Como medida de saúde preventiva para os nossos especialistas do apoio técnico por chat, este serviço estará indisponível. Se necessitar de ajuda com a sua conta do Google Ad Manager, ainda pode contactar o apoio técnico através do menu Contacte-nos abaixo. Lamentamos qualquer inconveniente que esta situação lhe possa causar e agradecemos a sua paciência durante este período. Esta mensagem será atualizada à medida que a situação mudar.

Políticas do Programa do Gestor de anúncios e do Ad Exchange

Diretrizes para parceiros do Google Ad Manager

(Anteriormente, Diretrizes do programa Google DoubleClick Ad Exchange (AdX) para vendedores)

A utilização do Google Ad Manager é regida pelos termos do seu contrato do Google Ad Manager. (Este pode referir-se aos Serviços DFP e AdX que, em conjunto, assumem a denominação atual de Google Ad Manager.)

Nas presentes Diretrizes para parceiros, referências a "Site" incluem Websites, apps para dispositivos móveis, leitores de vídeo incorporados, jogos e quaisquer outras propriedades nas quais o Parceiro utilize o Google Ad Manager. "Incluindo" significa "incluindo, entre outros".

Os Parceiros que utilizam o Google Ad Manager têm de aceitar as políticas seguintes e garantir que quaisquer terceiros aos quais fornecem acesso ao Google Ad Manager ao abrigo das respetivas contas também as aceitam:

1. Políticas aplicáveis em todas as circunstâncias

1.1. Políticas do Programa de Plataformas; limites e valores máximos do sistema

Os Parceiros têm de aceitar as Políticas do Programa de Plataformas e as Políticas para Publicadores Google quando utilizam qualquer funcionalidade do Google Ad Manager (para efeitos de clarificação, isto inclui as reservas tradicionais). Qualquer reposição de disposições das Políticas do Programa de Plataformas ou Políticas para Publicadores Google nas presentes Diretrizes para parceiros serve apenas para fins de clarificação, sendo que não limita a aplicação das Políticas do Programa de Plataformas e Políticas para Publicadores Google aos Parceiros.

Os Parceiros também têm de aceitar os limites e os valores máximos do sistema do Google Ad Manager, conforme aplicável.

1.2. Cláusulas contratuais-tipo (CCTs)

A Google baseia-se em Cláusulas contratuais-tipo (CCTs) no que respeita às transferências para fora da Europa de dados pessoais utilizados em publicidade online e medição. No caso dos serviços em que a Google atua como processador, os Termos de Processamento de Dados do Google Ads incluem, conforme necessário para as transferências de dados relevantes, as CCTs relevantes emitidas pela Comissão Europeia (para ajudar a legitimar as transferências de dados ao abrigo do RGPD) e as CCTs do Reino Unido (para ajudar a legitimar as transferências de dados ao abrigo do RGPD, conforme transposto para o direito do Reino Unido). Da mesma forma, no caso dos serviços em que a Google atua como controlador, os Termos de Proteção de Dados entre Controladores do Google Ads incluem, conforme necessário para as transferências de dados relevantes, as CCTs relevantes emitidas pela Comissão Europeia e as CCTs do Reino Unido. 

Se o Parceiro tratar dados pessoais provenientes de utilizadores no Espaço Económico Europeu, no Reino Unido ou na Suíça e estes forem disponibilizados pela Google no âmbito da utilização do Google Ad Manager por parte do Parceiro:

  • O Parceiro apenas deve utilizar tais dados pessoais de forma consistente com o consentimento dado pelo respetivo titular dos dados;
  • O Parceiro tem de fornecer um nível de proteção para esses dados pessoais que seja, no mínimo, equivalente ao que é exigido ao abrigo das CCTs; e
  • Se o Parceiro determinar que não pode agir em conformidade com os requisitos anteriores, tem de notificar a Google por escrito e cessar o tratamento dos dados pessoais ou tomar medidas adequadas e razoáveis no sentido de solucionar tal inconformidade.

1.3. Apoio técnico

Antes de efetuarem qualquer pedido de apoio à Google, os Parceiros devem primeiro envidar os esforços razoáveis no sentido de resolverem e corrigirem qualquer erro, funcionamento incorreto ou falhas de ligação de rede. Posteriormente, pode ser enviado um pedido de apoio técnico por escrito através do Centro de Ajuda do Google Ad Manager ou de outros meios, de acordo com a Google. Os Parceiros disponibilizarão quaisquer serviços de apoio técnico aos respetivos utilizadores finais por sua própria conta. Periodicamente, a Google poderá contactar os Parceiros que utilizam a Rentabilização da Google (conforme definido abaixo) com o objetivo de otimizar o desempenho dos respetivos blocos de anúncios através da Rentabilização da Google.

1.4. Funcionalidades beta

O Google Ad Manager pode incluir funcionalidades beta, que podem ser ativadas à discrição do Parceiro. As funcionalidades beta podem ter problemas imprevistos e são fornecidas "tal como estão", até ao limite máximo permitido por lei. Qualquer utilização de funcionalidades beta será exclusivamente por conta e risco do Parceiro e poderá estar sujeita a requisitos adicionais especificados pela Google. A Google não é obrigada a fornecer apoio técnico relativamente a funcionalidades beta. A Google pode cessar o fornecimento de funcionalidades beta em qualquer altura.

1.5. Requisitos aplicáveis a inventário de terceiros

O Parceiro tem de utilizar o programa MCM ou o programa SPM (conforme definido nas Secções 1.6 e 2.2, respetivamente) para qualquer inventário num Site (i) onde o Site não seja pertencente e explorado pelo Parceiro; e (ii) onde o Superior (conforme definido nas Secções 1.6 e 2.2, respetivamente) tiver optado por utilizar os Serviços para gerir, representar e/ou vender esse inventário. As partes reconhecem e concordam que o Inventário Secundário gerido ou representado por um Superior (conforme definido na Secção 1.6) ao abrigo do programa MCM não pode ser vendido por um Superior (conforme definido na Secção 2.2) ao abrigo do programa SPM.

1.6. Políticas da Gestão de Vários Clientes ("MCM")

Salvo disposição em contrário, os termos definidos na presente Secção aplicam-se apenas à Secção 1.5 e à presente Secção 1.6.

Na presente Secção 1.6, o Parceiro é um "Superior" se participar no Programa MCM ("MCM") do Ad Manager e receber o acesso a determinadas contas ou a inventário pertencente a outro(s) publicador(es) do Ad Manager (cada um destes publicadores é um "Secundário") mediante o consentimento do Secundário, para fins de gestão da conta do Secundário ou para representar o inventário nos Sites de tal Secundário ao abrigo da MCM ("Inventário Secundário"). Para serem elegíveis para participar no programa MCM, tanto o Superior como o Secundário têm de ter uma conta do Serviço Ad Manager ativa e em conformidade com as presentes Políticas da MCM. Se o Parceiro for um Superior, tem de agir em conformidade com as disposições dos Termos de Utilização do Programa de Parceiros MCM celebrados entre o Parceiro e a Google.

O Superior e o Secundário têm de ter uma relação contratual direta entre ambos, que conceda ao Superior todos os direitos necessários para aceder à conta do Secundário ou representar o Inventário Secundário, conforme aplicável, através dos Serviços e, quando aplicável, para receber receitas relacionadas com tal representação ou gestão. Os Secundários têm de ser proprietários de todos os Sites do Inventário Secundário, incluindo do domínio raiz de todos os Websites e de todas as apps incluídos no Inventário Secundário de tal Secundário. O Superior tem de garantir que, em todo o Inventário Secundário, cada Secundário é proprietário de todo o respetivo Inventário Secundário, incluindo do domínio raiz de todos os Websites e de todas as apps incluídos no Inventário Secundário de tal Secundário. O Superior e o Secundário reconhecem e concordam que o Inventário Secundário não pode ter sido anteriormente reprovado pela Google.

As partes reconhecem e concordam que qualquer Inventário Secundário apenas pode ser gerido, representado ou vendido por um Superior. Se o Parceiro for um Secundário, o Parceiro também não pode ser ou tornar-se Superior de outro Secundário. A Google pode limitar o número de Superiores que um Secundário tem autorização para nomear.

A Google ou o respetivo agente pode validar a relação entre o Secundário e o Superior. O Superior e o Secundário reconhecem e concordam que o Inventário Secundário está sujeito às mesmas políticas e regras de qualquer outro tipo de inventário que utilize os Serviços (incluindo a Rentabilização da Google), incluindo as regras de leilão. No que respeita à relação entre o Secundário e a Google, o Secundário é responsável por todas e quaisquer violações de políticas do respetivo Inventário Secundário (independentemente de tal inventário ser gerido através da conta de um Secundário ou da conta de um Superior), quer sejam causadas pelo Superior, pelo Secundário ou por qualquer outra parte. A Google reserva-se o direito de efetuar ações de aplicação de políticas relativamente ao Secundário como resultado de tais violações. No que respeita à relação entre o Superior e a Google, o Superior é responsável por todas e quaisquer violações de políticas do Inventário Secundário gerido ou representado por si (independentemente de tal inventário ser gerido através da conta de um Secundário ou da conta de um Superior), quer sejam causadas pelo Superior, pelo Secundário ou por qualquer outra parte. A Google reserva-se o direito de efetuar ações de aplicação de políticas relativamente ao Superior (incluindo a desativação da utilização da MCM por parte do Superior) como resultado de tais violações. Se a utilização da MCM por parte do Superior for desativada, este deixa de poder gerir ou representar qualquer Inventário Secundário através dos Serviços. Salvo indicação em contrário nos Termos de Utilização do Programa de Parceiros MCM celebrados entre o Parceiro e a Google, a Google não tem qualquer obrigação de prestar apoio técnico a qualquer Superior, Secundário ou Inventário Secundário.

Inventário de vídeo. O inventário de vídeo (as chamadas de anúncios in-stream, tanto de conteúdo de vídeo linear como de jogos online) ("Inventário de Vídeo") proveniente de um Secundário para rentabilização em qualquer serviço Google apenas é permitido quando o Superior: (i) for proprietário do leitor de vídeo, (ii) for proprietário do conteúdo de vídeo ou (iii) detiver os direitos de venda exclusivos sobre o conteúdo de vídeo. Além disso, o Superior e o Secundário são responsáveis por garantir que todo o Inventário de Vídeo está em conformidade com as presentes Políticas da MCM do Ad Manager. O Superior e o Secundário também são responsáveis por garantir que todas as Propriedades de Segmentação com leitores de vídeo incorporados que contêm Inventário de Vídeo estão em conformidade com as presentes Diretrizes para parceiros do Google Ad Manager.

2. Políticas adicionais aplicáveis a toda a Rentabilização da Google (Acordos preferidos, Garantido de forma programática, Leilão privado e Leilão aberto)

Para além das políticas descritas na Secção 1 acima, os Parceiros que participarem em qualquer transação da Rentabilização da Google têm de aceitar as políticas descritas na presente Secção 2. A "Rentabilização da Google" significa Acordos preferidos, Garantido de forma programática, Leilão privado e Leilão aberto.

Se o Parceiro violar os termos e/ou as políticas de outro produto de distribuição da Google (por exemplo, o AdSense ou o AdMob), a Google poderá sem aviso prévio suspender ou, imediatamente após o aviso, cessar a utilização dos Serviços por parte do Parceiro.

2.1. Proibição de representação fraudulenta

Não é permitido aos Parceiros prestarem informações falsas relativas ao conteúdo dos seus Sites aos compradores que os levem a segmentar erradamente os anúncios para esses Sites. Consulte as diretrizes de qualidade para webmasters para obter orientações sobre as práticas recomendadas.

2.2. Políticas da Scaled Partner Management ("SPM")

A Gestão de vários clientes (MCM) vai substituir a Scaled Partner Management nos próximos meses. 

  • Durante o período de transição, a SPM pode ser utilizada juntamente com a MCM. Tenha em atenção que o não cumprimento dos requisitos de migração fornecidos pela Google pode afetar as suas campanhas.
  • Certifique-se de que segue a linha cronológica da migração ou comece a utilizar a funcionalidade Gerir inventário ou Gerir conta da MCM.

Salvo disposição em contrário, os termos definidos na presente Secção aplicam-se apenas à Secção 1.5 e à presente Secção 2.2.

Registo Secundário. Na presente Secção 2.2, o Parceiro é um "Superior" se este vender inventário de publicidade através da Rentabilização da Google num Site que não seja pertencente e explorado por um Parceiro ("Inventário Secundário"). Antes de vender Inventário Secundário através da Rentabilização da Google ao abrigo da SPM, o Superior tem de registar corretamente o Inventário Secundário e a parte proprietária do Inventário Secundário ("Secundário") através da funcionalidade SPM e o Superior tem de agir em conformidade com estas Políticas da SPM. Se o Superior não registar o Inventário Secundário e os respetivos Secundários através da SPM, não pode rentabilizar esse Inventário Secundário através da Rentabilização da Google.

O Superior deve ter uma relação contratual direta com cada Secundário que, por sua vez, conceda ao Superior todos os direitos necessários para disponibilizar e gerir o Inventário Secundário do Secundário através da Rentabilização da Google.

O Superior tem de garantir que cada Secundário é proprietário de todos os Sites do Inventário Secundário que o Superior regista na SPM, incluindo do domínio raiz de todos os Websites e de todas as apps incluídos no Inventário Secundário, exceto com autorização expressa da Google. O Inventário Secundário não pode ter sido reprovado anteriormente pela Google. Para efeitos de clarificação, as redes de publicidade e os vendedores de multimédia não podem estar registados como Secundários, a não ser no que diz respeito ao Inventário Secundário do qual são proprietários (o que exige, sem limitação, ser proprietário do domínio raiz (no caso de Websites) e de todas as apps incluídos no Inventário Secundário), exceto com autorização expressa da Google.

A Google ou o respetivo agente pode contactar um Secundário para efeitos de validação da sua relação com o Superior.

O Inventário Secundário está sujeito às mesmas políticas e regras de qualquer outro tipo de inventário que utilize a Rentabilização da Google, incluindo as regras de leilão. Para efeitos de clarificação, o Superior permanece totalmente responsável por todas e quaisquer violações de políticas do respetivo Inventário Secundário, quer sejam causadas pelo Superior, pelo Secundário ou por qualquer outra parte. A Google reserva-se o direito de efetuar ações de aplicação de políticas relativamente ao Superior (incluindo a desativação da utilização da SPM por parte do Superior) como resultado de tais violações. Se a utilização da SPM por parte do Superior for desativada, este deixa de poder rentabilizar qualquer Inventário Secundário através da Rentabilização da Google. A Google não tem qualquer obrigação de prestar apoio técnico a qualquer Secundário ou Inventário Secundário.

Os Superiores não podem utilizar a Rentabilização da Google para vender Inventário Secundário para o qual paguem ou recebam, direta ou indiretamente, uma partilha de receita a ou de uma entidade que, de outro modo, impediria a rentabilização do inventário.

Inventário de vídeo. O Inventário de Vídeo (as chamadas de anúncios in-stream, tanto de conteúdo de vídeo linear como de jogos online) proveniente de um Secundário para a Rentabilização da Google apenas é permitido quando o Superior (i) for proprietário do leitor de vídeo, (ii) for proprietário do conteúdo de vídeo ou (iii) detiver os direitos de venda exclusivos sobre o conteúdo de vídeo. Além disso, o Superior é responsável por assegurar que todo o Inventário de Vídeo cumpre as presentes Políticas da Scaled Partner Management. O Superior também é responsável por assegurar que todos os Sites com leitores de vídeo incorporados que contêm Inventário de Vídeo ("Sites Incorporados") agem em conformidade com as presentes Diretrizes para parceiros.

2.3. Requisitos de chamadas de anúncio

Informações sobre o domínio do inventário de publicidade. O Parceiro tem de fornecer informações de domínio exatas nas suas chamadas para a Rentabilização da Google. Os pedidos de anúncio com informações de domínio incorretas poderão não ser processados e poderão resultar num anúncio em branco. O Parceiro apenas pode efetuar chamadas para a Rentabilização da Google a partir de domínios que tenha registado na Google através da interface do utilizador do Google Ad Manager ou conforme especificado no respetivo contrato do Google Ad Manager.

Restrições à transmissão e redirecionamento de inventário. Assim que um Parceiro tiver efetuado uma chamada de anúncio para a Rentabilização da Google de uma determinada impressão, não está autorizado a transmitir essa impressão através de qualquer outro sistema (incluindo o sistema do próprio Parceiro) que atribua chamadas de anúncios de forma dinâmica ou programática com base em informações de preços em tempo real estimados ou reais.

Colocar anúncios em cache. Os anúncios publicados em aplicações para dispositivos móveis ("Anúncios na App") ou os sites acessíveis através de um navegador para dispositivos móveis devem ser solicitados de forma dinâmica e, em sites concebidos para visualização em dispositivos móveis, atualizados quando a página é atualizada.

2.4. Requisitos do código do anúncio

O código do anúncio tem de ser implementado de acordo com os seguintes requisitos e quaisquer outras instruções da Google:

Posicionamento do anúncio. O código do anúncio não pode ser implementado de tal forma que os anúncios: (i) sejam colocados em Sites cujo conteúdo ou URL possa levar os utilizadores a pensarem que estão associados à Google devido à utilização indevida de logótipos, marcas comerciais ou outras caraterísticas da marca ou (ii) sejam colocados sobre, no interior ou junto a outros produtos ou serviços Google de modo que viole as políticas desse produto ou serviço.

Além disso, os Parceiros estão proibidos de apresentar anúncios através da Rentabilização da Google em páginas carregadas em pop-ups ou pop-unders.

Anúncios na app. Os Parceiros devem implementar os Anúncios na App com a versão mais recente do método SDK de anúncios para dispositivos móveis da Google ("SDK de GMA") ou uma implementação alternativa aprovada pela Google.

  • Saiba mais sobre a documentação do SDK de GMA para Android e iOS

A Google deixou de suportar SDKs de GMA para Android e iOS cuja versão seja inferior à 7.0.0. Os Parceiros não podem partilhar com terceiros o código-fonte do SDK de GMA nem o código não compilado do SDK de GMA.

Modificar o código. Não é permitido modificar o código do anúncio, nem manipular o comportamento padrão, a segmentação ou o fornecimento de anúncios de forma alguma, exceto se explicitamente permitido pela Google. Por exemplo, os Parceiros não podem ajustar nem alterar as informações (i) enviadas de um cliente para uma etiqueta ou um código do anúncio do Google Ad Manager ou (ii) enviadas de uma etiqueta ou de um código do anúncio do Google Ad Manager para um cliente.

Requisitos técnicos. Os Parceiros não têm permissão, seja diretamente ou através de terceiros, para (i) implementar qualquer acompanhamento de cliques de anúncios ou (ii) armazenar ou colocar em cache, de forma não transitória, quaisquer dados relacionados com anúncios publicados através da Rentabilização da Google.

Exemplo de código. Qualquer exemplo de código fornecido pela Google trata-se de uma Funcionalidade Beta experimental e não suportada. É fornecido apenas por comodidade e destina-se à criação de um modelo de uma possível solução.

2.5. Conteúdo do site

Os Sites que apresentam anúncios através da Rentabilização da Google não podem incluir qualquer conteúdo que seja proibido pelas (i) Políticas do Programa de Plataformas ou (ii) Políticas para Publicadores Google.

Os Sites que apresentam anúncios através da Rentabilização da Google que incluem conteúdo abrangido pelas restrições para publicadores Google vão, provavelmente, receber menos publicidade do que outro conteúdo não restrito. O Google Ads vai continuar a não publicar qualquer um destes conteúdos restritos. Apenas vai receber anúncios de outros produtos de publicidade ou através da utilização de acordos diretos entre publicadores e anunciantes.

2.6. Publicidade baseada em interesses

A utilização, por parte do Parceiro, de uma lista de remarketing ("Lista de Utilizadores") de quaisquer cookies de publicidade da Google associados a um Utilizador ("Cookie de Utilizador") tem de estar em conformidade com as disposições de publicidade baseada em interesses das Políticas do Programa de Plataformas e das seguintes políticas:

Política de Cookies de Publicidade. A utilização do Cookie de Utilizador, por parte do Parceiro, por meio de uma Lista de Utilizadores também está sujeita à Política de Cookies de Publicidade da Google.

Transparência da lista de utilizadores. O Parceiro concede à Google o direito de revelar a qualquer Utilizador cujo ID do cookie associado faça parte das Listas de Utilizadores do Parceiro (i) que o ID do cookie associado do Utilizador está incluído em, pelo menos, uma das Listas de Utilizadores do Parceiro e (ii) o domínio ou o nome a apresentar do Parceiro aplicável. O Parceiro concede este direito, independentemente de ter ou não optado por disponibilizar o respetivo inventário com um ID anónimo.

Remarketing de anúncios na app. Para permitir o remarketing de Anúncios na App mediante identificadores de dispositivo móvel concebidos para publicidade ("identificador de dispositivo específico de publicidade"), o Parceiro tem de divulgar na respetiva política de privacidade (i) que recolherá identificadores de dispositivo específicos de publicidade e os transmitirá a terceiros, a menos que o utilizador tenha recusado o acompanhamento de anúncios para o dispositivo e (ii) o modo como um utilizador que tenha recusado o acompanhamento de anúncios pode repor esse identificador para desassociar o dispositivo dos dados de remarketing recolhidos e transmitidos antes da recusa.

2.7. Limite de pagamento

Os Parceiros têm de ter um saldo mínimo de 100 $ nas respetivas contas do Google Ad Manager no final de um dado mês para poderem receber o pagamento da Rentabilização da Google. Os saldos das contas inferiores a 100 $ transitam para o mês seguinte.

2.8. Atividade inválida

Além das disposições sobre atividade inválida presentes nas Políticas do Programa de Plataformas, os Parceiros também devem cumprir o seguinte:

Várias chamadas. Para uma determinada impressão, os Parceiros não podem efetuar chamadas de anúncios repetidas para anúncios Google de tal forma que tente abusar, obter uma vantagem injusta ou interferir no leilão de anúncios.

Funcionalidades da plataforma de apps. Os Parceiros que utilizam as funcionalidades da plataforma de apps não estão autorizados a transmitir a oportunidade de impressão através de qualquer intermediário (incluindo o sistema do próprio Parceiro) que atribua pedidos de anúncios de forma dinâmica ou programática com base em informações de preços em tempo real estimados, reais ou outros. As funcionalidades da plataforma de apps incluem o Open Bidding.

Comportamento do site. Os Parceiros estão proibidos de apresentar anúncios publicados através da Rentabilização da Google em Websites e outras propriedades que executem qualquer uma das seguintes ações: (i) alteração das preferências do utilizador ou execução de transferências sem o consentimento expresso do utilizador; (ii) redirecionamento dos utilizadores para Websites não desejados; (iii) inclusão de pop-ups ou outros elementos que interfiram na navegação no site; ou (iv) inclusão ou acionamento de pop-unders.

Origens de tráfego. Os Parceiros não têm autorização para rentabilizar, através da Rentabilização da Google, quaisquer Sites que:

  • Sejam carregados com software capaz de acionar pop-ups;
  • Redirecionem utilizadores para Websites não desejados; ou
  • Modifiquem definições do navegador ou interfiram, de outro modo, na navegação no site. Concretamente, esta proibição impede a utilização de um sistema que sobreponha ou crie espaço publicitário em determinado Site sem a autorização expressa do proprietário do Site, incluindo barras de ferramentas.

2.9. Funcionalidade de sinais encriptados de publicadores

Toda a utilização da funcionalidade de sinais encriptados de publicadores tem de cumprir os seguintes requisitos:

  • Quando a funcionalidade é utilizada para transmitir dados através dos sistemas da Google ao licitador selecionado por um publicador, o publicador tem de garantir que a recolha de sinais está em conformidade com todos os requisitos legais e de privacidade atuais, e que não interfere de forma alguma com os processos de publicação de anúncios da Google.
  • Os dados transmitidos através dos sistemas da Google por sinais encriptados de um publicador têm de estar ocultos para que os sinais não tenham significado para a Google e apenas possam ser interpretados pelo comprador selecionado pelo publicador.

Os dados encriptados transmitidos através da funcionalidade estão isentos da cláusula Atividade inválida ao abrigo das Políticas do Programa de Plataformas e da cláusula Identificação de utilizadores das Políticas para Publicadores Google, na mesma medida que os cookies HTTP ou os identificadores de dispositivos móveis redefiníveis concebidos para utilização em publicidade.

2.10. Vídeo e jogos

Requisitos do conteúdo do site e do conteúdo de vídeo. O inventário de vídeo tem de ser implementado de acordo com a Política de Publicadores de Vídeo e quaisquer outras instruções provenientes da Google. Os Parceiros devem fornecer e manter metadados e URLs de descrição exatos para todo o conteúdo de vídeo e jogos.

Os Parceiros que utilizem o SDK para anúncios multimédia interativos (IMA) da Google para apresentar anúncios através do inventário de vídeo da Rentabilização da Google são responsáveis por assegurar que tanto o conteúdo de vídeo, como os Sites Incorporados, estão em conformidade com os requisitos de conteúdo do site indicados nas presentes Diretrizes para parceiros. Estes Parceiros devem divulgar nas suas políticas de privacidade que terceiros poderão recolher determinados tipos de informação sobre a visita dos utilizadores aos respetivos Sites, incluindo se os utilizadores interagiram com o conteúdo desses sites.

O conteúdo alojado no YouTube apenas pode ser rentabilizado através do Programa de parceiros do YouTube e não através do SDK para IMA.

2.11. Anúncios de posição fixa

Os Parceiros que implementarem anúncios de posição fixa através do Google Ad Manager têm de cumprir as Diretrizes e restrições relativas à implementação de anúncios de posição fixa.

3. Políticas adicionais aplicáveis apenas ao leilão aberto

Para além das políticas indicadas nas Secções 1 e 2 acima, os Parceiros que participarem no leilão aberto têm de cumprir as políticas indicadas na presente Secção 3. (Para efeitos de clarificação, os Sites que posicionarem anúncios através da Análise inicial têm de cumprir as presentes políticas.)

3.1. Posicionamento do anúncio no leilão aberto

Os anúncios posicionados através do leilão aberto não devem ser: (i) apresentados em botões expansíveis ou animações; (ii) integrados numa aplicação informática não baseada na Web, exceto com aprovação expressa da Google; (iii) colocados em programas de email ou em emails, incluindo boletins informativos por email, exceto com autorização expressa da Google; ou (iv) colocados por baixo ou junto a botões ou qualquer outro objeto de um modo que interfira na interação normal de um utilizador com o Website ou o anúncio.

Os Parceiros que rentabilizem Sites através do leilão aberto têm de assegurar que, em qualquer altura, os Anúncios na Página (anúncios que permanecem dentro dos limites das dimensões definidas do espaço de anúncio), os Anúncios na App (anúncios publicados em aplicações para dispositivos móveis) e outros materiais promocionais pagos não excedem a quantidade de conteúdo do Site.

3.2. Posicionamento dos anúncios na app no leilão aberto

Os Anúncios na App posicionados através do leilão aberto não devem ser posicionados: (i) por baixo ou junto a botões ou qualquer outro objeto de um modo que interfira na interação normal de um utilizador com a app ou o anúncio; (ii) de maneira que impeçam, de qualquer outro modo, o utilizador de ver o conteúdo de uma app; ou (iii) num ecrã "sem saída" do qual o utilizador não consegue sair sem clicar no anúncio e o utilizador não é notificado de que o botão página inicial provocará a saída da app.

3.3 Restrições de parceiros no leilão aberto

Os Parceiros podem optar por bloquear anunciantes, redes de compradores, fornecedores de multimédia e anúncios que utilizem a etiquetagem como forma de criar ou utilizar listas de remarketing ou que utilizem cookies com base em categorias de interesses. Estas restrições podem ser definidas por segmento de inventário ou de forma independente ao nível da conta. Embora a Google não possa garantir o cumprimento destas restrições, disponibiliza a validação de sites e de criativos.

3.4. Inventário de vídeo no leilão aberto

O Inventário de Vídeo no leilão aberto, incluindo o inventário de anúncios in-stream em jogos online, tem de ser implementado de acordo com as instruções da Google. Os Parceiros não estão autorizados a: (i) gerir o tráfego de leitores de vídeo rentabilizados com posicionamentos para anúncios de display convencionais, como blocos em faixa ou (ii) utilizar faixas de anúncios e imagens como fundos de modelo para conteúdo de vídeo e de jogos. Os anúncios devem ser posicionados de modo que os utilizadores possam distingui-los claramente do conteúdo de vídeo e de jogos.

3.5. Google Ads no leilão aberto

Quando apresentar anúncios Google nos respetivos Sites, o Parceiro também tem de agir em conformidade com as Políticas do Programa AdSense, nas quais o "parceiro" é denominado "publicador". Quando apresentar anúncios Google dentro de uma app, o Parceiro também tem de agir em conformidade com as Políticas do Programa AdMob.

Última atualização a 30 de setembro de 2021

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.

true
Notas de lançamento

Leia acerca das mais recentes funcionalidades do Ad Manager e das atualizações do Centro de Ajuda.

Ver as novidades

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar no Centro de ajuda
true
148
false