abaixo exemplos específicos do que a Google não permite.

Resolução de problemas: como agir em conformidade com a política
  1. Leia a política abaixo para saber o que a Google não permite. Certifique-se de que os seus anúncios, site ou app estão em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada. Tenha em atenção que, mesmo que os anúncios não sejam segmentados com categorias sensíveis, alguns tipos de conteúdo do anúncio continuam a ser proibidos.
  2. Remova esse conteúdo do seu site ou app. Se o seu site ou app tiver conteúdo que não permitimos, remova todo o conteúdo que não esteja em conformidade com esta política. Em seguida, tem de solicitar uma revisão antes de continuar para o passo seguinte, que consiste em verificar as listas de públicos-alvo.

  3. Remova o conteúdo em questão do seu anúncio.

    Se o seu anúncio violar esta política, edite-o de modo a ficar em conformidade.

    • Na página Anúncios, coloque o cursor do rato sobre o anúncio que pretende editar.
    • Clique no ícone de lápis junto ao anúncio para o editar.
    • Clique em Guardar quando terminar.

    Assim que editar e guardar o anúncio, este é enviado para revisão. Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa. Se determinarmos que removeu o conteúdo inaceitável do seu anúncio e da respetiva página de destino, podemos aprovar a apresentação do anúncio.

  4. Desassocie ou remova os grupos de anúncios que segmentem listas de públicos-alvo ou de remarketing. Após a revisão do site ou da app, as listas associadas serão ativadas. Certifique-se de que os anúncios que utilizam estas listas estão em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada. Se os anúncios não estiverem em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada, remova os grupos de anúncios ou a segmentação que utiliza as listas de públicos-alvo ou de remarketing.
Se não conseguir corrigir estas violações ou se optar por não o fazer, remova o anúncio para ajudar a impedir que a sua conta seja suspensa futuramente por ter demasiados anúncios reprovados.

Saúde na publicidade personalizada

Conteúdo de saúde pessoal, que inclui:

  • Condições de saúde física ou mental, incluindo doenças, saúde sexual e condições de saúde crónicas, que são condições de saúde que requerem gestão ou cuidados de longo prazo.
  • Produtos, serviços ou procedimentos para tratar ou gerir condições de saúde crónicas, que incluem medicamentos de venda livre e dispositivos médicos.
  • Quaisquer problemas de saúde associados a partes ou a funções íntimas do corpo, que incluem saúde genital, intestinal e urinária.
  • Procedimentos médicos invasivos, que incluem cirurgia cosmética.
  • Deficiências, inclusivamente quando o conteúdo é orientado para o principal cuidador do utilizador.
    • Exemplos: tratamentos de condições de saúde crónicas, como diabetes ou artrite; tratamentos de doenças sexualmente transmissíveis; serviços de aconselhamento no âmbito de problemas de saúde mental, como depressão ou ansiedade; dispositivos médicos para o tratamento da apneia do sono, como dispositivos CPAP; medicamentos de venda livre para o tratamento de doenças fúngicas; informações acerca da prestação de assistência a crianças autistas

Situação financeira negativa na publicidade personalizada

Precariedade financeira, dificuldades financeiras ou problemas monetários pessoais

  • Exemplos: serviços de insolvência, serviços de assistência social, casas de acolhimento para sem-abrigo, recursos relacionados com desemprego, produtos e serviços com esquemas predatórios de empréstimo

Dificuldades de relacionamento na publicidade personalizada

Dificuldades pessoais de relacionamento com a família, com os amigos ou com outro tipo de relação interpessoal

  • Exemplos: serviços de processo de divórcio, livros sobre como lidar com o divórcio, produtos ou serviços funerários, serviços de aconselhamento familiar

Prática de crimes na publicidade personalizada

Antecedentes criminais, crimes cometidos, alegações criminais ou acusações criminais pessoais

  • Exemplos: serviços de fiança, advogados de defesa em processos criminais

Abuso e traumas na publicidade personalizada

Estatuto pessoal como vítima de abusos, crimes ou outros eventos traumáticos

  • Exemplos: abrigos para vítimas de violência doméstica, serviços de defesa das vítimas

Imposição de sentimentos negativos na publicidade personalizada

Imposição de sentimentos negativos ao utilizador ou utilização de uma perspetiva ou convicção tendenciosa negativa para promover qualquer categoria de conteúdo

  • Exemplos: humilhação pelo aspeto físico, negatividade relacionada com atributos físicos ou interações sociais, insinuação de consequências negativas para os utilizadores se não efetuarem determinadas ações
 

Identidade e crenças

A Google considera os sistemas de identidade e de crenças extremamente complexos e pessoais. Estão intimamente relacionados com a diversidade de normas culturais, com a área geográfica, com a história e com a experiência de vida de cada indivíduo. A Google também tem noção de que a identidade ou as crenças individuais podem ser utilizadas para segmentar utilizadores com base em juízos de valor ou em estigmas.

A Google pretende que os anúncios proporcionem uma experiência positiva e que se baseiem nos interesses dos utilizadores e não em juízos acerca da respetiva identidade enquanto indivíduos, pelo que não permite publicidade personalizada relacionada com a identidade própria fundamental ou intrínseca dos utilizadores nem com os respetivos sistemas de crenças. Tais identidades e crenças podem incluir classificações inerentemente privadas da pessoa enquanto indivíduo; classificações suscetíveis de estigmas, de discriminação ou de assédio; integração em grupos suscetíveis de estigmas, de discriminação ou de preconceitos; e sistemas de crenças pessoais.

Não permitimos a segmentação de utilizadores com base na identidade e em crenças, conforme descrito nas seguintes categorias de interesses sensíveis. Consoante a funcionalidade de segmentação utilizada, é possível que também não seja permitido promover produtos e serviços nas seguintes categorias de interesses sensíveis.

É da sua responsabilidade garantir que os seus anúncios estão em conformidade com a política, quando exigido. Consulte abaixo exemplos específicos do que a Google não permite.

Resolução de problemas: como agir em conformidade com a política
  1. Leia a política abaixo para saber o que a Google não permite. Certifique-se de que os seus anúncios, site ou app estão em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada. Tenha em atenção que, mesmo que os anúncios não sejam segmentados com categorias sensíveis, alguns tipos de conteúdo do anúncio continuam a ser proibidos.
  2. Remova esse conteúdo do seu site ou app. Se o seu site ou app tiver conteúdo que não permitimos, remova todo o conteúdo que não esteja em conformidade com esta política. Em seguida, tem de solicitar uma revisão antes de continuar para o passo seguinte, que consiste em verificar as listas de públicos-alvo.
  3. Remova o conteúdo em questão do seu anúncio.
    Se o seu anúncio violar esta política, edite-o de modo a ficar em conformidade.
    • Na página Anúncios, coloque o cursor do rato sobre o anúncio que pretende editar.
    • Clique no ícone de lápis junto ao anúncio para o editar.
    • Clique em Guardar quando terminar.
  4. Assim que editar e guardar o anúncio, este é enviado para revisão. Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa. Se tiver removido o conteúdo inaceitável do seu anúncio e do respetivo destino, pode solicitar uma revisão do anúncio.
  5. Desassocie ou remova os grupos de anúncios que segmentem listas de públicos-alvo ou de remarketing. Após a revisão do site ou da app, as listas associadas serão ativadas. Certifique-se de que os anúncios que utilizam estas listas estão em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada. Se os anúncios não estiverem em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada, remova os grupos de anúncios ou a segmentação que utiliza as listas de públicos-alvo ou de remarketing.
Se não conseguir corrigir estas violações ou se optar por não o fazer, remova o anúncio para ajudar a impedir que a sua conta seja suspensa futuramente por ter demasiados anúncios reprovados.

Orientação sexual na publicidade personalizada

Orientação sexual, incluindo lesbianismo, homossexualidade, bissexualidade, indecisão sexual ou heterossexualidade

  • Exemplos: informações acerca da sua revelação como homossexual, encontros para homossexuais, viagens para homossexuais, informações acerca da bissexualidade

Filiação partidária na publicidade personalizada

Esta Política de Publicidade Personalizada não se aplica a anúncios do Gmail, mas aplica-se a todas as outras funcionalidades de segmentação. Consulte a política abaixo sobre conteúdo político em anúncios do Gmail.

Filiação partidária

  • Exemplos: ideologias políticas, opiniões políticas, partidos políticos, entidades políticas, campanhas políticas, participação em discursos políticos

Conteúdo político na publicidade personalizada

Esta Política de Publicidade Personalizada aplica-se a anúncios do Gmail e a todas as outras funcionalidades de segmentação.

Filiação partidária

  • Exemplos: ideologias políticas, opiniões políticas, partidos políticos, entidades políticas, campanhas políticas, participação em discursos políticos

Filiação sindical na publicidade personalizada

Sindicatos e anúncios que implicam conhecimento da filiação sindical de um utilizador

  • Exemplos: sites de sindicatos, informações orientadas para os membros de sindicatos, blogues relacionados com sindicatos e apoio do sindicato para diferendos laborais

Raça e etnia na publicidade personalizada

Raça ou etnia pessoal

  • Exemplos: publicações orientadas para determinadas raças ou etnias, universidades orientadas para determinadas raças ou etnias, sites/serviços de encontros de determinadas raças ou etnias

Crença religiosa na publicidade personalizada

Crenças religiosas pessoais

  • Exemplos: locais de culto, orientação religiosa, educação religiosa ou universidades religiosas, produtos religiosos

Grupos sociais marginalizados na publicidade personalizada

Integração num grupo social marginalizado ou vulnerável, como castas sociais, imigrantes ou refugiados

  • Exemplos: produtos orientados para utilizadores com base na casta social, serviços para imigrantes ou serviços jurídicos para refugiados

Identificação transgénero na publicidade personalizada

Identificação pessoal com um género diferente daquele com que nasceu ou incompatibilidade com a identidade individual de género feminino ou masculino

  • Exemplos: informações sobre mudança de género, advogados de defesa de pessoas transgénero
 

  Interesses de natureza sexual

A Google tem noção de que os interesses de natureza sexual são inerentemente privados e, consoante as normas culturais, nem sempre são abordados com franqueza. A Google defende a manutenção da privacidade dos interesses de natureza sexual dos utilizadores, pelo que não permite publicidade personalizada que segmente utilizadores com base nos respetivos interesses, experiências, atividades ou preferências pessoais de natureza sexual. Os referidos interesses incluem comportamentos, atividades ou produtos de natureza sexual utilizados durante o ato sexual. Além disso, a Google não permite categorias com conotação sexual ou destinadas ao estímulo sexual.

Não permitimos a segmentação de utilizadores com base em interesses de natureza sexual, conforme descrito nas seguintes categorias de interesses sensíveis. Consoante a funcionalidade de segmentação utilizada, é possível que também não seja permitido promover produtos e serviços nas seguintes categorias de interesses sensíveis.

É da sua responsabilidade garantir que os seus anúncios estão em conformidade com a política, quando exigido. Consulte abaixo exemplos específicos do que a Google não permite.

Resolução de problemas: como agir em conformidade com a política
  1. Leia a política abaixo para saber o que a Google não permite. Certifique-se de que os seus anúncios, site ou app estão em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada. Tenha em atenção que, mesmo que os anúncios não sejam segmentados com categorias sensíveis, alguns tipos de conteúdo do anúncio continuam a ser proibidos.
  2. Remova esse conteúdo do seu site ou app. Se o seu site ou app tiver conteúdo que não permitimos, remova todo o conteúdo que não esteja em conformidade com esta política. Em seguida, tem de solicitar uma revisão antes de continuar para o passo seguinte, que consiste em verificar as listas de públicos-alvo.
  3. Remova o conteúdo em questão do seu anúncio.
    Se o seu anúncio violar esta política, edite-o de modo a ficar em conformidade.
    • Na página Anúncios, coloque o cursor do rato sobre o anúncio que pretende editar.
    • Clique no ícone de lápis junto ao anúncio para o editar.
    • Clique em Guardar quando terminar.
  4. Assim que editar e guardar o anúncio, este é enviado para revisão. Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa. Se tiver removido o conteúdo inaceitável do seu anúncio e do respetivo destino, pode solicitar uma revisão do anúncio.
  5. Desassocie ou remova os grupos de anúncios que segmentem listas de públicos-alvo ou de remarketing. Após a revisão do site ou da app, as listas associadas serão ativadas. Certifique-se de que os anúncios que utilizam estas listas estão em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada. Se os anúncios não estiverem em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada, remova os grupos de anúncios ou a segmentação que utiliza as listas de públicos-alvo ou de remarketing.
Se não conseguir corrigir estas violações ou se optar por não o fazer, remova o anúncio para ajudar a impedir que a sua conta seja suspensa futuramente por ter demasiados anúncios reprovados.

Planeamento familiar na publicidade personalizada

Dispositivos destinados a prevenir a gravidez ou doenças sexualmente transmissíveis

  • Exemplos: preservativos, contracetivos orais, esponja contracetiva

Conteúdos de natureza sexual

 Todos os conteúdos de natureza sexual conforme definidos na Política de Conteúdos de Natureza Sexual do Google Ads

Em caso de divergência entre a Política de Conteúdos de Natureza Sexual e a Política de Interesses de Natureza Sexual da Publicidade Personalizada relativamente ao enquadramento de uma determinada categoria, a Política de Interesses de Natureza Sexual da Publicidade Personalizada prevalece em relação à Política de Conteúdos de Natureza Sexual no que respeita à utilização da categoria em questão na segmentação e nos anúncios personalizados.

 

Acesso a oportunidades

Acreditamos que o acesso a oportunidades sociais e económicas é essencial para o bem-estar, estatuto social e qualidade da vida dos indivíduos. Também reconhecemos que a discriminação histórica e os preconceitos sociais levam a que nem todos os segmentos da sociedade gozem do mesmo acesso a estas oportunidades. 

Neste sentido, e de forma a melhorar a inclusão dos utilizadores afetados desproporcionalmente pelos preconceitos da sociedade, não permitimos que algumas categorias de produtos ou serviços sejam segmentadas para públicos-alvo específicos. Isto para além das Políticas de Anúncios existentes que proíbem a discriminação e das Políticas de Anúncios Personalizados que proíbem a utilização de categorias de identidade e crenças. Consulte abaixo exemplos específicos do que a Google não permite.

Países: Estados Unidos, Canadá

Nos Estados Unidos e no Canadá, não é possível segmentar as seguintes categorias de interesses sensíveis para públicos-alvo com base no género, na idade, no estatuto parental, no estado civil ou no código postal. 

Habitação em anúncios personalizados

Casas para venda ou arrendamento, sendo uma casa definida como um possível local de residência de uma pessoa. Inclui produtos ou serviços que permitam a venda ou o arrendamento de casas. 

  • Exemplos: sites de fichas de casas, casas individuais para venda ou arrendamento, serviços imobiliários

Emprego em anúncios personalizados 

Oportunidades de emprego ou contratar uma pessoa para um emprego.* 

  • Exemplos: anúncios de empregos, sites de recrutamento, sites de ofertas de emprego

* Um subconjunto predeterminado de anunciantes do governo dos EUA que promovem o emprego em anúncios personalizados pode segmentar públicos-alvo restritos em condições específicas. Se a segmentação for baseada numa qualificação ocupacional real para um emprego governamental, definida ao abrigo da lei dos EUA como uma qualificação razoavelmente necessária para o exercício normal das funções, estes anunciantes governamentais identificados dos EUA podem segmentar públicos-alvo restritos.

Crédito em anúncios personalizados

Ofertas de crédito ou produtos ou serviços relacionados com a concessão de créditos. 

  • Exemplos: cartões de crédito, empréstimos de curto prazo e empréstimos para aquisição de casas, automóveis e eletrodomésticos



Políticas de Recolha e Utilização de Dados da Publicidade Personalizada 

Estas políticas definem requisitos referentes à recolha e utilização de dados em anúncios personalizados. Aplicam-se juntamente com as Políticas do Google Ads Referentes à Recolha e Utilização de Dados

A Google não permite o seguinte:

Apresentar anúncios que recolham ou contenham informações de identificação pessoal (PII), salvo se for utilizado um formato de anúncio fornecido pela Google e criado para esse fim

  • Exemplos: recolher endereços de email, números de telefone ou números de cartões de crédito no próprio anúncio

Utilizar ou associar PII a listas de remarketing, cookies, feeds de dados ou outros identificadores anónimos

Partilhar PII com a Google através de etiquetas de remarketing ou de quaisquer feeds de dados de produtos que possam estar associados a anúncios

Enviar à Google informações de localização precisas sem obter primeiro o consentimento dos utilizadores

Utilizar uma lista de remarketing que segmente um público-alvo demasiado restrito ou específico. Isto inclui o caso em que combinar uma lista de remarketing com outros critérios de segmentação (como limitações geográficas ou outra segmentação de utilizadores) origina um anúncio segmentado para um número de utilizadores relativamente pequeno. Saiba mais sobre requisitos de tamanho da lista de remarketing.

Para remarketing

  • Pode optar por desativar a recolha de dados de remarketing para os utilizadores que não pretendem ver anúncios personalizados através do parâmetro allow_ad_personalization_signals. Saiba como modificar a etiqueta global do site para desativar a recolha de dados de remarketing para utilizadores específicos.
  • Ao utilizar funcionalidades de Públicos-alvo Semelhantes, remarketing ou nova interação, tem de incluir informações específicas na sua política de privacidade.
  • A Google poderá incluir etiquetas de aviso em anúncios para divulgar a publicidade personalizada junto dos respetivos utilizadores e poderá mostrar aos utilizadores em que listas de remarketing se encontram, juntamente com o nome do domínio correspondente. Não é permitido modificar nem ocultar estes avisos. Se pretender implementar o seu próprio aviso no anúncio, só o poderá fazer em conformidade com as normas da indústria relevantes.
  • A Google não permitirá que outro anunciante utilize as suas listas de remarketing ou de Públicos-alvo Semelhantes sem o seu consentimento.
Resolução de problemas: Políticas de Publicidade Personalizada Referentes à Recolha e Utilização de Dados
  1. Leia a política abaixo para saber o que a Google não permite. Certifique-se de que os seus anúncios, site ou app estão em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada. Tenha em atenção que, mesmo que os anúncios não sejam segmentados com categorias sensíveis, alguns tipos de conteúdo do anúncio continuam a ser proibidos.
  2. Remova esse conteúdo do seu site ou app. Se o seu site ou app tiver conteúdo que não permitimos, remova todo o conteúdo que não esteja em conformidade com esta política. Em seguida, tem de solicitar uma revisão antes de continuar para o passo seguinte, que consiste em verificar as listas de públicos-alvo.

  3. Remova o conteúdo em questão do seu anúncio.

    Se o seu anúncio violar esta política, edite-o de modo a ficar em conformidade.

    • Na página Anúncios, coloque o cursor do rato sobre o anúncio que pretende editar.
    • Clique no ícone de lápis junto ao anúncio para o editar.
    • Clique em Guardar quando terminar.

    Assim que editar e guardar o anúncio, este é enviado para revisão. Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa. Se determinarmos que removeu o conteúdo inaceitável do seu anúncio e da respetiva página de destino, podemos aprovar a apresentação do anúncio.

  4. Desassocie ou remova os grupos de anúncios que segmentem listas de públicos-alvo ou de remarketing. Após a revisão do site ou da app, as listas associadas serão ativadas. Certifique-se de que os anúncios que utilizam estas listas estão em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada. Se os anúncios não estiverem em conformidade com as Políticas de Publicidade Personalizada, remova os grupos de anúncios ou a segmentação que utiliza as listas de públicos-alvo ou de remarketing.
Se não conseguir corrigir estas violações ou se optar por não o fazer, remova o anúncio para ajudar a impedir que a sua conta seja suspensa futuramente por ter demasiados anúncios reprovados.

Precisa de ajuda?

Se tiver dúvidas sobre as nossas políticas, contacte o Apoio técnico do Google Ads
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar no Centro de ajuda
true
73067
false