Políticas do programa do Ad Manager e do Ad Exchange

Marcar uma solicitação de anúncio com tratamento para direcionamento a crianças (TFCD)

É possível marcar suas solicitações de anúncio para que elas sejam tratadas como direcionadas a crianças. Esse recurso foi criado para ajudar a cumprir a Lei de Proteção da Privacidade On-line das Crianças (COPPA, na sigla em inglês). Talvez você tenha outras obrigações legais de acordo com essa lei. Leia a orientação da FTC e consulte seu advogado. As ferramentas do Google foram criadas para facilitar a conformidade e não livram os editores das obrigações legais.

Ao usar este recurso, um parâmetro chamado "Tag do tratamento para direcionamento a crianças" (TFCD, na sigla em inglês) será incluído na sua solicitação de anúncio. O parâmetro serve para desativar ou permitir publicidade com base em interesses e anúncios de remarketing desse conteúdo. O parâmetro não afeta seu uso das chaves-valor do Ad Manager. Consequentemente, assegure-se de que o uso de chaves-valor esteja em conformidade com a COPPA. Consulte nossa Orientação sobre a COPPA para mais informações.

A inclusão do parâmetro TFCD a uma solicitação de anúncio tem precedência sobre outras configurações aplicáveis no nível do site.

Se a configuração "Anúncios direcionados a crianças" estiver disponível na interface do usuário, a configuração "Limitar exibição de itens de linha" para itens de linha de reserva será aplicada somente se for detectado que a solicitação é do EEE ou se você tiver configurado o Ad Manager de acordo.*


* Essa configuração permite a seleção dos tipos de anúncios que podem ser veiculados para usuários no Espaço Econômico Europeu (EEE).

As diretrizes a seguir descrevem como marcar suas tags como direcionadas ao público infantil e incluem os seguintes tópicos:

Se você usar os serviços de publicidade do Google e quiser implementar um tratamento para direcionamento a crianças no nível do site ou do aplicativo, e não nas suas solicitações de anúncio, consulte o artigo Marcar um site ou aplicativo como direcionado ao público infantil. Em geral, o proprietário do conteúdo que controla o site ou aplicativo determina como o material será tratado em relação à COPPA. Mesmo que você não envie uma notificação, em alguns casos, o Google pode começar a tratar seu site ou aplicativo como direcionado ao público infantil, de acordo com nossas próprias obrigações relativas à COPPA. Nesses casos, tentaremos notificar você, e será possível usar as Ferramentas do Google para webmasters ou o SDK da AdMob para definir um tratamento específico.

Tags do editor do Google (GPT)

Se você usar a GPT, poderá marcar uma solicitação de anúncio com um status direcionado a crianças usando a seguinte chamada da API:

googletag.pubads().setTagForChildDirectedTreatment(int options);

Defina o parâmetro options como o valor inteiro 1 para marcar a solicitação de anúncio como direcionado a crianças. Defina esse mesmo parâmetro como 0 para as solicitações de anúncios não direcionados a crianças.

Para garantir que as opções especificadas sejam acionadas antes da solicitação de anúncios para a página, configure a chamada da API GPT setTagForChildDirectedTreatment no início da execução da sua página. Se a chamada não for feita com antecedência suficiente, talvez a sinalização do direcionamento a crianças não seja considerada em todas as solicitações de anúncio. Por exemplo, sua chamada para setTagForChildDirectedTreatment precisa ser executada antes de uma chamada para googletag.enableServices(), googletag.pubads().display(...).

As chamadas subsequentes para atualizar os locais do anúncio (usando googletag.pubads().refresh) considerarão as alterações feitas usando setTagForChildDirectedTreatment desde a última solicitação para o local do anúncio.

Assim que a chamada de API for feita para marcar uma solicitação de anúncio com um status de direcionamento a crianças, o valor não poderá ser desfeito. Quando o valor for desfeito, todas as novas solicitações de anúncio na mesma visualização de página usarão como padrão a configuração do site, se aplicável. Cancele a definição do status direcionado a crianças usando a seguinte chamada de API:

googletag.pubads().clearTagForChildDirectedTreatment();

Depois da chamada setTagForChildDirectedTreatmenT(), todas as solicitações de anúncio seguintes obedecerão à configuração até que ela seja alterada ou apagada.

Exemplo de snippet de código da GPT
<script type="text/javascript">
   window.googletag = window.googletag || {cmd: []}; (function() {    var gads = document.createElement("script");    gads.async = true;    gads.type = "text/javascript";    var useSSL = "https:" == document.location.protocol;    gads.src = (useSSL ? "https:" : "http:") + "//securepubads.g.doubleclick.net/tag/js/gpt.js";    var node = document.getElementsByTagName("script")[0];    node.parentNode.insertBefore(gads, node);   })();
</script>
<script type='text/javascript'>
googletag.cmd.push(function() {    googletag.pubads().setTagForChildDirectedTreatment(1);    googletag.defineSlot('/1234/sports/football', [728, 90],'div_1').addService(googletag.pubads());
    googletag.enableServices();
});  
</script>

Tags de passback da GPT

As tags de passback da GPT funcionam para exibir anúncios de um editor do Ad Manager a outro, independentemente de eles usarem a veiculação de anúncios dessa plataforma ou um servidor de anúncios de terceiros. As tags são enviadas de um editor do Ad Manager A ao editor B, onde são trafegadas usando o servidor de anúncios do editor B.

Ao usar as tags de passback da GPT, você pode marcar uma solicitação de anúncio com um status direcionado a crianças incluindo o comando a seguir na sua chamada da API:

setTagForChildDirectedTreatment(int options);

Defina o parâmetro options como o valor inteiro 1 para marcar a solicitação de anúncio como direcionado a crianças. Defina esse mesmo parâmetro como 0 para as solicitações de anúncios não direcionados a crianças.

O snippet da GPT precisa ser processado em um iframe para impedir que o passback herde quaisquer configurações de nível de página de qualquer outra instância da GPT em execução na página do editor.

Ao usar tags de passback, o anúncio inicial será solicitado ao Ad Manager para o editor A usando TFCD=1, TFCD=0 ou nenhuma dessas opções. Quando o criativo for veiculado na página, a macro %%TFCD%% "herdará" o valor da solicitação de anúncio inicial. A solicitação de anúncio para o editor B será feita com o valor da primeira solicitação. O uso da macro %%TFCD%% funcionará somente se tanto o editor A quanto o B usarem a veiculação de anúncios do Ad Manager.

Exemplo de snippet de código de passback da GPT
<script async src="https://securepubads.g.doubleclick.net/tag/js/gpt.js"></script>
<div id='gpt-passback'>
  <script>
     window.googletag = window.googletag || {cmd: []};
       googletag.cmd.push(function() {
         googletag
           .defineSlot('/123/sports', [300, 250], 'gpt-passback')

           .setTagForChildDirectedTreatment(1)
           .addService(googletag.pubads());
         googletag.pubads().set('page_url', 'mydomain.com/mypage.html');
         googletag.enableServices();
         googletag.display('gpt-passback');
     });
  </script>
</div>
Exemplo de snippet de código de passback da GPT usando a macro %%TFCD%%
<script async src="https://securepubads.g.doubleclick.net/tag/js/gpt.js"></script>
<div id='gpt-passback'>
  <script>
     window.googletag = window.googletag || {cmd: []};
       googletag.cmd.push(function() {
         googletag
           .defineSlot('/123/sports', [300, 250], 'gpt-passback')
           
.setTagForChildDirectedTreatment(%%TFCD%%)
           .addService(googletag.pubads());
         googletag.pubads().set('page_url', 'mydomain.com/mypage.html');
         googletag.enableServices();
         googletag.display('gpt-passback');
     });
  </script>
</div>

Saiba mais sobre as tags de passback da GPT e as macros.

Solicitação sem tag

Ao usar Solicitações sem tag, você pode marcar uma solicitação de anúncio com um status direcionado a crianças adicionando o parâmetro tfcd=[int] diretamente ao URL da solicitação de tag. É preciso especificar previamente o parâmetro na tag. Por precaução, coloque-o nos 500 caracteres iniciais. Especifique tfcd=1 para marcar a solicitação de anúncio como de direcionamento a crianças. Caso contrário, use tfcd=0. Exemplo:

https://securepubads.g.doubleclick.net/gampad/adx?tfcd=1&iu=/12345/adunit&sz=728x90&c=12345

SDK dos anúncios para dispositivos móveis do Google

Como desenvolvedor de aplicativos, você pode indicar se quer que o Google trate seu conteúdo como direcionado ao público infantil quando for fazer uma solicitação de anúncio.

É possível configurar tagForChildDirectedTreatment para indicar se seu conteúdo deve ser tratado como direcionado ao público infantil para fins de conformidade com a COPPA. Leia a documentação do desenvolvedor para Android e iOS e receba mais informações.

Tratamento para direcionamento a crianças na mediação
A mediação facilita o cumprimento da Lei de proteção à privacidade on-line infantil (COPPA, na sigla em inglês).
Para manter a conformidade com a COPPA, defina tagForChildDirectedTreatment(true) no SDK dos anúncios para dispositivos móveis do Google a fim de indicar que seu conteúdo deve ser tratado como direcionado a crianças. O Google disponibiliza essa sinalização para redes de anúncios de terceiros na mediação com o objetivo de facilitar a conformidade com a COPPA. Saiba mais
O Google Ad Manager serve simplesmente como uma plataforma. O relacionamento de publicidade é entre o desenvolvedor do aplicativo para dispositivos móveis e a rede de anúncios de terceiros. Por isso, é responsabilidade do desenvolvedor garantir que cada rede de anúncios de terceiros veicule anúncios que tratam o conteúdo dele como direcionado a crianças a fim de manter a conformidade com a COPPA.

SDK do Interactive Media Ads do Google (para vídeo)

Em solicitações de vídeo, é possível configurar o Google para tratar seu conteúdo de vídeo como direcionado a crianças anexando o parâmetro tfcd=1 à sua tag de anúncio. Faça isso com uma tag de vídeo principal criada manualmente ou usando um SDK do IMA específico à plataforma (HTML5, iOS ou Android).

Se o player de vídeo usar a Inserção de anúncios dinâmicos, ele também poderá incluir o parâmetro tfcd=1 com uma solicitação de vídeo on demand (VOD) ou de transmissão ao vivo para passar o parâmetro a todas as solicitações de anúncios incluídas.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?