Modo bridge

A maior parte das pessoas não necessita do modo bridge, mas para quem necessita, descrevemos algumas configurações recomendadas abaixo.

Quando utilizar o modo bridge: o modo bridge é necessário apenas quando se depara com casos específicos de Double NAT. Para a maior parte das pessoas, o Double NAT não afeta o desempenho do Wi-Fi. Porém, pode ser um problema se utilizar jogos online ou atribuições de endereços IP, regras de encaminhamento de porta e UPnP. Saiba mais acerca do Double NAT e de quando pode ser necessário o modo bridge.

O Google Wifi é compatível com o modo bridge?

Sim, mas apenas funciona se estiver a utilizar um único ponto Wifi. Se estiver a criar uma rede de malha com vários pontos Wifi, o seu ponto Wifi principal não pode estar no modo bridge. Tal deve-se ao facto de o ponto Wifi principal precisar de efetuar ações especiais para controlar as definições e a comunicação na sua rede Wi-Fi. Se estiver no modo bridge, perde algumas das principais funcionalidades do Google Wifi.

Como posso ativar o modo bridge?

Se estiver a utilizar apenas um ponto Google Wifi e o Double NAT estiver a causar problemas, tem duas opções:

Ativar o modo bridge no modem/router fornecido pelo seu ISP (RECOMENDADO)

A melhor solução para o Double NAT é ativar o modo bridge na sua combinação de modem/router.

Inicie sessão no router ou na combinação de modem/router e procure as respetivas definições para ativar o modo bridge. Para aceder às definições do router, pode ter de abrir um navegador de Internet e introduzir o endereço IP do router na barra de endereço. Veja a imagem de exemplo:

Os detalhes variam consoante o dispositivo. Muitos ISPs e fabricantes fornecem instruções sobre o procedimento.

Ativar o modo bridge no seu ponto Wifi principal (NÃO RECOMENDADO)

Nota: o modo bridge só funciona se estiver a utilizar um único ponto Google Wifi. Se estiver a criar uma rede de malha com vários pontos Wifi, o seu ponto Wifi principal não pode estar no modo bridge.

Embora todos os pontos Wifi adicionais estejam sempre no modo bridge por predefinição, não recomendamos que transforme o ponto Wifi principal num bridge. Tal deve-se ao facto de o ponto Wifi principal precisar de efetuar ações especiais para controlar as definições e a comunicação na sua rede Wi-Fi. Se estiver no modo bridge, perde algumas das funcionalidades do Google Wifi:

Além disso, o modo bridge desativa muitas proteções de segurança do Google Wifi. Tal deve-se ao facto de o router de envio (a combinação de modem/router no cenário acima) ser o que efetua a orientação de DNS, a inspeção de pacotes, a aplicação de patches executáveis, etc.

As atualizações de segurança automáticas do Google Wifi maximizam a privacidade e a segurança. As respetivas funcionalidades de proteção são mais eficazes (e, em alguns casos, apenas são eficazes) quando todo o tráfego passa pelo ponto Wifi principal (em vez de outro router).

Se tiver um router de terceiros, pode ligar um ponto Wifi principal ao mesmo e, em seguida, ligar pontos Wifi "de malha" adicionais a jusante. Aceda aqui para obter passos detalhados.

Ainda pretende transformar o seu ponto Wifi principal num bridge? Veja como o pode fazer:

1. Abra a aplicação Google Wifi.

2. Toque no separador de definições e, de seguida, em Definições de rede.

3. Toque em Redes avançadas > Modo do dispositivo > o seu ponto Wifi > Modo bridge.

4. Toque em Guardar.

Não é possível fazer a transição do seu ponto Wifi principal para o modo bridge se o IP da WAN for um endereço IP público. Para ativar o modo bridge, é necessário existir outro router entre o modem e o ponto Wifi principal. Se a porta WAN do ponto Wifi principal tiver um IP público, significa que tem uma ligação direta ao modem. Neste cenário, a opção do modo bridge não está disponível na aplicação.
 

Perguntas adicionais

Como posso desativar o modo bridge?
  1. Abra a aplicação Google Wifi.
  2. Toque no separador de definições e, de seguida, em Definições de rede.
  3. Toque em Redes avançadas > Modo do dispositivo > o seu ponto Wifi > Modo NAT (padrão).
  4. Toque em Guardar.
Quando é necessário o modo bridge?

Ao ligar dois routers, pode aumentar a cobertura de Wi-Fi na sua casa. Porém, se tiver dois routers, cada um com a sua rede Wi-Fi privada, pode ser difícil para os seus dispositivos pessoais comunicarem entre si. Este cenário é denominado Double NAT.

Por exemplo, imaginemos que pretende imprimir uma imagem sem fios a partir do computador. Se tiver duas redes Wi-Fi, é possível que o computador esteja numa rede e a impressora esteja noutra. Além disso, se ambas as redes forem privadas, o computador não consegue dizer à impressora para imprimir a imagem.

Double NAT

Esta situação também pode resultar em problemas de desempenho se utilizar jogos online ou regras de encaminhamento de porta e UPnP.

O modo bridge resolve este problema ao permitir que vários routers partilhem uma única rede Wi-Fi. Veja um possível resultado:

Modo bridge

Contudo, o Double NAT não é necessariamente um problema. Para a maioria das pessoas, o Double NAT não afeta o desempenho do Wi-Fi. Porém, pode ser um problema se utilizar jogos online ou atribuições de endereços IP, regras de encaminhamento de porta e UPnP. Saiba mais acerca do Double NAT.

 
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?