Migração do antigo para o novo Search Console

Guia de migração para usuários existentes

O processo de criação de uma nova versão do Search Console que substituirá o produto antigo está em andamento. Se você estiver usando o Search Console antigo, este guia mostrará as principais diferenças entre essa e a nova versão da plataforma.

Mudanças gerais

O novo Search Console apresenta os seguintes aprimoramentos em relação à versão antiga:

  • dados de tráfego da pesquisa referentes a 16 meses, em comparação aos 3 meses no produto antigo;
  • informações detalhadas sobre uma página específica (incluindo cobertura de índice, URL canônico, usabilidade em dispositivos móveis e muito mais);
  • fluxos de rastreamento que ajudam a monitorar, corrigir e solicitar um novo rastreamento de páginas afetadas por esse tipo de problemas
  • relatórios e ferramentas novos e aprimorados, descritos a seguir;
  • funcionamento em dispositivos móveis.

Comparação de ferramentas e relatórios

Criamos novas versões de vários relatórios e ferramentas e continuaremos a migrar mais. Veja uma comparação das ferramentas e dos relatórios no antigo e novo Search Console. Esta lista será alterada à medida que continuarmos a adicionar novos relatórios.

Recomendamos usar a versão mais recente de cada relatório conforme ela estiver disponível. Relatórios antigos com um novo equivalente serão removidos em breve.
Relatório do antigo Search Console Substituição no novo Search Console Comparação
Search Analytics

Desempenho

O novo relatório tem 16 meses de dados e é muito mais fácil de usar.
Rich Cards Relatórios de aprimoramento individual Os novos relatórios fornecem informações detalhadas de depuração e uma solicitação de um clique para rastrear problemas corrigidos.
Links para seu site
Links Internos
Links O novo relatório combina os relatórios de Links para seu site e de Links internos com números de contagem de links mais confiáveis.
Status do índice Status da cobertura do índice O novo relatório fornece todas as informações do relatório antigo, além de informações detalhadas sobre o status do rastreamento no índice do Google.
Relatório de sitemaps Sitemaps Contém informações semelhantes, mas com um relatório mais bem elaborado. O relatório antigo é compatível com o teste de um sitemap sem enviá-lo. Já o novo relatório só testa após o envio.
Accelerated Mobile Pages Status de AMP Vários outros tipos de erros são exibidos no novo relatório, além de um fluxo de correção para solicitar a reindexação de páginas com problemas resolvidos.
Ações manuais Ações manuais O novo relatório mostra seu histórico de ações manuais, incluindo solicitações de revisão e resultados.
Fetch as Google Ferramenta de inspeção de URL A Ferramenta de inspeção de URL mostra informações sobre as versões indexadas e ativas de um URL, com a capacidade de solicitar um rastreamento. Novas informações incluem o URL da página canônica, blocos noindex/nocrawl e se o URL está ou não no índice do Google.
Facilidade de uso em dispositivos móveis Facilidade de uso em dispositivos móveis Contém informações semelhantes, mas em um formato mais utilizável. Também fornece um fluxo de correção para solicitar a reindexação de páginas com problemas fixos de usabilidade em dispositivos móveis.
Relatório de errosde rastreamento Relatório de cobertura de índice e Ferramenta de inspeção de URL

Os erros de rastreamento são exibidos no nível do site no novo Relatório de cobertura do índice e no nível do URL individual na nova Ferramenta de inspeção de URL. Esses relatórios ajudam a priorizar a gravidade do problema e a agrupar as páginas por erros semelhantes. Assim, você pode encontrar causas subjacentes comuns.

O relatório antigo mostrava todos os erros encontrados nos últimos três meses, incluindo alguns problemas antigos, transitórios ou relativamente sem importância. Os novos relatórios se concentram nos problemas do último mês que são importantes para o Google. Você só verá um problema se ele puder causar a remoção da página do índice ou impedir que ela seja indexada. 

Além disso, os problemas são exibidos por prioridades. Por exemplo, as mensagens 404 só serão consideradas erros se você solicitar o rastreamento específico de um URL, usando um sitemap, por exemplo.

Esses novos comportamentos ajudam você a se concentrar nos problemas que afetam seu site no índice do Google, em vez de simplesmente informar uma lista de todos os erros encontrados pelo Googlebot.

Os seguintes erros são remapeados ou não exibidos no novo Relatório de cobertura do índice:

Erros de URL: computador

Antiga categoria de erro Substituição
Erro de servidor Todos os erros de servidor são informados no Relatório de cobertura do índice como um erro de servidor (5xx).
Erro soft 404

Esse erro é exibido no Relatório de cobertura do índice como uma das opções a seguir, dependendo se ele foi ou não enviado para o rastreamento:

  • Erro: URL enviado parece ser um soft 404
  • Excluído: erro soft 404
Acesso negado

Esse erro é exibido no Relatório de cobertura do índice como uma das opções a seguir, dependendo se ele foi ou não enviado para o rastreamento:

  • Erro: URL enviado retorna solicitação não autorizada (401)
  • Excluído: bloqueado devido à solicitação não autorizada (401)
Não encontrado

O erro é informado no Relatório de cobertura do índice como uma das opções a seguir, dependendo se ele foi ou não enviado para o rastreamento:

  • Erro: URL enviado não encontrado (404)
  • Excluído: não encontrado (404)
Outro O erro é exibido como uma anomalia de rastreamento no Relatório de cobertura do índice.

Erros de URL: smartphone

No momento, esses erros não aparecem no relatório, mas esperamos fornecer uma solução para isso.

Erros do site

Os erros do site não são exibidos no novo Search Console.

Problemas de segurança Novo Relatório de problemas de segurança O novo Relatório de problemas de segurança substitui a maior parte da funcionalidade do relatório antigo, além de mostrar um histórico de problemas no seu site.
Dados estruturados Relatórios de teste de pesquisas aprimoradas e de pesquisas aprimoradas Para URLs individuais, use o Relatório de teste de pesquisas aprimoradas (ou Ferramenta de inspeção de URL). Para dados sobre todo o site, consulte os relatórios individuais de pesquisas aprimoradas do seu site. Embora ainda nem todo tipo de pesquisa aprimorada tenha um relatório, estamos expandindo nossa cobertura.
Melhorias de HTML Nenhum Não há relatório equivalente fornecido. Siga as práticas recomendadas para melhorar seus títulos e snippets.
Recursos bloqueados Ferramenta de inspeção de URL Nenhuma visualização de recursos bloqueados em todo o site está disponível. No entanto, você pode ver uma lista de recursos bloqueados para URLs individuais usando a Ferramenta de inspeção de URL.
Aplicativos Android Nenhum Aplicativos Android não serão mais compatíveis com o Search Console após março de 2019.
Conjuntos de propriedades Nenhum Os conjuntos de propriedades não serão mais compatíveis com o Search Console após março de 2019.

 

Não envie os mesmos dados duas vezes. Os dados e as solicitações são compartilhados entre o antigo e o novo Search Console, sem você precisar enviá-los para as duas versões. Por exemplo, caso você tenha enviado uma solicitação de reconsideração ou um sitemap no Search Console antigo, não será necessário enviá-lo novamente para a nova versão da plataforma.

Novas maneiras de realizar tarefas antigas

Algumas etapas de tarefas comuns foram alteradas no novo Search Console. Veja um resumo das mais comuns:

  • Adicionar uma nova propriedade: leia o novo fluxo de propriedade. Todas as propriedades agora são listadas na lista suspensa da barra de navegação em todas as páginas. É possível remover uma propriedade da lista para deixar de receber notificações sobre ela.
  • Gerenciar usuários e permissões: use a nova página de Gerenciamento de usuários no Search Console.
  • Alterar propriedades: use o menu suspenso do seletor de propriedades na seção de navegação do documento.
  • Verificar a presença de robots.txt ou noindex: use a Ferramenta de inspeção de URL para inspecionar o status de robots.txt e noindex da versão indexada ou ativa de uma página.
  • Testar a busca do Googlebot em uma página: use a Ferramenta de inspeção de URL para fazer um teste ao vivo da página.
  • Fazer o upload de um sitemap: use o novo relatório de Sitemaps para fazer o upload de sitemaps. Os sitemaps enviados serão testados imediatamente.
  • Depurar a pesquisa aprimorada: use os Relatórios de aprimoramento individual visíveis na página de status.
  • Procurar erros de indexação no nível do site: use o Relatório de status da cobertura do índice para ver as estatísticas de indexação no nível do site.
  • Procurar erros de índice no nível da página: use a nova Ferramenta de inspeção de URL para conhecer os problemas de rastreamento detalhados de uma página específica.
  • Solicitar um rastreamento de página: inspecione a página ativa usando a nova Ferramenta de inspeção de URL e solicite um novo rastreamento.
  • Inspecionar uma página ativa: use a nova Ferramenta de inspeção de URL. As capturas de tela da página solicitada pelo Googlebot já estão disponíveis.
  • Ler cliques, impressões e CTR do site (Search Analytics): use o Relatório de desempenho equivalente.
  • Usuários e permissões e detalhes de verificação ainda podem ser acessados por meio do ícone de configurações Configurações no painel de navegação.

Funcionalidades não compatíveis atualmente

Veja alguns recursos que ainda não são compatíveis com o novo Search Console. Para usá-los, você terá que acessar o antigo Search Console, por enquanto.

  • dados de estatísticas de rastreamento (páginas rastreadas por dia, download em KB por dia, tempos de download de página)
  • testes do robots.txt
  • gerenciamento de parâmetros de URL na Pesquisa Google
  • ferramenta Marcador de dados
  • leitura e gerenciamento das suas mensagens
  • ferramenta de Alteração de endereço
  • configuração do domínio preferido
  • associação da sua propriedade do Search Console a uma propriedade do Analytics
  • rejeição de links
  • remoção de conteúdo desatualizado do índice
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?