Versões da biblioteca JavaScript da GPT salvas localmente

Você não deve veicular versões em cache de gpt.js, gpt_mobile.js ou pub-ads_impl_XX.js a partir do seu próprio servidor.

Usar uma versão do JavaScript salva localmente talvez não funcione em novas versões de navegadores ou sistemas operacionais e não poderá ser atualizada com novos recursos e aprimoramentos. As versões antigas da biblioteca GPT poderão ser encerradas a qualquer momento, podendo ocasionar a perda de receita de anúncios, caso a entrega de anúncios às tags seja interrompida.

Você deve depender somente da GPT API publicada, e não de detalhes internos de implementação da tag. A implementação do JavaScript da GPT e as manipulações de DOM usadas na renderização do anúncio podem sofrer alterações conforme lançamos novos recursos com nossas tags. Por isso, se você depender de detalhes precisos, seu site poderá apresentar comportamentos inesperados.

Consulte as instruções de implementação detalhadas no Guia de Referência de API da Tag do editor do Google e em Amostra de Tags do editor do Google.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?