Notificação

Receba respostas para suas perguntas rapidamente twittando ao @TeamYouTube em português. Estamos aqui para ajudar e trazer a você as últimas notícias e atualizações!

Como entender as estatísticas da receita de anúncios

É possível verificar sua receita do YouTube e o desempenho do canal com métricas no YouTube Analytics. Algumas métricas são parecidas, mas as diferenças entre elas são importantes para entender sua receita de publicidade no YouTube.

RPM

A RPM é uma métrica que representa quanto dinheiro você ganhou por mil visualizações nos vídeos. Ela tem como base várias fontes de receita, incluindo Super Chat, anúncios, Clubes dos canais, YouTube Premium e Super Stickers.

Por que minha RPM é menor que o CPM?

Isso geralmente acontece porque a RPM:
  • é calculada após a participação na receita do YouTube;
  • considera todas as visualizações, incluindo aquelas que não geraram receita.
A quantidade de dinheiro que você ganha não mudou por causa da adição da métrica de RPM.

Qual a diferença entre a RPM e o CPM?

O CPM é o custo por mil impressões de anúncio antes da participação na receita do YouTube. A RPM é sua receita total (após a participação) por mil visualizações.

RPM

CPM

  • Métrica voltada ao criador de conteúdo
  • Considera a receita total informada no YouTube Analytics, incluindo anúncios, YouTube Premium, Clubes dos canais, Super Chat e Super Stickers
  • Considera o número total de visualizações dos seus vídeos, inclusive aquelas que não geraram receita
  • A receita real gerada após a repartição de receita.
  • Métrica voltada ao anunciante
  • Inclui apenas a receita dos anúncios e do YouTube Premium
  • Inclui apenas as visualizações dos vídeos que geraram receita (por exemplo: anúncios foram veiculados)
  • Ganhos antes da participação na receita

Por que a RPM é importante?

Essa métrica permite ver quanto dinheiro você ganha a cada mil visualizações. Também ajuda a entender a eficiência geral da sua monetização.

Como posso aumentar minha RPM?

Para aumentar a RPM, é necessário melhorar a receita total. Confira alguns passos:
  • Ative a monetização em todos os vídeos.
  • Ative os anúncios intermediários.
  • Ative outras alternativas de monetização (por exemplo, assinaturas, Super Chat) para diversificar suas fontes de receita.

É importante lembrar que cada recurso tem diretrizes e requisitos próprios.

O que significa quando minha RPM está crescendo ou diminuindo?

A RPM é um resumo do ritmo em que você ganha dinheiro no YouTube. Se ela aumentar, significa que você está gerando mais receita a cada mil visualizações, e se ela diminuir, então o contrário está acontecendo. A RPM pode diminuir quando há um aumento em visualizações não monetizadas, mesmo que sua receita não tenha mudado.
O aumento ou a diminuição da RPM é um bom indicador do que está ou não funcionando na sua estratégia de receita. Entender o que afeta sua RPM pode ajudar você a identificar oportunidades para melhorar essa estratégia.

O que a RPM não me diz sobre a receita?

Essa métrica mostra informações úteis sobre monetização aos criadores de conteúdo, mas ela não consegue apresentar todos os dados relacionados à sua receita. Ela não inclui estas informações:

  • Receita gerada com a venda de produtos ou usando a estante do canal
  • Receita gerada por meio de parcerias com marcas e patrocínios (exceto o YouTube BrandConnect)
  • Qualquer outra receita gerada indiretamente pelo YouTube (taxas de serviços, palestras, consultorias)

A RPM não pode mostrar qual fonte de receita é responsável pelas mudanças na sua monetização

a RPM combina várias métricas, então não é possível dizer qual fonte de receita é responsável pela variação.

Por exemplo, um aumento nas visualizações pode causar uma diminuição na RPM, porque nem todas as exibições tinham anúncios ativados. Ou talvez você veja sua RPM aumentar sem haver mudanças significativas nas visualizações, porque os espectadores estão se tornando membros usando os Clubes dos canais.

Recomendamos usar todos os tipos de estatística que o YouTube oferece para entender totalmente as mudanças na sua RPM.

CPM

O custo por mil impressões (CPM) é uma métrica que representa quanto dinheiro os anunciantes estão gastando para veicular anúncios no YouTube. É possível ver algumas métricas de CPM diferentes no YouTube Analytics:

  • CPM: o custo que um anunciante paga por mil impressões de anúncios. Uma impressão é contada sempre que um anúncio é exibido.
  • CPM baseado em reprodução: o custo que um anunciante paga por mil exibições de vídeo em que um anúncio é veiculado.

Qual é a diferença entre o CPM e o CPM baseado em reprodução?

Os vídeos no YouTube podem ter mais de um anúncio. O foco do CPM é o custo do anunciante para impressões. Já o CPM baseado em exibição é o custo do anunciante para visualizações de vídeo que incluem um ou mais anúncios. Geralmente, o CPM com base em exibição é maior que o CPM normal.
Por exemplo, imagine que seu vídeo tenha sido visualizado 5 mil vezes. Mil exibições incluíram apenas um anúncio e outras 500 incluíram dois, totalizando 1.500 visualizações com anúncios. Isso significa que houve 2 mil impressões individuais de anúncios, mas apenas 1.500 exibições monetizadas.
Agora imagine que o anunciante pagou um total de US$ 7. O custo por impressão do vídeo seria igual a esse valor dividido pelas 2 mil impressões de anúncios, ou seja, US$ 0,0035. O CPM, ou custo por mil impressões, seria igual a US$ 0,0035 vezes mil, que resultaria em US$ 3,50. Por outro lado, o CPM baseado em exibição seria igual a US$ 7 dividido pelas 1.500 reproduções que geraram receita vezes mil, o que equivale a US$ 4,67.

Por que o CPM é importante?

Quando um anúncio é exibido no seu vídeo, você recebe uma parcela do valor pago pelos anunciantes. Quanto maior o investimento deles, mais dinheiro você ganha. O CPM é um bom indicador do quanto os anunciantes acham que seus vídeos e seu público ajudam a alcançar as metas comerciais deles.
Sua receita não será igual ao valor do CPM multiplicado pelas suas visualizações porque o CPM reflete o que os anunciantes pagam, não o que você ganha. Além disso, nem todas as visualizações têm anúncios. Alguns vídeos não se qualificam para mostrar anúncios porque não são adequados para publicidade. Outras exibições de vídeo podem não incluir anúncios devido à falta de anúncios disponíveis. As visualizações que incluem anúncios são chamadas de exibições monetizadas.

Por que há alterações no meu CPM?

As alterações no CPM ao longo do tempo são normais e ocorrem por diversos motivos, como, por exemplo:
  • Época do ano: os anunciantes dão lances maiores ou menores de acordo com a época do ano. Por exemplo, muitos deles oferecem valores mais altos pouco antes de alguns feriados.
  • Mudanças na região geográfica do espectador: os anunciantes podem escolher quais regiões querem alcançar com os anúncios. Os CPMs variam de acordo com os níveis de concorrência no mercado de anúncios de cada local. Se houver uma mudança no local de origem da maioria das suas visualizações, você vai perceber uma alteração no CPM. Por exemplo, caso seu canal já tenha tido visualizações de um local com CPMs altos, mas agora recebe mais visualizações de países com CPMs baixos, haverá uma diminuição no CPM.
  • Mudanças na distribuição de formatos de anúncio disponíveis: tipos de anúncios diferentes costumam ter CPMs diferentes. Por exemplo, se houver mais anúncios não puláveis disponíveis no inventário de anúncios, o CPM poderá ser maior.

Receita estimada e receita de anúncios estimada

  • Receita estimada: é o lucro de todos os tipos de receita, incluindo Clubes dos canais, YouTube Premium e Super Chat. É possível visualizar essa métrica na guia "Receita".
  • Receita de anúncios estimada: é a receita que vem apenas dos anúncios nos vídeos. Essa métrica pode ser visualizada no relatório de fontes de receita.

Visualizações, impressões de anúncios e reproduções monetizadas estimadas

  • Visualizações: número de vezes que o vídeo foi assistido.
  • Impressões de anúncios: número de vezes que anúncios individuais foram visualizados nos vídeos.
  • Exibições monetizadas estimadas: número de vezes que o vídeo foi assistido com anúncios.

Caso seu vídeo seja visualizado dez vezes, e em oito dessas exibições houver anúncios, você terá dez visualizações e oito exibições monetizadas estimadas. Se uma dessas exibições monetizadas estimadas veiculasse dois anúncios, então você teria nove impressões de anúncios.

Nem todas as visualizações no YouTube têm anúncios. Isso ocorre nos seguintes casos:

  • O vídeo não é adequado para publicidade.
  • Os anúncios foram desativados no vídeo.
  • Não há anúncios disponíveis para exibir ao espectador em questão. Os anunciantes podem segmentar conteúdo por dispositivos, informações demográficas e interesses específicos, e talvez o espectador não corresponda a essas definições. Saiba mais sobre os métodos de segmentação disponíveis para anúncios em vídeo.
  • Vários outros fatores, incluindo a região geográfica do espectador, há quanto tempo ele viu o anúncio, a existência de uma assinatura Premium e assim por diante.

Devido a essas visualizações diferentes, você provavelmente terá mais visualizações do que reproduções monetizadas estimadas.

Isso foi útil?

Como podemos melhorá-lo?
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
15416083853805680201
true
Pesquisar na Central de Ajuda
true
true
true
true
true
59